11/09/17 | 18:40
Rede municipal de ensino firma parceria com a Polícia Federal em projeto de educação socioemocional

Os 944 alunos, do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, da Escola Municipal Paulo Pinto Nery, localizada no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste, serão os primeiros beneficiados pelo projeto piloto do programa “Educação Socioemocional”. A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com a Superintendência da Polícia Federal no Amazonas, firmaram na tarde desta segunda-feira, 11/9, a  assinatura de um termo de compromisso, para o desenvolvimento do projeto. Manaus será a única capital da região Norte a participar do programa inicialmente.

O termo de compromisso foi realizado na sede da Superintendência Polícia Federal, no Dom Pedro, Zona Oeste, e contou com a presença da subsecretária de Gestão Educacional, Euzeni Trajano, e o superintendente da Policia Federal no Amazonas, Richard Macedo.

O programa pretende desenvolver a educação socioemocional no ambiente escolar, com materiais didáticos lúdicos e adequados à idade e modalidade de ensino, e está fundamentada na teoria da Inteligência Multifocal, elaborada pelo médico psiquiatra Augusto Cury. A metodologia possibilita a melhoria dos índices de aprendizagem, melhora da disciplina escolar, melhoramento das relações interpessoais e a participação de pais e responsáveis na formação dos alunos.

A subsecretária Euzeni Trajano, destacou que o projeto será importante para fortalecer o trabalho já desenvolvido pela Semed no melhoramento dos índices escolares e que será realizado um monitoramento constante para verificar os resultados do programa.

“É um trabalho que esperamos desenvolver com bastante acompanhamento, para que possamos medir os resultados e processo de mudança dentro daquela comunidade. Entendemos ainda que o projeto vem agregar no trabalho que fazemos na aprendizagem e na qualidade da educação da rede municipal de ensino, trabalhando, simultaneamente, o lado cognitivo, social e afetivo dos nossos alunos”, disse.

Fragilidade

A escola foi escolhida por estar em uma localidade considerada de vulnerabilidade social e questões que dizem respeito ao comportamento e a relação interpessoal dos alunos. Conforme a gestora, Miriam Soares, o programa será muito útil para a unidade por fortalecer as ações de combate à violência e o comportamento de alunos e adolescentes da unidade de ensino.

“Com o programa pretendemos diminuir o índice de violência no ambiente escolar e, simultaneamente, trabalhar questões afetivas, agressividade, os limites de tolerância dos alunos e consequentemente, a relação interpessoal”, destacou.

Além de Manaus, o projeto vai acontecer em outras quatro cidades do país, nos Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Ceará e Distrito Federal.

Em Manaus o Programa está sob a responsabilidade da Escola de Inteligência, com a coordenação da Superintendência da Polícia Federal do Amazonas. Para o superintendente da PF, Richard Macedo, a iniciativa pretende dar aos alunos autonomia social, por meio da educação. “Há vários objetivos nesta ação, o principal deles é  promover o exercício da cidadania, a prevenção com aquilo que temos mais concreto, que é educação e a formação do cidadão ético”, destacou.

 

Texto: Emerson Felipe

Fotos: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054