23/07/20 | 15:03
Alunos do projeto ‘Protetores do Amanhã’ receberão botton da Arara-Vermelha como premiação pela participação nas atividades

Aproximadamente 90 crianças, que fazem parte do projeto ‘Protetores do Amanhã’, da Oca do Conhecimento Norte, receberão na próxima segunda-feira, 27/7, o botton da Arara-Vermelha, que simboliza a fidelidade e a sociabilidade. O objetivo é premiar os alunos por conta da assiduidade nas aulas e nas experiências propostas. A ação faz parte do encerramento do segundo módulo do projeto executado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed-Manaus), e que por conta da pandemia do novo coronavírus é realizado de forma remota.

Com o tema ‘Recursos Naturais: Água e Energia’, o segundo módulo teve a preocupação de sensibilizar as crianças para a importância do uso racional, da conservação e preservação dos recursos finitos e tão essenciais para a nossa vida. Por isso, a unidade propôs desafios que estimularam a compreensão do que são fontes de energias renováveis e não renováveis, a relação água e saúde, o consumo consciente desta, além de despertar a percepção do seu protagonismo na permanência desses bens.

“Trabalhamos com água e a importância para o ser humano. Quando trabalhamos com energia, falamos sobre consumo, energia renovável e não renovável. Nessa parte, por exemplo, o desafio deles foi elaborar um cata-vento. Os gestores estão realizando o controle de quem está e quem não está participando destas atividades. A partir disso será entregue o botton da arara-vermelha, que significa que o aluno teve fidelidade ao trabalho e compromisso em estudar”, explicou Ewerton Nascimento, pedagogo da Oca Norte.

A gestora da Oca Norte, Rubia Praia, conta que, mesmo com o isolamento, mais de 50% dos alunos têm participado das atividades, o que é considerado um número muito bom de educandos ativos.

“Nós temos 50 educandos, 25 por turno. Nesse período de pandemia temos trabalhado com as aulas virtuais via whatsapp, então devido algumas questões, alguns não têm participado. Trabalhamos por desafios semanais e em média temos entre 33 e 35 alunos participando assiduamente do projeto”, pontuou Rubia.

Experiência para a Família
O aprendizado proporcionado pelos projetos ambientais das Ocas do Conhecimento tem alcançado famílias inteiras que participam junto com as crianças das atividades.

Jaqueline Buch, 29, mãe da estudante Flávia Sophia dos Santos Buch, da Oca Norte, contou que todos têm se preocupado cada vez mais com a questão do lixo. “Ela tem aprendido bem mais. Estamos satisfeitos com o trabalho da oca na vidinha dela e na nossa. Tem sido enriquecedor para todo mundo”, completou.

Protetores do Amanhã

O projeto é aplicado desde o início do ano letivo, com aulas presenciais nas Ocas do Conhecimento, que funcionam no contra-turno de ensino regular em que a criança está matriculada. O primeiro módulo ainda foi trabalhado parte em sala de aula.

Mesmo com o período de isolamento, as Ocas do conhecimento conseguiram manter as aulas e os desafios para os estudantes através de plataformas digitais como Youtube, Facebook e Whatsapp.

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Divulgação

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação