27/08/14 | 13:37
Atividades recreativas e futsal fazem parte da programação dos Jaavas desta quarta-feira

Alunos da Educação Especial da rede municipal participaram, nesta quarta-feira, 27, da manhã recreativa dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas), no Clube do Trabalhador do Serviço Social da Indústria (Sesi), localizado na Alameda Cosme Ferreira, Coroado, zona Leste. No turno da tarde, foi a vez das partidas de futsal, no Centro de Convivência Magdalena Arce Daou, na Compensa, zona Oeste.

O Jaavas é uma realização da Prefeitura de Manaus, por meio das secretarias municipais de Educação (Semed) e Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), em parceria com as secretarias de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), da Educação (Seduc) e da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), além da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e outros órgãos públicos e entidades privadas.

Acompanhado de pais e professores, os alunos participaram das competições de arremesso de bola ao arco, catando o papel, arremesso e domínio, dominó adaptado, jogo de dama, bola do cano e circuito.

Simone Paiva foi incentivar o filho Victor Paiva, que é autista e participou da modalidade arremesso e domínio. Ela destacou a importância da inclusão por meio dos jogos.

“Tenho dois filhos autistas, o Victor de 8 anos e a Victória de 16. Eles sempre participam das atividades. O Victor gosta de medalhas. Ele tem uma coleção em casa. Crianças assim como ele precisam ser incentivadas no dia a dia, na escola, no esporte. Isso motiva eles, alimenta o ego deles. Faz parte da inclusão da sociedade no mundo do esporte. Infelizmente, ainda sofro preconceito nos lugares que frequento com meus filhos, mas isso deve ser superado”, relatou.

Para a coordenadora e idealizadora do projeto, Shirley Amaral, os jogos voltados para as pessoas com pouca mobilidade faz com que todos possam participar das atividades.

“Esses jogos recreativos adaptados são para aquelas pessoas que têm pouca mobilidade. Nosso objetivo maior é a inclusão, que os alunos participem de forma efetiva dos jogos, dentro das limitações deles. Eles ganham medalhas, interagem, se desenvolvem psicologicamente, sociabilizam”, informou.

O aluno Tiago Correia de Oliveira, 26, disse que gosta de praticar capoeira, correr, de praticar esportes. A mãe dele, Célia Correia, relatou que o filho participa de várias corridas de rua, que gosta de se superar.

“Ele gosta muito de esporte, sempre participa dos jogos da escola e das corridas de rua. Ele não vai para competir, para chegar em primeiro, mas vai para completar, para superar obstáculos”, relatou.

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Lton Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054