10/12/10 | 11:02
Concerto de Natal do CMAE Aníbal Beça

Cerca de quarenta alunos das aulas de canto e da orquestra do Centro Municipal de Arte-Educação (CMAE) Aníbal Beça da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizaram uma apresentação nesta quinta-feira, 9, intitulado o Concerto de Natal, no Auditório do Centro, localizado no bairro de São José III, zona Leste da cidade.

O encontro contou com a presença de estudantes, convidados e professores, além das apresentações de músicas como: “Cantata 147 Jesus Alegria dos Homens”, “Amazonas Moreno”, “Noite Feliz”, “Com te Partiró”, entre outros.

O objetivo foi de mostrar o resultado do trabalho realizado pelos aluno na musicalidade no Centro e sua importância pelo aprendizado adquirido nas aulas em diversas áreas. A festa teve as participações especiais de convidados ilustres da musicalidade local: Leilane Francelino (viola), Elismael Lourenço (clarinete), Leandro Soares (trompete) e outras atrações.

“Esse concerto na verdade é um resultado dos professores que desenvolveram com seus alunos aulas com músicas em diversos seguimentos. A intenção é mostrar para a comunidade que os nossos alunos têm capacidade e não precisa buscar pessoas de outras cidades, porque temos aqui talentos para fazer uma orquestra”, explicou o Diretor do CMAE Aníbal Beça, Jorge Farache.

De acordo com o Coordenador da Orquestra de Cordas, Professor Bjarne Furtado, a importância das aulas de violão, violino, violoncelo e viola é imensa para uma formação cultural boa pra esses alunos de maior idade e principalmente com os adolescentes. “É importante que esses jovens possam ser incluídos mais tarde em outros projetos. O fato mais maravilhoso desse Centro é revelar futuros músicos e depois encaminhá-los para outros lugares com mais potência em se falando de orquestra”, comentou.

Há quase um ano participando das aulas de violino no CMAE Aníbal Beça, Hellen Souza Brito, 25, disse que passou antes pelo violoncelo e coral, até chegar hoje no aprendizado de violino. Segundo Hellen, com a musicalização se aprende muito, sem contar uma natural lição de vida. “Primeiro esse concerto é excelente em fazer uma apresentação pra todos. Nós aprendemos muita teoria musical, exercícios e sem contar com as apresentações que fazemos em outros lugares e a motivação que tenho em fazer um curso superior em música”, contou.

Reportagem: Paulo Rogério