19/10/16 | 15:12
Professora de escola municipal vence prêmio nacional de Educação no Trânsito

19-10-16-Prêmio Denatran Professora vencedora. EM. Tomas Meireles. Fotos Cleomir Santos (1)O projeto ‘Trânsito: Educação, respeito e a, amor a vida’, da professora de ensino fundamental, da Escola Municipal Thomas Meireles, Soraya Freitas de Oliveira, conquistou o primeiro lugar da 15ª edição do prêmio Denatran de Educação no Trânsito, na categoria educador. O resultado foi divulgado esta semana pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), órgão ligado ao Ministério das Cidades.

O projeto tem como objetivo levar educação sobre o trânsito de forma lúdica e multidisciplinar para 35 alunos, na faixa etária de 10 a 12 anos, do 5º ano do ensino fundamental do período vespertino da unidade de ensino onde atua.

Conforme a educadora, o projeto está embasado em três princípios e envolveu diversas matérias que fazem parte do currículo base do ensino fundamental. Ainda segundo ela, matérias como língua portuguesa, matemática e ciências estão inseridas na proposta.

“O projeto trabalha educação para o trânsito, no contexto transversal, resgatando valores fundamentais para convivência no espaço público. O diferencial do projeto foi abordagem em três temas fundamentais. Locomoção, comunicação e convívio social”, salientou.

Soraya enfatizou também que a conquista do prêmio vai além da remuneração oferecida a ela, no valor de 7 mil reais. Para a professora, por trás deste resultado o mais importante foi perceber o engajamento da escola, a dedicação dos alunos, o envolvimento das famílias e que o objetivo proposto pelo o trabalho foi conquistado. Ela ressaltou também como a escola se preparou para elaborar e executar o projeto.

19-10-16-Prêmio Denatran Professora vencedora. EM. Tomas Meireles. Fotos Cleomir Santos (2)“Tivemos que ter embasamento teórico solidificado, procurar práticas inovadoras, buscar novos subsídios necessários para que o projeto pudesse chegar nesta dimensão. E mais ainda, tivemos que trazer uma aprendizagem significativa, de currículo vivo, pleno; para tornar o aluno cidadão consciente do seu papel no espaço público”, disse.

Prêmio

O concurso acontece em nível nacional e neste ano foi divido em 10 categorias: ensino fundamental: 1º ao 5º ano; ensino fundamental: 6º ao 9º ano; ensino médio; educação de jovens e adultos – EJA; educação especial; educação – projetos de educação no trânsito; educação de trânsito; comunicação; cidadania; segurança veicular. Os três melhores trabalhos de cada categoria receberam prêmios entre R$ 1 mil a R$ 7 mil.

Também participaram do concurso, educadores, órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito – SNT; organizações, instituições ou empresas (com ou sem fins lucrativos) que promoveram programas e/ou projetos de trânsito nos anos de 2015 e 2016, e pessoas físicas acima de 21 anos de idade, que tenham desenvolvido projetos pedagógicos inéditos sobre o tema.

A ideia do concurso é incentivar o desenvolvimento de pesquisas de sistemas que oferecem maior segurança aos usuários na circulação de veículos. Além disso, o intuito também é reunir contribuições para reduzir o número de mortes em acidentes de trânsito, nesta que é a Década Mundial de Ações para Segurança no Trânsito. Dessa forma, o Denatran pretende fortalecer hábitos que tornem o trânsito menos violento.

 

Texto: Emerson Felipe

Foto: Cleomir Santos / Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054