03/12/15 | 8:36
Atividades do Programa Coclear encerram com apresentação do coral de alunos

Encerramento das Atividades do Programa de Implante Coclear - Fotos Rodemarques Abreu (7)O Programa de Reabilitação de Implante Coclear (PIC) da rede municipal de Educação encerrou suas atividades de 2015 com uma apresentação do coral formado pelos alunos atendidos. A atividade, realizada no Complexo Municipal de Educação Especial André Vidal Araújo (CMEE), na Vila Amazonas, Parque Dez, zona Centro-Sul, reuniu pais e responsáveis dos estudantes na tarde desta quarta-feira, 2.

O trabalho inovador garante suporte às crianças no período pós-implante, dentro do contexto da fonoaudiologia educacional, que auxilia o aluno a desenvolver e compreender a fala.

Atualmente, o PIC atende 20 crianças, das quais 15 alunos inclusos no ensino regular da rede municipal e mais cinco alunos que moram no entorno de escolas municipais ou que estejam matriculados em unidades da rede estadual.

Encerramento das Atividades do Programa de Implante Coclear - Fotos Rodemarques Abreu (10)O programa é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) desde 2014 e conta com uma equipe de profissionais especializados, composta por profissionais das áreas de fonoaudiologia, psicologia e psicopedagogia.

Durante o encerramento, os alunos atendidos pelo programa formaram um coral para cantar a música “Noite Feliz”. Na oportunidade, a fonoaudióloga Mariana Pedrett, também responsável pela reabilitação auditiva dos estudantes que possuem o implante coclear, enfatizou que o sucesso do programa está diretamente ligado a um trabalho feito pela equipe de terapeutas do CMEE.

“Tivemos vários benefícios e avanços em 2015. O fato das crianças estarem neste momento, cantando uma música, prova isso. E para este dia foi desenvolvido um trabalho durante todo o ano. Esse resultado é fruto dessa ação entre a psicóloga, psicopedagoga e eu. E nesta data o nosso sentimento é de dever cumprido”, assegurou.

Encerramento das Atividades do Programa de Implante Coclear - Fotos Rodemarques Abreu (31)No encerramento haviam mães e responsáveis orgulhosas do trabalho desenvolvido por meio do projeto. Umas delas foi a dona de casa Cristiane Barbosa. Emocionada, a mãe ressaltou que o programa contribui para desenvolvimento adutivo da sua filha Maria Eduarda, de 5 anos. “Por causa do programa, minha filha começou a se desenvolver e falar algumas palavras, como mamãe e papai. Por isso, só tenho a agradecer à Semed e a toda equipe que faz parte do programa Coclear”, disse.

Outro aluno beneficiado pela ação é João Henrique Dutra, de 8 anos. Segundo o estudante, o programa fez com ele desenvolvesse habilidades, evolvendo a fala. “Com o programa aprendi a falar e ouvir melhor, além disso aprendi até a cantar. Espero que isso seja só o começo”, disse.

Os atendimentos do PIC ocorrem em grupo sempre às quartas-feiras e para crianças que necessitam de atendimento especial, há acompanhamento individual ao longo da semana. As atividades ocorrem a partir das 14h, com crianças na faixa-etária de quatro a 13 anos, e em seguida são atendidas crianças de três e quatro anos.

Texto: Emerson Felipe
Foto: Rodemarques Abreu

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054