19/04/16 | 14:09
Cmei Onias Bento homenageia obras de Monteiro Lobato

Semana da Literatura Amazonense. CMEI Onias Bento. Fotos Cleomir (23)As obras de Monteiro Lobato foram o destaque no encerramento da Semana da Literatura Infantil do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Onias Bento da Silva Filho, nesta terça-feira, 19. A programação reuniu os 340 alunos do maternal 3 ao 2º período da escola, além de pais, responsáveis, professoras e convidados.

Durante a semana, a coordenação pedagógica trabalhou com as crianças roda de leitura, vídeos temáticos, encenação da história do chapeuzinho vermelho, dramatizações do chapeuzinho amarelo, linda rosa juvenil, dona baratinha, musical do Sítio do Pica Pau Amarelo, entre outras atividades.

Semana da Literatura Amazonense. CMEI Onias Bento. Fotos Cleomir (18)“Todos os dias são realizadas contação de histórias. As sextas-feiras são escolhidos uma obra de um autor para fazer atividades com os alunos. O encerramento foi apenas uma amostra de tudo que foi feito com as crianças. Se perguntar algo sobre Monteiro Lobato, eles vão responder e não estão aqui fazendo algo mecânico. Tudo foi estudado em sala de aula para que eles soubessem o que estão fazendo sobre as obras do autor”, disse a diretora da escola, Simone Melveira.

A professora do 2º período, Cristina Silva Araújo, informou que as atividades começaram em abril com as crianças, não apenas obras de Monteiro Lobato, mas também de Tenório Teles, Ana Peixoto, Maurício de Souza, além de outros escritores locais.

Semana da Literatura Amazonense. CMEI Onias Bento. Fotos Cleomir (14)“Trabalhamos os autores amazonenses no encerramento da literatura infantil, bem como, nas salas de aula durante a programação. Mostramos os vídeos sobre as obras de Monteiro Lobato e depois passamos um trabalho para cada um sobre a temática. Eles gostaram do autor, porque a maioria já viu alguma coisa pela televisão, o que ajudou muito no aprendizado”, concluiu.

A agente de saúde Janete Ales Barroso, 37, disse que sempre acompanha sua filha Deborah Sarah, 5, aluno do 2º período nos eventos da escola. Para genitora, aprender sobre os autores locais e suas obras é algo positivo para o processo de aprendizagem dos próprios alunos.

“Eu gostei das crianças de poderem aprender sobre o Monteiro Lobato e outros artistas. O importante também foi que eles não apenas leram, mas entraram na história como personagens. Minha filha gostou muito, porque ela foi a boneca Emília e comentou sobre a história do Sítio do Pica Pau Amarelo”, salientou.

 

Texto: Paulo Rogério

Fotos: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054