22/06/11 | 14:38
Alunos da Semed são premiados no 10º Concurso de Cartazes sobre drogas

O concurso é realizado pelo Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas (Conem/AM) e premia todos os anos os melhores desenhos em cartazes que abordem a temática de combate ao uso de drogas.

Com a participação de escolas do município e do estado, o Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas (Conem/AM) premiou na manhã de hoje (22), na sede da Reitoria da UEA, os alunos vencedores do 10º Concurso de Cartazes sobre Drogas, que em 2011 teve o tema: ‘Arte e Cultura na Prevenção do Uso de Crack e outras Drogas’. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) foi premiada em três categorias e mais três funcionárias receberam diploma de amiga do Conem.

A aluna Ellen Vanessa, 11, da Escola Municipal Thomas Meirelles, ficou em segundo lugar na categoria de 5º ano. Em seu desenho ela mostrou formas de diversão sadia e sem o uso de entorpecentes.

“Eu desenhei um colégio com quatro janelas. Cada janela mostrava um tipo de atividade realizada na minha escola que são muito mais legais de praticar do que usar drogas, como: música, esporte e arte”, destacou.

Já a aluna Yasmin Bruna Marinho, 8, da Escola Municipal Pintor Leonardo da Vinci, afirma que sua inspiração vem do artista que dá nome à sua escola. Com o desenho que mostrava várias formas de diversão, como: cinema, piscina e leitura, a estudante ficou com a terceira posição na categoria de 3º ano.

“Eu me inspirei no Leonardo da Vinci que é o pintor da Monalisa. Meu desenho é pra mostrar que existem coisas mais legais de fazer do que usar drogas”, falou.

Formação de cidadãos

O Concurso de Cartazes sobre Drogas é uma estratégia de abordagem da temática dentro da escola de forma lúdica e chamativa para os alunos. Neste ano, cerca de cinco mil estudantes de 97 escolas do município e do estado concorreram nas categorias de 2º ao 6º ano.

Para a Presidente do Conem/AM, Darcy Izel Moreno, os temas arte e cultura são importantes porque estimulam a criação da boa personalidade dos alunos.

“A questão não é só combater as drogas em si, e sim formar cidadãos sadios que conseqüentemente irão se envolver com coisas sadias”, disse.

Premiações

Além das alunas premiadas com os desenhos, a Gerente de atividades complementares e programas especiais (GACPE), Dircelia Almeida recebeu o diploma do Mérito de Valorização pela Vida, e a pedagoga Lourdes Araújo também da GACPE recebeu a medalha de amiga do Conem

A Professora Soraya Freire de Oliveira foi premiada duplamente. Recebeu tanto o diploma do Mérito de Valorização pela Vida quanto a medalha de amiga do Conem. Ela acredita que isso foi uma forma de valorizar o trabalho que ela desenvolve desde 2001 nas escolas públicas de Manaus.

“Trabalho desde 2001 em projetos de prevenção ao uso de drogas em parceria com o Conem e também a três anos consecutivos que alunos meus são premiados nos concurso de cartazes”, ressaltou.