04/05/16 | 15:03
Ação ‘somos todos educadores’ é realizada na Escola Municipal Moacir Elias

_MG_0054Mais de 200 alunos da Escola Municipal Moacir Elias de Araújo, na zona Leste de Manaus, participaram das ações do projeto “Somos todos educadores”, na manhã desta quarta-feira, 4. A atividade é coordenada pelo Programa de Expansão e Melhoria da Rede Pública de Ensino (Proemem) e tem como finalidade de unir as secretarias da Prefeitura em prol de sanar as necessidades estruturais, pedagógicas e de saúde das unidades de ensino.

A atividade consiste em ministração de palestras sobre saúde pública, capinação, limpeza e conservação dos prédios escolares, além da entrega de mudas de árvores aos pais. De acordo com Rubens Felipe Castro, que é um dos coordenadores do projeto, o “Somos todos educadores” é uma alternativa sem custos que une esforços e qualifica o propósito final das escolas, que é a aprendizagem dos estudantes.

_MG_0011“Nós visualizamos as tendências no Brasil e observamos o que os outros estados estavam fazendo por conta da situação financeira que o país se encontra. E descobrimos que uma das soluções é essa: se unir e integrar as secretarias para depois buscar novas parcerias. Pensamos no sentido estrutural e pedagógico das escolas. Fizemos um levantamento dos serviços que as secretarias poderiam nos oferecer sem custos. A partir de então fizemos o mapeamento de 20 escolas que necessitam de serviços como: drenagem de águas pluviais, esgotamento de fossa, capinação, poda de árvores, além das palestras pedagógicas”, explicou.

Atividades

Os alunos da Escola Municipal Moacir Elias se reuniram em uma das salas de aula e lá ouviram uma palestra sobre os males que o mosquito Aedes aegypti causam à população. Os estudantes aprenderam sobre o ciclo da vida do inseto e como não deixa-lo viver. A palestra foi ministrada por técnicos da Semmas._MG_0006

Cíntia Batista,8, do 2º ano, participou da palestra e contou o que aprendeu sobre o mosquito. “Eu aprendi que não podemos deixar água parada porque senão o mosquito vai lá e coloca os ovinhos dele. Então, tem que deixar as garrafas de cabeça para baixo. Se ele nos picar, transmite um monte de doença, como dengue, zika vírus e chikungunya”, disse.

Na sequência, os garis da alegria, da Secretaria Municipal de Limpeza (Semulsp), passaram uma mensagem de preservação do meio ambiente de forma lúdica, usando música e teatro.

O diretor da unidade de ensino, Laemanuel Mustafa, acredita que o projeto “Somos todos educadores” engloba as necessidades das escolas, já que trabalha na melhoria estrutural do prédio e também conscientiza os estudantes por meio de palestras.

_MG_0009“Queremos com essas ações exercer a cidadania. O que é isso? É ter consciência e exercitar os seus direitos, mas acima de tudo os seus deveres, porque na verdade porque só ligamos para os direitos, mas é importante os deveres, porque incorporamos novos valores e atitudes que consequentemente criamos um ambiente melhor na comunidade onde estamos inserido. Desenvolvendo hábitos saudáveis nesta questões, nós temos certeza que estamos contribuindo para uma sociedade melhor”, observou.

Expansão

De acordo com Rubens Felipe Castro, após a visita nas 20 escolas da zona Leste, a coordenação do programa fará uma entrevista com os diretores para saberem onde podem melhorar as ações que serão continuas até o final de 2016. “O Nosso propósito é entrar na zona Norte com mais 20 escolas no próximo semestre”, concluiu.

 

Texto: Thiago Botelho

Fotos: Lton Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054