Archive for the ‘noticias’ Category

Seminário sobre educação em comunidades ribeirinhas tem inscrição gratuita em Manaus

segunda-feira, julho 28th, 2014

O evento  é uma parceria entre a FAS e Unicef e  oferce 100 vagas para  gestores, diretores, professores e pesquisadores na área

Estão abertas as inscrições para o seminário “Educação no Campo na Amazônia: Realidade, Utopia e Fazimentos”, que acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de agosto. O evento é fruto de uma parceria da Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e o Fundo das Nações Unidas para as Crianças (Unicef).

O seminário é gratuito, com 100 vagas disponíveis, para os dias 21 e 22 de agosto atendendo a programação acadêmica. Para aqueles que desejam participar da visita técnica, ela ocorrerá dia 23, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Rio Negro, com 30 vagas disponíveis ao custo individual de  R$ 70, que inclui o deslocamento (Manaus – RDS Rio Negro – Manaus) e almoço regional. A inscrição para os 21 e 22 podem ser feitas até o dia 20, pelo e-mail seminario.educacao@fas-amazonas.org, na ocasião, o participante também pode agendar a visita técnica do dia 23.

Esse evento acontecerá pela primeira vez no Amazonas, com a proposta de analisar a realidade atual da educação em comunidades ribeirinhas a partir de pesquisas em campo sobre a qualidade de ensino como os principais desafios da educação em zonas do interior do Estado. Além disso, também discutirá onde a educação na Amazônia  pretende chegar e as soluções inovadoras para uma educação que contribua com o desenvolvimento sustentável na região.

O seminário é destinado a gestores, diretores, professores e pesquisadores e está dividido em seções com diferentes formatos como, por exemplo, mesas de debate e apresentações de profissionais com experiências na área de educação.

 SERVIÇO

Assunto: Seminário “Educação no Campo na Amazônia: Realidade, Utopia e Fazimentos”

Data: 21, 22 e 23 de agosto

Local: auditório D. Lidia Parisotto, sede da FAS, Rua Álvaro Braga, 351, Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul

Prazo de inscrição:  até o dia 20 de agosto, pelo e-mail seminario.educacao@fas-amazonas.org

Mais informações: (92) 4009-8900, com Nathalia Flores, supervisora pedagógica.

Texto: Assessoria de comunicação da Fundação Amazonas Sustentável (FAS)

Telefones: (92) 8159-1035/(92) 4009-8900

Estudantes da zona Norte são contemplados com apresentações teatrais gratuitas

segunda-feira, julho 28th, 2014

Aproximadamente 600 alunos da Escola Municipal Jornalista Sabá Raposo, na zona Norte, serão contemplados com a apresentação da peça teatral infanto-juvenil ‘Cambacará e a terra Encantada’, realizada pela Cia. Cês em Cena, como encerramento de projeto integrante do Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2013, para manutenção de grupos, com a apoio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), por meio do programa Teatro nas Escolas.

As apresentações ocorrem na terça-feira, 29, e na quarta-feira, 30, e trazem mensagens de conscientização ambiental e de combate ao bullying nas escolas, por meio da apresentação do espetáculo e da realização de oficina de confecção de bonecos a partir de materiais reciclados. As atividades serão realizadas gratuitamente dentro das escolas.

“A Semjel fez toda a articulação para que a instituição de ensino recebesse essa ação. Em contrapartida, tudo o que se refere à manutenção do grupo e produção do espetáculo, como confecção de cenários, figurinos e pagamento de cachês artísticos, será realizado pela Funarte, no âmbito do Prêmio Myriam Muniz da Cia. Cês em Cena”, explica Antonio Carlos Junior, produtor da companhia teatral.

Projeto

O projeto Teatro nas Escolas, mantido pela Semjel, tem o objetivo de educar e conscientizar os jovens por meio das artes cênicas para assuntos importantes do seu universo como questões de saúde, meio ambiente e combate a qualquer tipo de preconceito no ambiente escolar, por meio de apresentações e oficinas teatrais gratuitas nas escolas.

“É uma oportunidade de difusão desta arte e intercâmbio entre artistas e jovens que nunca tiveram o contato com o teatro. Além de transformar as escolas em palco de cultura, também promovemos a inclusão cultural destes estudantes”, explica o secretário da Semjel, Elvys Damasceno.

Os grupos interessados em apresentar seus trabalhos nas escolas ou até mesmo as escolas interessadas em receber o projeto podem entrar em contato pelo e-mail teatrosemjel@gmail.com e informar o nome do responsável (grupo ou escola) e contato. A partir daí é feito um cronograma para que a Semjel atenda às demandas.

 Espetáculo

 ’Cambacará e a terra encantada’ é uma livre adaptação do livro ‘A Terra dos Meninos Pelados’, de Graciliano Ramos. Aborda o drama de uma criança diferente, que sofre constantemente bullying na escola. Para fugir dos preconceitos, cria em sua imaginação uma terra encantada, onde todos são bons amigos. Nesta terra encontra a Caipora, princesa protetora da floresta, que ensina valores de respeito com o meio ambiente, com o próximo e, principalmente, consigo mesmo. Um momento de reflexão e aprendizado para todos entenderem que a diferença é o verdadeiro sabor da vida.

O elenco é formado por estudantes de Teatro da Universidade do Estado do Amazonas (UEA): Emille Nóbrega, Junior Victorino, Samanta Silva, Ismael Farias e Arlisson Cruz. Guta Rodrigues assina a direção e pesquisa musical da iniciativa.

Foto: Divulgação / Semjel

Gestores da DDZ Oeste participam de reunião mensal com representantes da Semed

domingo, julho 27th, 2014

Gestores da Divisão Distrital Zonal  Oeste (DDZ 2) participaram, na tarde desta sexta-feira, 25, da reunião mensal com representantes da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O objetivo foi tirar as duvidas frequentes dos gestores sobre suas escolas e buscar soluções e melhorias para a qualidade da educação. A reunião ocorreu na Escola Municipal Desembargador Cândido Honório, no bairro Alvorada, Zona Oeste.

De acordo com o secretário da Semed, Humberto Michiles, as reuniões servem para estreitar o laço entre a secretaria e os gestores com objetivo de melhorar a qualidade de ensino. O secretário destacou, ainda, o resultado das reuniões passadas.  

“O objetivo é integrar a Semed com as diretorias regionais das escolas, para que possamos cada vez mais criar condições para continuar evoluindo permanentemente. A secretaria dá o apoio para as escolas melhorarem a qualidade de ensino. Com relação as reuniões passadas, houve muitos avanços. Nas primeiras, nós tratávamos praticamente só de estrutura física, o que é muito importante, mas o mais importante é a parte pedagógica, é a qualidade do ensino, que o aluno aprenda. Gosto de lembrar o que o prefeito me disse e queremos por em prática, que não queremos escolas que os alunos apenas frequentem, queremos escolas que os alunos aprendam. Hoje, nós temos espaço para avançar na parte pedagógica, promover a qualificação para os professores, dando aos alunos uma qualidade melhor de ensino e uma qualidade melhor no seu aprendizado”, informou.

A gestora Luana Monteiro, do Centro Municipal de Educação Infantil Professora Diedre Gama Machado, informou que a presença de responsáveis da Semed nas reuniões pode ser uma forma mais rápida de solucionar as demandas das escolas. 

“Nessas reuniões, nós podemos expor as necessidades que as escolas municipais têm no seu dia a dia e apresentando essas necessidades diretamente para os responsáveis, eles podem intervir de uma maneira ma is rápida e solucionar os problemas que as escolas enfrentam de mais urgentes”, relatou.

Segundo gestora Rosely Lira, da Escola Municipal Firme na Fé, localizada no bairro Alvorada, a reunião é importante para viabilizar o trabalho pedagógico das escolas.

 “As reuniões mensais oportunizam o nosso contato para viabilizar o trabalho pedagógico da escola, além das nossas questões estruturais. Penso que essa reunião com representantes da cúpula da nossa secretaria estreita relações que focam no nosso objetivo em comum, que é a educação e a melhoria do ensino. Durante as outras reuniões vários problemas foram sanados, eles (representantes da Semed) ajudam a transformar erros em acertos”, destacou.ora Rosely Lira, da Escola Municipal Firme na Fé, localizada no bairro Alvorada, a reunião é importante para viabilizar o trabalho pedagógico das escolas.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação – Semed

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Quatro escolas municipais ganharam novos nomes para a preservação da cultura indígena

sexta-feira, julho 25th, 2014

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, alterou o nome de quatro escolas da rede municipal de ensino que funcionam em comunidades indígenas para preservar a cultura dos povos tradicionais. O Decreto Municipal 1.394/201 assegura aos indígenas a prerrogativa de definir as nomenclaturas das escolas situadas em comunidades tradicionais. A alteração dos nomes das escolas foi publicada no Diário Oficial do Município de Manaus (DOM) esta semana, na edição 3.456.

A decisão foi tomada após várias reuniões com as diversas comunidades e a mudança tem o intuito de preservar a cultura indígena.

Mudaram de nome as escolas municipais São Thomé, na comunidade de Paraná do Samaúma, que passa a se chamar Escola Indígena Municipal Kunya Taputira; Aleixo Bruno, na comunidade Terra Preta, que passa a se chamar Escola Indígena Municipal Yayumbwewa Rendawa Maku Arú Waimi; Três Unidos, na comunidade Três Unidos-Rio Cuieira, que passa a se chamar Escola Indígena Municipal Kanata T-Ykua; e Boas Novas, na comunidade Viva Nova Esperança, que passa a se chamar Escola Indígena Municipal Puranga Pisasú.

O Decreto 1.394, artigo 2, diz que “a escola indígena adotará o nome a partir da definição do povo ou da comunidade a que se destinar”.

As escolas, com a nova denominação, de acordo com o projeto de Lei, estão incluídas na estrutura básica da Secretaria Municipal de Educação (Semed). O Projeto de Lei, de autoria do Prefeito Arthur Virgílio Neto, foi enviado em maio para a Câmara Municipal de Manaus (CMM) e aprovado pelos vereadores.

TEXTO: Emerson Felipe

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054

Semed e Editora Positivo realizam formação em Física

sexta-feira, julho 25th, 2014

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Editora Positivo promoveram uma oficina em Física para professores do 9º ano da rede municipal como parte das atividades de formação continuada realizadas na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM). A formação ocorreu nesta sexta-feira, 25, e a DDPM está localizada na Rua Maceió, bairro Parque 10 de Novembro, zona centro-sul.

De acordo com o formador e assessor da Editora Positivo, Jeferson Luiz Appel, a formação tem como objetivo sugerir atividades experimentais para que os professores as realizem dentro da sala de aula.

“O principal objetivo é sugerir atividades para eles utilizarem os equipamentos de ciências que possuem nas escolas, tanto no laboratório quanto com demonstrações em salas de aula. No curso, ensinei como usar cada equipamento, falamos sobre dados experimentais e sugestões de atividades experimentais”, explicou.

Ainda segundo o formador, durante o encontro os professores aprederam a usar equipamentos como anel de dilatação, termômetro, mola, fogareiro, balança, dinamômetro, paquímetro e um circuito que simula uma instalação elétrica de uma residência.

A ação faz parte do serviço de assessoria nas áreas do conhecimento, promovido pela Editora Positivo por meio do Sistema Aprende Brasil. Atualmente, 125 escolas da rede municipal integram o sistema Aprende Brasil, do 6° ao 9° ano.

TEXTO: Luana Carvalho

FOTOS: Lton Santos

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054

Bibliotecários da DDZ Leste 2 participam de reunião do PNBE

sexta-feira, julho 25th, 2014

Bibliotecários e auxiliares de bibliotecas da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Leste 2 participaram nesta sexta-feira, 25, da Reunião do Programa Nacional de Biblioteca Escolar (PNBE). O objetivo é informar sobre atividades da área de linguagem visando orientar os participantes quanto ao bom andamento e funcionamento das bibliotecas escolares.

De acordo com a assessora de linguagem, Sângela Santana, a DDZ Leste 2 possui 23 funcionários que atuam como bibliotecários e auxiliares de biblioteca e a reunião ocorre aproximadamente a cada dois meses.

“Os bibliotecários trazem relatórios detalhando os pontos positivos e negativos e, durante a reunião, nós buscamos a melhor maneira de orientar. Aproveitamos ainda para repassar a importância deles para a implantação e o acompanhamento de nossas atividades, como o projeto ‘Quadrinho na Escola’, ‘Olimpíada de Língua Portuguesa’, ‘Semana do Livro Infantil’, entre outras”, informou.

Ainda segundo Santana, a função dos bibliotecários na escola é auxiliar o professor a implantar atividades nas escolas, além de coordenar a área destinada à biblioteca.

“A participação do pedagogo na reunião é importante, pois ainda há casos professores que levam os alunos para a biblioteca e quer que o bibliotecário fique tomando conta. Essa não é a função dele, ele está lá para dar apoio, suporte ao professor, tanto para desenvolver os projetos da área dele como qualquer outras atividades da escola”, relatou.

Auxiliar de biblioteca na Escola Municipal Vicente Mendonça Júnior, localizada no bairro Grande Vitória, Zona Leste, a professora Raimunda Pinheiro de Lima, destacou a importância da reunião.

“Essa reunião é importante porque adquirimos informações, aumenta o nosso conhecimento. Discutimos as dificuldades, os problemas  que ocorreram nesse período e procuramos soluções para melhorar durante essa troca de informações. O trabalho da biblioteca na escola merece atenção por ser um ótimo projeto”, informou.

A próxima reunião da DDZ Leste 2 está marcada para o dia 8 de outubro.

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Cleomir Santos

CMEI Dilsen Alves realiza 2ª Feira de Ciências, Tecnologia e Educação Ambiental

sexta-feira, julho 25th, 2014

Com o tema “Conhecendo os animais da Região Amazônica através das lendas, mitos, contos e fábulas”, o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Dilsen Silva Alves, bairro Coroado, zona Leste, realizou nesta sexta-feira (25), a 2ª Feira de Ciências, Tecnologia e Educação Ambiental. O evento contou com a participação de cerca de 200 crianças matriculadas na escola.


Os alunos do 1º e 2º períodos da unidade de ensino apresentaram em sala de aula os estudos trabalhados durante dois meses. As turmas apresentaram diferentes temas como a arara, coruja, boto, macaco guariba e preguiça.


A atividade faz parte do eixo de Educação Ambiental promovido em toda rede pela Secretaria Municipal de Educação (Semed). O projeto do evento, antes da realização, foi submetido a uma análise da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Leste 1 da Semed, que coordena as escolas municipais daquela área geográfica.


 “A feira proporciona que as crianças aprendam, se aprofundem e se tornem futuros pesquisadores. É bom que eles vão entendendo cada vez mais, conhecendo sobre determinado tema, em especial sabendo um pouco mais sobre os animais da Região Amazônica”, concluiu a diretora do CMEI, Adria Marinho.


A pedagoga da escola, Mirian Araújo da Silva, disse que o tema apresentado na Feira de Ciências teve o apoio pedagógico dos 10 professores, que trabalharam com diversas atividades com alunos.


 “Nós escolhemos esse tema, desde o começo do ano. As crianças foram trabalhando durante todo esse período do projeto sobre a vida, como os animais se alimentam, nome científico e as curiosidades de cada animal. Os professores fizeram uma pesquisa com os pais, por meio de fotos, além de um passeio no bosque da ciência, para conhecer mais esses animais”, finalizou.


Monique Rodrigues é mãe da aluna do 1º período, Ariadne Rodrigues, 6, e sempre acompanha os eventos realizados na escola. Para a responsável, sua filha aprendeu muito sobre o tema relacionado aos animais amazônicos.


 “Eu vejo que ela aprendeu muito, inclusive o bicho estudado foi o macaco guariba. O aprendizado dado na escola pelas professoras está sendo muito bom, ela (a filha) interage bem e a cada dia aprende algo a mais. Apesar de ser pequena, as informações da feira serão ótimas para seu desenvolvimento”, contou.


TEXTO: Paulo Rogério Veiga

FOTOS: Lton Santos/SEMED

Secretaria Municipal de Educação (Semed)Assessoria de Comunicação (92) 3632-2054

Ações de incentivo à amamentação serão fortalecidas

sexta-feira, julho 25th, 2014

O município de Manaus já registra 53,14% de crianças em aleitamento materno exclusivo na faixa etária de zero a seis meses de vida, índice acima da média nacional de 41%. A informação é da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que vai promover na cidade, de 1º a 7 de agosto, a Semana Mundial de Aleitamento Materno 2014, evento realizado anualmente em todo o mundo para fortalecer o apoio às ações de incentivo à amamentação.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão, explica que aumentar o índice de crianças em aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de vida é um dos principais objetivos da Prefeitura de Manaus. “As ações são importantes porque a amamentação representa um dos fatores que colabora para a redução da mortalidade infantil”, destaca Homero de Miranda Leão.

Segundo a chefe do Núcleo de Saúde da Criança e Adolescente da Semsa, enfermeira Ivone Amazonas, a Semana da Amamentação deste ano abordará o tema ‘Amamentação: um ganho para toda a vida’, destacando os benefícios da amamentação para a saúde de cada pessoa.

O foco das ações será a divulgação de informações sobre os Objetivos do Milênio para a redução da mortalidade infantil, estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), e apresentar os progressos alcançados e as dificuldades existentes para o Aleitamento Materno e a Alimentação de Lactentes e Crianças de primeira infância, bem como estimular o interesse entre os jovens, tanto mulheres como homens, para compreenderem a importância e relevância do aleitamento materno no mundo de hoje.

A Semana Mundial de Aleitamento Materno, explica Ivone Amazonas, representa uma das ações desenvolvidas pela Prefeitura de Manaus que vem contribuindo para o aumento progressivo nos índices de aleitamento materno na capital amazonense.

Em 1999, Manaus apresentava 24,4% dos bebês com até quatro meses de vida em aleitamento materno exclusivo. No ano de 2008 este número aumentou para 41% no caso de crianças com até seis meses. Atualmente, Manaus apresenta um índice de 53,14% de crianças em aleitamento materno exclusivo de zero a seis meses. Além disso, 75,59% das crianças de seis a 11 meses e 64,91% das crianças de 12 a 15 meses de vida continuam em processo de amamentação de forma não exclusiva.

A Semsa também tem investido na capacitação de profissionais e na estruturação das Unidades de Saúde para o fortalecimento das ações de aleitamento materno. Ao longo do ano passado, esse trabalho obteve reconhecimento com a entrega de certificados da WABA – rede mundial de organizações e indivíduos que acredita que a amamentação é um direito de todas as mulheres e crianças e dedica-se a proteger, promover e apoiar esse direito para 57 Unidades Básicas de Saúde da rede municipal.

O Ministério da Saúde também certificou de 18 Unidades Básicas de Saúde como integrantes da Rede Amamenta Brasil, atualmente denominada Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil.

Programação

A abertura oficial da Semana Mundial de Aleitamento Materno 2014 vai acontecer no dia 1º de agosto, na Maternidade Moura Tapajóz, no bairro Compensa, 9h, com premiação da Mãe Doadora de Leite Humano do ano de 2014. Nesse mesmo dia acontecerá, às 14h, o lançamento da “Semana do Bebê”, em parceria com o Unicef, com a premiação de oito creches municipais com o certificado “Amiga da Criança”, pelo trabalho de promoção, proteção e apoio ao Aleitamento Materno e Incentivo a Alimentação Complementar Saudável.

A premiação acontecerá na creche Neide Thomás Avelino, no bairro Jorge Texeira, e é resultado de um trabalho de parceria entre as secretarias municipais de Saúde e Educação, iniciada no mês de março deste ano, fruto da iniciativa do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, reunindo as áreas técnicas de Nutrição e Saúde Bucal.

Foram realizadas oficinas com os temas de “Aleitamento Materno”, “Alimentação Complementar Saudável até 2 Anos” e “Escovação Adequada”, tendo como público-alvo todos os profissionais das creches, desde os trabalhadores da cozinha até os gestores.

“Nesta ação, graças à logística de trabalho da Secretaria Municipal de Educação (Semed), o trabalho foi concluído no mês de junho em 100% das creches. A partir daí, estimulados pela Gerência de Creches da Semed, os profissionais capacitados iniciaram a aplicação dos conteúdos trabalhados nas rotinas da creche, conseguindo resultados como: 100% das creches sem o uso de mamadeiras e chupetas; fortalecimento da alimentação saudável das crianças e da escovação adequada; acompanhamento periódico do Crescimento e Desenvolvimento”, informa Ivone.

As ações da Semana Mundial em Manaus serão executadas até o dia 7 de agosto nas Unidades de Saúde, Centro de Atenção Integral à Criança (Caics) e maternidades, com rodas de conversa e outras ações educativas sobre a importância da amamentação.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 8842-8370

Prefeitura abre inscrições para duas corridas com foco na inclusão de pessoas com deficiências

sexta-feira, julho 25th, 2014

As inscrições para a 1º Corrida do Abracinho e para a 2º Corrida Rústica Abrace uma Pessoa com Deficiência, promovidas pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), já estão disponíveis no site www.assessocor.com.br. O procedimento pode ser feito até o dia 17 de agosto. As corridas serão nos dias 23 e 24 de agosto, respectivamente.

As atividades fazem parte das ações da edição 2014 dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas). A Corrida do Abracinho é destinada a crianças de 1 a 12 anos e será no dia 23 agosto, com saída às 16h do Complexo Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo, na Rua da Penetração, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul. A taxa de inscrição é de R$35.

Já a Corrida Rústica Abrace uma Pessoa com Deficiência é voltada para o público adulto e acontecerá no dia 24 de agosto.  A largada para deficientes visuais e cadeirantes inscritos será às 7h. Os demais pelotões largarão às 7h05. A saída será também do Complexo Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo. Os participantes percorrerão cinco quilômetros. A taxa de inscrição é de R$ 40.

A coordenadora do projeto, Shirley Amaral, informou que as corridas dão continuidade às atividades do Jaavas. “Essas corridas são uma espécie de chamada à sociedade sobre a questão da inclusão de pessoas com deficiências. Quem participa está aceitando a ideia de inclusão, de que as pessoas com deficiência devem ser inclusas na sociedade. O evento é para o público em geral”, explicou.

Abracinho

A ‘1ª Corrida do Abracinho da Pessoa com Deficiência 2014’ é uma realização da Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo. As inscrições estão abertas ao público em geral, mas só poderão participar crianças acompanhadas dos pais ou responsáveis.

As inscrições são limitadas a 300 participantes. O kit de participação será composto por sacola, boné, camisa oficial do evento e número de peito.

Rústica

A corrida será composta por uma prova pedestre, no dia 24 de agosto, com a distância de cinco quilômetros. A largada e a chegada ocorrerão em frente à Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo.

As inscrições são limitadas a 1,2 mil atletas. A idade mínima para participação na corrida de cinco quilômetros é de 16 anos. Os atletas inscritos também receberão um kit com uma sacola plástica, camiseta de poliamida dry, chip retornável e número de peito.

Todos os atletas inscritos que terminarem as provas nos tempos máximos previstos terão direito a uma medalha de participação. Os três primeiros colocados na classificação geral ganharão um troféu e premiação em dinheiro. O regulamento completo está disponível em www.assessocor.com.br.

 

 

TEXTO: Luana Carvalho

Lideranças da Semed participam de Seminário de Estruturação de Processos

quinta-feira, julho 24th, 2014

Para padronizar processos administrativos, otimizando o tempo de execução e tornando as atividades mais eficientes, chefes ou gerentes de todos os setores da Secretaria Municipal de Educação (Semed) participam nesta quinta-feira, 24, e sexta-feira, 25, do Seminário Estruturação de Processos.

O seminário é ministrado pelos consultores do Instituto Aquila Christiano Gomes e Guilherme Bender. Segundo o consultor sócio, Christiano Gomes, o seminário possui metodologia para facilitar a estruturação da Semed, definindo as etapas de cada processo, formando uma espécie de manual para seguir um padrão.

“Estamos trazendo uma metodologia para facilitar a estruturação da secretaria, pois vimos que não há uma padronização dos processos administrativos da Semed. Pegamos o conhecimento que os servidores têm sobre os processos e fazemos com que eles proponham melhorias. A intenção é definir responsáveis pelas etapas do processo, deixar de forma clara o que cada um tem que fazer e em quanto tempo devem fazer. A tendência é que esses responsáveis mapeiem os milhares de processos que há na secretaria”, relatou.

Para o subsecretário de Administração e Finanças da Semed, Luís Fabian Barbosa, a estruturação dos processos é importante para a secretaria, pois torna o trabalho mais eficiente e os processos menos burocráticos.

“O seminário é para todas as lideranças da Semed e tem o objetivo de finalizar o trabalho de reestruturação de todos nossos processos administrativos. Listamos 18 processos prioritários para a secretaria e estamos trabalhando o redesenho desses processos para torná-los mais eficientes e menos burocráticos. Um exemplo foi o processo de locação de imóveis, que levava em média 192 dias para ser finalizado e conseguimos cortar quase pela metade, fazendo de forma eficiente e em menos tempo. A ideia é que façamos isso com todos os grandes processos da Semed”, informou.

Um dos processos que já foi padronizado foi o de Celebração de Contratos de Locação de Imóveis, acompanhado pela assessora técnica Silvia Porfirio, da Divisão de Compras e Locação da Semed, que já prevê uma melhora nos serviços.

“Era um processo solto, sem padrão. Agora, otimizamos o tempo de quase 100 dias úteis, que conseguimos reduzir, além da melhoria de trabalho. Temos vários processos no setor e pegamos um dos mais complexos. A intenção é padronizar os demais. Ainda é uma idealização. Esse ganho de tempo está apenas no papel por enquanto, mas vamos colocar em prática e comprovar que a padronização é fundamental para os processos da Semed” relatou.

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054