10/09/18 | 17:02
Educadores de escolas municipais participam de 2º Relatório de Analise de Desvio de Metas de 2018

Mais de 9 mil professores de 365 escolas da Secretaria Municipal de Educação (Semed) iniciaram, nesta segunda-feira, 10/9, a segunda avaliação do Relatório de Análise de Desvio de Metas (Radm), que analisará o desempenho dos estudantes de 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental nos dois primeiros bimestres do ano. A avaliação dos resultados é realizada pela equipe da Gestão Integrada da Educação (Gide), da Semed, e segue até o próximo dia 14, com o objetivo de identificar os descritores mais fortes e aqueles que precisam ser melhorados dentro da rede municipal de ensino.

Durante os estudos, os assessores da Gide apresentam e discutem com os professores, pedagogos e aos assessores pedagógicos das Divisões Distritais Zonais (DDZs) os resultados alcançados pelos alunos nos bimestres e na Avaliação de Desempenho do Estudante (ADE), que aconteceu nos meses de abril e julho deste ano, bem como nas atividades internas das unidades de ensino.

Entre os pontos abordados estão: o rendimento interno, aplicação  da 1ª e 2ª  ADE de 2018; monitoria preventiva; cumprimento do currículo; potenciais abandonos; status dos planos de ações das escolas e identificação das causas e elaboração de ações.

Umas das unidades da rede municipal que está participando desde momento de análise é a Escola Municipal República do México, localizada no Bairro de Flores, zona Oeste, que atende 300 do Ensino Fundamental 1, que compreende do 1º ao 5º ano. Na análise, foi constatado que a unidade obteve 87% de aprovação no segundo bimestre, elevando com isso 4% em relação ao primeiro, quando alcançou 83%. Outro resultado positivo foi o nível de abandono que se manteve em 0%. Além disso, foi identificado que houve a participação de 73, 9% dos alunos do 3º ano do Ensino Fundamental e 67,87% do 4º ano na segunda aplicação da ADE.

A gestora da unidade, Lucy Meire da Rocha Braga, salientou que resultados positivos foram alcançados graças ao empenho do corpo docente e ao trabalho integrado entre escola, alunos e familiares.

“A partir do 1º Radm discutimos o que iríamos fazer para melhorar nossos resultados. Dai surgiu o projeto “dinheirinho”, que é uma forma de estimular os alunos realizarem atividades diárias, guardando seu dinheiro para trocar por produtos em evento futuro. Outra ação é o acompanhamento diário da frequência dos alunos, chamar a responsabilidade dos pais de trazer as crianças à escola e, sobretudo, o trabalho do professor em sala de aula”, disse, acrescentando que a escola trabalhará para melhorar ainda mais os resultados.

Segundo a coordenadora da Gestão Integrada da Educação (Gide), Musa Varela Rosa, nesta edição do Radm, o diferencial é que após esses resultados, a secretaria irá trabalhar especificamente por turma, identificando os problemas de rendimento, entre outros.

“Este ano, estaremos analisando os resultados por turma nas escolas, levantando os problemas localizados na escola e verificando as causas dessa queda para melhorar os resultados, analisando o lado pedagógico e até de infraestrutura da unidade, com um trabalho mais árduo, porém, com muito mais resultados, para elaborar as ações corretivas”, concluiu.

 

Texto: Emerson Felipe e Patryck Vieira

Fotos: Lton Santos/ Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054