08/06/18 | 14:24
Setecentos alunos recebem certificados de escolas da DDz Sul do Proerd

Cerca de 700 alunos de 10 escolas da Divisão Distrital Zonal Sul (DDZ Sul) receberam certificados de participação no Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd). A cerimônia aconteceu, na manhã desta sexta-feira, 8/06, no Parque do Mindu, localizado na Rua Perimetral, Parque Dez de Novembro, e contou com a presença de pais, professores, assessores, além de diversas autoridades da Polícia Militar (PM).

Durante o primeiro semestre de 2018, foram ministradas 10 aulas em cada uma das unidades, sempre lembrando a importância da prevenção ao uso das drogas e os riscos de consumo, não apenas para a saúde, mas social. Ao todo, 84 escolas municipais participam do programa que, neste ano, começou as atividades em março, após as cartilhas referentes ao programa serem entregues a todas as unidades participantes.

O evento contou com sorteio de brindes para os estudantes, seguido da execução do Hino Nacional, entrada de bandeiras das escolas e do programa, apresentação dos instrutores e entregas de medalhas e troféus para as unidades participantes.

O Proerd já é desenvolvido na Secretaria Municipal de Educação (Semed) há 15 anos. E a chefe da DDZ Sul, Jecicleide Oliveira, lembrou a importância de participar desse programa por levar informações de combate às drogas e à violência aos estudantes.

“O maior medo dos pais é que os filhos não saibam dizer ‘não’ as drogas, mas tenho certeza que trabalhamos para combater em nossas escolas, porque é um compromisso social que temos de estar sempre vigiando e estar trazendo através de diversos programas as informações, a fim de proporcionar um futuro melhor a nossos alunos”.

Representando o comando geral da Polícia Militar, esteve o Coronel Hildeberto Barros, Diretor de Capacitação e Treinamento (DCT), que também ressaltou a importância do projeto porque, de acordo com ele, na visão da polícia a prevenção é a principal arma.

“A polícia tem como objetivo evitar, por meio do programa, essas ocorrências através da prevenção. É importante esse trabalho e ele só pode ser possível por conta da parceria com a Semed, que traz resultados muito positivos, especialmente para as crianças que aprendem a dizer não”.

Uma das alunas premiadas, Ana Alice Vieira, 10, do 5º ano da Escola Municipal República do México, conta que seu destaque no programa se deu devido à dedicação que ela teve, por ter visto a importância do que estava sendo passado. “Eu me destaquei fazendo minhas tarefas, sendo comportada e participando de todos os exercícios, com isso eu aprendi que não podemos usar drogas por correr sérios riscos como morrer ou ser preso”.

O Proerd

O Proerd é a adaptação brasileira do programa norte-americano Drug Abuse Resistence Education (Dare), surgido em 1983. No Brasil, o programa foi implantado em 1992, pela Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, e hoje é adotado em todo o Brasil.

Desde o início do programa, já foram atendidos mais de 500 mil jovens com aulas e palestras e, em 2018, ocorreu uma mudança significativa na abordagem ao tema. Anteriormente, apenas havia explicação do que eram os entorpecentes, sem que houvesse explicações aprofundadas dos danos à saúde física e social dos jovens. E para que os policiais possam dar a instrução para os estudantes, eles precisam se preparar por três meses antes de iniciar os cursos.

 

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Cleomir Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054