10/04/19 | 18:00
DDZ Sul realiza workshop do Sistema de Avaliação da Educação Básica

Aproximadamente 50 professores que trabalham em escolas da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), e que lecionam para turmas de 5º e 9º ano, participaram do Workshop do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), realizado na Escola Legislativa, da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), localizada no bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus.

O Saeb é composto por um conjunto de avaliações externas em larga escala que permitem ao Inep realizar um diagnóstico da educação básica brasileira e de alguns fatores que possam interferir no desempenho do estudante, fornecendo um indicativo sobre a qualidade do ensino ofertado.

Esse foi o segundo workshop oferecido aos professores da Divisão Sul e foi realizado em parceria com a Divisão de Avaliação e Monitoramento (DAM). A ideia desses encontros é apresentar o formato das provas do Saeb, como os alunos conseguem aprender através da própria vivência, entre outras informações.

Foi selecionado um professor de cada escola da DDZ Sul para participar da formação, que repassará as informações para os demais docentes.

O assessor da DAM, Anézio Mar, afirmou que eles sempre realizam oficinas em todas as Divisões do município, mas esse workshop foi realizado especificamente a pedido da Divisão Sul.  “Nós estamos fazendo uns processos de avaliação dos testes cognitivos. A DAM trabalha com as avaliações de larga escala. Nós estamos estudando operações mentais, objeto do conhecimento, sentença descritora, mas tudo isso embasado na teoria de competências e habilidades. Esse é o primeiro processo ainda”, comentou.

Ele acrescentou ainda que as etapas seguintes são a construção de item, conceito de enunciado, comandos, gabaritos e extratores e uma terceira etapa seria o processo de resultados, sobre a apropriação destes. A DAM também possui os cadernos de habilidades e competências do 3º, 5º e 9º ano.

A Coordenadora de Anos Finais da DDZ Sul, Alice Bozzeto, explicou que o objetivo do workshop foi pensar no desenvolvimento dos profissionais da educação que, como consequência, elevam o nível educacional dos estudantes.

“Não temos um número contado (de workshops), vamos ver a necessidade ainda. Esse encontro traz um aprendizado para os professores porque todo ano eles têm que se atualizar conforme a necessidade. Com o passar dos anos as avaliações vão se aprimorando então eles precisam estar antenados e atualizados e sempre trabalho com os alunos”.

O professor de 5º ano da Escola Municipal Nazira Chamma Daou, Sérgio Castro, considerou que esse tipo de iniciativa é muito válida, pois esclarece muitas questões para os professores e abre oportunidades de aprendizado e melhoria no ensino.

“Uma grande ferramenta de ajuda porque os professores que trabalham com a prova Brasil tem muita dúvida e nesse momento que a gente soluciona estas questões. Pegamos outras ideias de outros professores e praticamos dentro da sala. Esse momento é muito bom porque tira a tensão do professor”, finalizou.

 

Texto: Alexandre Abreu

Fotos: Lton Santos