21/03/17 | 18:16
Alunos da rede municipal participam de atividade em alusão ao Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial

Dia Internacional contra Discriminação racial. Centro Tiago Melo. Fotos Cleomir Santros (1)Alunos da Escola Municipal Ulisses Guimarães participaram, na tarde desta terça feira, 21/2, de uma atividade alusiva ao Dia Internacional Contra a Discriminação Racial, que é comemorado todo dia 21 de março e tem o objetivo estimular ações de luta e  conscientização, contra o racismo, o preconceito de cor, ascendência e de origem étnica.

Realizada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), em conjunto com a  Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania  (Sejusc) e  movimentos sociais, a ação teve o intuito de mostrar aos alunos da rede pública de Manaus que todos as pessoas, independente cor, opção sexual, orientação religiosa, devem ser respeitadas.

O evento contou ainda com a presença de  representantes da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul, da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) e da assessora de Diversidade da Semed, Lídia Helena. A assessora explicou que atividade tem o objetivo de fomentar a aplicabilidade da  lei 10.639/03,  que estabelece que seja inserido  no currículo oficial da Rede de Ensino do Brasil a  temática “História e Cultura Afro-Brasileira”.

Ela explicou ainda por que é preciso combater a discriminação em um país em que há tanta miscigenação racial, como o Brasil.

Dia Internacional contra Discriminação racial. Centro Tiago Melo. Fotos Cleomir Santros (2)“O nosso pais é muito preconceituoso, discriminador, intolerante e racista e para lutar contra isso acreditamos que temos que superar este preconceito através da educação,  debates  e momentos de discussão como este”, explicou.

A secretária da Sejusc, Graça Prola, destacou a importância entre a parceria entre Semed e Sejusc para promover a discussão sobre temas voltados à diversidade cultural aos alunos da rede pública.

“Esta parceria já vem de anos e nos deixa muito feliz porque nos ajudar a atingir um público que está em amadurecimento e aberto a discussão”, disse.

Para Gabriele da Silva, aluna do 9º ano da Escola Municipal Deputado Ulisses Guimarães, o momento foi de aprendizado e de mudança de comportamento. “Tudo o que ouvi e aprendi me ajudou a entender porque a cultura negra é tão bonita”, ressaltou.

 

 

Texto: Emerson Felipe

Fotos: Cleomir Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054