Archive for the ‘noticias’ Category

Metas do Plano Municipal de Educação são discutidas com lideranças religiosas na Câmara

quinta-feira, junho 18th, 2015

As metas e estratégias para a formação do primeiro Plano Municipal de Educação – PME foram mais uma vez debatidas, nesta quinta-feira, 18, na Câmara Municipal de Manaus (CMM).  O projeto, que contem 20 metas e 216 estratégias para a criação do Plano, está tramitando em regime de urgência na Câmara desde a última terça-feira, 16, e deve ser submetido à votação até a próxima quarta-feira, 24.

A reunião desta quinta-feira foi solicitada por grupos religiosos e contou com a presença da secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, e de membros do Fórum Municipal de Educação (FME). As igrejas solicitaram a reunião para propor a exclusão de ações relacionadas ao termo ‘Ideologia de Gêneros’, como está no projeto.

“Eles estão sugerindo a retirada deste termo, uma terminologia de dentro do Plano Municipal de Educação que eles consideram aviltante em relação às questões da família, da constituição da família. Nós como secretaria, eu como secretária, não posso me furtar ao debate. Aliás, acho que foi um debate produtivo, pois todas às vezes que nos aproximamos da sociedade é para escutá-la e tentar construir consensos possíveis. A democracia avança e podemos dar mais qualidade ao projeto de educação que nós queremos para Manaus nos próximos dez anos”, informou.

A reunião contou, ainda, com a presença dos vereadores que expuseram suas opiniões sobre as metas debatidas.

De acordo com o coordenador do FME, Rosélio Souza, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e o FME já passaram pela parte detalhada do PME, que foi o momento de criação.

“O FME está desempenhando o papel de acompanhar esse debate na Câmara. Estamos dando explicação para a sociedade, para aqueles que não tiveram acesso ou que não participaram diretamente da construção do PME. E como a Câmara é a casa do povo, cabe aos vereadores à competência para sugerir algumas mudanças, algumas emendas às estratégias”, destacou.

Audiências Públicas

A Comissão de Educação (Comed) da Câmara Municipal de Manaus (CMM), presidida pela vereadora Therezinha Ruiz, já havia promovido sete audiências públicas em todas as zonas da cidade para debater as metas e estratégias para a criação do PME. Além das audiências públicas, o projeto foi disponibilizado por meio digital no site da Semed para consulta pública, onde toda a sociedade teve a oportunidade de sugerir alterações das metas e estratégias.

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Rodemarques Abreu

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Carreta do Programa Cozinha Brasil leva lições de nutrição saudável às crianças

quinta-feira, junho 18th, 2015

Com o intuito de ensinar práticas de nutrição saudável de baixo custo e elevar os índices de saúde da comunidade escolar, o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Graciliano Ramos, localizado no bairro Alvorada, zona Centro-Oeste, recebeu, nesta quinta-feira, 18, a carreta do Programa Cozinha Brasil, do Serviço Social da Indústria (Sesi). O programa oferece curso de educação alimentar e tem percorrido diversas cidades do País, levando orientações de nutricionistas que estimulam uma alimentação de alto valor nutricional.

Uma nutricionista fez palestras para 120 crianças do 2° período, usando fantoches e vídeos interativos para despertar a curiosidade e atenção. Ao final dos ensinamentos, as crianças puderem degustar os alimentos preparados pelas cozinheiras do programa. O cardápio foi preparado no caminhão do ‘Cozinha Brasil’, que é, na verdade, uma cozinha móvel.

De acordo com a pedagoga da unidade de ensino, Nádia Moura, esta foi a melhor maneira de ensinar os alunos da educação infantil sobre a importância do consumo de alimentos ricos em nutrientes. “É uma maneira lúdica e acessível de passar às crianças a importância da alimentação saudável, o quê e como elas devem comer, além dos nutrientes necessários para o fortalecimento do corpo e da mente. Eles fizeram a palestra e, em seguida, a degustação dos alimentos, que foram preparados na hora. As crianças degustaram e aprenderam sobre o que estavam comendo”, explicou.

As palestras educativas serão apresentadas aos pais e responsáveis pelos alunos, além da comunidade do entorno da escola, conforme  calendário programado pela unidade escolar.

 

Texto: Thiago Botelho

Foto: Divulgação Cmei Graciliano Ramos

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Pedagogos da zona ribeirinha e rural são homenageados pela DDZ Rural da Semed

quinta-feira, junho 18th, 2015

Com objetivo de valorizar e reconhecer o trabalho realizado pelos profissionais de pedagogia, a Divisão Distrital Zonal (DDZ) Rural da Secretaria Municipal de Educação (Semed) reuniu na tarde desta quarta-feira, 17, os profissionais das zonas ribeirinha e rural de Manaus para prestar uma homenagem. A atividade aconteceu no auditório da DDZ Rural, que fica localizada no conjunto Vieiralves, zona Sul, reunindo além dos pedagogos os técnicos do apoio pedagógico que atuam nas 87 escolas da Divisão.

“Este momento está acontecendo pela primeira nesta Divisão. A intenção é dizer para os nossos pedagogos e pessoas que trabalham com o apoio pedagógico o quanto são importantes. Dizer, sobretudo, o nosso muito obrigado pelo comprometimento e pela dedicação de todos estes profissionais”, agradeceu a chefa chefe da DDZ Rural, Edilene Pinheiro.

Atualmente, 14 pedagogos atuam nas escolas das zonas ribeirinhas e rurais de Manaus. No decorrer do evento, foram entregues lembranças aos profissionais. O pedagogo da Escola Municipal José Sobreira, localizada na zona ribeirinha, Raimundo Nonato, recebeu um presente por ser um dos profissionais mais antigos da Divisão. Para o educador, a iniciativa foi relevante porque propôs um momento de valorização e de reconhecimento aos profissionais.

“Acredito que momentos como este nos motiva e nos diz o quanto somos importantes para esta Secretaria. Estou muito feliz com esta homenagem”, comemorou, ao destacar que atua há mais de 30 anos como pedagogo, dos quais 13 anos só na Semed.

Para Núbia Feitosa, pedagoga da Escola Municipal Carlos Santos, situada no KM 35 da BR 174, a atividade serviu como um momento de confraternização e socialização “Essa celebração pertence a todos nós que diariamente exercemos a profissão com amor e dedicação”, avaliou.

Durante a homenagem foram apresentadas mensagens, slides e painel com fotos dos pedagogos. Ao final, teve a entrega de brides e um coquetel.

 

Texto: Emerson Felipe

Foto: Lton Santos  

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Secretária da Semed visita Escola Municipal Engenheiro João Alberto Braga

quarta-feira, junho 17th, 2015

Para ouvir as demandas dos educadores, a secretária municipal de Educação (Semed), Kátia Schweickardt, visitou nesta quarta-feira, 17, a Escola Municipal Engenheiro João Alberto Braga, localizada no Vale do Sinai, zona Norte.

A visita, para conhecer a estrutura da escola e acompanhar de perto a realidade do dia a dia dos funcionários e alunos, foi acompanhada pelo subsecretário de Infraestrutura e Logística, Franklin Pinto, e pela subsecretária de Gestão Educacional, Euzeni Trajano. A principal demanda apontada pelos professores foi relacionada a  problemas no telhado da escola, que acabam prejudicando o andamento das aulas.

De acordo com a secretária Katia Shcweickardt, a demanda mais urgente, no caso o telhado da escola, terá uma prioridade maior para que as aulas não sejam interrompidas.

“É uma escola com prédio próprio, tem uma estrutura grandiosa, mas realmente eles têm um problema grave no telhado, problema de vazamento. Vamos tentar resolver isto com força, porque percebo que se arrumar o telhado dessa escola todos se sentirão mais acolhidos, mais atendidos pela Semed. Os professores me contaram que estão tentando resolver esse problema há oito anos. As outras questões também são importantes, mas acredito que essa do telhado é a prioridade no momento. Vou me empenhar, apesar de todas as dificuldades financeiras que estamos tendo de modo geral, vou tentar negociar com uma das empresas que são fornecedoras nossas para ver se a gente consegue de imediato solucionar o problema”, informou a secretária.

A visita dos representantes da Semed foi aprovada pela gestora Luciana Cardoso, que acompanhou os professores na reunião com a secretária, onde expuseram seus principais questionamentos. A escola atende nos três turnos 1.540 alunos do 1º ao 9º ano, classe especial, Ensino de Jovens e Adultos (EJA) Especial e Sala de Recursos.

“Esta é uma visita importante, pois temos muitas dificuldades aqui na escola. A presença da secretária e de sua equipe representa a esperança de que as coisas podem e vão melhorar e que vamos poder atender melhor o pedagógico, tendo esse apoio da Semed. Durante a reunião, colocamos os problemas de infraestrutura em geral, não só o telhado. Com tudo isso esperamos, de fato, uma atitude por parte dos responsáveis para que os maiores beneficiados sejam os alunos”, informou.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Rodemarques Abreu

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Semed realiza Avaliação do Desempenho do Estudante do 2º bimestre

quarta-feira, junho 17th, 2015

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) realiza, nesta quarta, 17, e quinta-feira, 18, a Avaliação do Desempenho do Estudante (ADE) referente ao 2º bimestre do ano letivo. Cerca de 100 mil alunos do 1º, 3°, 5º, 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e projeto Itinerante participam dos testes de conhecimento em língua portuguesa, matemática e ciências. Os estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) passarão pela avaliação no mês de setembro.

O teste nas escolas da rede municipal ocorre dentro do Sistema de Avaliação do Desempenho Educacional de Manaus (Sadem). Segundo a chefe da Divisão de Avaliação e Monitoramento do órgão, Núbia Pinto Breves, as provas de hoje acontecem com os alunos do 1º e 3º ano e, na quinta-feira, 18, com estudantes do 5º, 7º, 9º ano e do projeto Itinerante. De acordo com ela, agora será possível traçar uma análise em cima da evolução dos alunos da avaliação do primeiro bimestre para a do segundo.

“Tudo transcorreu naturalmente. Agora estamos com os resultados à disposição de todos os professores, pedagogos e diretores no sistema e qualquer um pode acessar e verificar como foi o andamento de sua turma na primeira avaliação. A partir de agora, como a nova avaliação, assim que sair o resultado do segundo, os próprios professores poderão fazer o comparativo de suas turmas, ou seja, ver como foi no primeiro bimestre, comparando com o segundo e verificar se houve avanço ou não para poderem trabalhar a intervenção na sala de aula”, explicou.

A Escola Municipal Francisca Soares dos Santos, localizada no loteamento Castanheira, São José IV, zona Leste, conta com cerca de 376 alunos do 1°, 3º e 5º ano participando na avaliação da ADE. A diretora Maria de Fátima disse que a unidade de ensino ficou entre as 15 melhores na classificação geral do 1º bimestre da Secretaria. Para ela, o resultado do trabalho deve-se ao esforço de toda a equipe.

“Espero que nossos alunos continuem no mesmo ritmo, que nós consigamos até resultados melhores, porque isso fortalece nosso trabalho, nos deixa motivados e nos proporciona instrumentos para visualizarmos nossos resultados para a prova Brasil. Esse ano, temos Ideb, por isso, estamos investindo na aprendizagem e acreditamos que a avaliação será uma boa preparação para o nosso aluno”, disse.

Com nove pontos no primeiro bimestre da avaliação da ADE, a aluna do 5º ano matutino, Samir Lanny, disse que não precisou estudar muito, pois sempre fica atenta às explicações da professora na hora dos simulados da escola.

“A professora sempre nos incentivou, além da minha mãe e meu pai. Na verdade, nem precisei estudar tanto, porque só da professora falar eu já entendia tudo”, garantiu.

A Escola Municipal Cândido Honório, localizada no bairro Alvorada, zona Centro-Oeste, tem 561 alunos do 1º, 3º e 5º ano participando dos testes de língua portuguesa e matemática. A diretora Elizangela Brandão Souza disse que a confiança é grande no resultado dos alunos nas provas deste segundo bimestre.

“Aumentou nossa expectativa para melhorar nosso desempenho, ou seja, verificar se o currículo que estamos trabalhando com nossos alunos realmente vai fazer efeito nas provas“, salientou.

As provas da ADE deste ano servirão como preparação para os alunos do 5º ano da Prova Brasil e do 3º ano com a Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA).

 

Texto: Paulo Rogério

Fotos: Lton Santos

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Chamada pública para merenda escolar tem recorde de cooperativas inscritas

quarta-feira, junho 17th, 2015

Dezoito associações e cooperativas, que integram a agricultura familiar da região, participaram da primeira chamada pública realizada este ano pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) para a oferta de gêneros alimentícios destinados à composição da merenda escolar das escolas da rede. A participação representa um recorde na concorrência. Ao todo, 28 itens hortifrutigranjeiros, entre alface, couve, abóbora e ovo, serão disponibilizados pelos agricultores. O evento aconteceu na manhã desta quarta-feira, 17, no auditório da sede do órgão, no Parque Dez, zona Centro-Sul.

Para este ano, serão destinados os 30% do total de R$ 40 milhões orçados para a merenda escolar, dentro do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), para a aquisição de itens da agricultura familiar. A metade do valor será custeada pelo Governo Federal e o restante como contrapartida da Prefeitura de Manaus, atendendo a Lei Federal 11.947/2009.

O chefe da Divisão de Alimentação Escolar da Semed, Leís Batista, informou que a prefeitura tem atendido a legislação desde 2010, mostrando comprometimento com a qualidade de vida dos produtores rurais do Amazonas e da merenda escolar. Ele destacou que a meta é orçar R$ 12 milhões para serem adquiridos com os produtos da agricultura familiar.

“Nós já fizemos, neste ano, um aditivo ao contrato de 2014 de 25%, o que acabou gerando a compra de mais R$ 2 milhões em produtos. A expectativa é fechar contratos de compras de R$ 10 milhões. No entanto, a meta do Governo Federal é alcançar R$ 6 milhões e a Prefeitura mais R$ 6 milhões, como contrapartida. Nós estamos fazendo algo novo, trabalhando 30% do total do orçamento previsto para a alimentação escolar do exercício de 2015”, comemorou.

De acordo com Batista, as cooperativas passarão por três fases de avaliação: análises de documentação das empresas/associações; após a análise por cinco dias serão informadas as empresas credenciadas; e análise de amostras dos produtos, na qual os itens serão avaliados por uma comissão composta por dois nutricionistas e um membro do Conselho de Alimentação Escolar, para então serem fechados os contratos.  “A expectativa é que após o recesso escolar, em julho, os produtos já estejam disponíveis nas unidades de ensino”, garantiu o coordenador.

A secretária da Semed, Kátia Schweickardt, que acompanhou, pessoalmente, a chamada pública, aproveitou para conversar e ouvir os produtores rurais. Na ocasião, um cooperado sugeriu a Kátia a capacitação para que os diretores escolares aprendam a condicionar os alimentos de forma correta.

“Isso foi uma boa sugestão e é algo que podemos fazer, seja para aproveitar melhor os alimentos, para manipularmos melhor, condicionarmos corretamente e termos certos cuidados com os produtos in natura. Nós já temos boas práticas neste sentido na rede. Precisamos potencializar e trocar experiências para que tenhamos uma política bem melhor do gerenciamento da merenda. A ideia é que o conselho da merenda junto a Semed envolvam essa política em um programa mais efetivo de capacitação dos gestores”, afirmou.

Segurança com a produção

O presidente da Cooperativa Mista dos Produtores Rurais do Tarumã Mirim, João Carlos Soares, disse que o contrato com a Semed é uma segurança de que a produção dos alimentos terá uma destinação com pagamento certo e de valor justo.

“O fechamento do contrato representa o aumento no incremento econômico das nossas propriedades. Nós passamos a produzir mais, baseados na certeza de que temos para quem vender e a garantia de que vamos receber o equivalente ao produto repassado. Isso é de suma importância para o desenvolvimento das pequenas propriedades na região. Esse é o maior legado”, ressaltou, destacando que cooperativa representa mais de 50 famílias.

TEXTO: THIAGO BOTELHO

FOTOS: RODEMARQUES ABREU

Encantarte leva Orquestra Vozes para comunidade escolar no bairro da União

quarta-feira, junho 17th, 2015

Alunos, pais e comunitários da Escola Municipal Antônio Matias Fernandes, no Bairro da União, prestigiaram, na noite desta terça-feira, 16, a apresentação da Orquestra Vozes da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), que apresentou o musical Dessana, de autoria de Adelson Santos, maestro e compositor. O espetáculo apresentou a criação do universo em 60 minutos de execução e contou participação de 20 alunos bolsistas do curso de música da Ufam.

A atividade faz parte do projeto Encantarte, que existe há sete anos na unidade escolar. Nele, os alunos declamam poesias, fazem pinturas, participam de aulas de danças com profissionais e visitam espaços culturais da cidade, como o Teatro Amazonas, Paço Municipal e a Academia Amazonense de Letras.

  “Começamos a desenvolver o projeto Sarau Literário e a partir dele identificamos que a comunidade necessidade da promoção de momentos culturais uma vez que a maioria de seus integrantes não têm oportunidade de ir a esses espetáculos por conta própria”, explicou a coordenadora do projeto, Dacirlene Lamego.

 Por isso, o projeto foi ampliando em 2015 para que a comunidade também tivesse acesso e participasse de eventos culturais, como apresentações de orquestras e peças teatrais na própria escola. “A nossa finalidade com isso é aproximar a comunidade da escola e fazer com ela entenda a dimensão da cultura local como um todo”, observou.

 Atualmente, o projeto beneficia 40 alunos e acontece no contraturno escolar. Assim, os alunos que estudam pela manhã no ensino regular participam dele à tarde e os que estudam pela tarde estão no Encantarte pela manhã.

 O gestor da escola, Rodrigo Froés, explicou o que o projeto cultural contribuiu no trabalho pedagógico da unidade escolar. “O projeto, além de apresentar a arte e a cultura, prioriza o comprometimento e a responsabilidade dos alunos que fazem parte dele. Então, com isso, consequentemente trabalhamos a disciplina, o comportamento, o talento individual de cada um. A partir deste trabalho obtemos um reflexo positivo no que diz respeito ao rendimento e a participação dos alunos em sala de aula”, explicou o diretor.

 Participação 

Para os alunos participarem, é exigido o comprometimento, assiduidade na escola entre outros. Uma das participantes do projeto é a aluna Lívia Souza, 12, do 7º ano, que destacou destacou a sua visão sobre a ação cultural.

 “Acho um projeto muito bom. Me incentiva a estudar, contribui no meu desempenho em sala de aula e  me ajuda a conhecer diversas áreas das artes”, falou

Para Clara Silva, aluna do 8º ano, o projeto é importante para o surgimento de novos talentos.  “Ele dá possiblidade para que os alunos explorem seus talentos. Hoje, adoro cantar e devo isso ao projeto”, ressaltou a aluna, que já a participa do Encartarte há quatro anos.

Texto: Emerson Santos

Foto: Rodemarques Abreu

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

‘Semed em Movimento’ reúne setores em prol de promover integração e melhorias no ensino

quarta-feira, junho 17th, 2015

Com o objetivo de socializar ações pedagógicas e encontrar pontos de interseção para melhorar o trabalho entre os setores da Secretaria Municipal de Educação (Semed), foi realizado nesta terça-feira, 16, o encontro ‘Semed em Movimento’. O evento com representantes de todos os setores da Semed, além de programas parceiros e de servidores das Divisões Distritais Zonais (DDZs) aconteceu na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), zona Centro-Sul de Manaus.

Para a secretária da Semed, Kátia Schweickardt, além de encontrar maneiras para otimizar o trabalho dentro da secretaria, o ‘Semed’ em Movimento também tem como objetivo mostrar a importância que a gestão dá para o pedagógico. A secretária ressaltou, ainda, que a Subsecretaria de Gestão Educacional da Semed é a mais relevante por ser a responsável de trabalhar na ponta e prestar uma educação com cada vez mais qualidade.

“Esse encontro tem por trás o meu próprio movimento interior de estar a frente dos processos, mas como uma facilitadora, e isso consegui construir junto com a subsecretaria de Gestão Educacional, Euzeni Trajano. Conseguimos fazer com que o todo mundo entenda que é possível a gente dar mais qualidade e eficiência mesmo em um período tão difícil, de poucos recursos. Podermos enxergar, conhecer e reconhecer o que os outros setores fazem para que a gente possa otimizar as nossas ações”, informou.

Todos os participantes se reuniram no auditório para ouvir as orientações da secretária e subsecretária de Gestão Educacional da Semed, em seguida, foram divididos em grupos e seguiram para as salas da DDPM, onde de acordo com a subsecretária Euzeni Trajano, foram discutir sobre as quatro temáticas apontadas como as que merecem mais importância por parte dos setores da Semed.

“As quatro temáticas mais relevantes são: Currículo, Escola/Comunidade, Inclusão e Abandono. Os setores trabalham em cima desses temas para fortalecer essas ações, mas falta ainda um diálogo mais constante entre os setores para saber  onde as ações se encontram. Os setores precisam dialogar para que a gente possa fortalecer o pedagógico, são setores de um mesmo departamento que precisamos falar a mesma linguagem, para ser dado um direcionamento único ao trabalho”, relatou.

Segundo a professora Renata Moraes, que é chefe da DDZ Leste 1, o encontro é importante para identificar os pontos que podem ser melhorados dentro da secretaria e para que essas melhorias possam ser sentidas com os alunos nas escolas.

“Esse encontro serve para identificar ações dentro do sistema de ensino, esses pontos que podemos melhorar. Porém, o mais importante é a atividade fim, o trabalho pedagógico, a concretização desse processo na vida de nossos alunos e professores no chão das escolas”, informou.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Rodemarques Abreu

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Alunos da Escola Municipal Santo André são selecionados para fase estadual da Olímpiada de Matemática

terça-feira, junho 16th, 2015

Os alunos da Escola Municipal Santo André, localizada no Tarumã Açu, na zona Ribeirinha, Daniel Castro de Souza e Ariane Duarte Valentim, do 6º ano, e Rosa Raquel Lima e Vergílio Santos Matheus, do 8º ano, foram classificados na primeira fase da Olimpíada de Matemática. As provas foram realizadas no dia 2 de junho, mas o resultado dos selecionados foi divulgado no último dia 12.

Os quatro alunos da escola da ribeirinha participaram da modalidade nível 1 (6º e 7º ano) e nível 2 (8º e 9º ano). Os estudantes vão disputar a seletiva com outros colegas da rede municipal, estadual e particular, na fase estadual da Olimpíada de Matemática, que será realizada no dia 12 de setembro. O resultado dos premiados por região será anunciado no dia 27 do referido mês.

De acordo com o professor Paulo Gravata, as provas realizadas na unidade de ensino, que classificou os representantes da escola na fase estadual, foi muito proveitoso e mostrou o trabalho feito pelos educadores com a disciplina de matemática.

“Essa olimpíada é importante para que as escolas possam avaliar o conteúdo que vem sendo trabalhado nas escolas e também fazer com que o aluno comece a valorizar a matemática. A disciplina é tudo na vida do estudante e da própria sociedade”, destacou o professor ao ressaltar que o resultado foi fundamental para incentivar outros alunos a si dedicarem mais com o aprendizado da disciplina.

Segundo o professor, a coordenação pedagógica fará um acompanhamento e um trabalho de preparação com os quatro alunos para disputarem a fase estadual da Olimpíada de Matemática. Pelo resultado conquistado, os selecionados foram premiados pela escola com material pedagógico e didático.

 

Texto: Paulo Rogério

Foto: Divulgação

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Escola realiza Festival Folclórico Filhos e Frutos do Rio Tarumã-Açu

terça-feira, junho 16th, 2015

Alunos, professores e funcionários da Escola Municipal Santo André, localizada na Comunidade Nossa Senhora Auxiliadora, no Rio Tarumã-Açu, participaram no último sábado, 13, do Festival Folclórico Filhos e Frutos do Rio Tarumã-Açu. O festival foi realizado no espaço da escola e reuniu além dos alunos, pessoas de outras comunidades vizinhas.

De acordo com o professor Paulo Gravata, a atração principal do festival foi a participação do boi ‘Malhadinho’, campeão da região do Rio Negro, e o grupo de marionetes Sementes da Floresta. Ainda de acordo com ele, o festival, que já é uma tradição na comunidade, marcou o encerramento das atividades do primeiro semestre.

“Foi uma festa marcante. Reunimos centenas de pessoas que vieram de diversas comunidades vizinhas porque já sabem que essa é uma festa tradicional. O festival encerrou as atividades do primeiro bimestre e uma das atividades foi à utilização de material reciclável, uma atividade pedagógica realizada na escola”, informou.

Os presentes puderam degustar várias comidas regionais e acompanhar as apresentações da dança infantil Filhos e Frutos do Rio Tarumã-Açu, a quadrilha junina Guerreiros da Floresta, grupo de dança nacional Mistura de Ritmos com Danças do Norte, Sul, Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste, além do grupo de dança da comunidade Jefferson Peres.

O professor Paulo Gravata destacou, ainda, o apoio recebido por parte das escolas de outras comunidades e da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

“Para o festival acontecer, contamos com o apoio da gestora Paula Beltrão, da Escola Municipal Santo André, além de outras escolas de comunidades vizinhas. Contamos sempre com o apoio da Semed e dos pais dos alunos que participam das atividades da escola e das demais atividades da comunidade”, ressaltou.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Divulgação

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054