Archive for the ‘noticias’ Category

Servidores da rede municipal de ensino participam do segundo Encontro de Educadores

segunda-feira, setembro 22nd, 2014

Mais de 250 educadores da rede municipal de ensino participaram, nesta sexta-feira,19, e sábado, 20, da segunda edição do ‘Encontro com Educadores”, promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da secretaria Municipal de Educação (Semed) para integrar os servidores. Na ocasião, gestores e professores das escolas que obtiveram melhores resultados na Avaliação de Desempenho Educacional (ADE) receberam certificados de Menção Honrosa. O encontro aconteceu no Hotel Amazônia Golf Resort, no quilômetro 64, da Rodovia AM-010.

 

Resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) também foram apresentados aos servidores. Neste ano, Manaus atingiu pela primeira vez a meta do Ministério da Educação (MEC) (4,6). As informações foram passadas durante reunião na manhã de sexta-feira. Depois do almoço, os participantes puderam participar de atividades e dinâmicas de integração.

O Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, participou do momento de descontração dos servidores e comentou sobre a política de valorização na Semed. “Vamos continuar valorizando o servidor, disponibilizando instrumentos técnicos e tecnológicos para que eles possam dar suas aulas, valorizar a estrutura das instalações físicas, que é um problema mas já estamos tendo grandes avanços. O primeiro Ideb dentro da nossa administração já melhorou muito, embora não nos padrões ideais, e o segundo Ideb vai nos colocar entre as melhores cidades do Brasil, não tenho dúvidas”, pontuou.
O secretário da Semed, Humberto Michiles, anunciou a criação de um departamento de valorização do profissional da educação na Semed. “Esta é uma das alterações de estrutura que faremos na secretaria. Este departamento vai estar permanentemente trabalhando e pensando em ações no sentido de valorizar e reconhecer o papel fundamental do professor na melhoria da qualidade de educação. É preciso que a gente consolide essa ideia de mérito”.

 

Gestão pedagógica, planejamento, infraestrutura, gestão de pessoal e avaliações de monitoramento estiveram em pauta. Os professores também mostraram-se bastante satisfeitos com a metodologia da Gestão Integrada da Educação – Avançada (Gide-Avançada), implementada nas 506 escolas da rede com o suporte do Instituto Aquila.
“A Gide-Avançada teve uma aceitação muito boa, aquilo que no início gerou uma certa resistência foi compreendida e houve uma aceitação muito grande. Os educadores estão muito satisfeitos, felizes e muito convictos de que a educação na cidade de Manaus vai avançar muito e brevemente estará sendo considerada uma das melhores do Brasil”, completou o secretário.

Valorização

 

“Há 13 anos que estou na Semed e ainda não tinha visto um reconhecimento nesse nível voltado para o servidor”, disse o gestor da Escola Municipal Hiram de Lima Caminha, Alan Richarles da Costa. “Nessa nova administração temos sido valorizados, não só os professores e gestores, mas as merendeiras e toda a equipe escolar. A Semed tem dado oportunidade e liberdade para fazermos um melhor trabalho para melhorar a educação”, completou.

 

Gestora da Escola Municipal Professor Júlio César de Moraes Passos, Giovana Silva aproveitou o momento para relaxar e aproveitar a programação. “Eu acho eventos como esses muito importantes porque nós estávamos acostumados a executar tudo aquilo que a secretaria preconiza, sem receber nenhum tipo de valorização nesse sentido. Então, é importante que momentos como esses sejam realizados, pois favorece o grupo, nos sentimos valorizados e nos estimula a continuar buscando novas metas”, comentou a professora.

 

Professor da zona rural, Sérgio Henrique da Costa, aproveitou o momento para comemorar o crescimento da Escola Municipal Professor Emanuel Rebelo da Cunha no Ideb. “Em 2009 e 2011 ficamos com a nota 2.6. Já em 2014 conseguimos o resultado de 4.5. Isso é resultado de um trabalho de uma equipe comprometida que quer avançar e está avançando. O município vai continuar avançando na medida em que continuar investindo e reconhecendo os trabalhos realizados pelos educadores. O servidor está sendo valorizado e percebemos isso em várias ações ao longo do ano”.

Neuzilane Araújo, professora das séries iniciais, aproveitou a tarde de sexta-feira para se divertir com os colegas. “Durante muitos anos o professor de sala de aula ficou esquecido, ele passou muito tempo invisível e com essa política de valorização estamos mais motivados. Estou adorando”.

 
Texto: Luana Carvalho
Fotos: Lton Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (SEmed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Saúde na Escola realiza ação na Creche Municipal Maria Ferreira Bernardes

sábado, setembro 20th, 2014

Alunos, professores e funcionários da Creche Municipal Maria Ferreira Bernardes, localizada na Comunidade Fazendinha – Cidade Nova, zona Norte da cidade, foram atendidos na manhã desta sexta-feira, 19, na primeira ação do Programa Saúde na Escola (PSE) do governo federal, em parceria com a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

 Nesse sentido, foi firmada uma ação com a Unidade Básica de Saúde (UBS) Unidade 2 da Fazendinha, que pertence a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Foram disponibilizados uma dentista e um enfermeiro. Na ocasião, foi feito o cadastro do cartão do SUS das crianças, pais e funcionários da escola. Além disso, houve uma avaliação das crianças, onde foram identificados os casos mais sérios e encaminhados ao Caic da área para atendimento básico odontológico, assim como foi dada uma atenção aos professores e servidores da creche.           

O PSE visa à integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida dos educandos. Para diretora da creche, Gicelia Leal, com esse programa, todos ganham pelo cuidado e atenção as crianças e educadores.

“É de suma importância esse momento, com o enfermeiro, que atendeu e tirou o cartão do SUS das crianças. Já a odonto veio para fazer a triagem dos alunos e depois o encaminhamento dos pequenos para a odonto pediatra do Caic. A mãe do aluno com seu encaminhamento já leva no outro dia sua guia para a devida consulta da criança. O fato dos pais trabalharem o dia todo, as vezes não percebem que o filho está com alguma problema de saúde, mas a creche tem esse cuidado.”, salientou.

Enaltecendo o trabalho pela primeira vez em uma creche municipal do PSE, a dentista da UBS, Clarice Magagnini, fez questão de afirmar a importância do programa, que realiza um atendimento preventivo, mas principalmente, da ação em prol da comunidade escolar como um todo.

“É uma novidade até para o município, no caso de trabalhar com creches, porque é uma clientela diferente. O PSE já está em Manaus há alguns anos. Essas crianças tem que ter uma abordagem lúdica para chegar com até elas e querer que a mesma se responsabilize com a própria saúde. Mas temos outros parceiros, que vão se responsabilizar, que são os professores, cuidadores e a própria família. Nosso trabalho é voltado para capacitar os cuidadores e dizer que as crianças precisam de toda atenção possível.”, comentou.

 Para professora, Mona Dorothéia, o trabalho feito pela visita do programa foi algo muito importante, devido à necessidade dos educadores ter esse suporte, além de contribuir para saúde, seja do alunado e dos próprios educadores inseridos no atendimento.

“Esse trabalho chega como uma prevenção, porque a gente precisa ter esse projeto que melhore daqui pra frente em relação à prevenção dos nossos pequenos, mas também de nós como educadores. Como não temos muito tempo, como a ir ao dentista, esse serviço veio em boa hora. Acredito que vai fortalecer muito a Semed, porque precisamos dessa parceria em termos de instituição, pela preocupação dos professores com a saúde da criança.”, disse.

Atividades

Como parte do Programa Saúde na Escola, foram realizadas atividades com as crianças no pátio da Creche Municipal Maria Ferreira, como circuito com obstáculos, chutar bola, bambolê, amarelinha, correr, pular, atividades físicas, equilíbrio, rolar na grama e minhocão. A próxima ação do programa será voltado a comunidade em geral.

Programa Saúde na Escola

O Programa Saúde na Escola (PSE) visa à integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida dos educandos.

O PSE tem como objetivo contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção da saúde, de prevenção de doenças e agravos à saúde e de atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino.

O público beneficiário do PSE são os estudantes da Educação Básica, gestores e profissionais de educação e saúde, comunidade escolar e, de forma mais amplificada, estudantes da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

 

Secretaria Municipal de Educação (SEmed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Cmei Elza Damasceno realiza Semana do Trânsito

quinta-feira, setembro 18th, 2014

O pátio do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Professora Elza Damasceno, se tornou uma ‘pequena avenida’ com carros, placas, semáforos, faixa de pedestre e guarda de trânsito, para receber atividades da Semana Nacional do Trânsito, comemorada em todo o Brasil de 18 a 25 de setembro.

Feitos de materiais recicláveis, os automóveis, a pista e até um posto de gasolina faziam parte de um circuito criado para ensinar de forma prática e lúdica as regras de trânsito para as crianças. O evento reuniu mais de 100 alunos que dançaram e cantaram músicas relacionadas ao tema e aprenderam brincando.

A pedagoga da escola, Silvia Fernandes, explica que a atividade faz parte da disciplina transversal de educação no trânsito. Segundo ela, durante três dias, os professores ensinaram em sala de aula como se deve atravessar a rua, o que significam as cores do semáforo e regras básicas de trânsito.

“A educação no trânsito é um tema transversal e faz parte da nossa grade curricular. Eles aprenderam sobre o tema durante esta semana e hoje estão mostrando o que aprenderam. Queremos que eles se tornem cidadãos conscientes e que respeitem as regras de trânsito e, além disso, que sejam multiplicadores desse aprendizado em suas casas. Eles são os futuros motoristas”, disse.

Apresentações

Com gravatas em forma de semáforo, os alunos do 2º período fizeram uma apresentação de dança onde explicaram as cores do sinal de trânsito.

“Se está vermelhinho espere um pouquinho. Se está amarelão preste atenção, mas se estiver verde você pode atravessar”, cantaram.

A aluna Manuela de Souza, de seis anos, mostrou que aprendeu tudo sobre trânsito e deu o recado para os motoristas imprudentes.

“Motorista, você não pode andar no sinal vermelho, só pode andar no sinal verde. No amarelo você tem que prestar a atenção, senão vai bater o carro. Faça isso no trânsito e não esqueça de usar o cinto de segurança quando você for passear”, ensinou.

O supervisor da Divisão de Operações de Transito (DOT) do Manaustrans, Jorge Naranjo, prestigiou o evento e ressaltou a importância deste trabalho. “O trânsito é uma questão de saúde pública devido a quantidade de vítimas fatais, por isso precisa ser plantada essa sementinha nas crianças, para que quando se tornem condutores, saibam que é preciso ter responsabilidade na condução de um automóvel”, destacou.

Texto: Thiago Botelho

Fotos: Lton Santos

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054 / 8842-1188

Alunos da DDZ 5 apresentam trabalhos em competição de Feira de Ciências

quinta-feira, setembro 18th, 2014

Alunos da Divisão Distrital Zonal (DDZ) 5 da rede municipal de ensinam participam, nos dias 18 e 19, da Feira de Ciências – etapa DDZ Leste I com o tema “Oportunizando a Alfabetização Científica na Rede Municipal de Ensino de Manaus”. A abertura aconteceu na manhã desta quinta-feira, na Escola Municipal Francisca Mendes, bairro São José II, com a presença de alunos de 63 unidades de ensino, entre Escolas Municipais de Ensino Fundamental e Centros Municipais de Educação Infantis (Cmeis) da Leste.

Nesta etapa, aproximadamente de 190 alunos das escolas finalistas estão participando da feira. Os projetos selecionados foram avaliados pela equipe pedagógica da DDZ Leste I, que participaram da II Feira Municipal de Ciências, Tecnologia e Educação Ambiental, em toda rede municipal de ensino, no mês de agosto.

A Feira de Ciências – etapa DDZ Leste I, reúne uma gama de projetos, atividades e programas desenvolvidos pela comunidade escolar, professores e educadores nas diversas áreas, como uso adequado de energia, reaproveitamento de alimentos, reciclagem, coleta seletiva, temas ligados a saúde, ritos amazônicos, animais em extinção da fauna amazônica, robótica, entre outros temas relevantes ao alunado e a comunidade em geral.

Segundo a chefe da DDZ Leste I, Renata Moraes, a feira proporciona momentos de pesquisas, estudos e debates para que os alunos possam compreender a natureza como um todo, sendo o ser humano parte integrante e agente de transformação do mundo. Para a educadora, todos os trabalhos têm uma grande relevância dentro do contexto escolar.

“A importância de um evento como esse é a relevância do trabalho e conhecimento científico, desde a criança, adolescente e adulto. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) está de parabéns em proporcionar o evento, que protagoniza esse momento de conhecimento e aprendizagem aos nossos alunos e a comunidade em geral”, comentou.

A Escola Municipal Ricardo Pereira Parente, do bairro São José I, concorre na feira com o projeto “Viagem ao cérebro”, com seis alunos do 2º ano. De acordo com a professora Mariany Ribeiro, muito mais do que mostrar o trabalho o importante é o aprendizado das crianças sobre o tema.

“Esse projeto foi passado na sala em forma de texto para as crianças desenvolverem a função do cérebro. Nossa preocupação em que os alunos conhecessem não apenas o cérebro, mas o corpo humano. O principal tema é o cérebro, porque nele está o pensar, agir, os tipos de doenças causados nessa área, enfim, os alunos tiveram uma chance de conhecer uma parte do corpo muito relevante”, finalizou.

O Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Moacir Andrade, do São José II, é uma das escolas participantes do evento, com projeto “Brincando, experimentando e preservando”, que mobiliza os 238 alunos com a temática da educação ambiental. A diretora Carolina Pinheiro de Macedo explica como é desenvolvido as atividades com as crianças, que aprendem desde pequenas sobre o assunto.

“É um projeto de suma importância, nós trabalhamos a questão de hábito e atitudes ecologicamente corretas com as crianças. Na escola temos atividades sobre a questão ambiental, para que possamos ter um ambiente saudável e também conviver bem com todos”, disse.

Os melhores trabalhos apresentados serão analisados por uma equipe pedagógica da Semed, nas modalidades de educação infantil, 1º ao 5º ano, 6º ao 9º ano, educação de jovens e adultos (EJA), programa de aceleração de aprendizagem (PAA) e educação especial.

Nesta sexta-feira, 19, a Feira de Ciências – etapa DDZ Leste I tem prosseguimento com a presença do poeta Celdo Braga e atrações culturais da Escola Municipal Maria do Carmo com motor de recreio e Amazônia terra santa, salve o povo da Floresta.

TEXTO: Paulo Rogério Veiga

FOTOS: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054 / 8842-1188

Escola Municipal firma parceria com Ciesa e realiza Dia da Mobilização da Responsabilidade Social

quarta-feira, setembro 17th, 2014

A Escola Municipal Maria José Nunes da Luz, conjunto Castelo Branco, Parque 10, zona Centro-Sul da cidade, realizou na manhã desta quarta-feira, 17, o Dia da Mobilização da Responsabilidade Social, em parceria com o Centro de Ensino Superior do Amazonas (Ciesa). A ação faz parte da Semana de Responsabilidade Social.

Foram atendidas cerca de 100 pessoas, entre alunos, pais, responsáveis e a comunidade em geral. Com um efetivo de 20 professores e 100 acadêmicos, a faculdade levou serviços de pedagogia, gestão ambiental, gastronomia, estética, design e moda e cosmética. Na oportunidade, os comunitários tiveram corte de cabelo e aula de yoga.

De acordo com a diretora da escola, Marizette Arruda, os 280 alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental foram beneficiados com os serviços em salas temáticas. Para a educadora, o fato de a escola ter sido escolhida pela segunda vez consecutiva pela faculdade mostra o trabalho feito em prol do processo de ensino aprendizagem.

“A importância desse momento é muito grande, porque a escola se fortalece diante da comunidade, estreita os laços da faculdade com os pais. Nossas crianças tem a oportunidade de ver outros cursos, visualizar o que pode ser no futuro, além de aprender sobre a reutilização de gêneros alimentícios, além da estética, postura, moda, como entrar na escola, se vestir, se postar, higiene no cabelo, enfim, um aprendizado bom para nosso alunado.”, comentou.

A coordenadora do curso de gastronomia do Ciesa, Paula Lima, disse que o trabalho realizado com o público em geral, seja, aluno ou responsáveis, é importante para o aprendizado de como preparar uma alimentação saudável, sem contar os cuidados com os alimentos na hora de consumi-los.

“As crianças estão aprendendo a fazer hamburger de verduras, legumes e carnes. Houve uma palestra sobre higiene, segurança alimentar e ambiental, para diminuir o índice de contaminação alimentar e doenças transmitidas pelos alimentos. Em outro momento, aconteceu uma oficina de sanduiches naturais, sem carne, totalmente vegetariano, para fazer uma complementação nutricional dessas crianças. Fizemos uma oficina de suco verde e d-tox para as merendeiras fazer uso dos talos, das folhas, das verduras, das frutas, que vai gerar uma complementação saudável”, frisou.

Simpatizante pela yoga, o aluno da 5º ano matutino, Miguel Enzo Moraes de Brito, 10, não pensou duas vezes e foi participar da sala temática de yoga. Para o menino, foi uma boa oportunidade de ele aprender um pouco mais sobre o assunto, que tanto admira.

“Aprendi alguns exercícios de movimentos do corpo, de respiração, relaxamento, além de outras coisas que considero bom pra mim. Eu sempre queria fazer yoga, mas agora tive essa chance na escola. É algo que poderia acontecer com mais frequência”, disse.

Como parte da programação da Semana de Responsabilidade Social, nesta sexta-feira, 19, acontecerá uma palestra com o tema “Prevenção ao aliciamento infantil e medidas protetoras”, com os professores do Ciesa, no auditório da faculdade.

No sábado, 20, a partir das 7h30, ocorrerá a caminhada ambiental, com a participação dos alunos e professores da escola e os acadêmicos do curso de gestão ambiental do Ciesa, em torno da unidade de ensino superior.

TEXTO: Paulo Rogério Veiga

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação (92) 3632-2054

Feira de Ciências reúne 50 trabalhos de 25 escolas da zona rural

quarta-feira, setembro 17th, 2014

A Escola Agrícola Rainha dos Apóstolos, no Km 23 da BR-174, foi palco, na manhã desta quarta-feira, 17, da II Feira de Ciências, Tecnologia e Educação Ambiental das escolas municipais situadas na zona rural de Manaus. Ao todo, 25 unidades de ensino apresentaram trabalhos sobre temas diversos. O evento é uma seletiva para a etapa municipal da Feira de Ciência da Secretaria Municipal de Educação (Semed) programada para outubro. Uma comissão de 50 membros avaliou as apresentações que foram divididas nas modalidades: educação infantil, 1º ao 5º ano, 6º a 9º série, Programa de Aceleração da Aprendizagem (PAA), educação indígena e educação de jovens e adultos (EJA).

Segundo a chefe da Divisão Distrital da Zona Rural, Edilene Pinheiro, mais de 150 alunos estiveram envolvidos na pesquisa e elaboração dos trabalhos, o que, para ela, torna o aprendizado mais prazeroso.

“Os trabalhos estão muito bons. Esse momento é maravilhoso, uma vez, que esses alunos apresentam aquilo que estudaram para um público grande, sem falar na interação entre as comunidades. Prestigiei quase todas as apresentações e estou confiante de que podemos fazer bonito na fase municipal”, disse.

Com o tema geração de emprego e renda, os alunos do 7º ano da Escola Municipal Professora Maria Isabel Melgueiro, no Ramal da Cooperativa, localizado no Km 12 da BR-174, desenvolveram o sabão ecológico. Segundo Gustavo Valentim, 12, o produto pode substituir o detergente de lavar louça, além de ser uma oportunidade de ganhar dinheiro.

“Na minha casa minha mãe só usa esse sabão. É simples de fazer. Basta pegar um balde com água, adicionar soda cáustica até ele diluir. Depois coloca óleo e por fim o suco de limão para dar o aroma. Se quiser, coloca corante para dar uma cor. Por fim é só colocar em uma bandeja de plástico e deixar secar por três dias”, explicou.

Contaminação dos alimentos

Concorrendo na categoria do PAA, três alunos da Escola Municipal Carlos Santos, situada no Km 25 da rodovia AM-010, falaram sobre a contaminação dos alimentos e como armazená-los corretamente.

Para a apresentação, foi montada uma barraca de feira com várias frutas em exposição, como: laranja, melancia e banana. Ao lado, um quadro com vários insetos feitos de origami compuseram o cenário.

“A contaminação acontece por meio desses bichos. Os alimentos ficam mal armazenados e esses insetos vão lá e depositam larvas que causam doenças nas pessoas. Para que isso não aconteça, é só guardar os alimentos em potes de vidro ou plástico. Depois que estudei sobre isso, fico fiscalizando minha mãe em casa. Cobro que ela lave as mãos e os alimentos antes de fazer a comida. Não deixo acumular lixo na lixeira. Isso que as pessoas devem fazer”, afirmou o aluno Irlanilson da Costa. 

Dança do aprendizado

Ao som de canções infantis, as crianças do 2º período da Escola Municipal Lago e Silva, apresentaram o projeto “Música e movimento através dos jogos”. Um boneco foi desenhado no chão e enquanto a música: “cabeça, ombro, joelho e pé” tocava os pequenos apontavam para a parte do corpo em que a música se referia.

A simples brincadeira, segundo a professora Alice Conceição Barbosa, que idealizou o projeto serve para ensinar o letramento além de ajudar no desenvolvimento motor das crianças.

“É importante na socialização e interação das crianças, porque através da música, eles trabalham o letramento de forma lúdica. Conforme a música, eles aprendem as partes do corpo humano. É um projeto interdisciplinar”, observou.

A pedagoga da Divisão de Educação Infantil (DEI) Lidce Nascimento, foi uma das avaliadoras dos trabalhos e ficou impressionada com a qualidade das apresentações.

“Os trabalhos em sua grande maioria têm grande relevância social. O aspecto visual também está ótimo. Vi um trabalho que falou sobre alimentos e confesso que aprendi coisas novas. Está muito bom”, falou.

TEXTO: THIAGO BOTELHO

FOTOS: LTON SANTOS

Alunos de escola municipal expõem trabalhos inspirados em artistas da história da arte

quarta-feira, setembro 17th, 2014

Alunos da Escola Municipal Senador Fábio Pereira de Lucena Bittencourt, no Nova Esperança, zona Oeste, realizaram, na manhã desta quarta-feira, 17, a 2ª Expoarte – evento que reúne obras  pintadas por estudantes do 4º ao 9º ano, inspiradas em artistas famosos da história da arte.

Gestora da instituição de ensino, Nadir Socorro explicou que o trabalho foi desenvolvido como parte das atividades da disciplina de Artes, porém acabou envolvendo outras matérias da grade.

“A exposição é um trabalho interdisciplinar. Além da arte, o aluno trabalha a geografia, a história, a língua portuguesa e até a matemática, pois a professora usa as datas de nascimento das obras. A nossa intenção com a Expoarte é que os alunos não façam apenas a releitura das obras, mas que eles possam, mais para frente, produzir sua própria pintura”, destacou.

Professora de Artes, Lucimeire Sousa explicou que foram necessários dois meses de preparação para a exposição das obras dos alunos, mas salientou que conteúdo foi trabalhado desde o início do ano letivo.

“Trabalhamos para mostrar a importância da arte para a humanidade. Passamos por vários períodos: neolítico e paleolítico até os tempos atuais da arte contemporânea, como o artista Romero Britto. Incluímos no trabalho também artistas brasileiros, como Tarsila do Amaral, Anita Malfatti. Foi uma viagem na história da arte”, informou.

Sem saber nada sobre a história da arte, a aluna Heloísa Helena, 11, do 7º ano, se interessou pelas obras do pintor espanhol Pablo Picasso. Ela destacou que durante a preparação da exposição, acabou se apaixonando pelo Cubismo, movimento artístico que trata a natureza por meio de figuras geométricas.

“Eu não sabia nada sobre as artes nem sobre os pintores. Depois que a professora falou da obra de Pablo Picasso, eu fui me interessando e resolvi pintar uma das obras dele”, disse.

A professora de artes lembrou que a releitura não é uma cópia fiel da obra, mas sim a visão do aluno. “Não se pode mudar muito e nem fazer nada igual. É muito gratificante ver o entusiasmo do aluno em realizar um prático na escola”, finalizou.

A 2ª Expoarte está aberta para a visita de pais e de alunos de outras escolas que queiram conhecer os trabalhos.

Texto: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054

Inscrições para XVII Municipíada poderão ser feitas a partir do dia 22 de setembro

quarta-feira, setembro 17th, 2014

As equipes classificadas para a XVII Municipíada, evento esportivo promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), poderão se inscrever para a fase final da competição no período de 22 a 30 de setembro. As inscrições serão realizadas das 9 às 12h e das 14h às 17h, na sala do Fórum de Educação, localizado na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), na Rua Maceió, bairro Parque 10 de Novembro, zona centro-sul.
A Municipíada faz parte do calendário anual da Semed e tem como objetivo a inclusão social e descoberta de talentos esportivos na rede municipal de ensino. Este ano, a competição será realizada no período de 16 a 26 de outubro. As seletivas iniciaram no mês de maio, em todas as Divisões Distritais Zonais (DDZs).

Além das modalidades coletivas, como basquete, handebol, futsal, futebol de campo, vôlei de areia e voleibol, equipes selecionadas nas modalidades individuais, como natação, tênis de mesa, judô, xadres, atletismo e jiu jitsu, que este ano entrará na competição como caráter experimental, poderão fazer a inscrição.

 

Período de inscrição: 22 a 30 de setembro

Local: Sala do Fórum de Educação na DDPM

Horário: 9h às 12h e 14 às 17h

 

TEXTO: Luana Carvalho


Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Alunos da Escola Municipal Antônio Matias prestigiam apresentação de orquestra

quarta-feira, setembro 17th, 2014

Alunos, educadores e comunitários da Escola Municipal Antônio Matias Fernandes prestigiaram a apresentação do Projeto Orquestra Verde em Concerto, desenvolvido pela Orquestra Vozes da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), nesta terça-feira, 16. O evento cultural aconteceu na quadra poliesportiva escola, localizada no Bairro da União, zona Oeste.

Além da orquestra, houve a participação de 10 alunos da unidade, do 6º e 9º ano, que dançaram duas músicas durante a apresentação dos músicos.

“Projetos como esse ajudam a mostrar um outro lado da cultura para os alunos, pois para alguns, isso é totalmente novo”, destacou a gestora da escola, Patrícia Barros de Araújo.

Ao longo do ano a escola trabalha com a divulgação da cultura amazonense. Um dos projetos desenvolvidos pela unidade é o Projeto Encantar-te, realizado há sete anos. Nele, os alunos declamam poesias, fazem pinturas, participam de aulas danças com profissionais e visitam espaços culturais da cidade, como teatro Amazonas e a Academia Amazonense de letras.

“Há algum tempo tínhamos o desejo de trazer uma orquestra para escola. A ideia surgiu desde o momento que começamos a desenvolver outro projeto, também voltado a cultura que se chama Sarau Literário que, inclusive, está na 7ª edição. O nosso objetivo era apresentar a nossa comunidade e nossos alunos a harmonia dos instrumentos musicais e a beleza de uma orquestra”, explicou a coordenadora do Projeto Encantar-te, Darcilene Lamego.

O repertório contou com músicas que fazem parte cenário do rock nacional, como ‘Que País é Este’ da banda Legião Urbana,  internacionais como ‘Eleanor Rigby’, dos Beatles, músicas que demonstram a beleza brasileira, como Aquarela do Brasil, de Ary Barroso e canções do próprio maestro Adelson Santos.  Ao total foram 14 canções, interpretadas por cerca de 40 músicos, em cerca de uma hora.

Para o aluno do 7º ano, Moises Ferreira Braga, que teve a oportunidade de assistir uma orquestra pela primeira vez, destacou a organização e o talento dos músicos. “O que mais me chamou atenção foi a organização e o talento dos músicos. O que mais achei interessante foi que apesar haver vários instrumentos compondo a orquestra, cada um tem um papel particular no concerto. Adorei a apresentação, foi ótima”.

Outra aluna, também do 7º ano, Lia Araújo, disse que a apresentação foi digna de aplausos. “Fiquei emocionada. Achei tudo lindo. A orquestra, os músicos, o maestro estão de parabéns pela a linda apresentação”, falou a aluna.

O Projeto Orquestra Verde em Concerto existe a cerca de 3 anos. Faz parte dele alunos do curso de graduação em música e professores do Centro de Artes da Ufam (Caua). O mentor e regente do projeto, o maestro Adelson Santos, agradeceu a Escola Municipal Antônio Matias pelo o convite e disse que está aberto para novas oportunidades.

“Sentimos-nos honrados e ao mesmo tempo agradecidos pelo convite e pela oportunidade de mostrar o nosso trabalho e de levar música de boa qualidade e conhecimento, por meio das canções que interpretamos  nesta noite. Estamos agradecidos mesmo e abertos a novos convites”, destacou Adelson Santos.

TEXTO: Emerson Felipe

FOTO: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Prefeito encaminha mensagem à Câmara garantindo direitos dos professores

quarta-feira, setembro 17th, 2014

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, encaminha nesta quarta-feira, 17, à Câmara Municipal de Manaus, Projeto de Lei ressalvando os direitos adquiridos dos professores da rede municipal de ensino quanto ao auxílio alimentação. O prefeito fez questão de encaminhar o projeto de lei para dirimir qualquer dúvida surgida com a edição da Lei 1.905 de 12 de setembro de 2014, que apenas alterou a condição de decreto para lei do que já estava em vigor desde julho de 2009 (decreto 0221).

 

“Interpretação apressada poderá levar a equivocada ideia de que as categorias de servidores que percebem cumulativamente o referido auxílio ficariam proibidos, a partir da nova legislação, de continuar a percebê-los. Evidentemente, essa interpretação não é a mais correta, diante da clara exceção que foi realizada no artigo 6º da referida lei”, explica o prefeito.

 

De qualquer forma, continua o prefeito, a fim de que não paire qualquer dúvida, a presente proposta legislativa excepciona expressamente tais servidores.

 

Confusão

O decreto 0221 de 23 de julho de 2009 trata da concessão mensal de auxílio-alimentação da Administração Pública Municipal, autárquica, fundacional e dos Serviços Sociais Autônomos Vinculados à Prefeitura de Manaus e em seus artigos disciplina a concessão dos benefícios.

 

No entanto, benefícios dessa natureza devem ser disciplinados por meio de lei e não por decreto e, no último dia 12 de setembro a prefeitura publicou a Lei 1.905, disciplinando o benefício.

 

A confusão foi estabelecida por conta do parágrafo único do artigo terceiro, que diz que na hipótese de acumulação licita de cargos públicos, na forma da Constituição Federal, o servidor perceberá apenas um auxílio-alimentação a ser pago pelo órgão ou entidade de sua opção.

 

Ocorre que a mesma lei, em seu artigo 6º, ressalva que “respeitadas as normas legais e regulamentares vigentes, ficam mantidos os pagamentos de auxílio alimentação nos valores atualmente pagos aos servidores do Poder Executivo”.

 

Algumas pessoas, principalmente nas redes sociais, disseminaram a informação de que a Prefeitura havia cortado o pagamento em dobro aos professores da rede municipal de ensino, gerando desconforto entre a categoria. Diante disso, mesmo com a excepcionalidade já configurada na lei publicada no dia 12 de setembro, o prefeito decidiu encaminhar o projeto de lei para ressalvar os direitos já adquiridos dos servidores.

 

Texto: Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom)

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

 

CLIQUE NAS IMAGENS PARA VISUALIZAR