03/12/18 | 15:19
Cmei promove culminância de 4ª edição do Projeto ‘Sou Solidário’

Com o objetivo de conscientizar as crianças da necessidade do cuidado com o outro e a importância de construir um mundo mais justo e fraterno, os 305 alunos dos turnos matutino e vespertino do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Madre Elísia, localizado no bairro do São Raimundo, zona Oeste participaram, na sexta-feira, 30/11, da culminância da 4ª edição do Projeto Eu Sou Solidário, implantado na escola em 2015. A ação social ocorre anualmente em comemoração ao aniversário da unidade de ensino.

 

O Projeto Eu Sou Solidário iniciou no mês de outubro com arrecadação de alimentos por meio do Pula-pula Solidário e com doações feitas pelos comerciantes e parcerias. A ambientação do Cmei e a montagem da Árvore de Natal Solidária é feita pelas crianças da unidade de ensino, que levam um enfeite natalino para a escola.

A gestora do Cmei, Wanderluce Almeida, comentou sobre a importância do projeto para as crianças e  para a comunidade: “A importância é de resgatar o espírito solidário desde a infância para construção de uma sociedade melhor, deixando de lado toda e qualquer diferença proporcionando assim um natal feliz”. Comentou a gestora.

Durante o Mês de Novembro é feito um trabalho social voltado para trabalhar a importância da família na vida da criança e a parceira familiar foi o essencial para escola. Na ocasião, os alunos confeccionaram porta-retratos com a foto dos familiares.

No evento, os alunos apresentaram a dramatização da história: A bola da Inclusão, uma história que trabalha o respeito e a valorização da diversidade. Ainda durante a culminância, foram distribuídas 25 cestas básicas para as famílias dos alunos envolvidos no projeto, incluídas por meio de um questionário socioeconômico.

 

O Projeto

O projeto foi motivado pela importância de trabalhar com as crianças a convivência solidária, a fim de que as mesmas atuem como multiplicadoras na casa deles e na vizinhança, combatendo assim o individualismo e a competição de luta de classes. O Cmei funciona como mediador, com o intuito de intervir nesse contexto social e visa ajudar as famílias dos alunos em situação de vulnerabilidade social e econômica.

O projeto tem ainda como objetivo adotar, no cotidiano, atitudes sociais como a solidariedade, cooperação e respeito às diferenças, sejam elas de gênero, cor, crença ou deficiência.

Esse projeto é continuidade do Projeto Valores para a Vida, que trabalha valores como: compartilhar, ajudar, amizade, respeito, cooperação que são trabalhados no 1° semestre do ano letivo.

Texto: Luiz Eduardo Cruz

Fotos: Divulgação/ Escola

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054