19/07/18 | 17:39
Alunos da Educação Especial da Semed têm aula de Matemática diferenciada

Uma visita ao Largo, à Igreja de São Sebastião e ao Teatro Amazonas, no Centro da cidade, na tarde desta quinta-feira, 19/7, marcou a aula de Matemática para 14 alunos da Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo. A atividade extraclasse faz parte do projeto “As riquezas dos pontos turísticos de Manaus no mundo da Matemática” do Programa Ciência na Escola (PCE), da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Os alunos, denominados de jovens cientistas, estudaram Matemática de forma prática, utilizando cores, tamanhos, formas e números. Além do objetivo pedagógico, o passeio também serviu como forma de interação social. “Essa atividade permite que os nossos alunos saiam um pouco da sala de aula e adquiram conhecimentos por meio dos pontos turísticos de Manaus. Muitos deles não conheciam esses locais e após esse passeio nós vamos trabalhar a parte prática dentro de sala”, explicou a professora da turma, Eliane Cabral.

Entre os exemplos, a professora utilizou a cúpula do Teatro Amazonas e o piso em pedrinhas preto e branco do Largo, que faz referência ao Encontro das Águas.

A turma da 3ª fase da Educação de Jovens e Adultos (EJA), que corresponde ao 5º ano do Ensino Fundamental, é composta por alunos, de 16 a 31 anos, com vários tipos de deficiência, como Paralisia Cerebral (PC), Autismo, dentre outras.

O coordenador do PCE na Semed, Rosivaldo Moreira, também participou da atividade e falou da iniciativa da professora em realizar um passeio para trabalhar uma matéria que ainda assusta muitos alunos. “Essa atividade de campo é a primeira de muitas que está no cronograma de trabalho da professora, a ideia de tirar os alunos da sala aula e apresentar a Matemática como algo prazeroso é muito interessante, e tira do aluno o medo que muitos têm da matéria”, comentou.

Para o aluno Whashington Teles, 24 anos, sair da sala de aula e observar a matemática de outra forma tornou a disciplina mais interessante e mais fácil de aprender. “Eu contei quantas janelas tem o Teatro Amazonas, o formato das janelas, as cores e ainda conhecemos o bonde que era utilizado antigamente em Manaus”, mencionou Whashinghton.

Texto: Érica Marinho

Fotos: Lton Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054