23/04/15 | 10:05
CMEI Elza Damasceno comemora dia do Índio com alunos e a comunidade

Para comemorar a semana do índio, o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Profª Elza Damasceno, localizado no bairro Santo Antônio, zona Oeste de Manaus, iniciou, nesta quarta-feira 22, uma série de atividades alusivas à data. A abertura ficou por conta da apresentação dos índios da tribo indígena “Saterê-Mawé”, que realizaram o ritual da Tucandeira, com danças e cantos na sua língua materna, reunindo mais de 160 pessoas, entre pais de alunos e demais moradores da comunidade.

O evento tinha o objetivo de aproximar a cultura indígena aos alunos, buscando trabalhar a adversidade cultural por meio da valorização e o respeito pela cultura indígena. Ao final da apresentação, o Cmei entregou aos indígenas os alimentos doados pelos pais dos alunos durante a campanha “Cultura indígena na escola”.

A pedagoga Sylvia Fonseca informou que as atividades realizadas durante esta semana fazem parte da proposta pedagógica da Educação Infantil, conforme a experiência nº. 7. “Queremos proporcionar aos nossos alunos uma relação viva com os conhecimentos, crenças, valores, concepções de mundo, além de valorizar a memória e a cultura do povo indígena que é uma raiz muito forte do Brasil, principalmente, ao povo amazonense”, explicou.

PCN

A gestora da unidade, Delle Karem Bezerra, informou que de acordo com o documento Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) é preciso que o aluno conheça e valorize a pluralidade do patrimônio sociocultural brasileiro, bem como aspectos socioculturais de outros povos e nações. Ela afirmou, ainda, que é importante posicionar-se contra qualquer discriminação baseada em diferenças culturais, de classe social, de crenças, de sexo, de etnia ou outras características individuais e sociais.

“Buscamos trabalhar o dia do Índio resgatando as histórias de nossas raízes. Durante esta semana também será trabalhado em sala de aula atividades que possibilitem aos alunos conhecer um pouco da história dos índios, analisar e debater seus hábitos e costumes, refletir sobre a relação: brancos e índios,  estimulando assim o desenvolvimento da coordenação motora e da oralidade por meio de atividades musicais, movimentos e danças”, destacou.

 

Texto: Cmei Elza Damasceno

Fotos:  Divulgação

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054