14/04/16 | 13:06
Alunos de escola municipal produzem livro sobre a vida do escritor Paulo Queiroz

14-04-16-Semana da Literatura Amazonense -Cmei Olavo Bilac. Fotos-Rodemarques Abreu (4)Alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Olavo Bilac, localizado no bairro Parque das Nações, zona Norte, produziram um livro sobre a vida do escritor e artista plástico amazonense Paulo Queiroz. Intitulado ‘Paulo Queiroz; obra e vida’, o livro apresenta o caminho do artista desde o seu nascimento no município de Tefé até os dias atuais.

A atividade fez parte da Semana da Literatura Amazonense e do Dia do Livro Infantil, onde os quase 200 alunos, desde o início do mês, fizeram recortes, colagens e desenhos com as obras do autor e tiveram um contato mais próximo com a literatura local. Todo o aprendizado resultou na confecção da obra que foi entregue na manhã desta quinta-feira, 14, após receberam a visita do escritor na escola e o presentearam com o livro, feito pelas próprias mãos dos pequenos.

14-04-16-Semana da Literatura Amazonense -Cmei Olavo Bilac. Fotos-Rodemarques Abreu (2)Emocionado com a homenagem, Paulo Queiroz parabenizou a Secretaria Municipal de Educação (Semed) pela iniciativa de fomentar a literatura local. “Eu estou muito feliz com a homenagem. Para mim é um privilégio estar aqui nesse universo infantil, logo eu que me dediquei a escrita adulta e acadêmica. Eu confesso que esse foi meu primeiro contato com esse universo maravilhoso do público infantil. Essas crianças nos renovam, nos deixam mais contentes, mais reavivados”, afirmou.

O pequeno Pietro Dias, de apenas cinco anos, ensinou um pouco do que aprendeu sobre Paulo Queiroz. “Ele é escritor e também artista plástico e pintor. Ele tem um pai que o nome é Raimundo Nonato. Ele também pinta um monte de quadros com a filha dele”, disse.

Incentivo à leitura

14-04-16-Semana da Literatura Amazonense -Cmei Olavo Bilac. Fotos-Rodemarques Abreu (3)A diretora do Cmei Olavo Bilac, Ellen Cristina dos Santos, explicou que os alunos participam durante todo o ano letivo do projeto Leitura e Escrita, onde aprendem sobre obras literárias brasileiras e ao final de cada bimestre, confeccionam livros de poesias sobre o tema estudado. Para a Semana da Literatura Amazonense, segundo ela, a atividade foi apenas adaptada.

Para Ellen, ensinar as crianças a terem contato com o mundo da leitura é a certeza de formar cidadãos mais intelectualizados no futuro.

“Aqui eles aprendem a valorização do nosso povo. Têm o incentivo e o estímulo à leitura. Nesse evento, as crianças aprendem a valorizar as coisas da terra, não só a história do autor, mas são estimuladas a ler. A literatura amazonense traz a origem do povo da nossa terra, através dos costumes quanto da linguagem e história, por isso é tão importante”, observou.

 
Texto: Thiago Botelho
Fotos: Rodemarques Abreu
Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054