17/06/11 | 14:21
3ª Mostra Artístico-Cultural de Combate ao Abandono Escolar da DRE II

Com o objetivo de repensar coletivamente o fazer pedagógico das escolas do ensino noturno, oportunizando através da mesma a garantia de permanência do aluno neste espaço, a Divisão Regional Educacional (DRE) II da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou na quinta-feira (16), a 3ª Mostra Artístico-Cultural de Combate ao Abandono Escolar da DRE II. O evento ocorreu no Auditório da Secretaria, com a participação de professores, pedagogos, gestores e alunos do turno noturno.

A temática foi trabalhada desde o início do ano em vinte e duas escolas municipais pertencentes a DRE II, da zona Oeste, com trabalhos de incentivos aos alunos e professores que chegam para trabalhar e estudar e enfrentam as dificuldades e obstáculos na permanência na escola. Cada unidade educacional desenvolveu suas atividades internas com os alunos com teatro, dança, cartazes, grafitagem, entre outros recursos, como forma de motivar e conscientizar sobre o tema.

As escolas apresentaram um vídeo de trabalhos dos alunos em sala de aula e um relatório das ações desenvolvidas pela DRE II e Gerência de Educação de Jovens e Adultos (GEJA/Semed). Uma comissão julgadora analisou o material de todas as unidades educacionais com ênfase na criatividade, originalidade e relação com o tema.

As Escolas Municipais Domingos Sávio, Antônia Medeiros, Lírio do Vale, Abílio Nery e Fábio Lucena foram as unidades classificadas pela DRE II e GEJA da Semed para a apresentação dos resultados de seus trabalhos na comunidade escolar com o foco na evasão e abandono escolar.

O Gerente de Administração Escolar da DRE II, Antônio Jesus dos Santos, entende que todos que atuam no turno noturno precisam de uma atenção maior, seja estudante ou educador, pois a carga de cansaço é muito grande. “Alunos e professores chegam ao limite a noite e se não tiverem um incentivo pela escola pra evitar o abandono a situação pode se complicar. A mostra é como um estimulo pra eles como um todo e principalmente na valorização dessa clientela que precisa de atrativos pra seguir em frente na sua vida escolar”, completou.

Maria Dalvanira Bastos é aluna do 7ª ano da Escola Municipal Abílio Nery, localizada no Clube Municipal, Torquato Tapajós. Aos 33 anos e trabalhando de diarista, ela sabe como é difícil conciliar os estudos e os afazeres de sua profissão. Maria Dalvanira, apesar dos obstáculos, conseguiu trabalhar na escola com seus colegas o tema “Abandono Escolar nem pensar”. E ainda foi a narradora no evento pela sua escola. “É complicado vencer na vida, porque acordo muito cedo e saio com todo meu material da aula. É muito cansativo, pois sinto de não ter terminado muito antes meus estudos, mas agora vou superar tudo isso e conquistar o que eu quero. Essa mostra é uma forma de incentivo e também valoriza as pessoas que estudam a noite”, relatou.

Depois de 25 anos sem estudar, Kleimido Pimentel Sanches, 45, atua profissionalmente como afiador. Kleimido é aluno da modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal Profª Maria Percilia do Nascimento Sousa. De acordo com o estudante, a mostra reflete um trabalho que é realizado na sua escola em resgatar os colegas que pensaram em desistir, mas foram convencidos de continuar. “Hoje em dia estudar pra mim é um prazer, porque agente via pro colégio rever os amigos e é uma satisfação pra todos nós. As dificuldades são constantes de impedir de seguir, mas temos que nos esforçar pra cumprir a meta de ser um vitorioso nos estudos”, comentou.