05/08/14 | 16:03
Comissão estuda melhorias para o Programa Alimentar da Semed
Reunião foi realizada no auditório da Semed.

Reunião foi realizada no auditório da Semed.

Os membros da Comissão de Supervisão de Alimentação Escolar da Secretaria Municipal de Educação (Semed) estiveram reunidos nesta terça-feira, 05, para apresentar propostas que aliviem o impacto orçamentário do Programa Alimentar e reduzam o desperdício de merenda nas escolas. O programa prevê despesa anual de R$ 80 milhões para as mais de 500 escolas da rede servirem sete refeições por dia aos alunos.

A secretaria possui o maior programa de alimentação escolar do País e oferece mais de 600 mil refeições por dia aos cerca de 230 mil alunos da rede. Fazem parte da merenda mais de 28 gêneros alimentícios, como: banana, abacaxi, farinha de mandioca, farinha de tapioca, feijão de praia, macaxeira, quiabo, polpas de frutas, maxixe, dentre outros.

A realização de estudos técnicos de avaliação e aprimoramento do Programa Alimentar é uma determinação secretário da Semed, Humberto Michiles. “Nós precisamos melhorar esse programa para diminuir o desperdício”, defendeu o secretário.

Os gestores apontam que o programa reduziu a evasão escolar na rede municipal, mas também apontam que, ao final do turno da manhã, por exemplo, muitos alunos saem desesperados para ir para casa e abrem mão do almoço. O lanche servido no fim do turno da tarde também não é consumido por muitos alunos.

Humberto Michiles recebeu representantes de cooperativas da agricultura familar

Humberto Michiles recebeu representantes de cooperativas da agricultura familar

O gerente de controle da qualidade da alimentação escolar da Semed, Leis Batista, explicou que após a reunião desta terça-feira, as sugestões serão consolidadas. “Vamos nos reunir novamente com as propostas consolidas e apresentá-las ao secretário”, disse.

Produtores

Ainda nesta terça-feira, o secretário Humberto Michiles esteve reunido com produtores rurais representantes de agricultores e cooperativas que fornecem gêneros para a merenda escolar. A Semed já beneficiou produtores de 26 municípios. Entre eles, de Iranduba, Presidente Figueiredo, Itacoatiara, Rio Preto da Eva, Carauari, Manacapuru, Eirunepé, Manicoré e Lábrea.

 

TEXTO: Cleidimar Pedroso

FOTOS: Asscom Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação (92) 3632-2054