25/07/12 | 9:19
CMEI Hermann Gmeiner inaugura Recicloteca e promove a II Gincana Ecologicamente Correta

Professores, pais e alunos do CMEI Hermann Gmeiner participaram, nesta segunda feira (23), da 2º Gincana Ecologicamente Correta e a da inauguração da Recicloteca na própria unidade educacional.

O evento contou com a presença de aproximadamente 100 pessoas e teve sua primeira fase em junho do ano passado.O público atendido pela recicloteca poderá chegar a 290, somando com os alunos do maternal, do 2º período e demais crianças que não estudam na escola mas que fazem parte da comunidade.

“O objetivo da recicloteca é trabalhar o enfrentamento sócio ambiental na escola e nas proximidades da mesma”, ressaltou a gestora do CMEI Hermann Gmeiner, Zilene Trovão.

Com surgimento da recicloteca, materiais que antes eram desperdiçados agora serão são transformados em utensílios pedagógicos. ”A recicloteca irá trabalhar com materiais recicláveis, como caixa de papelão, latas de alumínio, caixas de  sabão, pets e tampas, com intuito de produzir jogos e brinquedos educativos”, ressaltou a gestora.

A recicloteca irá trabalhar também com leitura e com multimídia. “A nossa meta é atingir 90% de toda a comunidade, até porque, esse trabalho é feito em conjunto com pais e alunos”, comentou a gestora.

Segundo o comunitário José Fernando, a recicloteca irá fazer com que as crianças sintam mais interesse por questões do meio ambiente. “Nós, pais também, aprenderemos juntos com nossos filhos a ter mais responsabilidade com armazenamento do lixo em nossas residências”, ressaltou.

“Para mim, esta recicloteca vai despertar o interesse para um meio ambiente saudável. Com o surgimento deste novo recinto de educação ambiental, tanto pais, professores e alunos serão beneficiados, pois iremos aprender a cuidar de materiais que até pouco tempo atrás eram esquecidos. A partir deste momento eles serão reutilizados em produtos de nosso próprio uso diário (brinquedos e jogos educativos). Outro foco desta recicloteca é transformar pequenos cidadãos em pessoas preocupadas com o destino do lixo”, frisou a professora do 1º período, Andreza Melo.