19/12/11 | 14:47
3ª FEIRA DO CONHECIMENTO

O CMEI Profª. Juracy Freitas Maciel, localizada na Rua Arthur Cruz, s/n, bairro da Japiinlândia, realizou no dia 07 de dezembro, mais uma edição da Feira do Conhecimento.

O evento teve como objetivo trabalhar várias temáticas que visassem facilitar o processo de ensino e aprendizagem dos alunos como dengue, meio ambiente, jogos, parlendas, corpo humano e universo das letras.

Na Feira Cultural, os alunos da educação infantil apresentaram aos pais e comunidade escolar tudo o que aprenderam durante o semestre deste ano. As temáticas foram distribuídas para os alunos do maternal e 1º período.

Cerca de 330 crianças, pais e professores se mobilizaram para que a ação correspondesse às expectativas. As crianças do maternal ficaram responsáveis em falar sobre os peixes e anfíbios, a história do circo, cores e formas na qual os alunos realizaram jogos de coordenação e equilíbrio. Já os alunos do 1º período adotaram a temática que envolvesse os animais mamíferos e aves.

De acordo com a gestora do CMEI, Raquel Rocha, o tema dengue foi bastante discutido pelos pais e professores porque a comunidade enfrenta altos índices de contaminação. “É um problema muito grande sofrido pelos moradores. A saúde pública está em xeque e ninguém se mobiliza. Não podemos ficar de braços cruzados e esperar que alguém faça. Precisamos mobilizar e despertar os moradores para que não deixemos lixo espalhados pela área. Somos uma comunidade que precisa unir forças para combater essa epidemia que vem se alastrando em nossa cidade”, desabafa a gestora.

Muitos pais ficaram felizes com as apresentações dos alunos. Eles conseguiram absorver e entender da melhor maneira possível para explanar para os visitantes aquilo que eles estudaram. “O importante é ensinar agora enquanto são pequenos, pois nossa meta é formar cidadãos comprometidos por uma sociedade mais justa e igualitária”, afirma Waleska Menezes professora que trabalha há 3 anos na escola.

Ações deste nível são importantes porque são de grande relevância e atingem diretamente toda comunidade escolar. “Foi importantíssima a presença dos pais, e podemos dizer que fechamos o ano letivo com uma mensagem de alerta não só para as crianças, mas para toda a comunidade. Enquanto educadores temos a obrigação e o dever de levar bons hábitos à população”, afirma a gestora Rocha.

Uma das salas que mais chamou atenção foi a temática “Universo das Letras”, da turminha do 2º período, no qual os alunos aprenderam a diferenciar as maiúsculas das minúsculas, formação de sílabas, tipos de letras e todo o alfabeto. Para a professora, Tahís Costa, os alunos conseguem aprender de maneira lúdica e bem dinâmica. “O objetivo é alfabetizar os alunos para que cheguem ao próximo ano lendo e diferenciando as letras e palavras. Aqui aprenderão a ter todo um repertório da língua portuguesa mais cedo”, afirma a professora.

Cabeça, tronco e membros, estes eram os gritos da turma de 10 alunos do 2º período que falaram sobre o corpo humano. A temática “Órgãos e Sentidos” reuniu um grupo de pais que foram ver seus filhos explicando sobre os órgãos do corpo humano e sua função. “As crianças aprendem desde cedo a conhecer o seu corpo e saber diferenciá-lo”, afirma Francisca Soares, mãe de aluno.