20/04/17 | 12:42
Manaus recebe iniciativa pioneira com uso de novas tecnologias na educação

Prefeito de Manaus assina parceria com VIVO TelefônicaResultado de uma política de valorização da educação, a Prefeitura de Manaus lançou nesta quinta-feira, 20/4, o projeto “ProFuturo Aula Digital”. Numa iniciativa inédita no Brasil, a ação é uma parceria da Secretaria Municipal de Educação (Semed) com a Fundação Telefônica Vivo para desenvolver conteúdos educativos digitais e oferecer às unidades de ensino da rede municipal dispositivos tecnológicos.

Mais de 63 mil alunos, do 1° ao 3° ano do Ensino Fundamental, de 140 escolas municipais de Manaus serão beneficiados com o projeto, que formará e acompanhará cerca de 700 educadores da rede municipal no desenvolvimento de conteúdos educativos digitais. A ação tem o objetivo de facilitar o acesso das crianças de áreas em vulnerabilidades sociais a uma educação mais inovadora.

Segundo o prefeito Arthur Virgílio Neto, o projeto é também mais uma ferramenta para elevar o índice da educação básica em Manaus. “A Vivo já faz isso em quase todo o mundo e aqui no Brasil começa por Manaus. É um projeto sem custos pela prefeitura e ao mesmo tempo de muito alcance educacional e social”, disse.

Público assiste pronunciamento secretáriaA secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, destaca que o projeto está dentro de uma estratégia maior da Prefeitura de Manaus, que visa atender as competências e habilidades dos alunos da rede.  “Estamos trabalhando com alunos do século 21 e esse projeto vai na direção do que já estamos fazendo, dentro da política de educação guiada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, que é investirmos em ações educativas e tecnológicas”, disse. “Estamos ampliando cada vez mais nosso parque de tecnologia da educação, tanto com equipamento, quanto com software”, completou, explicando que o projeto contemplará tanto alunos de escolas urbanas como também das rurais.

O projeto

O ProFuturo Aula Digital é uma iniciativa global da Fundação Telefônica, que visa a melhorar as oportunidades das crianças na África, Ásia e América Latina, incorporando a inovação nas escolas por meio da tecnologia e de novas metodologias de ensino e aprendizagem. Desenvolvido no Brasil, exclusivamente pela Fundação Telefônica Vivo, o projeto é baseado em quatro pilares: Formação de professores, Conteúdos Pedagógicos Digitais, Equipamento Tecnológico e Acompanhamento na escola.

Presidente da VIVO Telefônica apresenta projeto“O projeto aproximará as escolas com a temática de inovação educativa, que transforma o papel do professor, personaliza o ensino de acordo com o perfil de cada estudante e insere ferramentas tecnológicas na sala de aula. Isso motiva o aluno a buscar novos conhecimentos e, consequentemente, o torna um adulto mais protagonista de sua própria vida”, explica Américo Mattar, diretor-presidente da Fundação Telefônica Vivo, acrescentando que os professores começam com a formação agora, em maio, e em agosto começam a receber os equipamentos para desenvolverem o trabalho em sala de aula.

Formação

Cada um dos cerca de 700 educadores, entre professores, gestores escolares e coordenadores pedagógicos que vão participar do programa, terão 40 horas de formação presencial, em que serão abordados temas ligados à inovação educativa para ampliação do repertório dos educadores, ferramentas de acompanhamento do processo de aprendizagem personalizado dos estudantes e inspirações para novas experiências educacionais. Também serão disponibilizados conteúdos pedagógicos digitais, um ambiente virtual de aprendizagem colaborativo e intuitivo, que combina no mesmo espaço a gestão das etapas de ensino e aprendizagem de um centro escolar. O sistema conta com uma interface simples com funcionalidades para os diferentes papéis: docentes e estudantes.

Secretária fala para presentes em auditórioFerramentas

Após a etapa de formação em Inovação Educativa, as escolas serão beneficiadas com kits compostos por uma maleta móvel, equipada com notebook e roteador para o professor e tablets para alunos, além de projetor e tela de projeção. As ferramentas digitais trazem uma nova dinâmica para a sala de aula, motivando estudantes e professores com inúmeras possibilidades de ensino e aprendizagem. Os educadores receberão, ainda, visitas regulares de um facilitador do projeto, com o objetivo de acompanhar o processo de aprendizagem e prestar apoio aos educadores em sala de aula com sugestões de atividades e conteúdos.

 

Fotos: Lton Santos/Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054