12/09/19 | 18:25
Cemasp Norte realiza ação preventiva ‘Dia D: cuidando da saúde mental dos educandos’

Com intuito de cuidar da saúde mental dos estudantes do Ensino Fundamental Anos Finais, principalmente do 6º ano, o Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico (Cemasp) Polo Norte realizou nesta quinta-feira, 12/9, a ação preventiva ‘Dia D: Cuidando da saúde mental dos educandos’. O evento contou com a participação de aproximadamente 93 estudantes da Escola Municipal Raimunda Eneida, localizada no bairro Novo Israel, na zona Norte de Manaus.

Para proporcionar a reflexão e acolhimento dos jovens, foram realizadas escutas, dramatizações, paródias, oficinas, rodas de conversa e palestras motivacionais.

O Cemasp Norte realiza este trabalho desde abril deste ano, mas no mês de setembro, voltado ao combate ao suicídio, faz um esforço especial para mostrar aos estudantes do 6º ano a importância de estudar e frequentar a escola. Isso funciona como forma de apoio, inclusive a saúde mental, como apontou a gerente do Cemasp, Juliana Vieira.

“O projeto surgiu com o objetivo de reduzir o abandono escolar e com isso cuidamos da saúde mental do estudante, aproveitando o ambiente escolar como espaço de desenvolvimento pessoal e profissional. Esta é uma fase onde o adolescente está passando por diversas transformações e é necessário acontecer este acolhimento”, comentou.

Para a gestora da unidade, Rosângela Souza da Silva, a parceria que o Cemasp tem com as escolas é muito positiva. “Hoje foi mais um espaço que o Cemasp abriu para os estudantes, porque eles já costumam visitar os alunos em casa. Nesta ação os estudantes podem ter mais tranquilidade para falar porque os profissionais dão estímulo e abertura para eles falarem”, completou.

Ao final da ação foi realizada a dinâmica ‘Quem sou eu’, que possibilitou aos estudantes entenderem melhor o papel da escola em sua formação e do respeito ao outro e a si mesmo, como falou a aluna do 6º ano, Ingrid Gabriela Costa. “Eu aprendi muito na palestra, a respeitar ao próximo, a mim mesma e aos meus pais. A gente cantou, falou sobre depressão, foi importante”.

E na próxima segunda-feira, 16/9, a equipe retorna para a mesma unidade de ensino para realizar o Assessoramento Pós–Ação, onde os estudantes serão atendidos por uma equipe específica.

“Durante a oficina desenvolvida vários alunos demonstram interesse por receber atendimento com a psicóloga, fonoaudióloga ou psicopedagoga. Nossa preferência é que essa iniciativa venha dos estudantes. Na pós ação, eles são umas atendidos por uma equipe na escola”, acrescentou Juciana Vieira.

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Eliton Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054