Secretaria Municipal de Educação
Acessibilidade    Fale Conosco    Mapa do Site
Manaus, 22 de outubro de 2018
08/03/18 | 18:34
Semed promove programação especial para homenagear servidoras no dia Internacional da Mulher

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou nesta quinta feira, 8/3, uma programação especial para homenagear as servidoras pelo Dia Internacional da Mulher.  A ação contou com atividades de autoestima, exposição de produtos de beleza, além de sorteios, entrega de flores e palestra sobre Violência Contra a Mulher.

A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, destacou o empoderamento da mulher no século 21, as dificuldades e toda a potencialidade que as mulheres têm apesar, das adversidades do dia a dia,.

“Somos firmes, trabalhamos muito, acumulamos jornadas, mas aquilo que parece nossa fragilidade, na verdade é a nossa força.  E este dia serve para celebrar nossas conquistas, o nosso espaço no mercado de trabalho, o direito ao uso do nosso corpo, o direito a ter uma opinião própria. Então parabéns a todas nós”, disse.

Segundo a chefe da Gerência de Desenvolvimento do Servidor (GDS) da Semed, Wânia Braga da Silva Araújo, responsável pela programação, o momento é para homenagear as servidores que chegam a 70% dos mais de 15 mil funcionários da secretaria.

“A programação que aconteceu durante todo o dia teve o objetivo de homenagear, mostrar a importância das nossas servidoras e trabalhar os direitos da mulher”, explicou.

Palestra

A palestra foi ministrada pela assistente social, do 2º juizado de Violência Domestica e Familiar Contra a Mulher, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ/AM), Cyntia Ribeiro de Freitas.

Durante a palestra, foram apresentados aspectos da Lei Maria da penha,  dados como  a média para a mulher denunciar seu agressor à justiça é de 5 a 10 anos e que 98% das pessoas conhecem a lei Maria da penha, mas que apenas 78% acreditam na sua eficácia.

Cyntia destacou alguns fatores que contribuem para que a mulher não denuncie seu agressor.

“São inúmeros fatores que contribuem na violência à mulher. A questão da dependência financeira, a dependência emocional, os filhos são algum deles. Mas independe disso e para que essa violência não aconteça é importante que a mulher não tenha medo e busque ajuda”, disse.

Umas servidoras que participou da palestra foi a assessora pedagógica da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul, Henrylane Menezes. Para ela, o momento ajudou a tirar uma série de duvidas. “Eu vejo a iniciativa de forma muita positiva, porque nos ajuda a conhecer mais nossos direitos”, disse.

 

Texto: Emerson Santos

Fotos: Lton Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054