10/04/15 | 15:21
Alunos de escola municipal homenageiam Celdo Braga em programação literária

Mais de 500 alunos da Educação Infantil e do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Dom Luiz Soares Vieira, localizada no Parque das Garças, Novo Aleixo, zona Leste, fizeram o encerramento da Semana da Literatura Amazonense, nesta sexta-feira, 10. Durante a semana, a comunidade escolar teve a chance de pesquisar o trabalho realizado pelos escritores da literatura local.

O homenageado deste ano pela unidade do município foi o professor, músico, poeta e escritor Celdo Braga. O personagem é autor de várias obras e fundador dos grupos Raízes Cabocla e Imbaúba. Além dele, foram destacados, durante a semana, o trabalho literário dos escritores Elson Farias, Tiago de Melo e Ana Peixoto.

O conteúdo programático foi trabalhado em sala de aula com os alunos desde a última segunda-feira, 6. Para a diretora da unidade de ensino, Simone Monteiro Pereira, o encerramento das atividades, nesta sexta, mostra como foi a dedicação de todos em busca de pesquisas e informações sobre o homenageado e outros autores da literatura.

“A programação foi elaborada primeiro com os professores e pedagogos. Todos os anos, a escola homenageia um autor e esse ano o escolhido foi Celdo Braga. É muito importante esse contato dos alunos com os livros, poesia e a cultura local, muito rica em lendas, contos e mitos”, destacou a diretora.

Escolhido para ser homenageado pela direção pedagógica da escola, Celdo Braga fez uma pequena apresentação de seu trabalho com algumas obras literárias e canções que fizeram sucesso. Segundo o poeta, a semana de atividades é importante para aproximar mais os estudantes da cultura local.

“É bom ver a escola abrir espaço para destacar nosso trabalho e criar toda uma perspectiva desses jovens terem contato com os escritores e a arte produzida no Amazonas. De certa forma, isso vai fomentando os talentos às vezes adormecidos na escola. Esse momento merece nosso aplauso e a iniciativa é muito correta e oportuna. Ser homenageado pela escola é sempre bom e prova que ‘santo de casa’ faz milagres”, disse.

Satisfeita pelo resultado da semana da literatura, a aluna do 5º ano matutino, Zamya de Oliveira Mota, 10, disse que aprendeu muito sobre o trabalho de autores amazonenses. Segundo ela, uma das obras do escritor Tiago de Melo serviu como motivação para uma atividade demonstrativa dos alunos.

“Nós tivemos a chance de saber tudo sobre esses autores. A respeito de Tiago de Melo, a professora fez uma leitura sobre o Estatuto do Homem, de autoria dele. Pegamos como base essa obra e cada aluno fez seu próprio decreto. Por exemplo, escrevi o seguinte: eu decreto que os homens não abusem sexualmente das mulheres, pois é o que mais as afeta. O resultado foi um total de cinco parágrafos”, explicou.

Texto: Paulo Rogério Veiga

Foto: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054