16/10/14 | 16:21
Alunos da rede municipal participam da abertura da XVII Municipíadas

A rede municipal de educação abriu, nesta quinta-feira, 16, a XVII Municipíadas. A cerimônia que marca o início dos jogos foi realizada no ginásio do Clube do Trabalhador (Sesi), na Alameda Cosme Ferreira, zona Leste, com a participação de cerca de 1,5 mil alunos de 85 escolas.

As Municipíadas são os jogos internos das escolas da rede municipal de ensino e reúnem os participantes nas modalidades de futebol, futsal, vôlei, vôlei de areia, queimada, handebol, basquete, atletismo, natação, tênis de mesa, xadrez, judô e jiu-jítsu, divididas nas categorias infantil (de 12 a 14 anos) e juvenil (para alunos com até 17 anos).

As disputas ocorrem na Vila Olímpica de Manaus, no Colégio Militar e em três escolas da prefeitura. Os três primeiros colocados de cada modalidade representarão a Secretaria Municipal de Educação (Semed) nos Jogos Escolares do Amazonas (Jeas) do ano que vem.

O Jeas é a competição que não sai da cabeça do time de futebol da Escola Municipal Francisco Guedes. Eles foram vice-campeões na competição este ano e querem vencer as Municipíadas para ter uma nova chance na competição estadual.

“Nós viemos focados e treinamos muito para conquistarmos o campeonato. Lá na escola não tem quadra. Por isso, agora, estamos treinando apenas aos sábados no campo do bairro. A nossa técnica é muito esforçada e sempre nos incentiva a vencermos as dificuldades. Vamos ser campeões aqui e ano que vem do Jeas”, comentou o zagueiro, cuja inspiração é o defensor brasileiro David Luiz.

“Minha inspiração é o David Luiz, desde que eu o vi salvar aquele gol debaixo da trave na Copa das Confederações”, comentou, lembrando o lance na final do torneio onde a Seleção Brasileira venceu a da Espanha.

Segundo o coordenador das Municipíadas, João Carlos Filho, os jogos, além da promoção do desporto, ajudam no processo de ensino dos alunos na escola.

“O objetivo da XVII Municipíadas é promover a cidadania por meio da cultura de paz. A secretaria quando programou esse evento, pensou além do desporto educacional. Fez pensando em desenvolver no aluno fatores que são importantes para o desenvolvimento deles como cidadãos. São questões como solidariedade, companheirismo, respeito, além da própria concentração”, explicou.

A subsecretária de Gestão Educacional da Semed, Ana Falcão, afirmou que as Municipíadas funcionam também como instrumento pedagógico da secretaria.

“As Municipíadas são como instrumento pedagógico porque através dos jogos podemos resgatar valores que estão se perdendo na sociedade, como disciplina e respeito, algo muito trabalhado no esporte, já que o atleta precisa ser disciplinado e respeitar as regras. Então para nós que trabalhamos com a parte pedagógica das escolas, o esporte é uma excelente ferramenta. Sem contar que é um momento de interação, de afetividade e socialização entre os alunos, o que torna a aprendizagem prazerosa”.

Abertura

A abertura da XVII Municipíadas seguiu todo o protocolo de uma solenidade esportiva de grande porte. Os alunos da Escola Municipal Antônio Matias Fernandes apresentaram a coreografia “Amor e paz, todos por um mundo melhor”, na qual os bailarinos estavam vestidos com roupas de diferentes cores, representando a diversidade racial, cultural e religiosa da sociedade.

Em seguida, foi a vez do desfile das delegações. Cada escola foi representada por uma porta bandeira e por pelo menos quatro atletas. Logo depois, o aluno Jeandison Galvão, 14, que disputa a competição de atletismo, acendeu a pira olímpica. O estudante tem deficiência intelectual e foi escolhido como forma de chamar a atenção dos presentes sobre a importância da inclusão.

“Eu estou muito feliz por representar as escolas municipais nesse evento. Fiquei pensando a noite inteira nisso. Quase não dormi”, revelou.

Os jogos da XVII Municipíadas serão realizados até o dia 23 de outubro.

TEXTO: THIAGO BOTELHO

FOTOS: LTON SANTOS

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação (92) 3632-2054