12/07/19 | 14:17
Creche Municipal da zona Oeste celebra 5º aniversário

Com direito a apresentação artística das crianças e feijoada, a Creche Municipal Ana Lopes, localizada no bairro Compensa, na zona Oeste de Manaus,  comemorou nesta sexta-feira, 12/7, o 5º aniversário, com a presença de toda comunidade escolar. Nestes cinco anos, a unidade atendeu mais de mil crianças de 1 a 3 anos. Atualmente, conta com 198 alunos.

Presente na cerimônia, a chefe da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Oeste, Regina Ortiz, ressaltou a importância da creche para a comunidade. “A creche é de suma importância para a formação acadêmica da criança desde a primeira infância. Esta é uma formação que a gente vai colher frutos no futuro. Para a comunidade é importante porque ajuda os pais a trabalharem tranquilamente sabendo que os filhos estão em um lugar de excelência”, comentou.

Durante esses cinco anos de existência, a gestora da unidade, Rinalda Ortiz, destacou que foram realizados diversos projetos focados no desenvolvimento das crianças.

“Temos alguns projetos que desenvolvemos como o ‘Nega maluca’, no qual os alunos levam livros para ler em casa junto com os pais, lançamos o espaço cultural, onde as crianças vão trabalhar a questão do balé, capoeira e musicalidade. A gente já tem relato de mães que os filhos adoram essas atividades, que não são trabalhadas para ensinar os passos, mas para desenvolver”.

A professora Cecília Menezes, mãe da aluna Heloísa Vitória, do Maternal 2, conta que o progresso da filha desde que entrou na unidade de ensino, há dois anos, é notável.

“O desenvolvimento dela foi excelente, de autonomia, interação com os colegas, disciplina que percebemos que vêm da rotina da creche e vai para casa. Ajuda muito a continuar o trabalho de educação deles. Na creche, a criança vai saber como desenvolver o lado emocional dela, de escutar o ‘não’, entre outras coisas que são essenciais na criança”, disse.

Ana Luiza Pereira, mãe do aluno do Maternal 3, David Guilherme, acrescentou que ela considera o tratamento dado ao filho tão bom que ele mesmo faz questão de não perder um dia de aula. “Ele estuda aqui desde um ano de idade e a gestão, diretora, professora, merendeira, todos são de excelência. Ele quer participar de tudo, faz questão de vir para a creche, é um ambiente no qual ele se sente bem, é independente. Eu não tenho o que reclamar da creche”, conclui.

Texto: Alexandre Abreu
Fotos: Eliton Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054