02/10/12 | 16:08
Abertura da Semana do Livro Infantil

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou, na manhã desta terça-feira, 2, a abertura da Semana do Livro Infantil, no auditório Luiz Geraldo Augusto Teixeira, com a presença de professores, pedagogos, diretores, alunos e representantes das Divisões Regionais Educacionais (DREs) da Secretaria.

A programação da semana se estenderá pelas 493 escolas municipais de todas as zonas geográficas da cidade e envolverá os 240 mil alunos da rede de ensino, com atividades que contarão com a presença de escritores amazonenses, obras de contos, sarau literário, exposições de livros infantis e outras atividades relativas ao assunto.

Segundo o Secretário da Semed, Mauro Lippi, a importância do livro é essencial para qualquer pessoa, em especial aos alunos que estão nas escolas do município. Para ele, nada pode substituir os livros, por conta do conteúdo de informações que ele oferece à comunidade escolar.

“A leitura é algo que deve ser perseguido por todo cidadão, porque o conhecimento da pessoa é a possibilidade dela se  diferenciar dentro daquilo que faz. Isso só se consegue por meio da leitura. Dentro do livro você tem a imagem fotográfica, o conteúdo, a forma lúdica, a história, a visão de fatos, ideias e até mesmo sente na pele a emoção que está transcrita no papel”, comentou.

Durante o evento, o escritor Elson Farias recebeu uma homenagem da secretaria e ficou emocionado com a Placa de Honra ao Mérito, que recebeu das mãos do Secretário Mauro Lippi. Ele foi o homenageado por conta de suas obras destinadas ao público infantil.

O escritor já publicou mais de 30 livros com foco na literatura infantil, além de outras obras de poesias, ensaios, romances e memórias. Elson é membro da Academia Amazonense de Letras há mais de 40 anos e já foi presidente da entidade. Recentemente, o escritor completou 50 anos de carreira.

“Nas minhas visitas às escolas municipais, os educadores me pediam para direcionar meus livros também às crianças da Amazônia e autores amazonenses, porque os livros que eram trabalhados pertenciam aos autores de fora do estado e até de outros países, com tradução. A partir disso, comecei a pensar e a escrever histórias infanto-juvenis. Há 11 anos me dedico a esse público, com o objetivo de ajudar no processo de formação e no hábito da leitura dos estudantes”, concluiu.

A Escola Municipal Jeferson Carpinteiro Peres, bairro Zumbi, Zona Leste da cidade, fez a recepção dos participantes no evento e também preparou  uma apresentação especial sobre o desenvolvimento do trabalho que é realizado na escola com o projeto “Mala de Viagem”. O projeto de leitura atende os 612 alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, no qual os professores se vestem de personagens da literatura infantil levando livros para os alunos.

“Todos os dias um professor se caracteriza como personagens das histórias infantis e apresentamos às crianças os livros na mala. As próprias crianças escolhem os livros que devem ser lidos. O estudante empresta o material para ler em família e a história mais interessante é socializada em sala de aula com os professores”, disse a diretora Rosana de Oliveira Xavier.

Para o ano letivo de 2012, a Semed disponibiliza 43 mil livros para as escolas municipais de todas as zonas geográficas, que ainda estão sendo entregues nas unidades educacionais do município.