Archive for the ‘noticias’ Category

CMEI Moacir Andrade realiza 3ª Mostra Cultural Científica e Cultural

terça-feira, agosto 25th, 2015

III Mostra Científico Cultural. CMEI. Moacir Andrade Fotos Cleomir (3)Com objetivo de oportunizar ao aluno o desenvolvimento de hábitos e atitudes ecologicamente corretas que valorizem, respeitem e preservem o meio ambiente, o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Moacir Andrade, localizado no bairro São José, zona Leste, realizou na manhã desta terça-feira, 25, a 3ª Mostra Cientifica e Cultural com o tema “Terra poluída, planeta doente”.

O evento contou com a participação das professoras, pedagogas, funcionários, pais, responsáveis e a comunidade. As 237 crianças do 1º e 2º períodos apresentaram o resultado de seus trabalhos em seis salas temáticas com experimentos focados nos bichos da Amazônia, como sapo, jiboia, onça pintada, curió, piranha-caju e tartaruga.

III Mostra Científico Cultural. CMEI. Moacir Andrade Fotos Cleomir (6)Segundo a diretora da escola, Carolina Pinheiro de Macedo, os alunos, durante o primeiro trimestre, tiveram várias atividades em sala de aula com as professoras. A temática, conforme ela, foi trabalhada com pesquisas, vídeo-aulas e a ajuda dos pais, envolvendo todas as turmas da unidade escolar.

“Estamos tentando mostrar às nossas crianças o desenvolvimento de hábitos saudáveis e atitudes ecologicamente corretas, porque nossa meta é formar um cidadão ecologicamente consciente. Com certeza, o aprendizado deles foi positivo. Durante o primeiro semestre foi trabalhado o experimento, como por exemplo, germinação, a utilidade da argila, permeabilizacão do solo, entre outros. Todas estas atividades eles levaram e trabalharam em casa com os pais”, explicou.

III Mostra Científico Cultural. CMEI. Moacir Andrade Fotos Cleomir (28)O motorista Elcimar Pereira, 33, pai da aluna do 2º período, Izabelly Vitória, 6, disse que mesmo trabalhando muito, sempre procura acompanhar as atividades da escola. Para ele, a mostra foi algo marcante porque as crianças conseguiram assimilar tudo o que estudaram com as professoras em sala.

“Para nossas crianças é muito importante todas essas informações, porque elas absorvem o conhecimento e não esquecem mais, apesar de ainda pequenas. Até mesmo em casa, minha filha mudou o jeito de ser e o comportamento. Ela chegou pra mim e disse: “pai, quero que o senhor vá para ver o que aprendi na escola””, disse orgulhoso.

III Mostra Científico Cultural. CMEI. Moacir Andrade Fotos Cleomir (44)Responsável pela apresentação do experimento “Bichos da Amazônia: curió”, aos visitantes do evento, a aluna do 2º período, Pollyane Silva Bindá, mostrou todo o conhecimento sobre o tema abordado.

“Aprendi que devemos cuidar muito bem do curió. Na minha apresentação falei tudo isso às pessoas, porque elas precisam entender a importância do pássaro e como podemos ter mais atenção com a natureza de nossa terra”, completou.

No encerramento da 3ª Mostra Científica e Cultural, as alunas do 2º período finalizaram o evento com a apresentação cultural do “Xote Ecológico”.

Texto: Paulo Rogério
Foto: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Instituto Ayrton Senna faz reunião de avaliação com técnicos da Semed

terça-feira, agosto 25th, 2015

IMG_0013A direção pedagógica do Instituto Ayrton Senna (IAS) se reuniu na manhã desta terça-feira, 25, com técnicos da Divisão de Ensino Fundamental da Secretaria Municipal de Educação (Semed) para debater os resultados do mês de julho dos programas de correção de fluxo, o Se Liga e Acelera, e as ações de reforço escolar, Fórmula da Vitória e Pit Stop. Na ocasião, foi informado que os índices de leitura dos alunos aumentaram e que a frequência dos estudantes caiu nas 181 escolas da rede municipal de ensino onde o IAS está inserido.

A reunião acontece todos os meses e os números servem de parâmetro para elaboração de intervenções junto às unidades de ensino. Os índices são avaliados por meio das informações inseridas no Sistema Instituto Ayrton Senna de Informação (Siasi).

IMG_0014“Na realidade essa reunião é um rio-x das nossas turmas. Há um levantamento dos dados inseridos no Siasi, no qual são debatidos aqui dados relativos ao desempenho escolar. A partir deles, são criadas intervenções tanto a título macro, com a participação da secretária e subsecretária, quanto ao chão da escola, com os professores por meio dos nossos tutores. Criam-se várias metodologias dos índices que não estão adequados”, explicou Neuza Viana, coordenadora municipal do IAS na Semed, ao destacar que a parceria com o instituto tem dado resultado positivo.

“Nós estamos crescendo. Às vezes, os índices alteram e alternam, mas temos conseguido grandes progressos. É claro que isso é por meio das estratégias. Alguns (índices) melhoramos, outros pioramos. Melhoramos nos livros lidos, mas demos uma queda na frequência”, ponderou Neuza.

IMG_0008A gerente de projetos do Instituto Ayrton Senna, Rita Paulon, contou que uma das sugestões de intervenção no quesito infrequência dos alunos é criar estratégias de atrair a família para perto da escola.

“Vamos conversar com os gestores. Vamos à casa dos alunos para sabermos o que está acontecendo. Vamos trazer as famílias para dentro da escola, fazer parceria com o Conselho Tutelar e o Cemasp (Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico) em caso de necessidade. Esse é o caminho para melhorarmos nessa questão”, observou.

“A infrequência de aluno é muito alta nos programas. Por isso, temos como hipótese que a infrequência seja alta, também, em toda a rede. Há uma necessidade de investirmos em ações e estratégias nesse sentindo”, finalizou.

Texto: Thiago Botelho
Fotos: Lton Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Escola e pais de alunos discutem estratégias para a Prova Brasil

terça-feira, agosto 25th, 2015

ASS - 24-08-15 - Estratégias para a Prova Brasil (4) (1)A Escola Municipal Dalvina da Silva Oliveira, Parque Riachuelo, zona Oeste, está realizado, ao longo do ano letivo, uma série de medidas pedagógicas visando obter um bom resultado na Prova Brasil e alcançar a sua meta no Índice de Desempenho da Educação Básica (Ideb) nos anos finais do Ensino Fundamental. Nesta segunda-feira, 24, a unidade realizou um encontro com os pais e responsáveis dos 225 alunos dos 5º e 9º ano para intensificar essas ações e estratégias.

De acordo com o gestor da unidade, José Francisco, o encontro promoveu o diálogo com as famílias dos alunos. “O nosso objetivo foi apresentar o histórico do Ideb da escola, demostrar de que forma a Prova Brasil é aplicada, destacar os impactos que a avaliação tem para unidade escolar e para a aprendizagem de seus filhos, além de nossas projeções e metas do Ideb, que tem como parâmetro avaliativo a prova Brasil”, salientou.

ASS - 24-08-15 - Estratégias para a Prova Brasil (3)Ao longo da reunião, houve trocas de experiências com a psicóloga, conselheiro tutelar, palestras motivacionais que destacaram o papel da família no processo de aprendizagem, sobre o Ideb e o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) que é composto pela Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb) e a Avaliação Nacional do Rendimento Escolar (Anresc), mais conhecida como Prova Brasil.

Uma das palestrantes foi a gerente pedagógica da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Oeste, Amanda Hayden, que fez um breve histórico do Saeb e a responsabilidade dos agentes envolvidos na aprendizagem dos alunos. “Esses momentos são importantes para demostrar o papel da família, enfatizar que sua presença é importante e para envolvê-los no processo de ensino/aprendizagem. Além disso, para repassar informações pertinentes”, disse.

ASS - 24-08-15 - Estratégias para a Prova Brasil (1)Ainda segundo Amanda, a unidade passou a integrar um grupo de 10 escolas prioritárias na avaliação do Ideb da DDZ Oeste, após avaliação de resultados do Ideb, de Avaliação de Desenvolvimento Escolar (ADE) e estimativa feita pelo Instituto Aquila.

Para a dona de casa Kellen Castro, mãe da aluna Klissis Akis Castro, o encontro contribuiu para integração entre a escola e os responsáveis pelos alunos. “Eu acredito que a escola tem que fazer mais momentos como este, porque dá oportunidade aos pais conhecerem o trabalho pedagógico da escola, avaliações relevantes como a Prova Brasil e, também, abre espaço para que haja integração entre a escola e as famílias”, avaliou.

Texto: Emerson Felipe
Foto: Lton Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054



Prefeitura dá início a MBA em Gestão Pública com aula magna na Espi

terça-feira, agosto 25th, 2015

RRA_0350A Prefeitura de Manaus começou, na noite desta segunda-feira, 24, o curso de MBA em Gestão Pública em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA). A solenidade aconteceu na sede da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), órgão responsável pela concepção do curso e local em que as aulas formais vão acontecer ao longo dos próximos 16 meses. No total, 45 servidores públicos vão cursar a especialização, que tem previsão de conclusão para dezembro de 2016.

O MBA teve seu início com a aula magna proferida pelo ex-diretor da Escola Superior de Ciências Sociais (ESO) da UEA, Randolfo Bittencourt, um dos responsáveis pela criação do curso de Administração da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Todos os alunos aprovados no certame marcaram presença na aula, que também foi prestigiada pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, pela diretora-geral da Espi, Luiza Bessa Rebelo, e pela coordenadora de Qualidade do Ensino da ESO/UEA e coordenadora do MBA, Márcia Ribeiro Maduro.

RRA_0272A parceria entre a prefeitura e a universidade para a realização da especialização específica para servidores foi firmada no dia 8 de julho, por meio de assinatura de termo de cooperação técnica. Antes de fechar com a UEA, a Espi analisou propostas de 12 Instituições de Ensino Superior (IES) do Estado. Com a parceria, coube à UEA o trabalho de exame, processo de classificação e disponibilização de equipe docente. Já o Município ficou responsável pelo custeio do MBA e a cessão do espaço físico, por meio da própria Escola.

Os 45 aprovados para o curso de especialização – sendo 36 efetivos do Município e outros nove celetistas, comissionados e RDA’s – participaram de certame realizado pela UEA, no último dia 9 de julho, ocasião em que estavam aptos a concorrer 453 servidores que tiveram documentação aprovada pela Espi. Os classificados foram definidos pelas notas finais no exame e pelos critérios de tempo de serviço e maior idade, como forma de dar prioridade aos efetivos da Prefeitura.

Servidores da Semed são maioria

RRA_0259A secretaria destaque do certame foi a pasta de Educação do Município, que teve 19 das 45 vagas preenchidas por seus servidores. Já o primeiro lugar geral ficou com o servidor Cláudio Marcelo, que está há 19 anos na Prefeitura e atua pela Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef). Para ele, a iniciativa do MBA é importante para a qualificação do funcionalismo público.

“Estou na prefeitura há 19 anos e pela primeira vez eu vejo a iniciativa de oferecerem condições de aperfeiçoamento para o servidor. Minhas expectativas agora são as melhores possíveis. Sabemos que o processo seletivo foi sério, que a instituição que vai promover o MBA, é uma instituição séria, então sabemos que quando sairmos do curso, teremos um conteúdo de gestão pública para poder traduzir em benefícios para a sociedade”, avalia.

RRA_0399Segundo o prefeito Arthur Virgílio Neto, a iniciativa é o início de um extenso processo de capacitação do funcionalismo público. “É apenas o início. Nós queremos mais. Estamos inagurando um projeto, exclusivo para professores. Pense na vantagem para a cidade que é ter pessoas qualificadas, com devolução [ao município] em serviços de qualidade. A chave do tesouro, a chave do futuro é aberta pelo conhecimento, e o conhecimento vem com educação de boa qualidade”, afirmou o prefeito.

O chefe do Executivo Municipal também destacou o papel da UEA no processo. “A UEA foi perfeita. Fez um acordo com a gente muito bacana, nos deu todo o amparo técnico, nos deu todo o know-hall deles”, resumiu, lembrando, ainda, da atuação da Espi durante o processo de análise de proposta. “A professora Luiza Bessa (diretora-geral da Escola) teve uma atuação importante, assim como a Kátia Helena (Schweickardt, secretária da Semed), o secretário Gilmar (Nascimento, da Semad)”, disse Arthur.

A secretária municipal de Educação, Kátia Shcweickardt, destacou a alegria em saber que 19 profissionais da Semed conquistaram parte das 45 vagas disponíveis, após passarem por uma seleção criteriosa feita pela UEA. “Sempre digo que nosso pessoal da rede municipal de educação não deixa nada a desejar ao que hoje é oferecido de serviço pela rede privada de educação em Manaus. Desde o início da gestão do prefeito Arthur, a gente vê a composição que ele faz ao Governo, o esforço em enxugar a máquina, de trabalhar com foco e metas arrojadas no período de crise e tão difícil. Isso mostra o compromisso com a gestão pública de qualidade. E a Semed ganhando cada vez mais profissionais qualificados”, comemorou.

Foto: Rodemarques Abreu

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Professores da Semed passam por formação do programa Pit Stop

segunda-feira, agosto 24th, 2015

CS - 24-08-15 -  Professores com formação do programa Pit Stop (4)A Secretaria Municipal de Educação (Semed), em parceria com o Instituto Ayrton Senna (IAS), realizou nesta segunda-feira, 24, a formação do programa Pit Stop. O encontrou reuniu 65 profissionais que atuam no programa, entre professores, tutores, assessores das Divisões Distritais Zonais (DDZs) e a coordenação municipal, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), localizada no conjunto Vila Amazonas, zona Centro-Sul.

O curso visa à formação dos educadores na orientação metodológica do 3º livro “Produção textual e oralidade”. Para isso, a gerente de projetos da IAS, Suely Amaral, orienta os educadores sobre mecanismos para a aplicação do conteúdo em sala de aula.

De acordo com a coordenadora municipal do IAS na Semed, Neuza Viana, a cada livro trabalhado nas escolas municipais é realizada uma formação com os educadores. Segundo ela, o material será um novo reforço para os alunos do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental.

CS - 24-08-15 -  Professores com formação do programa Pit Stop (3)“Vamos trabalhar esse livro de forma bem dinâmica com o reforço escolar dos alunos do 3º ao 5º ano. O diferencial desse material é a metodologia, a forma de como o educador deve ministrar as aulas para o desenvolvimento da oralidade. No mundo atual, é importante saber ler e se expressar. Os nossos alunos com os livros terão uma metodologia com relatos de pessoas, debates, uma série de atividades que norteiam o trabalho do professor para o bom desenvolvimento da criança no programa da rede municipal”, explicou a coordenadora.

Segundo Suely, os livros disponibilizados abordam questões específicas e funcionam como material de formação para o professor. “A escola tem a função de levar a criança a produzir a chamada fala pública, porque a fala ela já conhece. Neste caso, a escola deve se colocar para ampliar essa fala e a capacidade de leitura”, disse.

A professora Joely Figueiredo, da Escola Municipal Carlos Gomes, localizada na Compensa, zona Oeste, trabalha com 40 alunos do 3º ao 5º ano dos turnos matutino e vespertino com o programa Pit Stop.

CS - 24-08-15 -  Professores com formação do programa Pit Stop (1)“São livros com exercícios elaborados para complementar o trabalho do livro didático. Nesse terceiro material trabalham-se os poemas, poesia e a leitura deles”, destacou.

As aulas do programa

O programa Pit Stop é o resultado de uma parceria entre a Semed e o Instituto Ayrton Senna, que iniciou no mês de abril e vai terminar em novembro deste ano. As aulas são realizadas no contraturno em 47 escolas municipais de todas as zonas geográficas da cidade. São beneficiados cerca de mil alunos do 3º ao 5º ano, que receberam material didático para atividades de desenvolvimento das habilidades de leitura e escrita. Os professores trabalham com suporte pedagógico de livros de orientação metodológica.

Texto: Paulo Rogério
Foto: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Pessoas com deficiências podem usar telecentros como postos de agendamento para retirar carteira de passe livre

segunda-feira, agosto 24th, 2015

Uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) transformou os telecentros de 179 escolas municipais em postos de agendamento para cadastro de pessoas com deficiência que desejam renovar a carteira de passe livre. Porém, o recadastramento só é feito mediante o agendamento.

Os horários de atendimento são de segunda a sexta-feira, de 10h às 11h e das 16h até às 17h, para que não conflite com a utilização do espaço por parte dos estudantes das unidades de ensino. A única exceção será no telecentro do Complexo Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo, na avenida Maceió, zona Centro-Oeste, que ficará aberto de 8h às 17h.

De acordo com a gerente de Tecnologia Educacional da Semed, Aldemira Câmara, a parceria foi realizada porque uma das funções do telecentro é servir de apoio às comunidades.

“Uma das funções do telecentro é atuar no social. A ideia é descentralizar o serviço e ajudar na locomoção dessas pessoas com deficiência, que poderão fazer o agendamento próximo de suas residências”, explicou.

De acordo com o superintendente da SMTU, Pedro Carvalho, após o agendamento, o beneficiário será informado da data em que deve comparecer à sede da SMTU para concluir o recadastramento.

“Fizemos isso para organizar os atendimentos. Antes, essas pessoas com deficiência se deslocavam de suas casas até a sede da SMTU (no bairro Flores) e, como era muita gente, às vezes não dava para atender todo mundo. A partir de agora, será gerada uma senha e na data determinada a pessoa virá aqui e será atendida. É importante lembrar que os agendamentos já estão disponíveis e os atendimentos para a conclusão do recadastramento começam no dia 21 de setembro”, destacou.

Texto: Thiago Botelho

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Corridas da inclusão reúnem mais de duas mil pessoas na Ponta Negra

segunda-feira, agosto 24th, 2015

IMG_2243As corridas do Abracinho e a Rústica Abrace uma Pessoa com Deficiência reuniram mais de duas mil pessoas, no Complexo Turístico Ponta Negra, zona Oeste, na tarde de sábado, 22. A programação, realizada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), contou com o apoio de várias instituições e entidades que trabalham com pessoas com deficiências. A ideia foi chamar a atenção para a necessidade de maior inclusão na sociedade.

A entrega das premiações foi feita pelo prefeito Arthur Virgílio Neto e pela primeira-dama e secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia.
Para o prefeito Arthur, Manaus é considerada uma cidade de corredores, uma vez que possui muitos atletas, triatletas e maratonistas. “E estamos nos tornando uma cidade com corredores com deficiência, seja visual, com paralisia, autismo, entre outras. E isso traz uma sensação de igualdade, de inclusão fantástica. Temos que estar juntos e trabalhando cada vez mais para a inclusão, pois essas pessoas têm muito para dar a cidade e ao país”, destacou.

IMG_2127A secretária da Semmasdh e madrinha da corrida, Goreth Garcia, afirmou que o evento conseguiu chamar a atenção da cidade e fez com que todos descruzassem os braços e fossem prestigiar a corrida. “Trabalhar a inclusão verdadeira na escola e na vida é um papel de todo o cidadão e a prefeitura estimula isso quando faz esse tipo de ação. Fez a corrida do Abracinho mais cedo e agora a corrida com os adultos”, disse.

A coordenadora dos Jogos Adaptados André Vidal (Jaavas), Shirley Amaral, que é idealizadora do projeto, destacou a necessidade de se divulgar as ações promovidas para a inclusão das pessoas com deficiências na sociedade. “Estamos fazendo a corrida do Abracinho justamente para educar as crianças e fazer com que aceitem suas diferenças. E quando convocamos a sociedade, ela está vindo e apoiando essa iniciativa. As escolas também estão participando e isso é muito importante”, comemorou.

IMG_2151Participação

Da III Corrida Rústica participaram mais de mil pessoas. Entre elas, pessoas com paralisia cerebral e visual e cadeirantes em um percurso de 5 km, com premiações que variavam de R$ 100 a R$ 500. Já a corrida do Abracinho foi direcionada para crianças de 1 a 12 anos, que ganharam medalhas após a conclusão das provas.

A dona de casa Vânia da Silva, 29, fez questão de levar a pequena Maria Luiza, 3, que possui paralisia cerebral, para a programação. Para ela, iniciativas como essas ajudam a diminuir o preconceito. “Precisamos de mais eventos como esses para que as pessoas possam mudar seus pensamentos em relação às pessoas com deficiência. A Maria Luiza adorou participar da corrida do Abracinho e, sempre que puder, estarei participando com ela de programações assim”, garantiu.

IMG_2259O vencedor da corrida Rústica na modalidade cadeirante foi o industriário Francisco Barros Pimenta, 43, que já participou, inclusive, da São Silvestre, em São Paulo. “Participo de todas as corridas de Manaus e não poderia deixar de vir a essa. Estou feliz por mais uma vitória”, comemorou, após receber a premiação das mãos do prefeito.

Jaavas

Uma série de atividades e disputas esportivas continuarão ao longo da 4ª edição dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas). O evento foi aberto na última sexta-feira, 21, no Parque Municipal do Idoso, e seguirá ao longo desta semana, encerrando no dia 28.

IMG_2288Para o secretário Sildomar Abtibol, da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), a realização do Jaavas é importante por consolidar um trabalho de estímulo à atividade física, que tantos benefícios traz ao ser humano. “O exemplo de superação dado pelas pessoas com deficiências que participam das competições é fundamental para que outras pessoas tomem a iniciativa e também comecem a praticar uma atividade física, que a afastará dos hospitais e unidades de saúde, porque ganharão qualidade de vida”, disse.

IMG_2174Alunos inclusos

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) possui 1.915 alunos com deficiência. Do total, 1.110 estão inclusos em 70% das 506 escolas da rede, tanto no diurno, quanto no noturno. Há ainda 470 matriculados na Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo e também 345 alunos parcialmente incluídos. Esses alunos são de 24 classes especiais, sendo 15 alunos com deficiência por turma.

De acordo com o subsecretário de Finanças da Semed, Luiz Fabian Barbosa, é direito fundamental de qualquer criança ter acesso a educação de qualidade e a educação especial é uma modalidade que se inclui dentre as ações da Semed. “A orientação do prefeito Arthur é trabalhar em prol da inclusão de todas as formas nos termos que determina nossa constituição”, destacou.

Texto: Auriane Carvalho

Foto: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Cultura Afro Brasileira é trabalhada com professores da Semed em curso a distância

segunda-feira, agosto 24th, 2015

IMG_0101Cerca de 200 educadores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) participarão até o dia 3 de outubro do curso de História e Cultura Afro Brasileira: África, Africanidade e Racismo no Brasil. Para marcar o início da atividade foi realizada neste sábado,22, a aula inaugural no auditório da Semed. O curso que pretende ampliar os conhecimentos acerca do ensino de História e cultura afro brasileira e africana está sendo oferecido na modalidade a distância, em parceria com editora positivo.

“O objetivo do curso é aprofundar a lei 10.639/2003, que torna obrigatório o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana em todas as escolas públicas e, sobretudo, municiar os nossos educadores de conhecimento, suporte pedagógico para que seja trabalhado temas relativos ao Ensino de História e Cultura Africana e afro Brasileira em sala de aula”, explicou a assessora de Diversidade da Semed, Lídia Helena.

IMG_0112A formação terá carga horária de 40 horas e será dividida em três módulos. Durante as aulas online, os alunos terão o contato direto com os professores pelo www.e-formacaoeditorapositivo.com.br, onde terão acesso ao conteúdo programático do curso, para possíveis esclarecimentos ou dúvidas.

Para Jussinildo de Oliveira, professor de Ensino Religioso da Escola Municipal São Benedito, o conhecimento adquirido ao longo do curso dará suporte para intensificar o trabalho que realiza com alunos do 6º ao 9º ano sobre a diversidade.

“Em minha escola, trabalho com alunos dos anos finais do Ensino Fundamental temas inerentes a cultura afro-brasileira, a partir da confecção de cartazes que apresentam a temática afro, de livros que abordam história e contos da África, na biblioteca e no telecentro da unidade e em sala de aula. Em face a este trabalho, percebo a grandeza desta atividade, porque a partir dela vejo um meio de aprimorar o conhecimento acerca da diversidade, obter novas metodologias de ensino, técnicas a serem abordadas em sala e também de esclarecer algumas dúvidas. Por isso, a agradeço a Semed pela iniciativa”, destacou o educador.

IMG_0052Abertura
A cerimônia de abertura contou com representantes das secretarias estaduais de Educação (Seduc), Justiça e Direitos Humanos e Cidadania (Sejuc) e de movimentos sociais.

No decorrer do evento, alunos de intercâmbio da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), vindos de países como Guiné, Senegal e Guiné-Bissau fizeram um desfile, demostrando a suas respectivas culturas.

Além disso, houve mesa redonda com as autoridades e convidados, exposição da cultura afro brasileira com roda de capoeira apresentada pelo grupo Gingado, mostrando especifidades da cultural brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular e música.

Palestra
IMG_0065O ápice da aula inaugural foi a palestra proferida pelo professor e assessor da positivo, Walfrido de Olivera Junior. Dentre os assuntos discutidos pelo educador estava as diretrizes nacionais, aspectos e especificidades destas diretrizes, o uso delas no cotidiano e considerações a respeito da temática central do curso.

De acordo com o palestrante, a iniciativa da Semed em oportunizar uma discussão sobre a cultura afro dará a oportunidade dos educadores fazerem uma reflexão sobre a sua prática docente e se tornarem multiplicadores do conhecimento que absorverem.

“O primeiro ponto que este curso propõe é uma análise sobre as diretrizes nacionais em vigência que tratam a questão da cultura afro e sobre como o educador está trabalhando esta temática com seus alunos. Vejo que esta iniciativa trará um impacto positivo na educação pública em Manaus, porque dará subsídios pedagógicos aos educadores e os tornará replicadores e reprodutores das discussões a respeito a importância do negro, do afro descendente e aspectos ligados a cultura e religiosidade afro brasileira e, consequentemente, a respeito destas manifestações culturais e religiosas. Desta forma o professor vai sentir mais preparado para levar o conhecimento sobre a discussão”, salientou.

Texto: Emerson Felipe
Foto: Lton Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Cmei Mary Assayag realiza Feira de Ciências

segunda-feira, agosto 24th, 2015

Feira de Ciências CMEI. Mary Assayag. Fotos Cleomir (1)Conscientizar sobre a preservação do meio ambiente e evitar desperdícios foram os principais objetivos da Feira de Ciências realizada nesta sexta-feira, 21, pelos alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Mary Assayag Hannan, localizado na comunidade Parque São Pedro, bairro Tarumã, zona Oeste.

Com o tema principal “Luz, ciência e vida para Manaus”, os 355 alunos das 16 turmas do Cmei trabalharam subtemas que alertavam os pais e outros alunos sobre como evitar desperdícios de água e de luz. De acordo com a gestora, Maria do Socorro, os trabalhos para a feira de ciências começaram em julho, por meio de pesquisas.

Feira de Ciências CMEI. Mary Assayag. Fotos Cleomir (11)“O nosso objetivo com a feira é integrar os nossos alunos com as famílias e alertar sobre o desperdício da água e da luz, evitando o consumo em excesso. Esse trabalho começou em há um mês e envolveu muita pesquisa por parte dos alunos e contamos muito com o apoio dos pais”, relatou.

Para a professora Ana Claudia Rodrigues, incentivar a conscientização das crianças gera um cidadão melhor no futuro.

“Nós realizamos pesquisas de campo com o apoio dos pais, em locais que já serviram de diversão e, hoje, estão poluídos e abandonados. A intenção é mostrar para as crianças que a esperança de mudar está nas mãos deles, que se eles forem bem orientados eles vão ser um futuro melhor”, afirmou.

Feira de Ciências CMEI. Mary Assayag. Fotos Cleomir (34)A cabeleireira Raquel Seixas, mãe da aluna Paola Vitória, 4, contou que a Feira de Ciências é importante para os alunos, pois incentiva eles a aprenderem ainda mais do que aprendem em sala de aula.

“Desde quando a Paola começou a estudar para a feira, ela ficou fascinada. Ela apresentou sobre os planetas do sistema solar, coisa que nem eu sabia e que ela acabou me ensinando. A escola realiza um trabalho muito bom aqui na comunidade eu participo de todas as atividades que posso acompanhar minha filha”, informou a mãe.

TEXTO: João Pedro Figueiredo
FOTOS: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054

Alunos participam de gincana de matemática ‘de olho’ na Prova Brasil

segunda-feira, agosto 24th, 2015

IMG_0033As principais bases matemáticas, sistemas fracionários, grandezas e medidas, entre outros conteúdos que irão constar na Prova Brasil de 2015 foram trabalhados na 1ª Gincana de Matemática, realizada na tarde de sexta-feira, 21, pela Escola Municipal Paula Frassinetti, localizada no bairro da Glória, zona Oeste. A atividade envolveu duas turmas dos 5º ano, no período da manhã e tarde, além de professores e pais de alunos.

“O nosso objetivo com este evento é promover um estudo atrativo sobre a disciplina da matemática e, principalmente, alcançarmos a nossa meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que é 7,4, para ficarmos entre as 15 escolas melhores colocadas no exame nacional”, explicou a gestora, Joanita Aquino Afonso.

IMG_0013 (1)A gincana aconteceu por meio de perguntas e respostas de múltipla escolha. A pedagoga Kellen Silva, que esteve à frente da organização da atividade junto aos professores da disciplina, salientou que o evento foi realizado para os alunos vivenciarem uma nova experiência acadêmica.

“Neste evento os alunos têm a oportunidade de experimentar e construir o conhecimento, porque ao longo da preparação absorveram diversos conteúdos”, explicou.

Kellen informou que a gincana contou com a dedicação de professores e pais de alunos que se envolveram no processo. “E com um trabalho pedagógico feito por meio do sistema de apostilas e simulados online, envolvendo, sobretudo, o conteúdo da Prova Brasil”, destacou.

IMG_0008 (1)Outro assunto abordado durante a gincana foi a porcentagem. O cálculo percentual nada mais é que a multiplicação de um valor qualquer pelo percentual desejado. Para o aluno Pedro Henrique, 10, esta definição ficou bem definida.

“Com a gincana, aprendi como fazer para encontrar um percentual de determinado valor que eu queria. Tipo encontrar 20% de algum valor. Isso é importante e eu vou levar para toda minha vida”, observou.

Para o estudante Romano Cunha, 11, a gincana serviu para reforçar conteúdos conhecidos. “Serviu para eu conhecer mais sobre formas geométricas, expressões numéricas, as bases de matemática, como adição e multiplicação, entre outros assuntos”, destacou Romano.

Texto: Emerson Felipe
Foto: Lton Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054