10/08/18 | 16:08
Aulas do Projovem Urbano iniciam na próxima segunda e a meta é atender 2 mil alunos

Na próxima segunda feira, 13/8, começam  as  aulas e atividades da edição 2017/2018 do Projovem Urbano na rede municipal de ensino. Para marcar o começo das atividades do programa, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou, na noite desta quinta-feira, 9/8, no auditório do órgão, a aula inaugural com a participação dos novos e ex-alunos, professores, gestores escolares das unidades envolvidas no Programa e  representantes de secretarias parceiras no trabalho realizado com  Educação de Jovens e Adultos (EJA), em Manaus.

O Projovem tem a finalidade de elevar a escolaridade de jovens com idade entre 18 e 29 anos que não tenham concluído o Ensino Fundamental, mas que saibam ler e escrever.

A aula inaugural  contou ainda com a presença da subsecretária de Gestão Educacional, Euzeni Trajano, representantes das Divisões Distritais Zonais (DDZs) da Semed, como o gerente pedagógico da DDZ Sul, Anderson Rodrigues, a gerente da Educação de  Jovens e Adultos (Geja) da secretaria, Alina Bindá  e a coordenadora do Projovem Urbano, Maria Nazaré Vincentim.

No decorrer da cerimônia, a subsecretária ressaltou também que o Projovem  tem a finalidade de oferecer dignidade, oportunidade e transformar a vida de pessoas que em algum momento interromperam a formação escolar em detrimento de uma situação particular.

 Superação

Ao longo dos anos, o Projovem já fomentou o sucesso na vida de inúmeros alunos que participaram do programa. A estudante de engenharia civil, Ciolina Bezerra da Silva, é uma delas. Durante a cerimônia de abertura foi destacado que a universitária participou da primeira  edição do programa realizada de  2007 a 2008.

“O Projovem significou muito na minha vida, pois abriu novas oportunidades, horizontes,  foi uma segunda chance que dei a mim mesma, em um momento que quase ninguém acreditava mim por conta das minhas dificuldades, da minha idade e imaturidade. Por isso, sou muito grata ao Projovem, pois se ele não tivesse entrado na minha vida, eu não seria a pessoa que sou hoje”, afirmou a ex-aluna.

Na assembleia,  também havia os alunos da edição 2017/2018, como o eletricista Hudson Costa da Silva,  que parou de estudar há nove anos, por conta de circunstâncias alheias à sua vontade. Para o aluno o    Projovem representa  um recomeço. “Sim,  é um recomeço, o  recomeço de uma história, que será de muita dificuldade, mas, principalmente, de muito sucesso e superação dia após dia”, enfatizou.

 

Meta da Semed na edição 2017/2018

A meta da Semed é beneficiar aproximadamente 2 mil alunos, em 10 escolas municipais da rede pública de ensino, localizadas em diferentes pontos de Manaus na edição de 2017/2018.

O curso tem a duração de 18 meses, objetivando que os alunos integrantes obtenham o certificado do Ensino Fundamental com formação integral, inclusão digital e qualificação profissional inicial, que nesta edição será dividida em dois arcos: saúde  e alimentação, com duração de 6 meses.

O trabalho pedagógico será realizado por  uma equipe  composta por uma coordenação geral, assessor  pedagógico e administrativo, além de professores nas disciplinas do Ensino Fundamental, qualificação profissional e participação cidadã. O Programa disponibilizará duas salas para acolhimento de crianças entre 0 a 6 anos.

Do total de vagas ofertadas,  até o momento foram preenchidas 1.117, isso quer dizer que ainda restam 883 remanescentes. Segundo a coordenadora geral do  Projovem, Maria Vincetin, para ter acesso a uma das vagas disponíveis basta comparecer em umas das 10 escolas participantes do programa, munidos de documentos pessoais.

“O programa ainda está com inscrições abertas. Para se inscrever não tem burocracia. Basta  ir a uma das 10 unidades, levando uma foto 3×4, CPF, RG, comprovante de residência. Caso tenha histórico escolar, deve levá-lo. Mas se não tiver não há problema, pois neste caso basta  fazer um teste de proficiência, para comprovar que sabe ler e escrever”, explicou.

Unidades de 2018

Nesta edição as aulas acontecerão nas escolas municipais  Vicente de Paula, no Japiim ; Jarcele Conceição Zaranza, no Novo Aleixo; Rodolfo Valle, na Redenção; Elvira Borges, na Compensa 2; Marly Barbosa Garganta, no Terra Nova; João Goulart, no Santa Etelvina; Jornalista Sabá Raposo, no Monte das Oliveiras; Themistocles  Gadelha, no Jorge Teixeira, Plínio Ramos Coelho,  no Tancredo Neves e Francisca Pergentina, no Zumbi dos Palmares.

 

 

 

Texto e Fotos: Emerson Felipe

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054