20/06/17 | 10:28
Pedagogos da Educação Infantil participam de formação continuada

Como forma de valorizar o trabalho do pedagogo, a Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), realiza o primeiro encontro, de uma série de quatro, da Formação em Polo Continuada para Pedagogos da Educação Infantil, que vai até o dia 21/06 nos laboratórios da Gerência de Educação Tecnológica (GTE), na Rua Maceió, bairro Adrianópolis. O público esperado é de cerca de 200 pedagogos de todas as Divisões Distritais Zonais (DDZ) da rede pública municipal de educação.

A formação para Pedagogos do ensino diurno começou a ser ministrada nesse ano, como resposta à crescente demanda dos profissionais da área. Anteriormente, apenas pedagogos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) recebiam essa orientação.  Os cursos dados para pedagogos dos Ensinos Infantil e Fundamental eram realizados em conjunto com os professores. A intenção do curso é valorizar o profissional, trabalhando justamente a prática do trabalho pedagógico diário nas escolas. Esse primeiro encontro tem como foco a organização do trabalho do pedagogo.

A coordenadora da formação, Luisiane Lopes, falou um pouco sobre as etapas seguintes. “O segundo encontro vai trabalhar as competências técnicas na formação e serviço do professor, depois trabalharemos a resolução de conflitos numa perspectiva formativa e de aprendizagem e, finalizando, falaremos sobre os limites e possibilidades de avaliações externas”.

Para mostrar a importância do pedagogo, eles assumirão o protagonismo na discussão das temáticas, aliando a prática à teoria. Outro ponto importante que está sendo colocado é a expectativa deles em relação à formação.

As responsáveis pela formação são a doutora em Educação Samara Magalhães e a professora especialista Rosana Marques de Souza. Rosana explica como foi elaborada a ementa e como elas estão reagindo até agora ao que está sendo discutido. “Tivemos a experiência no ano passado com o EJA e pelo que estamos percebendo até agora, está tudo alinhado. Os pedagogos estão felizes em receber essa formação específica, porque valoriza o que eles desenvolvem na escola”.

Por estarem no centro do debate, os pedagogos sentem identificação com o outro, por perceberem que as experiências são similares. É assim que a pedagoga da Escola Municipal Albérico Antunes, Neiva de Jesus, definiu a formação. “A gente é o esteio da escola, porque estamos entre o professor e o gestor. Eu sempre falo para os professores da escola que se o trabalho deles vai bem, o meu também vai bem. A formação é valida e muito boa”, conclui Neiva.

Texto: Alexandre Abreu

Foto: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054