06/09/17 | 17:07
Aluna da rede municipal conquista medalha de bronze na 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas

A aluna Laura Emanuelle Medeiros de Freitas, do 7º ano, da Escola Municipal Aristophanes Bezerra de Castro, no bairro Cidade de Deus, na zona Leste de Manaus, conquistou a medalha de bronze na 12ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) etapa regional, o que a colocou entre os melhores estudantes de matemática do Amazonas.  A entrega da medalha aconteceu na última quinta-feira, 31/8, na Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Realizada em 2016, e com a divulgação dos resultados em 2017, a 12ª Obmep teve a participação de 5.544 cidades brasileiras, o que representa 99.59% dos municípios de todo o país. Foram mais de 17 milhões de estudantes, de cerca de 47 mil escolas públicas municipais e estaduais. Este ano, cerca de 50 mil alunos da Secretaria Municipal de Educação (Semed) participaram da 1ª fase da 13ª Obmep 2017, que envolveu mais de 18 milhões alunos de escolas públicas e também privadas, em todo o Brasil.

Além da medalha, a aluna também ganhou o direito de participar do 12º Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC) durante todo o ano de 2017, com o oferecimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) de uma bolsa de pesquisa. O programa acontece também em parceria com a Ufam.

Laura Emanuelle já vinha se destacando há algum tempo dentro das atividades desenvolvidas pela unidade de ensino. Em 2016, ela foi eleita a melhor aluna da escola graças a seu desempenho educacional e ganhou o prêmio “Aristophanianos de ouro”. Para a gestora da unidade, Francineide Bento de Lima, o resultado já era esperado, porque, além do enorme potencial da menina, a unidade também desenvolve um trabalho especial na disciplina.

“Nós temos um trabalho diferenciado com os professores de matemática. Nos anos anteriores, já tínhamos nos destacado. Os professores desafiam os alunos e fazem com que eles busquem mais informações. É muito emocionante porque é uma luta antiga da escola”, conclui a gestora.

 

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Divulgação/ Escola

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054