27/07/11 | 9:33
2º Encontro de Diretores do Ensino Noturno (EDEN) da Semed

Cerca de cento e dez educadores participaram nesta terça-feira (26) do 2º Encontro de Diretores do Ensino Noturno (EDEN), no Auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Com o tema É noite e eu estudo… Manaus, acorda para aprender!”, os profissionais de educação do município discutiram as ações realizadas nas unidades educacionais para combater a evasão escolar dos alunos do 6ª ao 9ª ano e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) do ensino noturno.

O objetivo do encontro é socializar as ações realizadas nas escolas, referente ao ensino noturno, na busca de enriquecer esse trabalho e transformar a realidade atual em que se encontra.

A Semed realiza um encontro a cada dois meses com os gestores trazendo relatos de experiências sobre as ações de cada escola para combater a evasão escolar do turno noturno, visando à permanência do aluno em sua unidade educacional com atividades como: jogos escolares, leitura, prática esportiva, atividades culturais, entre outros.

Segundo a Chefe da Divisão de Ensino Fundamental da Semed, Marcionília Bessa da Silva, o evento tem uma importância relevante para a educação do ensino noturno, pois pretende diminuir o abandono escolar, com um trabalho feito para estimular o estudante a continuar seus estudos, mesmo depois de um dia cansativo de muito trabalho.

“Nós devemos resgatar esse aluno para a comunidade escolar. Esse encontro vem com esse pensamento para que os diretores se sintam apoiados pela Secretaria, assim como sensibilizados e motivados em não permitir que os nossos estudantes não desistam e busquem diariamente alternativas para termos no futuro cidadãos formados pelo município”, completou.

A gestora Marilda Sevalho de Menezes, da Escola Municipal Dr. Raimundo Nonato Magalhães Cordeiro, Amazonino Mendes, zona Norte, procura motivar seus alunos com a realização de jogos de futsal, vôlei, xadrez e dama uma vez na semana, além de um evento mensal com a participação das turmas que tem o menor índice de abandono escolar e de faltas.

“Nós temos trabalhado na escola a auto-estima de forma diferenciada, pois eles vêm de uma carga de trabalho lá fora estressante e cansativa. É preciso oferecer algumas atividades e olhar diferenciado. Nós fazemos o possível e até muito mais para tê-los perto da nossa comunidade escolar e principalmente que eles percebam a importância do estudo na vida deles”, contou.

Leitura

O projeto “Canarinho na leitura” foi uma das alternativas criadas pela Escola Municipal Ana Mota Braga, bairro Petrópolis, para incentivar os alunos a continuar seus estudos e fazendo com que eles tirassem do pensamento a vontade de parar. “Nós temos o compromisso de manter nosso alunado em sala de aula. Procuramos aproximar os familiares em nossos eventos com atividades que todos estão presentes. O bom disso foi a volta dos faltosos que passaram a se envolver em nossos programas. Realizamos torneios de futebol no fim de semana e com isso unimos a educação com o lúdico para caminhar juntos em prol da permanência do aluno no convívio escolar”, disse o diretor Luiz Carlos Braga.

O evento contou, com a presença do Subsecretário Municipal de Gestão Educacional, Suames Maciel, apresentação da peça teatral “O vencedor” da Escola Municipal Abílio Nery, vídeo da Prova Brasil, sorteios de brindes aos educadores.