Secretaria Municipal de Educação
Acessibilidade    Fale Conosco    Mapa do Site
Manaus, 29 de outubro de 2020
-->
27/02/19 | 12:22
Com o tema ‘Carnaval com alegria, sem mosquito na folia’, Centro Educação Infantil promove bailinho

Com muitas máscaras, fantasias, acessórios, confetes e marchinhas de Carnaval as crianças do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Maria do Céu Vaz D’Oliveira, no conjunto Ajuricaba, zona Centro-Oeste de Manaus, deram o 1º grito de Carnaval nesta quarta-feira (27). Esta foi a 9ª edição evento promovido pela unidade, que este ano teve como tema “Carnaval com alegria, sem mosquito na folia”.

O objetivo do bailinho, além de promover o conhecimento de uma das festas mais populares do País, também foi uma forma de alertar as crianças sobre a prevenção e combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya e ainda da febre amarela urbana.

O Cmei atende 220 crianças de 3 a 5 anos, no maternal 3, 1º e 2º período. Para a professora do 2º período, Núbia Ribeiro, mesmo as crianças sendo tão pequenas, muitas têm consciência do problema que a proliferação do mosquito pode causar a sociedade. De acordo com a educadora, todos os dias o tema é abordado em conversas na sala de aula. “A nossa intenção é que as crianças levem esse conhecimento para casa, evitando a proliferação do mosquito na sociedade ou um surto dessa doença que pode levar até a morte”, explicou a professora.

Para o pequeno folião, Samuel Telles, 5  anos, do 2º período, o Carnaval é a melhor festa que existe. Fantasiado como dançarino de frevo, o aluno disse estar muito feliz e saber muito bem como evitar a procriação do mosquito. “Para mim o Carnaval é a melhor festa da vida e o frevo é dançar para valer”. O aluno também deu dicas de como é possível evitar a proliferação do mosquito. “A gente não pode deixar garrafa com água e até as folhinhas com água podem fazer nascer mosquitinhos”, completou.

Os alunos também criaram uma paródia no ritmo da marchinha “Mamãe eu quero”, falando sobre o mosquito e de que forma acontece a proliferação, a prevenção e os sintomas da doença. A marchinha foi cantada por todos os alunos.

Texto: Érica Marinho
Fotos: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054