Secretaria Municipal de Educação
Acessibilidade    Fale Conosco    Mapa do Site
Manaus, 20 de setembro de 2018
07/03/18 | 19:33
Mulheres participam de palestra motivacional sobre o prazer de viver

Com o tema “A fantástica molécula do prazer de viver (ocitocina)”, a palestrante Mary Carvalho, falou para dezenas de mulheres no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul, na tarde desta quarta-feira, 7/3. A ação faz parte da programação do “Março Lilás” da Prefeitura de Manaus, organizada pelo Fundo Manaus Solidária (FMS), coordenado pela primeira-dama Elisabeth Valeiko.

A palestrante abordou sobre as formas para estimular a ação da ocitocina no organismo, como o abraço, exercícios ao sol, afeto, beijo na boca e interação social. Os fatores que podem inibir a molécula de agir e como ajudar as mulheres, e quem convive ao seu redor, a serem felizes, também foram abordados durante o evento.

“Cada mulher hoje aqui aprendeu a como liberar a ocitocina que nós armazenamos e que dependem dos receptores estarem liberados para que ela possa fazer todo o trabalho benéfico que o nosso corpo precisa para ter prazer, não só para sexo, mas prazer para acordar, cuidar da casa, estudar, correr atrás, prazer para dormir, enfim, prazer para viver”, destacou Mary Carvalho.

A felicidade, como tratado pela palestrante, não, necessariamente, deve estar ligada ao sentimento afetivo ou à uma conquista, ela pode estar associada a um processo biológico, que desencadeia pelo corpo e o “força” a ser feliz. Para tanto quatro substâncias químicas são necessárias, o chamado “quarteto da felicidade”, formado pela endorfina, serotonina, dopamina e oxitocina. A teoria da felicidade considera que pode o sentimento ser motivado individualmente, sem que haja uma causa externa para que ela exista.

“É muito importante que a mulher tenha autoestima, procure se cuidar e saiba da importância disso tudo para poder ter uma vida feliz. Então além das ações de cidadania, das ações de saúde, também estamos trabalhando com as palestras motivacionais durante o mês de março”, pontuou a vice-presidente do Fundo Manaus Solidária, Mônica Santaella.

Motivar as mulheres é importante para que elas possam se destacar tanto na vida pessoal, como profissional, como observou a subsecretária municipal de Políticas Afirmativas para Mulheres, Socorro Sampaio.

“Falar com as mulheres por meio de uma palestra, com alguém preparado, como a Mary Carvalho, é muito importante, pois a informação é tudo nessa vida. E a palestra é mais uma forma de mostrar para as mulheres como a primeira-dama, Elisabeth Valeiko, está envolvida e também faz parte dessa rede de proteção”, contou a subsecretária.

Para a assessora técnica da Semed, Mônica Nunes, que prestigiou a palestra, saber como despertar o prazer e como buscar a felicidade é fundamental para melhorar o lado pessoal e profissional.

“No período em que estamos vivendo em que todo mundo busca a felicidade e a mulher no mercado de trabalho com tantas ansiedades e tanta preocupação em querer dar o seu melhor, acredito que é o melhor momento de ouvir uma palestra sobre felicidade, porque a felicidade é tudo para fazer a diferença em casa e no ambiente de trabalho”, destacou.

Efeitos da felicidade

Cada substância da felicidade – endorfina, serotonina, dopamina e oxitocina –  tem um trabalho especial no organismo e, em todas elas, há maneiras simples de fazer com que sejam ativadas, sem que seja necessário o uso de drogas ou substâncias nocivas. As endorfinas são consideradas a morfina do corpo, uma espécie de analgésico natural, que causa uma breve euforia e mascara a dor física. O consumo de alimentos picantes, assistir a filmes tristes, dançar, cantar e trabalhar em equipe são atividades que elevam os níveis da substância no organismo.

Já a serotonina flui quando a pessoa se sente importante. A ausência da serotonina no organismo é o que causa o sentimento de solidão e, em alguns casos, pode levar a depressão. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão é a principal causa de invalidez em todo o mundo e é um transtorno mental que afeta mais de 300 milhões de pessoas. Segundo especialistas, algumas medidas simples como tomar sol, receber massagens e praticar exercícios aeróbicos, como corrida e ciclismo, além de recordar momentos felizes,  podem elevar o nível de serotonina.

A terceira substância da felicidade é a dopamina, que costuma ser descrita como responsável por sentimentos como amor e luxúria, daí ser classificada como a “mediadora do prazer”. Porém, engana-se quem pensa que ela está associada ao prazer sexual em si, conforme pesquisadores, a substância está mais associada à motivação, custo-benefício ou a um objetivo e meta cumprida, seja a curto, médio e longo prazo.

Relacionada ao desenvolvimento de comportamentos e vícios maternos, a oxitocina é conhecida também como “hormônio dos vínculos emocionais” e/ou “hormônio do abraço”. Dentre todas as substâncias do “quarteto da felicidade”, a oxitocina é tida pelos especialistas como a que ocupa o papel de liderança, pois ela é um composto cerebral importante na construção da confiança, que é necessária para desenvolver relacionamentos emocionais. Abraçar é uma das formas para aumentar a oxitocina no organismo.

 

Texto: João Pedro Figueiredo / Semcom

Fotos: Altemar Alcântara e Karla Vieira / Semcom – Lton Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054