28/08/14 | 14:13
Alunos com deficiência participam de mais um dia de atividades do Jaavas da Semed

 

Cerca de 100 alunos, entre da Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo, da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), dos municípios de Iranduba e Presidente Figueiredo, além de algumas escolas municipais da rodovia AM-010, participaram na manhã desta quinta-feira, 28, de mais um dia de programação dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas).

O Jaavas é uma realização da Prefeitura de Manaus, por meio das secretarias municipais de Educação (Semed) e Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), em parceria com as secretarias de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), da Educação (Seduc) e da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), além da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e outros órgãos públicos e entidades privadas.

Os jogos aconteceram em uma das quadras do Sesi, localizada na Alameda Cosme Ferreira, bairro Coroado, zona Leste da cidade. Alunos com deficiência intelectual, física, autismo e síndrome de down participaram das atividades recreativas de corrida sobre o banco sueco, condução da bola, taco ao alvo e transporte de água.

A professora de surdos e deficiência intelectual do Complexo Municipal de Educação Especial, André Vidal de Araújo, Elaine Serrão de Souza, define os jogos como uma forma de valorizar uma clientela especial, que precisa de amor, atenção, carinho, mas principalmente de ser incluso dentro da sociedade como uma pessoa participativa e ativa.

“Nós estamos muito felizes pela oportunidade e privilégio, que nossos alunos estão tendo com o Jaavas, porque traz a possibilidade deles desenvolverem amplas habilidades. É uma chance de todos participarem em todos os aspectos, pois nosso objetivo não é a competição, mas a participação deles de mostrar a sociedade sua capacidade.”, finalizou.

A Escola Municipal Estrelas do Amanhã foi criada para funcionar dentro da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) do município de Iranduba. A unidade de ensino interiorana disputou as atividades com cerca de 120 alunos, entre deficiência intelectual, síndrome de down, surdos e autistas. A professora da escola, Lindanor de Oliveira Pontes, disse que a Semed proporciona uma chance única ao promover os jogos para os alunos deficientes.

“É um momento especial dos nossos alunos de Iranduba de poder interagir com estudantes de outras escolas aqui. Com certeza, essa participação ficará registrada na memória deles. Todos têm a maior vontade de participar, assim como os professores pela experiência de presenciar, como  essa interação, que ajuda no desenvolvimento da pessoa. O fundamental é que a pessoa com deficiência se sinta aceita no meio de outras pessoas também.”, analisou.

Alegre por participar das quatro atividades dos jogos, o aluno da Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo, Moisés Oliveira, 21, que é portador de deficiência intelectual, mostrou com orgulho sua medalha no peito e disse ter se sentido valorizado pelas pessoas do evento.

“Gostei muito das atividades, mas é bom saber que têm pessoas que querem ajudar o próximo e dar apoio a quem precisa. A torcida dos parentes foi boa para motivar, valoriza a gente, porque nós precisamos disso mesmo.”, comentou.

            Programação

A programação continua na tarde desta quinta-feira, no Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, bairro da Compensa, zona Oeste, com atividade de futsal, vôlei e basquete.

Nesta sexta-feira pela manhã, 29, será realizada na Faculdade de Educação Física, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), o atletismo e tênis de mesa. No período da tarde, acontece o encerramento do atletismo.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054