18/08/14 | 17:09
Alunos de escola municipal da zona rural recebem a doação de 20 novos notebooks

O Telecentro da Escola Municipal São João, localizada na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé – a 25 quilômetros de Manaus – recebeu, nesta segunda-feira, 18, a doação de 20 novos notebooks, da equipe do Programa Internacional de Voluntariado da Samsung, para uso pedagógico. Com os novos equipamentos, o número de computadores da unidade foi ampliado para 31.  

Além da entrega dos equipamentos, aproximadamente 50 voluntários da empresa passarão cinco dias na RDS do Tupé, ministrando aulas sobre tecnologia da informação para os alunos e fazendo reparos na estrutura das áreas de convivência da comunidade. Além disso, os estudantes terão contato direto com a cultura coreana. Esta é a primeira visita dos funcionários voluntários ao Brasil.

A gestora da unidade, professora Lucilene Sarges, comentou que a chegada dos novos equipamentos tecnológicos facilitará o aprendizado dos alunos. “A doação desses notebooks veio para facilitar o trabalho que já desenvolvemos na escola com o nosso projeto ‘Alfabyte’. Todos os alunos se empenham muito quando os professores os levam para ter aulas no Telecentro. A junção dos equipamentos que já tínhamos com os que nos foram doados fará nosso trabalho deslanchar”, disse.

Chefe da Gerência de Tecnologia Educacional (GTE), Aldemira Câmara, comentou sobre a importância da ação para a comunidade. “Esta doação vai estimular o uso da tecnologia. Já existia um telecentro na comunidade com 11 máquinas e estrutura adequada na escola. A equipe da Samsung trouxe mais 20 notebooks, ampliando o número de computadores para que os alunos possam utilizar no ambiente escolar”.

O coordenador de Cidadania Corporativa da Samsung, Helvio Kanamaru, disse que a cidade de Manaus é destaque na América Latina e por isso foi escolhida para receber os voluntários. “Manaus é uma cidade muito importante. É sede da nossa fábrica no Polo Industrial e muito interessante. Há um interesse muito grande dos coreanos em conhecer outras partes do mundo e aqui se tem uma riqueza de biodiversidade e cultura. A presença do rio também é uma coisa diferente. Eles tinham vontade de conhecer esse pedaço tão representativo para o mundo”.

O estudante Hiago Quinto Cunha, 10, ficou empolgado com a visita dos estrangeiros e aprendeu a escrever seu nome em coreano. “Eles estão fazendo atividades, brincadeiras e nos ensinaram como escrever nosso nome na língua deles. Estou gostando muito e vou adorar passar esses cinco dias com eles”.

Texto: Luana Carvalho
Fotos: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054