07/12/11 | 13:42
3º Encontro de Diretores do Ensino Noturno

Com o objetivo de socializar ações realizadas no ensino noturno, seus resultados esse ano e principalmente combater a evasão escolar, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Divisão de Ensino Fundamental, realizou na noite desta terça-feira, 6, o 3º Encontro de Diretores do Ensino Noturno (EDEN), com o tema “É noite e eu estudo … Manaus, acorda para prender!”, no auditório da Secretaria, na Avenida Mario Ypiranga (antiga Recife).

Centro e trinta e oito escolas municipais de todas as zonas geográficas da cidade participaram do evento, na qual foram apresentados os trabalhos e projetos realizados para combater a evasão escolar e violência do ensino noturno, visando à permanência do aluno em sua unidade educacional com atividades, tais como: jogos escolares, leitura, prática esportiva, atividades culturais, entre outros.

O Secretário da Semed, Mauro Lippi, em seu discurso para os diretores, chefes e gerentes de divisões regionais de educação, assessores pedagógicos e convidados ressaltou a importância que deve ser dada a comunidade escolar do turno noturno, pois os alunos ao chegar à escola passaram por um dia desgastante e precisam de estímulo, ajuda e motivação para finalizar seus estudos.

“Não é fácil fazer o que vocês (educadores) fazem em prol da educação, pelo esforço redobrado para estimular os alunos de ir pra escola, de poder motivá-los para não desistir, depois de um dia cansativo em seus trabalhos e de outros afazeres. Muitas das vezes uma pequena palavra faz com que o aluno se sinta valorizado em todos os sentidos e isso é fundamental para que nós conseguíamos alcançar a permanência do alunado na escola”, explicou.

Projetos

A Divisão Regional Educacional (DRE) VI apresentou no encontro o trabalho realizado com os 5.400 alunos do 6ª ao 9º ano e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) de 22 escolas municipais localizadas na zona Leste da cidade, as atividades dos Jogos Esportivos e Atividades Culturais do Ensino Noturno (Jeacen), com o objetivo de incentivar ações esportivas e atividades culturais nas escolas voltadas para a aprendizagem significativa dos alunos, garantindo a participação efetiva no cotidiano escolar, a fim de combater a evasão e a violência no turno noturno.

“Nós tivemos dois momentos do Jeacen. A primeira etapa com jogos interescolares nas escolas como forma de seletivas e, no mês de agosto ocorrendo as finais. No início desse mês, realizamos a segunda fase com atividades culturais, com criação de melodias pelos próprios alunos, sempre com o tema ‘A cultura da paz’. Nós observamos que os índices de evasão diminuíram e é isso que motiva cada vez mais o nosso trabalho”, explicou.

Com o Projeto “Aprender e Empreender”, com o objetivo de oferecer oficinas empreendedoras de reciclagem, reutilização de resíduos, artesanato e informática básica e avançada e o projeto “Mostra Artístico Cultural de Combate ao Abandono Escolar”, cuja cada escola realiza sua mostra artística, a DRE II, também mostrou as atividades dos dois projetos, realizados em 21 unidades educacionais, abrangendo um total de 121 alunos da zona Oeste e Centro-Oeste.

Segundo a Assessora Pedagógica da DRE II, Clisivania Souza, o trabalho no ensino noturno é no combate a evasão escolar são difíceis, mas com o esforço e dedicação na aplicação dos projetos desenvolvidos na comunidade escolar a tendência é diminuir e até acabar futuramente. “Tanto um como outro projeto tem contribuído para diminuir os dados da desistência dos alunos. “As atividades realizadas na escola são para justamente deixar eles motivados para sentir-se mais a vontade em continuar, independente das dificuldades encontradas durante um dia inteiro de trabalho”, contou.

O encontro contou com as apresentações das Divisões Regionais Educacionais (DREs) e a entrega de certificados para os destaques dos projetos realizados nas escolas municipais.