Archive for the ‘noticias’ Category

Creche Municipal Professora Eliana de Freitas Morais completa seis anos

sexta-feira, julho 18th, 2014

Em comemoração aos seis anos de existência da Creche Municipal Professora Eliana de Freitas Morais, localizada no bairro do Riacho Doce, zona Norte, alunos, educadores e pais prestigiaram apresentações culturais nesta sexta-feira, 18. Cerca de 300 pessoas participaram do evento.

“Objetivo da festa, além de aproximar e propor um momento de socialização entre a comunidade escolar e pais, foi pontuar os seis anos de existência desta unidade, tendo em vista o trabalho que realizamos durante estes anos”, disse a gestora da creche, Maria Jane.

“É bom saber que a creche se preocupa em reunir pais e alunos para se confraternizarem e celebrarem um momento único como esse. A festa estava ótima e bem organizada. Espero que tenha outras”, disse a mãe da aluna Ana Clara, Diana Bentes.

Reconhecimento

Belarmina Almeida, mãe da aluna Isabella de Almeida Silva, 3, que está na creche desde os 9 meses de idade, relatou a importância da unidade. “Essa creche me deu a oportunidade de conseguir ficar em um emprego e, com isso, obter uma renda mensal e sustentar minha família. Por isso, agradeço sua existência e a dedicação e o carinho das pessoas que trabalham aqui”, disse.

A gestora ficou emocionada com a presença dos pais. “Sinto-me feliz e orgulhosa por saber que os pais reconhecem a dedicação e o trabalho que realizamos nesta unidade”, frisou.

A unidade foi inaugurada em 12 de junho de 2008 e desde sua implantação já beneficio 1.080. Hoje, possui 56 funcionários, sendo 33 professores, um assistente social, pedagoga, psicopedagoga, administrativo, quatro merendeiras e 6 serviços gerais. O prédio possui 10 salas, uma brinquedoteca, um espaço para atividade de educação física, lavanderia, cozinha, além de espaço de recreação.

Texto: Emerson Felipe

Fotos: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-1188/ (92)8842-1188

Semed promove Jornada Pedagógica com os professores

sexta-feira, julho 18th, 2014


A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), promoverá a segunda fase da Jornada Pedagógica de 2014 entre os dias 21 a 24 de julho. Com o tema ‘Diálogo sobre formação continuada de professores’, o encontro visa aprimorar os métodos de ensino na rede municipal de educação e é destinado aos formadores da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) e assessores das Divisões Distritais Zonais (DDZs).

A abertura, no dia 21, ocorrerá no auditório da Prefeitura de Manaus, na Avenida Brasil, Compensa, zona Oeste, às 8h30. Neste dia, serão realizadas três palestras com os professores doutores César Nunes e Davi Marango, além do mestre em Educação Marcos Aurélio Pereira.

Nos dias 22,23 e 24, haverá palestras e oficinas sobre o processo de formações continuada e também sobre a gestão nas escolas do município, na DDPM, Avenida Maceió.

Segundo a gerente de Formação Continuada da Semed, Rosa Eulália Vital, a expectativa é que cerca de 300 profissionais da educação participem da Jornada Pedagógica. “O formador capacita os professores para atuarem com qualidade em sala de aula. Na Jornada Pedagógica, ele será formado por esses profissionais altamente qualificados que estarão aqui conosco. Será um aprimoramento da abordagem técnica. Ele (formador) vai conhecer novas metodologias, saber como aplicá-las. Será um momento muito oportuno”, afirmou, acrescentando que com o encontro, os participantes conhecerão que metodologia aplicar para cada área de ensino. “Será possível perceber como trabalhar com o professor do 1º ao 3º do Bloco Pedagógico, qual metodologia usar quando trabalhar com professor de 4º  e 5º, que aborda a alfabetização leitora, por exemplo”.

 

SERVIÇO

O quê: Jornada Pedagógica.

Quando: De segunda-feira, 21, a quinta-feira, 24 de julho.

Horário: 8h30

Onde: Abertura no Auditório da Prefeitura (dia 21) e oficinas (dias 22,23 e 24) na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM/Semed), Av. Maceió em frente à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-1188/ (92)8842-1188

 

Escolas da Prefeitura de Manaus apresentarão projetos durante a 66ª Reunião Anual da SBPC

sexta-feira, julho 18th, 2014

Dois projetos de uma escola da Secretaria Municipal de Educação (Semed) foram aprovados para se apresentarem durante a 66ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), que ocorrerá de 22 a 27 de julho, em Rio Branco, no Acre. Os projetos são desenvolvidos por alunos da Escola Municipal Deputado Ulysses Guimarães, localizado no bairro Amazonino Mendes, zona Norte.

Os projetos escolhidos foram “Socializando Saberes: a história através das toadas de boi-bumbá” e “Enamorados pela Vida: cantando e dançando contra as drogas”. Ambos são financiados pelo Programa Ciência na Escola (PCE), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). O programa consiste em apoiar, com recursos financeiros e bolsas estudantes do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental que participem no desenvolvimento de projetos de pesquisas de escolas públicas.

 

Um dos responsáveis por desenvolver os projetos com os alunos, o professor de história Rosivaldo da Fonseca Moreira, informou que os projetos escolhidos trabalham a cultura, pesquisa e tecnologia.

“No primeiro projeto, Socializando Saberes, nós buscamos trabalhar a cultura indígena, a cultura amazônica, por meio das toadas, procuramos trabalhar as letras e extrair as histórias das toadas e atividades folclóricas relacionadas ao boi-bumbá. O projeto Enamorados pela Vida é mais antigo, porém trata de um problema que sempre deve ser trabalhado: o combate às drogas. Todo ano mudamos o subtítulo do projeto, mas sempre buscamos trabalhar essa temática das drogas, pois em 2010, quando foi criado, era um problema grave na escola. Hoje, podemos dizer que esse problema foi totalmente resolvido. Os projetos acabam provocando um progresso na vida dos alunos e até da comunidade”, informou.

Os projetos são realizados no contraturno do ensino regular para não prejudicar os alunos. Cada um conta com cinco bolsistas, que recebem R$120 mensal por seis meses. “O recurso é utilizado para a compra de material, que é utilizado durante a elaboração dos projetos”, destacou o professor Rosivaldo. Ele explicou  ainda que seis representantes da escola seguem no próximo dia 21 para Rio Branco e devem retornar à Manaus no dia 28. As passagens e as bolsas dos alunos serão custeadas pela Fapeam.

Outros projetos

De acordo com o gestor da escola, Carlos André Alonso da Silva, além dos dois projetos aprovados para a reunião da SBPC, outras oito iniciativas também foram escolhidas pelo PCE/Fapeam. Os projetos na escola, como destacou o gestor, mudaram o cotidiano dos estudantes em aproximadamente três anos. “Quando eu cheguei à escola em 2011 já havia três projetos em desenvolvimento. Entre eles, o “Enamorados pela Vida”, mas percebi que não havia uma valorização por parte dos alunos, porém percebi que havia interesse dos professores em tocar as ações. Nós nos reunimos e conversamos sobre a melhor forma de trabalhar, buscamos apoio financeiro, principalmente no PCE, e, hoje, cerca de três anos depois, a escola passou de três para dez projetos aprovados. Este ano, vamos ter a experiência de levar esse nosso conhecimento em uma reunião nacional, como a SBPC”, relatou o gestor.

SBPC

Com o tema “Ciência e Tecnologia em uma Amazônia sem Fronteiras”, a 66ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) será realizada em Rio Branco, na Universidade Federal do Acre (Ufac). No total, serão 199 atividades, como a participação de pesquisadores renomados do Brasil e exterior, além de gestores do sistema estadual e nacional de C&T, sete sessões especiais e cinco assembleias. A programação pode ser encontrada no site http://www.sbpcnet.org.br/site/ .

TEXTO: João Pedro Figueiredo

Editora Positivo promove 1º Encontro Pedagógico para educadores da rede municipal

quinta-feira, julho 17th, 2014

  O Sistema de Ensino Aprende Brasil, da Editora Positivo, promoverá, no próximo fim de semana, dias 19 e 20, o 1º Encontro Pedagógico Aprende Brasil, no Hotel Amazônia Golf Resort.  Além de proporcionar a integração entre 260 representantes das 125 escolas da Secretaria Municipal de Educação (Semed) que integram sistema, a programação oferecerá palestras, oficinas e momentos de entretenimento aos educadores.

Para o secretário da Semed, Humberto Michiles, o encontro mobilizará e motivará os educadores. “A Positivo é uma instituição de grande conceito no Brasil inteiro e nós colocamos todo o Ensino Fundamental 2, do 6º ao 9º ano, para utilizar o Sistema Aprende Brasil, com o objetivo de melhorar a qualidade da educação na rede pública. O encontro irá atualizar e motivar os nossos professores, pedagogos e gestores”.

Michiles comentou, ainda, sobre o desafio em igualar a rede pública de educação com a particular. “Nós vamos enfrentar algo que considero um preconceito. Parece que a gente se acomoda em ter na escola pública uma educação com menor qualidade da escola particular e não há razão para isso. Temos que perseguir essa meta, esse objetivo e sonho de dar aos alunos da periferia as mesmas oportunidades, para quando ele for disputar uma vaga na faculdade ou de emprego, ele possa estar em condições iguais”, completou.

A coordenadora pedagógica da Editora Positivo, em Manaus, Valéria Brasil, comentou que o evento será importante para a troca de experiências, integração e mobilização da rede. “Esse encontro para nós, da Editora Positivo, é fundamental, pois vai materializar a parceria e vamos celebrar esse primeiro semestre de trabalho realizado em 2014. O maior objetivo é trocarmos experiências e ouvirmos as opiniões dos professores. Além disso, iremos informar sobre o sistema e falar sobre as novas diretrizes educacionais”.

Programação

Durante os dois dias de encontro, os educadores participarão de oficinas, palestras, avaliações de resultados, momentos de lazer e ainda receberão informações pertinentes ao desenvolvimento do Sistema Aprende Brasil.

Entre os palestrantes, está a doutora em educação pela PUC/SP, professora Emília Cipriano, que falará sobre as competências para ensinar e sobre a organização do ensino, bem como a importância do planejamento e o papel do coordenador pedagógico e do gestor escolar neste processo.

Além dela, o mestre e doutor em educação pela Unicamp, professor Cesar Nunes explanará sobre a educação básica e as novas diretrizes curriculares. Outros profissionais da educação de relevância nacional e internacional também participarão do evento, ministrando palestras e oficinas.

No sábado à noite, os educadores poderão se divertir com um Luau Pedagógico oferecido a eles, com muita música e histórias.

Aprende Brasil

O Aprende Brasil foi implementado na rede municipal de ensino em 2011 para potencializar a qualidade de ensino nas escolas municipais. O sistema disponibiliza materiais didáticos e recursos tecnológicos de aprendizado para cerca de 71 mil alunos de escolas municipais.

Em 2014, além da ampliação do sistema, os estudantes passarão a contar com o software de ensino Aprimora, a partir deste segundo semestre. O Aprimora oferece uma combinação de atividades interativas e multimídia para os alunos e professores de todas as escolas do 6º ao 9º ano da Semed.

Ao todo, as escolas da rede que ainda não possuem telecentro e estão incluídas no programa receberão 41 carrinhos, cada um com 25 tablets, roteador, wi-fi, data show e laptops. As que já possuem telecentro receberão mais 10 tablets para trabalhar com o conteúdo digital.

Texto: Luana Carvalho

Caravana da Saúde leva atendimento a mais uma escola municipal

quarta-feira, julho 16th, 2014

Após atender aos servidores da Escola Municipal João Braga, na Cidade Nova, zona Norte, entre os dias 14 e 15 de julho, a Caravana da Saúde dá sequência ao trabalho, nesta quinta-feira (17) e sexta-feira (18), na Escola Municipal Sulamita Pereira Gonçalves, na avenida Timbiras, 177, Cidade Nova 2, zona Norte. No local, equipes de saúde farão consultas oftalmológicas em consultórios móveis montados em trailers, além de exames de ultrassonografia e mamografia por meio da Carreta da Mulher. O atendimento será realizado das 8h às 17h.

A ação teve um balanço positivo entre os servidores da Escola João Braga. No primeiro dia de Caravana, foram contabilizadas 59 consultas oftalmológicas, uma mamografia e 33 ultrassonografias. No segundo, o número de funcionários presentes ao oftalmologista foi de 49, enquanto o total de mamografias subiu para 33 e de ultra chegou a 18. “Tivemos um retorno muito positivo, principalmente no que diz respeito a mamografias no segundo dia”, comemorou Márcio Martins dos Santos, chefe da Divisão Técnica do Programa Saúde Manaus Itinerante.

A Caravana da Saúde é resultado de uma parceira entre Secretaria Municipal de Educação (Semed), de Saúde (Semsa) e Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus (Manausmed) e visa valorizar o servidor por meio da prestação de consultas médicas e da conscientização da importância da medicina preventiva.

FOTO: Lton Santos/Semed

Alunos da Semed visitam exposição sobre Povos Indígenas na Ponta Negra

quarta-feira, julho 16th, 2014

Alunos Escola Municipal Professor Paulo Graça, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), visitaram a exposição ‘Povos Indígenas no Brasil – 1980/2013’, na manhã desta quarta-feira, 16. Promovida pela Embaixada da Noruega e pelo Instituto Socioambiental (ISA), com o apoio da Prefeitura de Manaus, a exposição ocorre no Complexo Turístico Ponta Negra (ao lado da pista de skate) e vai até o dia 17 de agosto.

Os 38 alunos do 6º ao 8º ano, puderam conferir 32 fotografias feitas por fotojornalistas de todo Brasil, entre eles o manauara Luiz Vasconcelos. As imagens mostram momentos marcantes de indígenas entre os anos de 1980 até 2013. A exposição mostra também, desafios que os povos indígenas enfrentam para que seus direitos sejam efetivamente respeitados.

A professora Maria Lúcia Simões acompanhou os alunos durante a exposição e destacou a oportunidade que eles têm de buscar novos conhecimentos. “É muito importante poder conhecer as histórias dos povos indígenas no Brasil por meio de fotografias. É uma atividade tão importante que pode ser trabalhada em sala de aula e na vida. É um conhecimento próprio que abre um leque de conhecimento para os alunos”, relatou.

Atento às explicações dos mediadores da exposição, o aluno João Victor Magalhães, do 7º ano, informou que conseguiu extrair novos conhecimentos das fotografias. “Eu aprendi o tanto que os índios queriam ter os diretos deles. Nas imagens aparecem os índios sendo atacados por garimpeiros e na constituição querendo seus direitos”, disse.

Bruna Flávia Cunha, aluna do 6º ano, também gostou do que viu na exposição. “Achei legal porque fala sobre os povos indígenas e a cultura da Amazônia, o que os nossos antepassados faziam. Foi muito legal e importante acompanhar pelas imagens”, relatou.

De acordo com Francis Madson, que é mediador da exposição, as imagens ficarão expostas 24 horas, aberta para o público que quiser prestigiar. “A exposição conta uma parcela a história do homem indígena no Brasil através de várias perspectivas, mas de um cunho muito político, que é a resistência deles em relação às estruturas, os pensamentos das políticas públicas para eles desenvolvidas pelo Estado. Esse confronto, esse dialogo estão sendo representados nessa exposição, que é subsidiada e tem uma relação direta com o Governo da Noruega, que está a um determinado tempo com os povos indígenas pensando nessas estruturas para o bem dos indígenas. Vamos até o dia 17 de agosto, de 8h até às 20h com a presença dos mediadores, mas as imagens são permanentes podendo ser visitadas por 24 horas. É uma exposição autossustentável, possuindo tetos solares para iluminar durante a noite”, informou.

As imagens mostram desde a presença de lideranças indígenas em Brasília em 1980, até as mobilizações de 2013. Passam pelo processo da Constituinte, pela demarcação de terras, por conflitos de afirmação de identidades consideradas extintas, pelos povos “isolados” e pelo uso das tecnologias digitais pelos jovens das aldeias. A intenção dos organizadores é que as imagens sirvam de referência para as narrativas dos seus protagonistas, assim como para o aprendizado de novas gerações.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Lton Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação – Semed

3632-2054

Mais de 450 alunos da Escola Municipal Cândido Honorio participam da Formação em Serviço

quarta-feira, julho 16th, 2014

Quatrocentos e noventa alunos do 2º e 5º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Cândido Honório, bairro Alvorada, zona Oeste da cidade, participaram da Formação em Serviço promovida Secretaria Municipal de Educação (Semed), nesta quarta-feira, 16. A oficina acontece em tempo integral.

Na oportunidade, estudantes e professores interagiram com os recursos tecnológicos utilizados pela unidade de ensino durante o ano letivo, como Telecentro, Lego Educacional, Programa Um Computador por Aluno (Pro UCA), Mesas Educacionais E-Block e Lousa Net Bill.

A ação visa qualificar a comunidade escolar e os educadores com o uso dos recursos digitais, oriundo da parceria da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) com a Divisão Distrital Zonal (DDZ) 2 da Semed, que abrange as escolas municipais das zonas Oeste e Centro-Oeste da cidade.

“A DDZ realiza assessoramento na escola, onde observa todos os recursos tecnológicos existentes na unidade e depois o DDPM organiza a formação em serviço. Essa formação acontece na sala de aula, com a presença de um formador de recursos tecnológicos da DDPM, que apresenta ao professor como utilizar esse recurso, por meio de uma demonstração prática aos alunos. O educador da sala de aula recebe orientação teórica e prática, para melhorar o rendimento da escola e o processo de aprendizagem.”, finalizou a coordenadora pedagógica do DDPM, Nereida Bessa.

Com a experiência de 15 anos de trabalho na Gerência de Tecnologia Educacional (GTE) da Semed, a assessora de tecnologia da DDZ 2, Ivana Costa, acompanhou de perto o trabalho realizado pelos seis formadores da DDPM. Ela aproveitou para destacar a importância da formação para comunidade escolar no geral.

“O professor tem que interagir com seu aluno, ou seja, é a troca para que os dois seguimentos juntos tenham uma metodologia. Nós estamos aqui para dar uma luz, para que o educador consiga utilizar os recursos em prol do seu trabalho em sala de aula. A gente tem percebido, quando voltamos na escola, que os professores já estão utilizando os recursos, sem contar a boa parceria do gestor nesse processo de interação para alcançar bons resultados”, comentou.

De acordo com a diretora, Elisangela Brandão, a escola tem alcançado bons resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

“No trabalho de gestão da escola, nós entendemos que não é mais possível deixar de trabalhar com os recursos tecnológicos. Hoje, as crianças estão muito ligada a essa inovação, por isso, a escola recebe essa formação com a finalidade de otimizar o trabalho e elevar o índice de rendimento das turmas. Estamos com índice muito bom de 5,1 no Ideb, mas nossa meta é chegar em 5,2”, disse.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Cleomir Santos

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação – Semed

3632-2054

Prefeitura disponibiliza consultas oftalmológicas e óculos gratuitos para os alunos

quarta-feira, julho 16th, 2014

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), está disponibilizando consultas oftalmológicas e óculos para alunos da rede pública de ensino de Manaus, por meio do Programa Saúde do Escolar. Na sala de aula, os problemas de visão dificultam o processo de aprendizagem do estudante, podendo causar desinteresse com as disciplinas e, posteriormente, o abandono da escola. O projeto existe para evitar que esse empecilho afaste os alunos da escola.

Os atendimentos tiveram início na manha desta terça-feira, 15, na Escola Municipal Carmen Hage, na zona Norte da cidade, e serão levados para unidades de ensino de todas as Divisões Distritais Zonais (DDZs).

Segundo a gerente de Atividades Complementares e Programas Especiais da Semed, Welciane Jacintho, serão realizadas três mil consultas e a distribuição de 1,5 mil óculos para os alunos. ”Nosso maior objetivo é identificar e corrigir os problemas para que eles não comprometam o ensino e aprendizagem. A secretaria espera contribuir com a diminuição da taxa de evasão escolar e garantir a melhoria na qualidade de vida dos alunos”, explicou.

O processo é dividido em três partes. Inicialmente, o professor faz um teste de acuidade para detectar quais alunos precisam se consultar com um médico e encaminha para um profissional que atende na própria escola. Após a consulta, se necessário, o estudante sai com encaminhamento para confecção das lentes e armação. No prazo de 30 a 40 dias, o aluno recebe o óculos na própria escola.

A aluna Lilian Correia, 13, do 6º ano, se consultou com o oftalmologista e foi detectado que ela tem astigmatismo e precisará usar óculos de lentes com grau 0,75, confirmando o que ela já desconfiava. “Eu sempre sentei na frente, mas estava com dificuldade de enxergar”, disse a menina.

A dona de casa Josenilda Silva, acompanhou os dois filhos na consulta médica. Ambos precisarão usar óculos. Ela agradeceu pela iniciativa da prefeitura, pois destaca que não teria condições financeiras de arcar com as despesas de lentes e armações. “Eu acho muito bom a prefeitura dar essa oportunidade para as pessoas que não têm condições como eu, porque os óculos custam muito caro. Eles sempre reclamavam de que não enxergavam direito, mas eu não tinha como comprar. Fico agradecida por essa ajuda”.

TEXTO: THIAGO BOTELHO
FOTOS: LTON SANTOS

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação – Semed

3632-2054


Prefeitura abre inscrições para o 2º Curso de Capacitação em Educação Física Adaptada

terça-feira, julho 15th, 2014

Estarão abertas a partir desta quinta-feira, 17, as inscrições para o 2° Curso de Capacitação em Educação Física Adaptada. Os interessados podem se dirigir ao Complexo Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo, sala 3 (coordenação dos jogos adaptados), localizado na rua da Penetração, s/nº, Parque Dez de Novembro, Vila Amazonas, zona Centro-Sul, das 7h30 às 11h e das 13h30 às 17h.As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de julho para o preenchimento de 300 vagas.

O curso é realizado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), e ocorrerá de 4 a 8 de agosto como uma das ações do projeto Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas). O objetivo é formar profissionais preparados para enfrentar os desafios de educar crianças com deficiências por meio do esporte adaptado. A qualificação será destinada a 300 professores de Educação Física, assim como professores que trabalham nas salas de recursos de alunos inclusos na rede de ensino.

Os professores de Educação Física, que trabalham com a educação inclusiva, participarão dos cursos de basquetebol em cadeiras de rodas, voleibol sentado, atletismo e bocha. Já os educadores da Semed terão dois cursos específicos: jogos recreativos adaptados e golbol.

O primeiro curso, realizado em fevereiro deste ano, contou com a participação de 65 profissionais de educação física. Com a parceria entre a Semed e o Comitê Paralímpico Brasileiro (CBP), o número de inscrições passou para 300 vagas, devido ao sucesso alcançado da primeira edição realizada em Manaus.

“Nós convidamos todos os interessados a participarem do curso porque são 300 vagas disponíveis. É um momento especial, pois vamos poder aprender com o Comitê Paralímpico Brasileiro sobre como trabalhar um pouco mais com as pessoas com deficiência.”, comentou a coordenadora do Jaavas, Shirley Amaral, responsável pelo curso.

“Nós entramos em contato com o CPB, por meio da professora Rosicler Ravache, que veio no primeiro curso. O professor de educação física tem de conhecer um pouco mais sobre o esporte adaptado, a pessoa com deficiência. Essa foi uma necessidade, que encontramos nos assessoramentos que realizamos na rede”, concluiu.

No ato da inscrição, é necessário que o educador apresente o contracheque, número da matrícula e carteira de identidade. Outras informações podem ser obtidas pelos números 3216-7083 ou 9350-1847 (Shirley Amaral).

Palestrantes

O curso será ministrado por profissionais capacitados, pertencentes ao Comitê Paralímpico Brasileiro. Um dos palestrantes será o professor e Doutor Alberto Martins da Costa, coordenador geral da Academia Paralímpica Brasileira, responsável pela parte do curso no primeiro dia e aspectos gerais da classificação funcional. A professora Dra. Rosicler Ravache, técnica de atletismo e coordenadora dos cursos de formação de atletismo paraolímpico do CPB e o presidente da Confederação Brasileira de Volei Paralímpico, Amaury Ribeiro, com a modalidade de vôlei sentado, também estarão presentes no curso além de outros profissionais.

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Rodemarques Abreu

Pais de crianças atendidas nas novas creches estão satisfeitos com a estrutura das unidades

terça-feira, julho 15th, 2014

Os pais das 240 crianças atendidas nas duas novas creches, inauguradas nesta segunda-feira, 14, nas zonas Oeste e Leste da cidade, mostraram-se satisfeitos com a estrutura dos prédios. Durante as cerimônias de inauguração, eles conheceram as dependências das unidades, conversaram com os professores e falaram sobre as expectativas em relação ao atendimento às crianças.

A Creche Municipal Ana Lopes Pereira, localizada na Rua Sebastião Romano, Conjunto Aruanã, bairro Compensa, zona Oeste, e a Creche Municipal Neide Tomaz Avelino, situada na Rua Mutum-Etê, Comunidade Cidade Alta, bairro Jorge Teixeira, zona Leste, atenderão a 120 crianças, cada uma.

Moradora do bairro Jorge Teixeira há mais de dez anos, a dona de casa Mariana Conceição Petosa, 22, matriculou o filho de 1 ano e 6 meses na unidade e agora tem a possibilidade de trabalhar e estudar. “Essa é a primeira creche do bairro e estou muito satisfeita por ter conseguido uma vaga. Agora vou poder fazer minhas coisas tranquilamente, pois sei que estou deixando meu filho em um lugar seguro e bem organizado”, disse.

As unidades possuem oito salas de aula, laboratório de informática, brinquedoteca, berçário, minianfiteatro, fraldário, solarium, lavanderia e refeitório. Ao todo, 30 profissionais atuarão nas creches, entre professores, psicólogos, enfermeiros, lactaristas, manipuladores de alimentos e pedagogos.

Para a industriária Carmem Souza, 28, os equipamentos modernos e as salas confortáveis chamam a atenção. “Cheguei a visitar todas as salas. Tem tudo para as crianças, desde cadeirinhas até área para dormir. Tudo bem organizado. Tenho confiança em deixar minha filha na creche”.

Keila Ohana, de 3 anos, está matriculada na Creche Municipal Ana Lopes Pereira, na Compensa, e não perdeu a oportunidade de conhecer o laboratório de informática. “Ela ficou muito interessada pelos jogos no computador. É a primeira vez que minha filha está frequentando uma creche e estou muito feliz. Será muito bom para ela aprender cada vez mais”, disse a mãe, Keila Geane, de 37 anos.

A dona de casa Camila Magalhães, 26, veio para Manaus há dois anos e contou que o filho não frequentava uma creche por conta do preço inacessível. “Tínhamos necessidade de uma creche no bairro, pois todas são muito caras. Conversei com alguns vizinhos e eles me informaram sobre a inauguração desta creche. Corri e consegui uma vaga para o Enzo”, relatou.

Camila explicou ainda sobre suas expectativas em relação aos cuidados com o filho de 2 anos e 6 meses. “Pelo que já observei, os profissionais da creche são muito dedicados e tudo é muito bem organizado. Gostei de tudo”.

O secretário Municipal de Educação, Humberto Michiles, elogiou a estrutura das duas unidades entregues nesta segunda-feira, 14, e comentou sobre a importância da construção de mais creches em Manaus. “É fundamental porque durante muito tempo o Brasil não deu a devida importância às creches, e, hoje, a Prefeitura de Manaus busca corrigir essa deficiência. O prédio é de um padrão cuja estrutura não deixa a desejar a nenhuma outra creche particular. Dispomos de estrutura adequada e profissionais de alto nível. Tudo  para proporcionar melhor educação e conforto a esses pais que confiam em nossas escolas”.

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, explicou que a meta é iniciar a construção de mais 42 novas creches até o final do ano. Destas, oito já estão em construção, outras 14 estão em processo de licitação e 20 estão incluídas na ata de adesão no Governo Federal para iniciar as obras. “Nós estamos com a distribuição de creches bem organizadas. Meu compromisso é entregar até o final da gestão 110 novas creches. Quando eu comecei, Manaus tinha apenas uma”, disse o prefeito.