Archive for the ‘noticias’ Category

Secretária finaliza visita a setores da sede da Semed

sexta-feira, abril 10th, 2015

Conhecendo os servidores e compreendendo melhor o funcionamento de cada departamento, a secretária municipal de Educação (Semed), Kátia Schweickardt, finalizou, nesta sexta-feira, 10, a visita em todos os setores da sede da Semed. A secretária deve visitar na próxima semana setores que funcionam na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM).

Acompanhada do subsecretário de Administração e Finanças, Luís Fabian Barbosa, e pela chefe do Departamento de Gestão Educacional (Dege), Marcionília Bessa, a secretária ouviu os servidores, que colocaram os projetos que estão sendo executados pela Semed e o que pode ser feito para melhorar, e aproveitou para informar que chegou para somar e que pretende ser uma mediadora para fazer com que os projetos que visam a melhoria da educação sejam executados da melhor forma possível.

Kátia Schweickardt visitou os setores de Assessoria de Comunicação; Divisão de Informação e Estatística; Departamento de Planejamento; Divisão de Execução Financeira e Orçamentária; Gerência de Contabilidade; Gerência de Liquidação; Divisão de Gestão da Tecnologia da Informação; Gerência de Sistemas e Programas; Departamento de Gestão Educacional; Gerência de Educação Escolar Indígena; Divisão de Educação Infantil; Gerência de Creches; Divisão de Ensino Fundamental; Gerência de Educação de Jovens e Adultos; e Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais.

A secretária já tinha visitado e conversado com servidores dos setores do térreo e do segundo andar da sede da Semed. Ela pretende, ainda, visitar o máximo de escolas possíveis para conhecer a realidade do dia a dia e procurar solucionar as principais demandas.

TEXTO: João Pedro Figueiredo
FOTOS: Lton Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Professores de Cmeis participam de formações do projeto Mediação Pedagógica

sexta-feira, abril 10th, 2015

A Gerência de Creches da Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou, na tarde desta quinta-feira, 9, formação com cerca de 20 professores da fase creche, de nove Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei) com a finalidade de repassar orientações sobre procedimentos metodológicos possíveis de serem utilizados em sala de aula com crianças. Participaram da atividade educadores da das Divisões Distritais Zonais Norte, Centro-Sul e Leste 2.

O tema abordado durante a formação foi: Significando os Espaços Pedagógicos das Creches. Durante a atividade os educadores aprenderam como um pequeno espaço e poucos recursos pedagógicos podem ser utilizados nas creches e com alunos do maternal.

A formação faz parte projeto Mediação Pedagógica, desenvolvido pela Gerência de Creches da Semed. A chefe do setor, Wissilene Brandão, explicou o que foi trabalhado durante o encontro e a finalidade da formação.

“A cada encontro trabalhamos um tema. A intenção é apresentar mecanismos pedagógicos que auxiliem na prática da docência com crianças. No encontro de hoje, especificamente, estamos passando para os professores como eles devem adaptar os espaços e recursos para trabalhar com as crianças, tendo em vista as limitações. Com isso, o nosso objetivo é propor novos mecanismos de ensino e de aprendizagem para crianças”, disse a gerente.

No decorrer da formação, foram trabalhadas diversas dinâmicas viáveis para creches. Para a professora do Cmei Profª Maria Raimunda, Simone Marques, o conteúdo repassado na formação será útil para aprimorar o trabalho que realiza com seus alunos.

“Esta formação vem contribuir na minha prática pedagógica, vem somar com aquilo que já sei o no que desenvolvo com meus alunos e será muito útil, pois contribuirá para tornar minhas aulas mais atrativas e interessantes”, destacou Simone.

Para a professora do Cmei Profª Ângela Maria Honorato da Costa, Cintia Monteiro, as formações são relevantes para seu trabalho e deveriam acontecer mais vezes.

“Para mim, o número de encontro é pouco, estas formações deveriam ser mais frequentes, porque contribuem significativamente no nosso dia a dia. Além disso, nos dá a oportunidade de renovar nosso conhecimento e de melhorar a qualidade de ensino em nosso município”, disse a educadora.

As formações são realizadas bimestralmente com professores e DDZs diferentes.


Texto: Emerson Felipe
Fotos: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Alunos de escola municipal homenageiam Celdo Braga em programação literária

sexta-feira, abril 10th, 2015

Mais de 500 alunos da Educação Infantil e do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Dom Luiz Soares Vieira, localizada no Parque das Garças, Novo Aleixo, zona Leste, fizeram o encerramento da Semana da Literatura Amazonense, nesta sexta-feira, 10. Durante a semana, a comunidade escolar teve a chance de pesquisar o trabalho realizado pelos escritores da literatura local.

O homenageado deste ano pela unidade do município foi o professor, músico, poeta e escritor Celdo Braga. O personagem é autor de várias obras e fundador dos grupos Raízes Cabocla e Imbaúba. Além dele, foram destacados, durante a semana, o trabalho literário dos escritores Elson Farias, Tiago de Melo e Ana Peixoto.

O conteúdo programático foi trabalhado em sala de aula com os alunos desde a última segunda-feira, 6. Para a diretora da unidade de ensino, Simone Monteiro Pereira, o encerramento das atividades, nesta sexta, mostra como foi a dedicação de todos em busca de pesquisas e informações sobre o homenageado e outros autores da literatura.

“A programação foi elaborada primeiro com os professores e pedagogos. Todos os anos, a escola homenageia um autor e esse ano o escolhido foi Celdo Braga. É muito importante esse contato dos alunos com os livros, poesia e a cultura local, muito rica em lendas, contos e mitos”, destacou a diretora.

Escolhido para ser homenageado pela direção pedagógica da escola, Celdo Braga fez uma pequena apresentação de seu trabalho com algumas obras literárias e canções que fizeram sucesso. Segundo o poeta, a semana de atividades é importante para aproximar mais os estudantes da cultura local.

“É bom ver a escola abrir espaço para destacar nosso trabalho e criar toda uma perspectiva desses jovens terem contato com os escritores e a arte produzida no Amazonas. De certa forma, isso vai fomentando os talentos às vezes adormecidos na escola. Esse momento merece nosso aplauso e a iniciativa é muito correta e oportuna. Ser homenageado pela escola é sempre bom e prova que ‘santo de casa’ faz milagres”, disse.

Satisfeita pelo resultado da semana da literatura, a aluna do 5º ano matutino, Zamya de Oliveira Mota, 10, disse que aprendeu muito sobre o trabalho de autores amazonenses. Segundo ela, uma das obras do escritor Tiago de Melo serviu como motivação para uma atividade demonstrativa dos alunos.

“Nós tivemos a chance de saber tudo sobre esses autores. A respeito de Tiago de Melo, a professora fez uma leitura sobre o Estatuto do Homem, de autoria dele. Pegamos como base essa obra e cada aluno fez seu próprio decreto. Por exemplo, escrevi o seguinte: eu decreto que os homens não abusem sexualmente das mulheres, pois é o que mais as afeta. O resultado foi um total de cinco parágrafos”, explicou.

Texto: Paulo Rogério Veiga

Foto: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Semed promove palestra para estimular a participação dos pais na vida escolar dos alunos

sexta-feira, abril 10th, 2015

A importância do acompanhamento familiar no processo de ensino aprendizagem do aluno foi tema de palestra, nesta sexta-feira, 10, na Escola Municipal Esmeraldo dos Santos Bessa, no Jorge Teixeira, zona Leste. O encontro reuniu pais e educadores com o intuito de melhorar o desempenho escolar dos estudantes.

A palestra foi ministrada por profissionais da equipe multidisciplinar da Gerência de Atividades Complementares e Programas Especiais (Gacpe) da Secretaria Municipal de Educação (Semed): a psicóloga Maria do Perpétuo Socorro e a pedagoga e coordenadora do Programa Municipal Saúde do Escolar, Lourdes Souza.

A escola atende a 589 alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e desenvolve os programas Mais Educação, Viajando na Leitura, Telecentro, Programa Um Computador por Aluno (Pro-Uca), Amigos da Escola, além de possuir parcerias com o programa Ronda nos Bairros, da Polícia Militar, e com o Conselho Tutelar da Zona Leste 2.

“A ação é resultado de todo o acompanhamento de Gestão Integrada da Escola (Gide) da Semed. A escola realiza ações pedagógicas, administrativas e humanas. Tanto que percebemos que há alunos que não têm alcançado o rendimento desejado em sala de aula por não terem o acompanhamento da família. Dentro desse contexto, foram convocados profissionais da rede municipal, pais e também o conselho tutelar para a palestra, como mais um recurso para ajudar o aluno”, disse a diretora da instituição de ensino, Sandra Namiuti, ressaltando que o conselho tutelar terá papel fundamental no acompanhamento de casos em que pais não têm compromisso com os filhos junto à escola.

A psicóloga da Semed e palestrante do encontro, Maria do Perpétuo Socorro, destacou a necessidade da presença constante dos pais e responsáveis na vida escolar dos filhos, já que a educação, desenvolvimento e formação do aluno devem ser compromissos de todos.

“É uma das coisas mais importantes na vida acadêmica do aluno. A escola não pode se responsabilizar sozinha, pois é uma formação conjunta, tanto da família, quanto da escola. A unidade de ensino trabalha o pedagógico e os responsáveis entram na educação doméstica”, comentou.

Pai de Joabe Castro Gomes, 11, aluno do 5º ano matutino, o microempreendedor Jair Monteiro Gomes, 42, afirmou que sempre que possível acompanha os eventos da escola. Ele fez questão de ressaltar a importância da palestra e as orientações pertinentes sobre o aluno na escola e na família. “A palestra nos orientou sobre o processo de aprendizado de nossos filhos e também sobre a interligação entre a família e a escola. Ou seja, a vida cotidiana das crianças e o aprendizado delas dentro da escola. Eu sempre procuro acompanhar tudo, saber como está o desempenho de meu filho na sala de aula”.

TEXTO: PAULO ROGÉRIO
FOTOS: CLEOMIR SANTOS

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Crianças homenageiam escritora Ana Peixoto durante a Semana da Literatura Amazonense

sexta-feira, abril 10th, 2015

Mais de 50 crianças sentadas em silêncio e comportadas. A cena incomum para um ambiente escolar foi presenciada na manhã desta sexta-feira, 10, no Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Dr. Fernando Trigueiro, no bairro do Japiim, Zona Sul de Manaus. O que prendeu a atenção dos pequenos foi a contação de histórias realizada pelos professores em alusão à Semana da Literatura Amazonense. Na ocasião, a obra apresentada foi ‘O sapo do meu quintal’, da escritora Ana Peixoto.

A viagem pelo quintal da autora empolgou os alunos, que interagiram com a história. “Para que serve a língua grande do sapo?”, perguntou à contadora. “Para comer mosquitos”, respondia as crianças. “E como os sapos falam?”, questionava novamente a contadora. Foi um show de imitações do coaxar do bicho. Em meio à brincadeira, os pequenos aprenderam sobre a natureza do animal.

“O sapo come o mosquito da dengue e coloca a língua para fora. Ele não é mal”, disse Tábata Regina Brito, de quatro anos.

Para a diretora da escola, Rejane Régis, é importante despertar nas crianças o gosto pela leitura, já que, segundo ela, o livro liberta a mente para um mundo diferenciado.

“É de grande importância despertar nas crianças o gosto pela leitura. Esse incentivo por meio das imagens e das contagens de histórias faz eles se ambientarem com os livros. A leitura é uma ferramenta importante de transformação do ser humano e aqui na escola temos este papel. A leitura é como tirar a venda dos olhos e enxergar o mundo diferenciado através do conhecimento”, afirmou.

Biblioteca móvel

Em complemento as ações da Semana da Literatura Amazonense, o CMEI Dr. Fernando Trigueiro convidou a biblioteca móvel do Sesc (BiblioSesc) para propiciar um momento inovador para as crianças. Montada em um caminhão, a biblioteca levou um acervo de mais de três mil obras. Ali as crianças puderem se divertir com livros voltados para suas faixas etárias. Também houve contação de história.

“A parceria com ele foi fechada para o ano inteiro. De 15 em 15 dias, eles vêm aqui nos visitar e proporcionar esse momento de leitura com as nossas crianças”, explicou Rejane Régis.

A assessora pedagógica da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul, Andrea Bonetti, lembrou que a Semana da Literatura foi instituída por meio da lei 882/2006. Nela há a obrigatoriedade de, no mês de abril, se trabalhar ações voltadas para autores e obras amazonenses. Ainda segundo Bonetti, a execução da Semana é de suma importância, principalmente, na educação infantil.

“É a partir da educação infantil que elas (crianças) começam a ter contato com os livros, com a leitura. E é isso que a gente quer: formar leitores e futuros leitores”, disse.

TEXTO: THIAGO BOTELHO
FOTOS: CLEOMIR SANTOS

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Semed reúne com Conselho Municipal de Educação e prioriza ações de melhoria

quinta-feira, abril 9th, 2015

Membros do Conselho Municipal de Educação (CME) se reuniram, na manhã desta quinta-feira, 9, com a secretária municipal de Educação (Semed), Kátia Schweickardt, para apresentar demandas e traçar metas de trabalho visando a melhoria da qualidade da educação em Manaus. O encontro aconteceu na sede do conselho, no bairro Vieiralves, zona Centro-Sul de Manaus.

Na primeira reunião com a secretária, o colegiado, representado por membros do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam), da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), da Associação de Pais e Mestres e do Sindicato das Escolas Particulares (Sinepe), se apresentou, explicou a função, os trabalhos realizados e apresentaram as demandas mais urgentes referente às escolas da rede municipal.

Para a secretária da Semed, Kátia Schweickardt, a reunião foi importante para priorizar algumas demandas que podem ser resolvidas de forma rápida. Ela aproveitou para orientar que seja feita uma lista com os problemas mais urgentes para serem trabalhados, se possível, ainda no primeiro semestre deste ano.

“Foi uma grata surpresa encontrar tanta gente comprometida com a educação no conselho. Hoje, como Semed, a gente se comprometeu em trabalhar firmemente em problemas das escolas municipais, que apresentam algumas pendências, como estrutura física, entre outros. Outros são problemas mais simples de resolver, mas que precisam apenas de uma atenção mais dedicada. Dediquei-me também em dar mais visibilidade a algumas consultorias e programas que a Semed tem e que o conselho acha que precisa conhecer melhor. Sugerimos, ainda, trazer para o conselho, de modo mais organizado, algumas metas de coisas que nós precisamos fazer e construir juntos, nos apoiarmos, tanto as escolas do município, quanto das particulares”, informou a secretária.

Presidente do CME, Elaine Ramos, ressaltou que são muitos problemas a serem resolvidos, mas que todos têm encaminhamento e que a vontade demonstrada por parte da Semed faz com que o trabalho seja feito com muito mais empenho.
“A vontade da secretária em resolver alguns problemas que são históricos na Semed é muito importante. Sabemos que eles podem ser resolvidos e nós, do colegiado, percebemos a força, a garra e a vontade de fazer e acreditamos que há uma boa perspectiva de que se resolvam. A secretária Kátia se preocupou em conhecer o colegiado, o trabalho que já vem sendo feio e já viabilizou a resolução dos problemas mais rápidos de serem solucionados. Foram priorizadas as demandas com mais urgências e foram encaminhadas as que devem ser resolvida em longo prazo. Acreditamos que estamos no caminho certo”, destacou.

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Lton Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Professores do 5º ano iniciam formação continuada

quinta-feira, abril 9th, 2015

Com o intuito de aprimorar as práticas pedagógicas desenvolvidas em sala de aula com os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental, que em 2015 farão a Prova Brasil, a Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) deu início, na manhã desta quinta-feira, 9, a uma formação continuada para os professores que lecionam neste segmento.

Oferecer formação continuada é uma obrigação das secretarias de educação no Brasil, como determina a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira (LDB 9394/96). No âmbito da Secretaria Municipal de Educação (Semed), este instrumento de auxílio ao docente acontecerá em mais oito oportunidades até o final deste ano.

De acordo com a gerente de educação continuada, Rosa Eulália Vital, todos os professores de 5º ano das mais de 500 unidades de ensino da Semed passarão pelas formações. O objetivo, segundo ela, é oportunizar ao profissional um melhor embasamento prático e teórico de como executar o dia a dia em sala de aula.

“Hoje, as lacunas de conteúdos que nós encontramos durante a formação nas universidades aparecem no chão da escola. E quando não é oportunizado aos professores essa revisitação de conceitos fundamentados nas teorias pedagógicas, há uma fragilidade do professor no contexto da sala de aula. Então, a formação traz um grau de importância porque ela ressignifica e também cria um dinamismo dentro da prática pedagógica diária do profissional”, observou.

“Hoje nós não podemos, numa rede como a nossa que é a terceira maior do país, deixar o nosso professor sem o contexto das vivências e experiências pedagógicas. A formação continuada ressignifica o seu conhecimento”, concluiu.

Matemática

Em uma das salas da DDPM, professores de escolas da zona centro-sul da cidade tiveram formação com a mestre em ensino de matemática professora Erilucia Silva. Ela abordou o tema: operações, demonstrando como utilizar ferramentas lúdicas ou eletrônicas para qualificar a aula.
Professora de 30 alunos na Escola Municipal Mário Lago, Michele Cavalcante, acredita que as formações continuadas são instrumentos de auxílio e inovação da prática de sala de aula.

“Eu gostou muito das formações. Ao meu ver, as formações me trazem um pensar diferente, um agir diferente e sempre eu venho em busca de inovação para a aplicar na sala de aula”, afirmou lembrando uma ação exitosa aplicada com os alunos no ano passado.

“Ano passado eu fiz uma formação de sólidos geométricos e nós fizemos os sólidos geométricos com palito de dente e massinha na escola. Foi muito prazeroso e ficou perfeita a metodologia com os alunos. Nós trabalhamos a pirâmide, o pentágono e o cubo. Eles aprendem com facilidade”, finalizou.

TEXTO: THIAGO BOTELHO
FOTOS: CLEOMIR SANTOS

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Gestores tiram dúvidas sobre o Procert durante reunião

quarta-feira, abril 8th, 2015

Gestores das Divisões Distritais Zonais (DDZs) 1, 2, 3 e 6 participaram de reunião, nesta quarta-feira, 8, para esclarecimento de dúvidas sobre o Programa Municipal de Certificação e Composição de Banco de Diretores para Unidades de Ensino da Rede Pública Municipal de Manaus (Procert). Nesta quinta-feira, 9, os diretores das DDZs 4 e 5 participarão da reunião e, na próxima segunda-feira, 13, será com a DDZ 7.
A secretária da Semed, Kátia Schweickardt, junto com o subsecretário de Administração e Finanças, Luís Fabian Barbosa, esclareceram as principais dúvidas dos gestores.
O Procert tem como objetivo certificar professores e pedagogos efetivos da Semed, que têm interesse em se tornar gestores no futuro, por meio da criação de um Banco de Gestores certificados. O processo visa, também, certificar o gestor que já está atuando no cargo e que tenha interesse de participar do processo para que passe por novas formações.
A secretária da Semed informou que serão acatadas as sugestões levantadas pelos gestores durante as reuniões e que pode haver mudanças no edital e em datas da prova, mas que o processo de certificação para gestores será mantido.
“Acho que há uma incompreensão em relação ao que significa certificação. Tenho a impressão de que muitos gestores estão entendendo esse processo, que é uma conquista dos professores gestores, dos administradores das escolas, como uma ameaça, quando na verdade isso é o que deve ser perseguido por todos os gestores, que eles passem a ser reconhecidos como tal por mérito. O processo de certificação visa isso, visa a seleção de gestores por mérito. Eles estão muito preocupados com o meio, não se sentiram muito à vontade com a construção do processo, dizem que há inconsistência no edital, tudo isso a gente pode ajustar, podemos retificar o edital, podemos contratar uma empresa isenta para fazer e aplicar a prova, podemos adiar a data, mas não podemos dizer que não queremos a certificação. Não é só por uma exigência do banco de diretores, acho que é um direito dos gestores passarem a ser reconhecidos pelo mérito, pela sua competência. Experiência conta muito, mas formação, conhecimento da legislação é importante também”, informou Schweickardt.
Ainda de acordo com a secretária, permanece a data das inscrições para o processo. Enquanto as datas das provas serão aguardadas, as posições dos gestores sobre um novo calendário e propostas de possíveis mudanças no edital. Todas as sugestões serão analisadas pela comissão do Procert, junto com a secretária da Semed, para que sejam tomadas todas as medidas cabíveis.
Como foi ressaltado pelo subsecretário, Luís Fabian Barbosa, a seleção e processo de certificação não se constituem em concurso público e, portanto, não asseguram ao candidato direito à ocupação ou nomeação na função de gestor. Os aprovados comporão um Banco de Gestores e devem assumir o cargo apenas quando houver vacância.
“Os candidatos a novos gestores não são concorrentes de quem já é gestor. Eles não vão tomar a vaga de ninguém. Eles só assumem em caso de vacância e, se houver essa vaga, eles não serão chamados por uma lista ou por uma classificação, que não existe. Ocupará o cargo de gestor quem a secretária de Educação achar que deve assumir, a questão é que ele vai escolher aqueles candidatos que foram certificados e estarão aptos para assumir uma função como esta”, explicou aos gestores.
Conforme publicado no Diário Oficial do Município (DOM) n° 3621, do dia 1° de abril, os interessados terão até o dia 10 de abril para se inscrever. As inscrições deverão ser feitas pelo site da Semed: www.semed.am.gov.br, no link do Procert.


TEXTO: João Pedro Figueiredo
FOTOS: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

DAM promove semana de orientações sobre a ADE e Provinha Brasil

quarta-feira, abril 8th, 2015

A Divisão de Avaliação e Monitoramento (DAM), da Secretaria Municipal de Educação (Semed), promove uma semana de orientações voltada para os pedagogos da rede sobre a Provinha Brasil e a Avalição de Desempenho do Estudante (ADE) até a próxima sexta-feira, 10. O repasse das informações está acontecendo durante as reuniões mensais dos pedagogos, realizadas pelas Divisões Distritais Zonais(DDZs) da secretaria, no período da manhã e tarde.

O objetivo da DAM é oferecer orientações a gestores e professores sobre a estrutura, aplicação, correção, relevância dos instrumentos avaliativos utilizados na Provinha Brasil e apresentar o sistema de Avaliação do Desempenho Educacional.

Nesta quarta-feira, 8, as informações foram repassadas aos pedagogos da Divisão Distrital Zonal Oeste (DDZ 2), em reunião mensal. O encontro aconteceu no auditório da DDZ e contou com cerca 70 educadores.

Durante a reunião, foi explicada a quantidade de questões, as habilidades avaliadas por meio da Provinha Brasil, em que momento do ano letivo acontece e quais alunos farão a prova, além das contribuições que a avaliação pode trazer para aprendizagem dos alunos. Em relação a ADE foi repassado aos pedagogos o período e o cronograma das aplicações das avaliações de 2015, bem como orientações sobre a aplicação das provas, além de recomendações para os professores e aplicadores das provas que fazem parte do Sistema de Avaliação do Desempenho Educacional De Manaus (Sadeam).

Para a assessora pedagógica da DAM, Jane Goncalves, as informações prestadas aos pedagogos serão relevantes para orientar tanto os professores, quanto os gestores escolares e educacionais na implementação, operacionalização e interpretação dos resultados das avaliações do Sadeam.

“Estes encontros serão importantes para tirar dúvidas e demonstrar aos educadores da rede municipal de ensino que as avaliações do Sadeam são instrumentos que permitem acompanhar, avaliar e melhorar os processos de alfabetização e letramento das crianças e, principalmente, que é útil para diagnosticarmos o nível de conhecimento dos alunos da rede municipal de ensino”, disse a assessora.

Ainda segundo a assessora a prova é relevante para identificar as dificuldades em Leitura e Matemática apresentadas pelos estudantes ao final de dois anos de escolaridade.

Para a pedagoga da Escola Municipal Antônia Medeiros da Silva, Eliene Ferreira, avaliações como a Provinha Brasil são uteis tanto para medir o nível de aprendizagem dos alunos, quanto o trabalho realizado pelos professores.

“Acho que a Provinha Brasil é um meio de identificar a quantidade e o nível aprendizagem absorvida pelos alunos que participam da avaliação e, também, de analisar o trabalho realizado em sala de aula pelos seus respectivos professores”, disse a pedagoga.

Avaliação

A Provinha Brasil é uma avaliação de longa escala realizada pelo Ministério da Educação e acontece em dois momentos do ano letivo. A primeira edição, efetuada no início do ano letivo, tem como principal objetivo realizar o diagnóstico dos níveis de alfabetização dos estudantes após um ano de estudos no Ensino Fundamental, de maneira que as informações resultantes possam orientar o trabalho do professor ao longo do ano. A segunda edição que será realizada no final do ano letivo possibilitará uma comparação com os resultados obtidos no primeiro momento da avaliação.

Nesta quinta-feira, 9, a DAM se reunirá com pedagogos da DDZ Leste 1 e Norte e na sexta-feira, 10, com a DDZ Rural.

Texto: Emerson Felipe
Fotos: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Semed promove exposição de materiais pedagógicos para atendimento ao aluno com deficiência visual

quarta-feira, abril 8th, 2015

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou nesta quarta-feira, 8, exposição de materiais pedagógicos adaptados para o atendimento ao aluno com deficiência visual. O evento, realizado por meio do Complexo Municipal de Educação Especial (CMEE) André Vidal de Araújo, foi alusivo ao Dia Nacional do Sistema Braile, comemorado nesta quarta-feira, 8, e ocorreu no hall da sede da secretaria, no Parque Dez, zona Centro-Sul.

A exposição contou com a participação de alunos da Escola André Vidal de Araújo, professores de educação visual e assessores pedagógicos do Complexo Municipal de Educação Especial e do Centro de Apoio Pedagógico para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual (CAP), responsável por cursos na rede pública e particular de ensino.

Na oportunidade, o público teve a oportunidade de ver o material utilizado na aprendizagem dos alunos, como caderno de pauta ampliada (distribuído pela Semed), caderno de 40 kg (material de escrita e leitura especifico para cegos), soroban (para cálculos matemáticos), livros de histórias em braile, luminária adaptada móvel, telelupa, caneta pentop e penvax (chamada caneta falante, que faz a leitura de figuras), entre outros materiais pedagógicos.

Segundo a gerente do CMEE da Semed, Reni Formiga, a secretaria atende a cerca de 50 alunos com deficiência visual, entre baixa visão e cegueira total, na rede do município. Para a educadora, ter a chance de mostrar o material pedagógico utilizado em sala de aula é uma forma de socializar o trabalho feito no município.

“Nós trouxemos para mostrar à sociedade o material usado e adaptado no atendimento aos alunos distribuídos nas escolas da rede municipal e com uma turma na André Vidal de Araújo”, completou ao destacar o assessoramento pedagógico e do programa de estímulo visual desenvolvido pelo CMEE, para atender melhor a pessoa com deficiência visual.

Especialista em deficiência visual do CMEE e com dez anos de trabalho na área, a professora Maria de Fátima Bezerra de Oliveira enalteceu o evento pela contribuição pedagógica e de valorização do trabalho feito com os alunos com deficiência visual.

“Esse momento foi uma chance de apresentar e esclarecer dúvidas para os professores que estão lidando com essas crianças, as quais alguns consideram difíceis de aprender, mas se receberem a tecnologia, o método certo, com certeza alcançarão um aprendizado excelente”, disse.

Juliene de Souza Maciel, 16, aluna da Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo, foi uma das estudantes com deficiência visual que fez uma demonstração do recurso pedagógico reglete (material específico para leitura e escrita da pessoa com deficiência visual), usado em sala de aula.

“O reglete é um material que tem me ajudado muito durante esses cinco anos na escola, assim como em casa, na leitura em braile. É algo ótimo, que facilitou minha comunicação com as pessoas. Também obtive mais conhecimentos depois disso”, comentou.

Dia Nacional do Sistema Braille

O dia 8 de abril homenageia o brasileiro José Álvares de Azevedo, o patrono da Educação dos Cegos no Brasil, por meio do Dia Nacional do Sistema Braille. Nascido em 1834, cego e ávido por conhecimento, foi enviado para Europa aos 10 anos para estudar no Instituto Real dos Jovens Cegos, em Paris.

Seus seis anos de estudos coincidiram com o momento em que era testado o revolucionário Sistema Braille. Ao retornar ao Brasil, Azevedo dedicou-se não só a difundir o sistema como à fundação do Imperial Instituto dos Meninos Cegos no Rio de Janeiro.

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Lton Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054