16/08/18 | 12:16
Professores de História visitam Instituto Geográfico e História do Amazonas

Aproximadamente 200 professores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) que trabalham com alunos de 5º ao 9º ano as disciplinas de História, tiveram uma manhã diferente nesta quinta-feira, 16/8, ao visitarem o Instituto Geográfico e História do Amazonas (IGHA), próximo ao Paço Municipal, no Centro de Manaus.

Serão três visitas e nesta primeira participaram educadores das Divisões Distritais Zonais (DDZs) Oeste e Sul. As demais visitações acontecerão nos dia 13/9, com as divisões Norte e Centro-Sul e 20/9 com as DDZs Leste 1 e 2.

As visitas buscam aproximar os professores da história do município de um espaço que possui registros e materiais que contam a história da nossa cidade, apresentando ao docente um espaço diferenciado e saindo um pouco da dinâmica das formações apenas teóricas. Além disso, os professores poderão multiplicar a experiência entre os estudantes, os apresentando também para conhecer o espaço.

O instrutor educacional da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), Milton Melo, falou sobre como vai funcionar a atividade extraclasse. “Precisamos sair um pouco da sala de aula e utilizar um estilo de aula comum nos países europeus, que é a visitação em museus”.

A visita

O IGHA é um monumento centenário, criado em 1917 e possui uma hemeroteca dos jornais regionais, peças indígenas arqueológicas e atuais, alguns quadros e móveis antigos, uma vasta mapoteca, fotografias e uma biblioteca de obras antigas e modernas.

O local funciona de segunda a sexta-feira para visitação, das 14h às 17h, sendo necessário agendar com três dias de antecedência, ligando para o número 3085-3637.

“Muitos professores estão admirados com o que estão vendo aqui. No salão nobre temos, por exemplo, as cadeiras originais do Teatro Amazonas, que estão em perfeito estado. Hoje foi um dia de muita aprendizagem para eles, que levarão tudo isso para os alunos”, comentou o secretário geral do lugar, Geraldo dos Anjos.

O professor da Escola Municipal João Alfredo, Freud José da Silva, não conhecia o espaço e pretende fazer a mesma visitação com os alunos. “Essa visita é uma descoberta sensacional, que poucas pessoas conhecem e nós, como formadores, precisamos divulgar esse espaço rico e eu pretendo voltar aqui com os meus alunos”, explicou.

 

Texto: Érica Marinho

Fotos: Lton Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054