11/08/17 | 16:32
Projeto de Educação Postural é apresentado a educadores da rede municipal de ensino

Com intuito de melhorar e prevenir problemas de saúde relacionados à postura dos alunos, a rede municipal de ensino, por meio da Coordenação de Educação Física da Divisão de Ensino Fundamental (DEF), realizou nesta sexta-feira, 11/8, um encontro com professores de Educação Física e assessores das Divisões Distritais Zonais (DDZs) para apresentar o Projeto de Educação Postural. Na fase inicial, uma escola de cada divisão participará do projeto.

As escolas selecionadas receberão um aparelho chamado Simetrógrafo para avaliar a postura dos estudantes, além de dois manuais de avaliação postural. O conteúdo dos manuais também estará disponível em mídias digitais.

A percepção da necessidade do trabalho com os alunos surgiu quando a doutoranda Cristianne Morgado percebeu que os estudantes da escola que ela estava lotada possuíam algumas alterações na postura. Então, depois de voltar do mestrado, ela resolveu trabalhar de forma piloto na unidade em que ministrava aulas.

“Depois dos testes, foi identificado um grande número. Mais de mil crianças apresentaram uma assimetria corporal significativa. Mediante esses resultados a Secretaria Municipal de Educação (Semed) resolveu fazer uma adesão maior a esse projeto de educação postural. Então, eu e o professor Zacarias conversamos e através do parecer da DEF realizamos essa nova roupagem. Elaborei o manual de avaliação postural para que pudéssemos realizar essa formação”, ela comenta.

Um dos incentivadores do projeto e responsável por ministrar a formação, Zacarias Lopes, é assessor de Educação Física da DEF. Ele destacou que com as análises realizadas a partir dos estudos da professora Cristianne e do Índice de Massa Corporal (IMC) foi notado que alguns alunos da rede municipal têm alterações posturais e algumas são tão acentuadas que chegam a mais de 4 alterações.

“Essas observações fomentaram o projeto. Isso já vinha sendo trabalhado nos anos de 2014 e 2015 com a professora Cristianne Morgado em escolas específicas. Nós remodelamos para atender as necessidades que as escolas têm e também para que pudéssemos oferecer a eles um material, um acompanhamento mais específico e que pudesse gerar resultados”, ele acrescenta.

Para o professor da Escola Municipal Álvaro Cesar de Carvalho, Welliton Costa, que já tinha participado de algumas atividades no ano passado, esse tipo de ação é importante para orientar os alunos nas escolas. “Uma orientação de forma correta a respeito de assimetria, conhecimento sobre o corpo. Eles (os alunos) começaram a tomar mais cuidado com a postura ao saber da realidade de prevenção, que era uma novidade para eles, que só sabem da realidade quando se passa para a prática”.

 

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Lton Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054