Archive for the ‘noticias’ Category

Cmei Dalvina Martins realiza Auto do Natal Amazônico

quarta-feira, dezembro 17th, 2014

Cerca de 100 crianças do turno matutino do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Dalvina do Nascimento Martins, na Colônia Santo Antônio, participaram da apresentação do Natal Amazônico, na manhã desta quarta-feira, 17. O evento marcou também o encerramento do ano letivo e ocorreu na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, na Avenida Max Teixeira, zona Norte da cidade.

A apresentação teve como base o trabalho do grupo Imbaúba do poeta Celdo Braga. A meta foi valorizar o regional sem perder a essência da história do nascimento de Jesus Cristo. Com apoio pedagógico de sete professoras, o Natal Amazônico envolveu um total de 270 crianças da escola, na faixa etária de 4 e 5 anos. “É uma atividade com música, movimento, mensagens de solidariedade e fraternidade”, explicou a diretora do Cmei, Manoeliza Nascimento.

A professora Alessandra Braga foi uma das educadoras que trabalhou com as crianças nos ensaios. “As crianças participam com muito gosto. Natal não é só brinquedo ou a figura do papai Noel, mas o renascimento e renovação de todos nós”, destacou.

O radialista Rodrigo Lopes de Oliveira, 30, foi o apresentador da peça das crianças. Pai do aluno do 1º período, Murilo Nunes, 5, ele comentou que viu muitos alunos e pais satisfeitos com a apresentação e,  principalmente, com o aprendizado da verdadeira mensagem do Natal. “É um momento maravilhoso. Não só para mim, mas para todos os pais. Meu filho foi um dos que subiram no palco”, disse.

Os alunos do turno vespertino vão fazer sua apresentação do Natal Amazônico, agora a tarde, na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Lton Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188

Alunos do Cmei Coração de Jesus apresentam projeto “Contos que Encantam”

quarta-feira, dezembro 17th, 2014

Com o tema ‘Uma Noite de Natal’, alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Coração de Jesus, localizado no bairro Morro da Liberdade, zona Sul, se apresentaram para os pais, nesta quarta-feira, 17, durante o projeto “Contos que Encantam”.

As 16 turmas apresentaram sete contos voltados para o Natal, além do coral da escola. De acordo a gestora Madalena Lobo, o projeto busca desenvolver expressões corporais e outros aspectos para o beneficio dos alunos.

“Os contos apresentados são clássicos de Natal, eles trabalham a educação infantil de um modo que possa ser desenvolvido a linguagem oral, a expressão corporal, a música, o movimento, a literatura, tudo isso que vai fazer parte do currículo da criança para o futuro. Eles desenvolveram, com a ajuda de cada professor, dramatizações e as músicas. Nós trabalhamos com oito crianças especiais, que apesar de ter uma atenção maior, participaram de todo o projeto, que começa a ser ensaiado desde o mês de outubro”, informou.

Nirlandia dos Santos Barros, mãe do aluno Francisco Pietro, destacou o bom trabalho da escola e a importância do projeto para os alunos.

“Eu vejo de uma forma muito positiva a realização desses projetos, pois os alunos aprendem a se relacionar melhor com as pessoas, aprendem a se entrosar. Inclusive meu filho, que é cadeirante, mas em nenhum momento ele se sente excluído por alguém da escola, porque todos os projetos ele participa e sempre eu venho acompanhar. Percebo que ele se sente mais feliz e eu até me emociono, pois é uma ótima ação da escola que nós esperamos de todas as pessoas”, relatou.

Os contos apresentados nos turnos matutinos foram “O Presente do Pinheirinho”, “O Pequeno Pai Natal”, “Estrelinha Mágica” e “A Noite de Natal”. Pelo turno vespertino foram apresentados os contos “O Burrinho Cinzento”, “Os Enfeites de Natal” e “A Quase Fada – Conta um Conto de Natal”. O encerramento foi feito pelo Coral Canarinho de Jesus, o coral oficial dos alunos do Cmei.

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Rodemarques Abreu

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188

Divisão Centro Sul trabalha cultura afro-brasileira e indígena em sua 1ª Mostra de Artes de Cmeis

terça-feira, dezembro 16th, 2014

Os Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) da Divisão Distrital Zona Centro Sul, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizaram uma mostra de dança que abordou as culturas afro-brasileira e indígena, nesta terça-feira, 16. A 1º Mostra de Artes dos Cmeis da DDZ Centro Sul envolveu 120 alunos de 16 unidades de ensino da divisão.

A mostra foi realizada no auditório da Escola Municipal Raimundo Teodoro Bontinelly Assumpção, localizada no bairro Riacho Doce 2, zona Norte. Apresentação de danças, lendas e culinária , além de exposições de cartazes fizeram parte da programação da Mostra.

As leis 11.645/08 e a 10.639/2003 tornam obrigatório o ensino dessas culturas todas as esferas e níveis de ensino. “Objetivo desta mostra é trabalhar com nossos os alunos de forma lúdica e diferenciada as leis vigentes que tratam sobre a cultura afro-brasileira. Queríamos fazer um link entre a nossa cultura e a afro. O evento também marca o encerramento das atividades dos Cmeis e visa sensibilizar o lado artístico das crianças, além de dar visibilidade aos trabalhos desenvolvidos pelas escolas por meio das apresentações e dos panéis”, explicou a assessora de diversidade da Divisão Centro Sul, Maria Solange Oliveira.

O Cmei Magnólia Frota trabalhou a culinária. A gestora da unidade, Lorena de Castro, disse que eventos como este são importantes para o desenvolvimento do aprendizado dos alunos. “Essas atividades permitem que os alunos entendam com mais facilidade determinados assuntos. Além disso, trabalha a questão da oralidade, do raciocínio lógico, a coordenação motora, a psicomotricidade e seu lado artístico, ou seja, é muito importante para desenvolvimento deles”, descreveu a gestora.

“Acredito que todas as iniciativas que visem conscientizar e respeitar pessoas negras e indígenas são válidas, porque, ainda, há muito racismo e falta de conhecimento por parte de algumas pessoas”, disse a avó da aluna Andreza Isabelly, do Cmei Padre Cláudio Dalbon, a dona de casa Rejane Martins

No fim da Mostra foi entregue certificados aos participantes.

 

TEXTO: Emerson Felipe

FOTO: Cleomir Santos/Semed

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188

Escola municipal premia alunos e professores que se destacaram em biblioteca

terça-feira, dezembro 16th, 2014

Como forma de reconhecer pessoas que se destacaram no apoio e promoção da Biblioteca Polo Luiz Bacelar no ano de 2014, a Escola Municipal Izabel Angarita, no conjunto Atílio Andreazza, bairro Japiim, zona Sul, realizou, na manhã desta terça-feira, 16, a solenidade de entrega do prêmio “Amigo da Biblioteca”.

A premiação ocorreu nas categorias professor, aluno e personalidades, homenageando os responsáveis pela Gerência de Atividade Complementares e Programas Especiais (Gacpe) da Secretaria Municipal de Educação (Semed), educadoras da Divisão Distrital Zonal (DDZ) 1, além de professores e alunos da unidade de ensino.

“O principal foco é homenagear as pessoas que usam a biblioteca assiduamente. Dessa forma, queremos estimular as outras pessoas da comunidade escolar a frequentarem melhor a biblioteca polo, que é diferenciada e precisa ser utilizada da melhor maneira possível. É importante que os alunos estejam presentes para ler e ter mais conhecimento”, comentou o diretor da escola, Jovam Melo.

Com acervo de seis mil livros, entre literatura infantil e amazonense, revistas, mapas, dicionários, enciclopédias, gibiteca (projeto quadrinhos na escola), entre outros, além de acesso à internet, a biblioteca atende alunos e comunitários.

“O prêmio é um sonho que se concretizou de incentivo à biblioteca escolar, dentro do cotidiano da comunidade, da escola e dos alunos. Além disso, estamos reconhecendo as pessoas que se empenharam e se dedicaram no fomento desse local de pesquisa e estudo”, destacou o bibliotecário Moisés da Silva.

Uma das homenageadas com o prêmio, a aluna do 3º ano matutino, Giovanna Massulo da Silva, 8, ficou feliz pela lembrança. Ela confessou ser apaixonada por livros e pela leitura.

“Sempre frequentei a biblioteca, porque gosto de ler. Desde os dois anos eu pratico a leitura e a experiência de estar em uma biblioteca é muito boa. Não tem comparação e é muito legal”, disse.

 

TEXTO: Paulo Rogério Veiga

FOTOS: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188

Escola municipal encerra ano letivo com cantata de Natal regionalizada

terça-feira, dezembro 16th, 2014

Os alunos da Escola Municipal Jornalista Sabá Raposo regionalizaram o auto de Natal. Nesta terça-feira, 16, para contar a história do nascimento de Jesus, o Oriente Médio deu lugar à floresta amazônica, os reis magos deram lugar aos caboclos ribeirinhos e ao invés de estábulo e manjedoura, Maria deu a luz em um tapiri.  A atividade marcou o encerramento do ano letivo da unidade localizada no Conjunto Manoa, zona Norte.

O auditório da escola se transformou em um teatro. O cenário inseria os presentes no contexto regional, com araras, tucanos, papagaios, cobras e o Rio Amazonas, tudo montado para compor a peça que teve a atuação de 150 alunos do 1º e 2º do ensino fundamental.

A história do nascimento de Cristo não fugiu à mensagem contida na Bíblia, apenas mudou a localidade e alguns elementos. Maria e José foram realizar o recenseamento demográfico em outra cidade, mas neste contexto utilizaram a canoa como meio de transporte. Os reis magos foram guiados por aves e os presentes entregues ao menino foram: cacau, farinha e peixe. O Rei Herodes, que mandou matar Jesus, aqui era um curupira, figura folclórica da mata conhecido por ter os pés virados para trás.

O enredo regionalizado, de acordo com a diretora da escola, Fanny de Oliveira, teve o intuito de homenagear o poeta e escritor Celdo Braga. Inclusive todas as canções cantadas pelo coral são de autoria do artista amazonense e fazem parte do CD do Grupo Imbaúba.

“A ideia foi mesmo regionalizar a história do Natal e fazer uma homenagem ao Celdo Braga. Mostramos como se Jesus tivesse nascido aqui em nossa região amazônica. Todas as nossas atividades este ano foram para valorizar nossa região e nossa cultura. Dessa forma, pensamos em fazer assim também com o Natal, no nascimento de Jesus”, explicou.

Os pais prestigiaram o evento e disputavam espaço para tirarem fotos e filmarem seus filhos durante a apresentação. A assistente social Elen dos Santos, mãe do aluno Gustavo dos Santos, de sete anos, registrou todos os 45 minutos da peça e ficou emocionada com o que viu.

“Eu achei a história muito bonita. Eles misturaram um pouco de menino Jesus com Jesus caboclo. Foi um encanto. Eu achei lindo. Para mim, em especial, foi gratificante e ao mesmo tempo emocionante ver meu filho participando”, afirmou. “Eu gostei pelo fato de as crianças poderem conhecer a nossa cultura, a cultura da Amazônia”, acrescentou.

A vendedora Rosilene da Silva, mãe de Ruan da Silva, de sete anos, que na peça fez o pescador, afirmou que nunca tinha vista um Natal encenado e comemorado desta maneira.  “Já vi várias cantatas de Natal, mas Natal amazônico foi a primeira vez e confesso que achei muito interessante e bonito. Foi tudo muito criativo”, disse.

Cenário

O cenário montado no auditório da escola, as roupas e objetos usados foram produzidos pelos alunos com materiais recicláveis. O idealizador e executor foi o professor Willys Siqueira. Ele conta que os pais levaram para a escola isopor, garrafas pet, papelão e que com esse material que vivaria lixo, foi possível criar cada detalhe da decoração.

“A ideia de fazer a cantata regional partiu dos professores e a partir do tema nós desenvolvemos a confecção do cenário. Eu tive muito apoio dos pais nesse momento e em 15 dias conseguimos concluir tudo. Com certeza, o esforço valeu à pena. Ficou tudo muito lindo e os pais adoraram”, comemorou.

 

TEXTO: THIAGO BOTELHO

FOTOS: CLEOMIR SANTOS/Semed

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188

Cmei Dilsen Alves apresenta o nascimento de Jesus em Cantata de Natal

terça-feira, dezembro 16th, 2014

Com o tema “A Alegria do Natal”, o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Dilsen Alves, localizado no bairro do Coroado, realizou nesta segunda-feira, 15, a Cantata de Natal, que apresentou o nascimento de Jesus por meio de coral, dramatizações e coreografias. A festa reuniu cerca de 400 pessoas, entre pais, responsáveis, educadores e comunitários.

“A cantata já faz parte do calendário do Cmei desde 2005. Este ano estamos realizando a 9ª edição. Esta atividade marca uma das ações realizadas durante o 4º bimestre e o encerramento de nossas atividades. Ela tem como objetivo celebrar o Natal e, principalmente, mostrar o verdadeiro sentido da festa natalina, que é o nascimento de Jesus Cristo”, explicou a gestora do Cmei, Ádria Marinho.

Ainda segundo Ádria a atividade permitiu que as pessoas conhecessem mais sobre nascimento de Jesus.  “A cantata é um espetáculo de dramatização cantado. Nela é apresentado de forma teatral o nascimento de Jesus, a  aceitação de José na concepção Jesus, a anunciação do anjo Gabriel, a dificuldade que José e Maria tiveram para encontrar um lugar para Jesus nascer, os reis magos, ou seja, os principais os personagens e momentos que fizeram parte do nascimento de Jesus, como José, seu pai adotivo, Maria, sua mãe, o anjo Gabriel que anunciou sua vinda, os pastores e reis magos”, destacou.

O ápice do evento foi a  apresentação do coral, composto por 185 alunos de 4 e 5 anos, que apresentou por meio de canções natalina,s a trajetória do nascimento de Jesus. Durante a cantata, também  foi passado um vídeo, onde foram demonstradas as principais atividades desenvolvidas pelo Cmei  durante ano letivo de 2014. Além disso,  foi feita homenagem  a uma ex-funcionária da unidade, como também aos alunos do 2º período que no próximo ano estarão cursando o 1º do Ensino Fundamental. Ainda na decorrer da cantata, foi apresentada uma coreografia de balé por nove alunos da escola. Toda a programação levou cerca de uma hora de duração.

Para Valeria Martins, mãe de Juliana Martins Macedo, a atividade é uma forma de apresentar o nascimento de Jesus de forma diferente.  “Assisto estas cantatas desde o início, mas a cada ano é uma emoção diferente, porque há cada ano o evento traz coisas novas que nos impressionam. O figurino, os temas abordados, até mesmo a programação”, mencionou a mãe.

 

 

Texto: Emerson Felipe

Fotos: Rodemarques Abreu

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188

Parceria entre Prefeitura e Eletrobrás Amazonas Energia pretende diminuir consumo de energia elétrica em escolas municipais

terça-feira, dezembro 16th, 2014

A partir de janeiro de 2015, 13 escolas da rede municipal de ensino devem receber um projeto piloto com base na eficiência energética, que tem como objetivo diminuir o consumo de energia elétrica nas escolas e levar conscientização de sustentabilidade para os moradores vizinhos às unidades de ensino. Os trâmites para a realização do projeto estão em fase final e fazem parte de uma parceria entre a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) com a Eletrobrás Amazonas Energia.

De acordo com a gerente de projetos da Semed, Cristiane Aguiar, que participou de uma reunião com representantes da concessionária de energia, no final da tarde desta segunda-feira, 15, na sede da empresa, o projeto piloto contempla 13 escolas que devem receber a troca de ar condicionado de janela por split, além da troca de lâmpadas comuns por lâmpadas de led.

“O objetivo é diminuir o consumo de energia nas escolas e que os alunos levem esse nível de sustentabilidade para casa, para que também haja essa redução de consumo. Serão retirados os condicionadores de ar ditos de janela, que serão substituídos por splits, além das lâmpadas de led que devem contribuir para a redução de consumo. A expectativa é que o projeto dê certo e que se estenda para toda a rede municipal de ensino”, informou.

A previsão é que a parceria seja assinada em janeiro e que os trabalhos de instalação dos aparelhos comecem de imediato após a assinatura. Ao todo, serão substituídos 449 condicionadores de ar, 4.682 lâmpadas de led e 2.241 reatores. O investimento da Eletrobrás Amazonas Energia gira em torno de R$ 1,5 milhão. Serão feitas medições do consumo de energia antes, durante e depois da implantação do projeto para comprovar a redução do consumo de energia, destacando a importância da conscientização de todos que frequentam a escola.

As 13 escolas municipais contempladas com o projeto piloto são: André Vidal de Araújo; Professor Érico Pereira de Souza; Nova Vida; Leonor Uchoa de Amorim; Doutor Olavo Neves; Jornalista Sabá Raposo; Professora Marly Garganta; Lírio do Vale; Waldir Garcia; Professor Moisés de França Viana; Professor Thermistocles Gadelha; Helena Augusta Waltcott e Professor Agenor Ferreira Lima.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Cleomir Santos 

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188

Cmei avança para próxima etapa do Programa Nacional de Educação Viária

terça-feira, dezembro 16th, 2014

A Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Paulo Herban Jacob, na Colônia Terra Nova, zona Norte, participou na última sexta-feira (12) da primeira fase do 9° Encontro Nacional do Programa Educação Viária é Vital, em São Paulo. O evento foi organizado pela Fundação Mapfre e reuniu projetos da temática do trânsito com instituições de ensino de todo País.

Com o objetivo de construir valores éticos e morais sobre a circulação e respeito ao espaço escolar com relação ao trânsito, a professora responsável pelo projeto, Marcya Gabryelle Freitas Santos, disse que as 334 crianças da escola são beneficiadas com a temática da educação para o trânsito. Segundo a educadora, a participação da escola na capital paulista foi uma experiência muito válida para construção da cidadania e educação das crianças.

“Foi muito importante à escola participar do encontro, porque vimos experiências de outros Estados e municípios do Brasil. Muitas atividades foram avaliadas por nós no evento, que serão absorvidas em relação a questão do trânsito. Foi muito bom tudo isso, porque nós trouxemos outras experiências para colocar em prática em nossa escola”, disse a professora, que teve 15 minutos para mostrar os objetivos, atividades e os resultados durante o desenvolvimento do projeto.

Aprendizado

Para Marcya Gabryelle, o fato de conhecer a metodologia de outros projetos executados em escolas públicas do País, servirá de modelo para implantar no Cmei Paulo Herban Jacob. Segundo ela, todo conhecimento adquirido será em prol do processo ensino e aprendizagem das crianças da escola.

“Nós percebemos que muitos Estados e municípios fazem parcerias com alguns órgãos, como por exemplo o Detran, que ajuda bastante na questão de palestras, sinalização próximo às escolas, enfim, a partir dessas ideias vamos fazer parcerias de um modo geral. Para o próximo ano, nós pretendemos expandir nosso projeto para alavancar mais ainda dentro da escola e da comunidade”.

Próxima etapa

A professora responsável pelo projeto revelou que a segunda etapa envolverá os alunos, mas também a comunidade em torno da escola. De acordo com a educadora, será uma fase mais ampla, que também alcançará os moradores.

“Essa nova fase vai envolver a comunidade em torno da escola, ou seja, não somente as crianças, mas os pais. Vamos fazer as parcerias para realizarem palestras com os pais e responsáveis sobre a questão do trânsito – comentou e afirmou que a escola já tem participação garantida na segunda fase do projeto em âmbito nacional no ano que vem.

A Fundação Mapfre tem como um de seus objetivos contribuir com a formação do cidadão, disseminando valores e cultura para a sociedade como um todo, apostando em iniciativas inovadoras.

 

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188

 

Semed entrega Prêmio Amigo da Biblioteca

terça-feira, dezembro 16th, 2014

A Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Escola Municipal Izabel Angarita, promoverá nesta terça-feira, 16, o ´Prêmio Amigo da Biblioteca´. Na ocasião, serão homenageadas pessoas que se destacaram no apoio e promoção da Biblioteca Polo Luiz Bacellar – que fica no prédio da unidade de ensino – durante o ano de 2014.
O prêmio será distribuído em três categorias: professor, aluno e personalidades. Assiduidade do professor e aluno às atividades da biblioteca é o critério analisado entre os que podem receber o prêmio.

Na categoria personalidade o item utilizado foi o trabalho desenvolvido em prol da biblioteca escolar. As coordenadoras das Bibliotecas das escolas do município, Loana
Portela e Silene Batista, serão homenageadas. “Fiquei muito lisonjeada com a lembrança que a escola teve com o meu nome. É um reconhecimento do trabalho que nós estamos desenvolvendo dentre da Gacpe (Gerência de Atividade Complementares e Programas Especiais) pelo bem estar das nossas bibliotecas e alunos”, disse Portela.
De acordo com o bibliotecário Moises Cabete, organizador do evento, a ideia é incentivar o uso da biblioteca escolar e reconhecer quem a fomenta. “Vamos premiar o professor que mais utilizou o serviço da biblioteca e o aluno que mais emprestou livros. As personalidades são pessoas que de alguma forma ajudaram no fomento da biblioteca. Será entregue troféus e certificados aos premiados. O objetivo é fomentar a biblioteca escolar e reconhecer pessoas que abraçam esta causa. Queremos que os professores se envolvam ainda mais e os alunos também”, afirmou.

Sugestão
O quê: Prêmio Amigo da Biblioteca
Onde: Escola Municipal Izabel Angarita – Rua Canumã, s/n, Conjunto
Atílio Andreazza, bairro do Japiim II
Horário: 10h

Texto: Thiago Botelho

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188

 

Duas unidades da Semed realizam formatura para mais de 100 de alunos da rede

segunda-feira, dezembro 15th, 2014

Cento trinta três alunos do 1º ano das Escolas Municipais Sara Barroso e João Goulart da Secretaria Municipal Educação (Semed) , participaram de cerimônia de formatura realizada por ambas as unidades, na noite desta sexta-feira, 10. Os eventos aconteceram simultaneamente e contaram com a participação de pais, amigos e familiares dos alunos. Apresentações culturais, momentos de agradecimentos e entrega de diplomas fizeram parte da programação das formaturas.

A Escola Sara Barroso Cordeiro realizou sua cerimônia na Igreja Ministério Internacional Unidade, localizada na Rua Samambaia, no bairro de Santa Etelvina. O evento contou com a participação de mais de 200 pessoas. Os formandos da unidade fazem parte das três turmas de 1º ano que estudaram durante o ano de 2014 na escola.  Durante o evento, houve apresentação de alunos do Projeto Mais Educação.

A pedagoga da escola, Mariana Santos, falou que a unidade se organizou para proporcionar o evento  e ressaltou a importância do momento. “Nós preparamos este momento com muito carinho, fizemos  a campanha “Adote um aluno” para arrecadarmos fundo e comprarmos as vestimentas deles, envolvemos pais, alunos e comunitários. E agora, ficamos felizes porque estamos tendo a oportunidade de oferecer um momento que irá aproximar pais e filhos e restituir famílias. Para nós, é uma realização é a concretização de um sonho”, falou a pedagoga.

No decorrer da cerimônia, pais comentaram sobre o evento e sobre o trabalho pedagógico feito com seus filhos. Confraternização, emoção e alegria entre pais e alunos marcaram a formatura.   Mirian Ernandes, mãe da formanda Leticia Cristina, agradeceu a escola por realizar a formatura. “Fico feliz pela minha filha, me sinto orgulhosa por ela e agradeço a escola por proporcionar este momento que está lindo”, destacou.

 

 

Escola Municipal Presidente João Goulart

A formatura da Escola Presidente João Goulart aconteceu na quadra poliesportiva da unidade, reunindo mais de 150 pessoas. Participaram da formatura 53 alunos. Os formandos estudaram no período da manhã e tarde, em oito turmas. Toda a equipe de docentes e familiares estavam presentes no evento.

“Toda a equipe docente da escola João Goulart está em festa. Como educadores sentimos orgulhosos e com sentimento de dever cumprido”, disse a gestora da unidade Marilena Gazel.

O pai do aluno Lucas Farias, Celso Vinhote, que foi um dos convidados da festa, destacou o trabalho desenvolvido pela  escola na formação de seu filho.

“Fico muito feliz com aprendizado que meu filho adquiriu durante este ano. Durante o ano, percebi uma evolução gradativa em sua escrita o no interesse pela leitura. Por isso, agradeço pelo carinho, a dedicação e esforço que tiveram com Lucas”, observou.

A festa terminou com a entrega dos canudos e um coquetel aberto a todos os presentes.

 

 

Texto: Emerson Felipe

Fotos: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054/ 98842-1188