03/06/15 | 16:24
Campanha de combate ao desperdício de água e energia é lançado pela Semed

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) é o primeiro órgão da prefeitura de Manaus a iniciar uma Campanha de Combate ao desperdício de água e energia em sua estrutura física e nas unidades de ensino do município. O primeiro passou foi à realização da palestra de sensibilização com o tema “Consumo consciente: água e energia”, realizado pelo engenheiro Jurimar Ipiranga, assessor de Eficiência Energética, Pesquisa e Desenvolvimento da Eletrobrás Amazonas Energia. O evento aconteceu na manhã desta quarta-feira, 3, no Auditório Luiz Geraldo Pontes Teixeira da Secretaria.

A ação da Semed faz parte do programa de redução das contas públicas da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad). O encontro contou com a presença da subsecretaria de gestão educacional, Euzeni Trajano, dos gestores das escolas municipais, dos departamentos da Semed, dos assessores e gerentes das sete Divisões Distritais Zonais (DDZs) da Secretaria, além de representantes da Semad.

De acordo com o gestor de Contas Públicas, Artur César Pimenta, que a Semed a partir de agora vai promover algumas ações de combate ao desperdício dentro da própria sede e em toda rede. Para ele, foi fundamental a presença dos responsáveis pelas escolas, da sede e divisões distritais na palestra de conscientização.

“Essa ação surgiu pela determinação do prefeito de baixar todos os gastos e contas públicas. As contas de todas as secretarias passam pela Semad, que si reuniu com a Semed para alcançar esse objetivo. Nós estamos com uma série de providências para alcançar essa meta, sendo a primeira delas a palestrar e a partir desse momento vamos ter outras providências nas escolas para chegar a esse objetivo”, afirmou.

O palestrante do encontro, Jurimar Ipiranga, da Eletrobrás Amazonas Energia, disse que procurou passar orientações como forma de alerta e conscientização ao desperdício energético.

“O proposito dessa palestra é a sensibilização para o consumo consciente dos recursos naturais. No caso de nossas instituições de ensino, da água e energia, em que precisa evitar as demandas de custos onerosos para o município. As dicas de economia de energia vão fazer com que os servidores públicos tenham uma visão de reflexão sobre esse consumo, sobre a questão da consciência e da atitude de usar de forma econômica para que dure e não custe caro aos cofres públicos”, analisou.

A diretora da Divisão de Controle de Contas Públicas da Semad, Sônia Lira, presente ao evento, disse que a meta da prefeitura é economizar ao final do ano R$ 6 milhões em contas públicas no consumo de água, energia, telefonia móvel e fixa, dados e combustíveis. Para a gestora, a iniciativa da Semed é um exemplo para as outras secretarias.

“Quero parabenizar a Semed, porque é a primeira secretaria que está lançando essa campanha interna de conscientização dos servidores, que faz parte de um projeto maior desenvolvido pela Semad. Para buscar essa economia determinada, nós elaboramos um projeto de redução dentro de um plano de ação macro e também mais especificas por tipos de despesas”, adiantou.

A gestora Maria Santana, da Escola Municipal Vicente de Paula, localizada no bairro Japiim, zona Sul, afirmou que já realiza um trabalho de conscientização sobre o desperdício de água e energia. Para educadora, a palestra foi muito útil porque as informações serão utilizadas para dinamizar seu trabalho com os alunos na escola.

“Já faço esse trabalho há muitos anos, porque percebo que a questão do uso e desperdício é cultural. Por conta de tudo isso, nós temos que fazer um trabalho diário e constante com a comunidade escolar e funcionários. Se soubermos economizarmos, iremos atingir as metas da prefeitura. Com essa palestra, vou lapidar mais ainda o que vem sendo feito em nossa escola”, afirmou ao destacar que a unidade educacional conta com um total de 1.800 alunos em três turnos.

Conforme Artur César Pimenta, a ideia é criar ainda este mês um ranking para premiar as dez unidades do município que reduzirem o consumo de água e energia. Além disso, ele disse que será feito um controle diário do consumo de água e energia em toda rede. “As escolas que alcançarem os índices na redução de consumo serão premiadas”, finalizou.

Texto: Paulo Rogério

Foto: Rodemarques Abreu