13/06/13 | 11:53
Cerimônia de posse dos conselheiros municipais de cultura

O salão nobre do Pensamento Amazônico, da Academia Amazonense de Letras, abriu suas portas para abrigar os representantes do Conselho Municipal de Cultura neste dia 10, com cerimônia de posse dos 16 conselheiros representantes da entidade, civil do setor artístico, e secretarias municipais.

Os novos conselheiros titulares, que assumem os cargos para a gestão equivalente ao período de 2013 a 2015, foram escolhidos por eleição direta realizada nos fóruns de cultura e/ou indicados pelo poder executivo. Compuseram a mesa da cerimônia o prefeito Arthur Neto, o presidente do Concultura Márcio Souza e o vice Celdo Braga, a vereadora Socorro Sampaio e o vice-presidente da Academia Amazonense de Letras Almir Diniz de Carvalho.

O prefeito de Manaus elogiou a maneira como foram escolhidos os conselheiros e ressaltou a importância de serem valorizados os artistas regionais.

“Acredito no desempenho desse conselho, sobretudo como ele nasceu e como foram escolhidos os representantes. Nós vivenciamos uma nova experiência,  que foi a eleição direta. Fazer cultura é mergulhar naquilo que o povo já faz, se incentivarmos o que o povo já produz, vamos longe. Temos  a perspectiva  de formar um novo momento na vida do artista, buscando novos valores. Aqueles que melhor interpretarem a nossa gente, serão  os mais intelectuais”.

O Conselho Municipal de Cultura – Concultura está na sua quarta formação, sua nova diretoria optou por um processo democrático de eleição para a composição dos representantes da sociedade civil, no período de 13 a 16 de maio.  A servidora Fabíola Mara Silva dos Santos é a representante da secretaria  municipal de educação – Semed.

“As escolas terão um contato mais direto com as politicas culturais, porque vamos levar essas politicas às escolas, pois é no ambiente escolar que encontramos a maior diversidade de manifestações culturais. Vamos envolver  os professores, pais de alunos e a comunidade em geral para que as ações/metas previstas pelo plano nacional de cultura – PNC aconteçam efetivamente”. Fabíola Santos ( conselheira municipal de cultura pela Semed).

O subsecretário de gestão educacional da Semed, Deusamir Pereira, presente à cerimônia, relatou que “A Semed tem estratégias para serem desenvolvidas   entre cultura e educação. Precisamos combater a violência. A cultura é a base para a educação. Trabalhos belíssimos são desenvolvidos  nas escolas, integrando alunos e professores. Projetos artísticos culturais,  com  base educacional são a nossa prioridade”.      

Durante a cerimônia, o presidente do Concultura declarou que “trabalhar com cultura é tomar nas mãos uma das tarefas mais árduas, a fim de cuidar daquilo que representa a identidade de um povo. Os diversos representantes das entidades civis atenderam nosso chamado e vamos trabalhar juntos para abrir  portas. Vamos lutar pela regulamentação da lei de incentivo a cultura, que será nossa prioridade de gestão, pois só assim será possível criar  mais oportunidades para os nossos artistas”.

Meta

A principal meta a ser cumprida é que cem mil escolas públicas, de educação básica, desenvolvam permanentemente atividades de Arte e Cultura – PNC/2011.

Nova sede

A nova sede do Concultura funcionará no prédio da antiga Câmara Municipal, no centro histórico de Manaus, a fim de ficar mais próxima do povo, representando a Manaus de hoje e a que já foi.