Archive for the ‘noticias’ Category

Alunos da rede municipal participam do projeto ‘Escola Vai ao Teatro’

quarta-feira, março 11th, 2015

Cerca de mil alunos da Escola Municipal Desembargador Cândido Honório Ferreira assistirão peças teatrais gratuitas, no Teatro Manauara, no período de 11 de março a 16 de abril. Nesta quarta-feira, 11, os alunos do 3° ano do Ensino Fundamental da unidade viram a encenação de ‘Quero ser Grande’, pela Companhia Artcena. Nos outros dias serão abordados temas como: malefícios das drogas, dia mundial do teatro, saúde e dia do índio.

A ação faz parte do projeto ‘Escola Vai ao Teatro’ realizado pelo próprio Teatro Manauara e apoiado pelo Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet.

A diretora da escola, Elizangela Brandão, destacou que ações como esta promovem o acesso à cultura para as crianças e tem retorno com o ganho pedagógico. De acordo com ela, o aprendizado de forma lúdica torna a aula mais prazerosa. “A proposta de trazer os alunos para prestigiarem atividades artísticas fora da escola ajuda a contextualizar o conteúdo de diversas áreas do conhecimento. As artes cênicas são usadas como recurso didático e pedagógico”, afirmou.

O estudante Allan Pontes, 9, disse que esta foi a primeira ida dele ao teatro e achou interessante, porque conseguiu aprender de uma forma divertida. Ele falou, ainda, que pedirá aos pais para o levarem ao teatro mais vezes. “Eu gostei muito da peça. Eu aprendi que quando a gente é criança a gente pode aproveitar muito. Eu quero ser criança para sempre”.

Para a estudante Letícia Macedo, 8, a ida ao teatro também serviu para estimular o sonho de ser artista quando crescer. “Quero ser artista, fazer cinema ou teatro”.

 

O Projeto

O ‘Escola Vai ao Teatro’ funciona há dois anos e viabiliza o acesso de alunos de escolas públicas ao teatro, formando novas plateias e fomentando o desenvolvimento cultural da cidade de Manaus, conforme a produtora do Teatro Manauara, Carolina Bim. A produtora destacou, ainda, que foram escolhidos temas relevantes para a educação, formação e desenvolvimento dos alunos da rede pública de Manaus. “Esse projeto é voltado só para as escolas municipais e estaduais, porque sabemos que muitas dessas crianças não teriam condições de estar no teatro. A ideia é conseguir fazer o casamento entre escola e teatro, que normalmente é muito difícil de acontecer”, explicou.

 

TEXTO: Thiago Botelho

FOTOS: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/98842-1188

Semed participa da campanha do “Ano do Sauim-de-Coleira”

terça-feira, março 10th, 2015

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) participou, no período de 3 a 5 de março, da campanha de lançamento do “Ano do Sauim-de-Coleira”, no Teatro Direcional do Manauara Shopping, zona Centro-Sul da cidade.

O evento foi uma realização do Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão ligado ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis.

Na oportunidade, o assessor da educação ambiental da Semed, André Soledade, foi o palestrante no último dia do evento com o tema “A questão ambiental e o Sauim-de-Coleira no contexto das escolas municipais de Manaus”

De acordo com André Soledade, a secretaria contribui, ajuda e conscientiza sobre o risco de extinção Sauim-de-Coleira, por meio de ações, programas e projetos desenvolvidos na rede de ensino.

“A Semed trabalha a questão da biodiversidade de forma interdisciplinar em nosso currículo. Isso ocorre tanto do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, consta lá a preservação da biodiversidade, entre as quais o Sauim-de-Coleira. As escolas trabalhando a defesa do meio ambiente ajudam de forma direta ou indireta com essa questão do animal que está em risco de extinção”, concluiu.

A Semed, amparada pela Lei da Educação Ambiental, 9.795/99 em seu art. 5º, II, sugeriu levar tais informações a todas as escolas da rede municipal de ensino e estimular o desenvolvimento da temática no planejamento escolar.

O encontro teve o objetivo de chamar a atenção da sociedade, sensibilizar para as ameaças à espécie e à necessidade de agirmos para evitar a sua extinção. No ano de 2015, foi decretado como sendo o Ano do Sauim-de-Coleira.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Divulgação/ André Soledade

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação (Semed)

(92) 3632-2054

 

Semed abre Processo Seletivo Interno para criar banco de gestores escolares

segunda-feira, março 9th, 2015

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizará um Processo Seletivo Interno destinado à composição de Banco de Gestores Escolares para o provimento da função de Diretor nas Unidades de Ensino da rede pública municipal de Manaus. O edital para a realização do processo de certificação foi publicado na edição 3603 do Diário Oficial do Município, de 6 de março.

A seleção faz parte do Programa Municipal de Certificação e Composição de Banco de Diretores para Unidades de Ensino da Rede Pública Municipal de Manaus (Procert) e é destinada a professores e pedagogos efetivos da Semed com experiência de, no mínimo, 3 anos em uma unidade escolar. O candidato deve ter graduação em Pedagogia e/ou outras licenciaturas; ter disponibilidade de tempo integral para possível empenho da função de diretor Escolar e não ter sofrido nenhum tipo de sanção administrativa  nos últimos dois anos, comprovado pela Comissão Interna junto aos setores competentes da Semed.

A seleção e o Processo de Certificação não se constituem em concurso público e, portanto, não assegura ao candidato direito à ocupação ou nomeação na função. Os aprovados irão compor o Banco de Gestores e devem assumir o cargo apenas quando houver vacância. A partir da criação do Banco de Gestores, só poderá assumir o respectivo cargo aqueles servidores que obtiverem a certificação. Os servidores que já exercem a função não perderão o cargo.

“Só vai assumir o cargo quem tiver o perfil de diretor escolar, quem passar pelo processo. Quem já está na rede atuando como gestor vai continuar na função”, destacou o presidente do Procert, Ednelson de Souza, destacando, no entanto, que é importante para quem já está como gestor fazer a inscrição e participar do processo e garantir sua qualificação como gestor certificado além de passar pelas formações contínuas. “Atualmente, não há gestor certificado no quadro da Semed, estamos implantando esta forma de escolha para valorizar aqueles que têm interesse de se tornar gestor e possam comprovar a capacidade para exercer a função”, informou Souza.

O presidente explicou ainda que a ideia de formatar um Banco de gestores na Semed atende a uma necessidade antiga e vem ao encontro do que está sendo praticado em várias cidades brasileiras.

“É necessário que exista um processo estruturado na escolha de diretor, uma vez que essa é uma função primordial para a educação”, justificou. Segundo Souza, a Semed montou uma equipe para ver como a escolha de gestores escolares ocorria no resto do País, tanto na rede municipal quanto na estadual. Ao final, chegou-se ao consenso da certificação e criação do banco de gestores para que a escolha seja a mais qualitativa possível. “Este processo vai democratizar o acesso para quem quiser ser gestor, pois todos poderão participar, exceto os que ainda estão em estagio probatório”, relatou.

As inscrições poderão ser realizadas do dia 23 a 27 de março no site da Semed (semed.manaus.am.gov.br), no link do Procert. O processo está dividido em cinco fases de caráter eliminatório e classificatório: 1ª Fase- Prova Objetiva e Conhecimentos Específicos; 2ª Fase – Avaliação de Perfil; 3ª Fase – Analise de Currículo; 4ª Fase – Programa de Formação e 5ª Fase – Resultado Final com homologação do banco de dados.

A data da prova está marcada para o dia 26 de abril. Os locais e horários das provas serão divulgados no dia 17 de abril também pelo site da Semed.

 

Texto: João Pedro Figueiredo

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

 

Semed descentraliza atendimentos do Serviço Social

segunda-feira, março 9th, 2015

Desde outubro do ano passado, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) descentralizou o atendimento da Gerência de Desenvolvimento do Servidor/Serviço Social (GDS). Agora, os funcionários não precisam mais se deslocar até a sede da Semed para serem atendidos, uma vez que foram montados núcleos do serviço social dentro das Divisões Distritais Zonais (DDZs). A estratégia é para desafogar a grande demanda do setor na secretaria e também otimizar o atendimento dos profissionais do magistério.

“Muitos servidores vinham da zona leste para serem atendidos aqui na sede da Semed (zona centro-sul). Com um núcleo dentro da DDZ, ele fica mais perto de sua escola para ser atendido, otimizando tempo de deslocamento. Hoje, nós temos aproximadamente 16 mil servidores e a demanda estava muito grande aqui na sede”, explicou Lúcia Regina Silva, chefe do Serviço Social da Semed, lembrando que o núcleo nas DDZs são aptos a realizar todos os trâmites feitos no setor da sede.

 

“Em cada DDZ, temos duas assistentes sociais e o atendimento funciona em horário comercial. Todos os atendimentos, como: licença médica, readaptação de função, licença maternidade, entre outros são feitos lá também, logo, queremos que os servidores procurem os núcleos. A ideia é que a sede atenda somente os funcionários daqui e da (subsecretaria) Logística. Não vamos nos negar a atender ninguém, é claro, mas o interessante é que eles procurem os núcleos nas DDZs”, concluiu.

Dia das mulheres

Ainda em comemoração ao dia internacional da mulher, a Gerência de Desenvolvimento do Servidor (GDS)/Serviço Social realiza, na próxima quinta-feira, 12, uma palestra voltada para o universo feminino na sede da Divisão Distrital Zonal Norte (DDZ3). O evento está sendo realizado em parceria entre a GDS e a DDZ.

 

Texto: Thiago Botelho

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

 

Professores da Semed lançam livro ‘Álgebra e Geometria: Uma conexão possível’

sexta-feira, março 6th, 2015

Foi realizada nesta sexta-feira, 6, a cerimônia de lançamento do livro ‘Álgebra e Geometria: Uma conexão possível’. O livro foi escrito por dois servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed), o professor Mestre em ensino de Ciências, José Alcântara Filho, e a Mestre em Educação Matemática, Selma Oliveira. O evento foi realizado no auditório da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM).

O livro, com 128 páginas divididas em quatro capítulos, tem como objetivo orientar os professores a trabalhar as disciplinas de álgebra e geometria juntas. A ideia surgiu depois que os autores identificaram a dificuldade dos docentes em trabalhar as disciplinas em conjunto, como destacou a autora Selma Oliveira.

“A ideia do livro surgiu em meados de 2006, quando realizamos uma formação com a mesma temática do livro e percebemos que muitos professores não tinham muito êxito com os alunos, porque tinham dificuldades em alguns tópicos da álgebra. No início, a matemática era geométrica, depois foram criando outras ramificações, mas a álgebra explica a geometria e vice e versa, por isso tem que haver uma conexão para tornar a aprendizagem do aluno mais produtiva”, informou.

Segundo José Alcântara, o livro é voltado para professores, mas pode ser aproveitado por alunos do 8º ano do Ensino Fundamental ao 1º período do Ensino Superior.

“O livro está dividido em quatro capítulos começando com um breve histórico da geometria, depois tem o histórico da álgebra, passamos por uma avaliação da situação do ensino da geometria no Brasil e finalizamos com sugestões metodológicas. Essas propostas metodológicas são para orientar o professor em como trabalhar em sala de aula as duas disciplinas conectadas”, relatou o autor.

Professora de matemática com experiência com alunos do Ensino Médio, Meng Huey Hsu, acredita que o livro pode sim facilitar o ensinamento do professor e a aprendizagem do aluno.

“O professor trabalha as disciplinas separadamente e, na minha experiência, trabalhar álgebra e geometria juntas facilita o aprendizado do aluno. Com o livro voltado para alunos mais avançados, acredito que pode ser muito útil para o aprendizado”, contou.

O livro, lançado pela editoria Valer, pode ser adquirido na livraria com o mesmo nome.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Rodemarques Abreu

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Projeto Coletivos Educadores inicia turma formada por servidores da Semed

sexta-feira, março 6th, 2015

O Projeto Coletivos Educadores desenvolvido pelo Ministério do Meio Ambiente, tendo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) como proponente em Manaus, está capacitando os servidores e voluntários que atuam nas quatro Ocas do Conhecimento administradas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) e por parceiros.

 

As Ocas são espaços informais de educação ambiental construídos por infratores ambientais por determinação da Vara Especializada do Meio Ambiente e de Questões Agrárias (Vemaqa), do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

 

As atividades da turma, com aproximadamente 15 integrantes, tiveram início nesta sexta-feira, 6, com técnicos da Semmas repassado informações sobre a legislação ambiental de áreas protegidas, unidades de conservação e de áreas verdes. Até o fim deste mês, haverá aulas sobre cidadania e meio ambiente, fiscalização ambiental, termo de ajustamento de conduta, dados relevantes do aterro sanitário, realidade e perspectivas sobre resíduos sólidos e mudanças climáticas.

 

Além da Semmas, as aulas são ministradas por técnicos da Vemaqa, Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) e Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. No mês de abril, os participantes desenvolverão projetos de educação ambiental nas Ocas onde atuam. A estimativa é atingir um público de pelo menos mil pessoas. Se os projetos forem bem desenvolvidos, os participantes receberão certificados.

 

“As Ocas estão inseridas próximas de áreas verdes e esse é o público que queremos atingir e, assim, conscientizá-los para preservarem essas áreas”, disse Alessandro Sampaio, técnico da Divisão de Educação Ambiental da Semmas.

 

As Acas da Semed estão localizadas na comunidade Cidade do Leste, no bairro Grande Vitória, outra no Nova Cidade, na zona Norte, a terceira está localizada na comunidade Bela Vista, no bairro Puraquequara, zona Leste, e a quarta está localizada no Centro de Instrução de Guerra da Selva (Cigs), no São Jorge, zona Oeste. Esta última tem gestão compartilhada com o Cigs.

 

“Precisamos nos atualizar para melhorar o trabalho que desenvolvemos junto à comunidade onde estamos inseridos”,avaliou Gina Gama, coordenadora geral das Ocas da Semed.

 

TEXTO: Cleidimar Pedroso

FOTOS: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Violência doméstica é tema de palestra em escola municipal

sexta-feira, março 6th, 2015

Para marcar o Dia Internacional da Mulher, comemorado no próximo domingo (8 de março), a Divisão Distrital Zonal (DDZ) 4, realizou a palestra “Violência doméstica”, com a participação das gestoras, servidoras e, também, do público masculino das escolas municipais. O encontro ocorreu na manhã desta sexta-feira, 6, no auditório da Escola Municipal Raimundo Teodoro Bontinelly Assumpção, localizada no Riacho Doce II – Cidade Nova, zona Norte.

O evento teve a proposta de dinamizar e massificar as informações sobre o combate à violência contra a mulher. Para a chefe da DDZ 4, Valéria Marreiro, é importante que as orientações sejam socializadas para as outras pessoas que trabalham nas escolas. “É fundamental que as diretoras tenham as informações para a melhoria do convívio no geral”, disse.

Em parceria com o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), a divisão convidou a assistente social Hizolda Gabriela Reis da Cunha, do 1º Juizado Especializado no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. Segundo ela, a palestra tem como base o projeto “Maria vai à escola”, que destaca a lei Maria da Penha na rede pública de ensino.

“É um tema contemporâneo que vem sendo disseminado há muito tempo, no qual temos esse trabalho de enfrentamento da violência doméstica e familiar. O projeto seria direcionado aos alunos, mas hoje nós estamos socializando essas informações com essas educadoras”, disse, lembrando que no período de 9 a 13 de março será realizado a campanha nacional de violência e enfrentamento contra a mulher.

A Escola Municipal Irmã Zenir de Castro Alves, na Cidade Nova, tem a curiosidade de ter no seu quadro funcional 29 servidores, sendo todas mulheres, contou a gestora da unidade, Eliane Bizantino Américo de Assis.

“Dentro desse tema nós vamos levar todo material para trabalhar com os alunos de forma mais aprofundada. Nós só podemos alcançar as famílias deles com essas informações mediante as reuniões com os pais, mas sempre tendo uma pessoa especializada para trabalhar dentro da escola”, completou.

Ao final da palestra, as participantes ganharam um broche e houve sorteios de brindes.

 

TEXTO: Paulo Rogério Veiga

FOTOS: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Professores de educação física recebem instruções para atuação nas escolas

sexta-feira, março 6th, 2015

Para passar instruções acerca da avaliação do Índice de Massa Corporal (IMC) dos alunos e sobre como irá funcionar a HTP (Hora de Trabalho Pedagógico), a Divisão Distrital Zonal (DDZ) Centro-Sul reuniu nesta sexta-feira, 6, com os mais de 60 professores de educação física de 54 unidades de ensino para repassar as diretrizes de atuação nestes pontos durante o ano letivo de 2015.

De acordo com a assessora de educação física da DDZ Centro-Sul, Ana Paula Menta, a reunião é uma ferramenta para qualificar as ações do educador físico no ambiente escolar e, também, para dar um padrão às aulas desta disciplina.

“Essa reunião é para orientar o profissional de educação física a fim de que realize um bom trabalho na escola e para que as aulas fiquem dinâmicas e atraentes para os alunos. Orientamos para que todo mundo trabalhe da mesma maneira, tanto do 1º ao 5º quanto do 6º ao 9º ano. Essa é a primeira reunião de 2015. Aqui eles entenderam os procedimentos para o IMC (Índice de Massa Corporal), que são compilados e enviados para a avaliação da Divisão de Ensino Fundamental (DEF)”, explicou. As reuniões acontecerão mensalmente.

Ênio Queiroz leciona para 240 alunos na Escola Municipal São Benedito, no bairro Cidade de Deus, e acredita que é necessário ter um norte a ser seguido, uma vez que há uma gama de maneiras de trabalhar a disciplina. Para ele, a reunião é um momento de troca de experiências com os colegas.

“Entendi como trabalhar a parte pedagógica e como trabalhar a educação física alinhada com o IMC (Índice de Massa Corporal). Essas reuniões são importantes porque somos ouvidos. Aqui expomos nossas dificuldades e conseguimos discutir soluções para o nosso trabalho”, afirmou.

Com experiência em aulas de academia e treinamento funcional, Rute Guimarães terá a primeira experiência com educação física em escolas. O encontro, segundo ela, serviu para entender melhor a prática do ensino e, também, para socializar com os colegas de profissão.

“Eu tenho sete turmas de 38 alunos e essa reunião foi de suma importância para eu entender melhor o ambiente escolar, já que a educação física na escola tem uma maneira especifica de trabalho”, disse.

“Aqui, também, foi uma oportunidade para trocar experiência com os mais antigos da Semed. Eu cheguei agora e quero aprender”, concluiu.

Texto: Thiago Botelho

Fotos: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Educadores de 21 escolas municipais participam de encontro para a implantação de programas

quinta-feira, março 5th, 2015

Com a proposta de orientar na implantação dos programas Se Liga e Acelera Brasil do Instituto Ayrton Senna (IAS), a Divisão Distrital Zonal Norte (DDZ3) da Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou, na manhã desta quinta-feira, 5, uma reunião com as 21 escolas municipais da zonal, incluídas nos programas. Nessas unidades, cinco mil alunos serão atendidos.

O evento reuniu gestores, pedagogos, secretários, assessores e tutores do IAS, no auditório da Escola Municipal Engenheiro João Braga, localizada no Manoa, zona Norte.

O Se Liga é destinado aos estudantes não alfabetizados e com maior distorção idade-série. Já o Acelera Brasil atende o público escolar alfabetizado e com maior distorção idade-série. E a partir do dia 23 de março iniciam as aulas com os livros didáticos e paradidáticos do IAS. No Se Liga, serão disponibilizados dois livros e no Acelera Brasil, seis. Por isso, a DDZ 3 realizou o evento de orientação.

“Nesse momento, estamos oferecendo esclarecimentos sobre o funcionamento dos programas para um melhor desenvolvimento na zona Norte. Os tutores dos programas vão estar em sala de aula para fazer o acompanhamento dos trabalhos”, disse a coordenadora do IAS na DDZ 3, Nádia Nice, lembrando que todas as sextas-feiras haverá uma reunião para análise dos relatórios.

No total, os dois programas terão oito tutores, que passaram por uma formação com técnicos do IAS, na primeira quinzena de fevereiro, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), da Semed. A tutora do Acelera Brasil da divisão, Jucielma Sena, explicou a importância do evento.

“Estamos fazendo o levantamento diagnóstico do que precisa ser melhorado e adequando as turmas, conforme o perfil do aluno em que o programa exige. Nosso trabalho será, junto com professores e alunos, o de observar o andamento dos programas”, finalizou, ao salientar que os professores estão fazendo uma espécie de preparação dos alunos.

A Escola Municipal Elizabeth Beltrão, no Santa Etelvina, será uma das unidades beneficiadas com os dois programas. Com o Acelera Brasil, a escola atenderá cerca de 43 alunos com distorção idade-série. Para a diretora, Marcileia Nepomuceno, a implantação veio para somar no processo de ensino aprendizagem.

“Nós acreditamos que é uma ferramenta que vai conseguir esse índice de distorção da idade-série no município de Manaus. São todos alunos alfabetizados, mas precisamos corrigir essa distorção. O Instituto Ayrton Senna é muito sério e esses dois programas chegam em um momento oportuno”, concluiu.

A partir do dia 23 de março, iniciam as aulas com os livros didáticos e paradidáticos do IAS. No programa Se Liga serão disponibilizados dois livros e no Acelera Brasil, seis. Os professores e tutores receberam um kit com material didático e mais duas camisas dos programas.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Cleomir Santos

Servidora da Semed é homenageada pelo Dia da Mulher na Aleam

quinta-feira, março 5th, 2015

A professora Maria Eliana Mendes Hayden, servidora da Secretaria Municipal de Educação (Semed) foi uma das homenageadas no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) nesta quinta-feira, 5.

 

A homenagem às mulheres que realizam trabalhos relevantes para o Estado foi proposta por deputados estaduais. A professora Maria Hayden está na Semed há 25 anos e faz parte da Gerência de Ações Complementares e Programas Especiais/PAIR.

 

“É uma forma de valorizar as mulheres, de enxergar o papel que ela tem na sociedade, por meio do trabalho que ela executa. Nós fazemos um trabalho de relevância em Manaus, por meio da Semed, nós coordenamos um programa de prevenção e enfrentamento a violência sexual há 13 anos na secretaria, além de realizar o trabalho de cultura e paz. É importante destacar que este é um trabalho coletivo, que só acontece porque temos a participação de toda a equipe, desde o secretario até o servidor que está na ponta executando os programas. Estou hoje aqui representando a minha equipe e as mulheres da Semed”, relatou.

 

Um dos autores da homenagem, o deputado Sinésio Campos ressaltou o reconhecimento ao trabalho exercido pelas mulheres em todo país.

 

“Antigamente as mulheres eram tratadas em terceiro plano, mas suas conquistas no decorrer do tempo até os dias de hoje merecem nosso respeito e a atenção dos órgãos públicos. Hoje a mulher ocupa desde o maior cargo no Brasil sem perder o brilho. Sugerimos esta homenagem para que este dia internacional da mulher, comemorado no dia 8, não caia no esquecimento e que o trabalho realizado por estas mulheres homenageadas aqui hoje seja valorizado”, informou.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

 

FOTOS: Cleomir Santos