17/10/17 | 14:40
Alunos da zona Rural participam de aula ao ar livre

Os 385 alunos do Ensino Fundamental da Escola Municipal Rainha dos Apóstolos, no quilômetro 23 da BR-174, zona rural de Manaus, tiveram a oportunidade de participar, nesta terça-feira, 17/10, de uma aula de geografia diferenciada. Como parte do projeto ‘Trilhas do Saber 2.0’, eles estiveram em contato com a natureza, em um percurso dentro da própria escola, onde foram apresentados elementos da natureza, fauna e flora.

Esse é o segundo ano que o projeto é realizado pela professora de geografia da unidade, Sandra Polari. Ela, que já trabalha na escola há 11 anos, sempre procurou desenvolver atividades lúdicas, teatrais, a fim de envolver os estudantes no conteúdo ministrado. Para Sandra, o modelo de aula mais tradicional, dentro de uma sala de aula, tem que ser complementado com outras experiências.

“É uma forma de dar aula que eles provavelmente nunca esquecerão, porque estão de frente com o personagem e passando o recado pra os colegas sobre os cuidados que devemos ter com a natureza. A ideia surgiu porque o próprio local já proporciona isso. Alguns alunos ficam aqui a tarde e então veio essa ideia. Conversando com alguns alunos, eles toparam fazer”, afirma a professora.

Para a aluna Geovana Lopes, do 9º ano, que já havia participando da edição passada, esse tipo de exercício é positivo para os alunos, por tratar questões do campo. “Eu achei muito legal. É uma experiência muito boa, principalmente para o aprendizado dos alunos. Às vezes tem alunos que não sabem de onde algumas coisas vieram e a ‘Trilha do Saber’ mostra claramente. Acho que é uma experiência muito boa para a escola também”.

Além da maior interação com o meio ambiente, esse tipo de atividade permite que os alunos se coloquem no centro do processo de aprendizagem. Eles constroem o personagem e interpretam para os visitantes da trilha. Como acredita a gestora da unidade, Darlete de Oliveira, que considera que esses momentos ajudam a criar um maior interesse nos estudantes e evita que eles fiquem dispersos.

“Um tipo de aula atrativa como essa é super importante para os alunos, porque faz com que eles tenham vontade de estudar. A forma teórica, juntando com a prática, faz com que eles consigam aprender muito mais. A grande importância disso é que eles veem que podem ser protagonistas do próprio ensino”, conclui.

 

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054