16/11/11 | 15:45
Semed promove homenagens na Semana da Consciência Negra

Alunos da Educação Infantil promovem atividades sobre a cultura negra

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) promove nessa Semana da Consciência Negra atividades alusivas à data comemorada no próximo domingo (20 de novembro).

Escolas e Centros Municipais desenvolveram atividades variadas envolvendo a participação de gestores, professores e alunos.

No CMEI Hermann Gmeiner localizado na Av. Cacilda Pedrosa, 600, Alvorada, as crianças de 4 e 5 anos convidaram seus familiares e apresentaram a peça de teatro “ Menina do Laço de Fita”, Dança da Latinha, a apresentação cultural em parceria com as Aldeias SOS “Berimbau Metalizado”, além da competição dos Jogos Indígenas e Africanos inseridos no Projeto Copa da Linguagem da DRE II que visa desenvolver a leitura e escrita utilizando como viés a diversidade etnicoracial.

Segundo a gestora, Gabriela Karolina, o objetivo é conscientizar os alunos sobre a importância da consciência negra desde a Educação Infantil.

“Queremos trabalhar a consciência negra com os nossos alunos e dessa forma diminuir o racismo e a desigualdade. Desde o início do ano trabalhamos vários aspectos da cultura negra, como os negros chegaram ao Brasil, a importância dessa cultura com o intuito de mostrar para eles que quem define o ser humano é o caráter e não a cor da pele”, ressaltou a gestora.

O aluno do 2º período, Matheus da Silva, 5, confirmou que aprendeu bastante com as aulas e atividades sobre a cultura negra. “Aprendi as cores da bandeira da África, os animais, os alimentos e brincadeiras dos negros”, afirmou o aluno.

Durante toda a semana, o CMEI realizará atividades relacionadas à temática, como: Vídeo Educativo sobre Zumbi dos Palmares, Teatro de Fantoches, Painel Integrado e Passeata.

O CMEI Hermann Gmeiner atende 150 alunos do 1° e 2º períodos distribuídos nos turnos matutino e vespertino. Desenvolve os projetos “Aprendendo através da sucata e tecidos”, “Pequenos Vigilantes na luta contra os problemas urbanos”, “Cantigas de roda: O resgate da cultura infantil” e “Livro Infantil: Posso criar”.

CMAE Aníbal Beça mostra a diversidade etnicoracial

Em comemoração ao Dia da Consciência Negra (20 de novembro), o Centro Municipal de Arte-Educação Aníbal Beça promoveu nessa quarta-feira, (16), várias atividades relacionadas à temática. Escolas da redondeza e alunos dos cursos de artes do Centro foram convidadas para participarem das homenagens.

Os instrumentos de percussão característicos da cultura negra foram expostos no hall do Centro, além da apresentação do Grupo de Capoeira “Semente Brasileira” e a Palestra “O que é ser negro?” com as professoras: Lídia Helena (Divisão de Ensino Fundamental) e Telma Alencar (Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério) no auditório do órgão.

De acordo com o Diretor do Centro, Jorge Farache, a contribuição dos negros foi fundamental na formação do povo brasileiro.

“Aproveitamos a oportunidade para falar sobre a discriminação, sobre a contribuição dos negros não apenas na mistura de raças, mas também na formação da cultura brasileira (lendas, folclore, culinária). O negro foi um dos principais contribuintes na constituição da sociedade e devemos passar esse ensinamento aos nossos alunos”, destacou o diretor.

A palestrante, Telma Alencar, lembrou que a temática já faz parte das formações da secretaria há bastante tempo, agora, apenas intensificou-se.

“Falar desse tema é bastante natural, pois já atuo desde 2005 nas formações, além de participar do Movimento Social Negro. É importante esse debate não apenas como a obrigatoriedade da lei 11.645/2008 , mas porque temos uma dívida com os negros que fazem parte da formação do povo brasileiro. Os alunos precisam perceber essa contribuição e descobrir a sua identidade e o seu pertencimento na história”, afirmou a palestrante.

No dia 18 de novembro, (sexta-feira), no CMAE Aníbal Beça, os alunos do Centro  promoverão, no auditório do órgão, apresentações culturais, danças, teatro e artes plásticas, encerrando as programações da Semana da Consciência Negra.