01/08/13 | 14:25
Alunos ensaiam para abertura dos Jaavas da Semed

Cinquenta alunos participaram na manhã desta quinta-feira, 1o de agosto, de mais um ensaio técnico para abertura dos Jogos Adaptados da Escola Municipal André Vidal de Araújo (Jaavas). A atividade aconteceu na quadra da unidade educacional. Os alunos da educação especial estiveram sob a coordenação das professoras de educação física da Secretaria Municipal de Desporto, Lazer e Juventude (Semdej), que ensinaram todos os passos da coreografia de cada etapa que será apresentada no dia 19 de agosto.

Segundo a coordenadora geral do Jaavas, professora Shirley Amaral, mesmo sendo um simples ensaio, não deixa de ser uma atividade para os alunos, que conseguem assimilar o ensinamento que é passado. “Todos os trabalhos que nós fazemos, inclusive o ensaio, é uma forma de trabalhar a parte intelectual e motora deles, ou seja, no geral o cognitivo e motor, além da convivência social, e a socialização deles com os outros. Tudo isso é muito importante”, destaca.

Os ensaios são realizados nas segundas e quintas-feiras, desde a semana passada, com duas horas de duração. A professora de educação física e coordenadora do grupo da 3ª idade da Semdej, Maria das Graças Silva, diz que ficou surpresa com a evolução e empenho dos alunos especiais.

“Foi maravilhoso, porque pensei que teria dificuldade, mas percebi que não tive dificuldade nenhuma comparado aos idosos. Os alunos são um pouco dispersos, mas na forma de ensino usado eles procuram mostrar que aprendem. E isso deu certo, porque no primeiro ensaio eles aprenderam duas figuras e, no segundo ensaio, a fazer a estrela que é uma das partes mais difíceis da coreografia. Como o tema é “A nossa estrela precisa brilhar”, eles encerram com a estrela. Tudo bem sincronizado”, disse.

A doméstica Maria Ivonete Marinho dos Santos, 48, mãe da aluna com deficiência intelectual, Suellen Marinho da Silva, 19, relata que desde quando sua filha entrou na escola André Vidal de Araújo, ela teve uma melhora no comportamento.

“Ela aprendeu e se desenvolveu muito na escola, porque antes não tinha esse desenvolvimento. A escola é maravilhosa e minha filha evoluiu muito em relação ao que era antes. Espero que nos jogos ela tenha um aprendizado a mais, o que será importante no seu desenvolvimento”, relata a genitora.

Jaavas         

Os jogos serão disputados entre os dias 19 a 25 de agosto, no Complexo Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo e na Vila Olímpica de Manaus, nas modalidades de atletismo, basquetebol, voleibol, futsal, natação, goal bol, bocha, jogos recreativos adaptados, tênis de mesa e queimada. O público alvo são pessoas com deficiência Intelectual, síndrome de autismo, deficiente visual, deficiente auditivo e paralisia cerebral, que façam parte da rede municipal de ensino ou de entidades filantrópicas como APAE e Instituto Felipe Smaldone.