23/08/14 | 22:20
Alunos da Escola Municipal Imaculada Conceição recebem certificado do Proerd

Sessenta alunos, do 5º ano, da Escola Municipal Imaculada Conceição, localizada no Bairro Alvorada, receberam na tarde desta sexta-feira, 22, certificado de participação do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). O Programa é desenvolvido em escolas de Ensino Fundamental da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com a Policia Militar do Amazonas.

A solenidade de entrega contou com a participação de estudantes, professores, convidados e pais, além de autoridades da Policia Militar.

O Proerd é um programa preventivo, estratégico e  tem como objetivo educar crianças no ambiente escolar, explicando quais são as drogas e os malefícios que elas podem causar.

O programa trabalha com alunos do 5º ano do Ensino Fundamental mostrando os efeitos das drogas e ensinando as habilidades necessárias para evitar o uso de entorpecentes. As aulas são ministradas por PMs,  por meio de uma cartilha que contém 10 lições e têm duração de dois  meses em média.

Na Escola Municipal Imaculada Conceição, o Programa já faz parte das atividades extracurriculares. Com esta formatura, já passaram pelo curso de capacitação do Proerd cerca de 180 alunos.

A gestora da escola, Joanita Afonso Aquino, destacou as melhorias observadas no ambiente escolar com a  presença do Proerd na unidade. “Hoje percebemos uma melhoria no relacionamento, nas atitudes, na  disciplina, no comportamento em sala de aula. Também notamos mais respeito e mais interação entre os alunos. Então, há diversos fatores que podemos destacar com a participação deles no  Proerd. A nossa vontade agora é que nossos alunos saibam se defender e digam não as drogas, que é um mal que está corrompendo a nossa sociedade”.

Para a aula, Girlany Brito, do 5º ano, que foi uma das formandas do Proerd, contou que o programa lhe trouxe diversos conhecimentos que serão postos em prática por toda sua vida. “O curso foi muito importante para mim, aprendi várias coisas que serão levadas para toda minha vida. Aprendi, por exemplo, que o cigarro pode causar câncer de garganta e que outras drogas, como álcool e maconha, podem comprometer o coração e fígado de uma pessoa”, mencionou.

As aulas iniciaram a partir da 1ª quinzena de abril de 2014, nas quartas-feiras, no período da manhã e tarde . Nas aulas, os alunos tiveram informações sobre bullying e o uso de drogas, por meio de slides, dinâmicas e momentos lúdicos.

A soldado e instrutora dos formandos, Alessandra Lima, destacou que é importante o Proerd ser trabalhado nas escolas.

“Este trabalho é relevante porque, nesta fase, os alunos estão muito vulneráveis e sujeitos a qualquer  coisa, pelo fato de não saber, de fato, o que é certo ou errado.   Portanto, este trabalho é importante, porque a partir  dele damos um direcionamento e mostramos como (os estudantes) devem agir e se portar quando alguém vier  oferecer qualquer tipo de droga”, explicou a instrutora.

 

Proerd

O programa originário nos Estados Unidos, atualmente é desenvolvido em 40 países conveniados. No Brasil, o Proerd foi implantado em 1992 e já ganhou adesão em todos os  Estados. No Amazonas, vem sendo desenvolvido desde 2002. Nesse período, já atingiu mais de 338.000 mil estudantes em todo o Estado. De  2004 até 2012, foram incluídos no conteúdo programático e  novos métodos.

 

Texto: Emerson Felipe

Fotos: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054