04/04/17 | 9:31
Combate ao Aedes Aegypti é tema da 6ª Semana Saúde na Escola

33692248991_ce41b3144f_zA Prefeitura de Manaus deu início, na manhã desta segunda-feira, 3/4, a 6ª edição da Semana Saúde na Escola. A programação ocorreu na Escola Municipal Sérgio Pessoa Figueiredo, no Bairro Presidente Vargas, zona Sul de Manaus. Ao todo, são 145 equipes de Saúde da Família e 81,7 mil alunos de 147 escolas públicas envolvidos nas ações, que envolvem as secretarias municipais e estaduais de Saúde e Educação.

Com base no quadro epidemiológico atual, o Ministério da Saúde escolheu explorar para a ação o tema “Comunidade Escolar Mobilizada Contra o Aedes aegypti”. Do público-alvo (81,7 mil alunos), 56 mil são de 99 unidades de ensino da rede municipal.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explicou que o objetivo é mobilizar os profissionais das equipes de saúde, estudantes, professores, familiares e comunidades para, juntos, atuarem no combate ao Aedes Aegypti.

“Durante a semana, serão realizadas várias estratégias e atividades relacionadas ao tema, reforçando a articulação local entre saúde e educação, promoção da saúde e desenvolvimento sustentável. Ao estimular ações de promoção à saúde no ambiente escolar, envolvemos não apenas os estudantes, mas também os pais e educadores, atingindo toda a comunidade”, reforçou Homero de Miranda Leão.

33692249331_3f6dcd48b5_zA secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, destacou a importância de ações integradas para a execução das políticas públicas que promovem a cidadania e ressaltou a importância da participação efetiva da família dos estudantes para o sucesso da ação.

“As crianças serão agentes na escola e no lugar onde moram. E nós temos dito na educação, não só em relação à saúde, mas em todas as nossas estratégias educacionais, que o nosso sucesso só vai ser pleno quando as famílias assumirem o seu papel na educação. Então, precisamos muito dessa participação dos pais”, disse.

Ações

As ações da Semana Saúde na Escola seguirão até sexta-feira, 7/4, com escolas e equipes de saúde mobilizando estudantes, familiares e comunidades com orientações sobre a realização de vistorias nas escolas, utilizando o check-list 10 minutos contra o Aedes, identificando possíveis focos do mosquito, com atividades de educação em saúde abordando o ciclo do Aedes aegypti e os sintomas da dengue, zika e chikungunya.

“Um dos objetivos é reforçar junto aos estudantes a importância da participação de todos nas ações de combate ao Aedes. Cada estudante tem grande potencial para se tornar um agente multiplicador de informação entre a própria família e junto a sua comunidade”, afirmou a subsecretária de Gestão da Saúde em exercício, Aldeniza Souza.

33780666816_5c10037696_zPara a dona de casa Mara Alice Santos, mãe de um estudante de sete anos na Escola Municipal Dr. Sérgio Pessoa de Figueiredo, as orientações recebidas no ambiente de ensino são essenciais para o combate às doenças. “Os profissionais da escola e da equipe de saúde que atende a comunidade estão sempre orientando sobre as doenças e as formas de prevenção, e para manter o alerta no sentido de evitar focos do Aedes aegypti”, destacou Mara Alice.

Segundo a responsável pelo programa Saúde na Escola na Secretaria Municipal de Educação (Semed), Dircélia Ortiz, serão realizadas várias estratégias e atividades relacionadas ao tema, reforçando a articulação local entre saúde e educação, promoção da saúde e desenvolvimento sustentável. “Serão desenvolvidas atividades pedagógicas, cada escola mobilizando as suas brigadas, verificando os focos e orientando as crianças sobre essa prevenção”.

A gestora da escola Sérgio Pessoa, que trabalha com a Educação Integral de alunos de 4 a 12 anos, Rejane Ramos Chavez, ressaltou a relevância da ação. “É um complemento ao que nós já realizamos e é importante trabalhamos a questão do Aedes aegypti principalmente por eles morarem em uma área próxima a igarapés, então temos que trabalhar com eles e, através deles, educar a comunidade sobre a importância da prevenção e da limpeza no geral”.

 

Texto: Martha Bernardo (Semed) e Eurivânia Galúcio (Semsa)

Fotos: Lúcio Santos e José Nildo

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054