Archive for the ‘noticias’ Category

Ciclo de oficinas no Cmae Aníbal Beça abre com curso de percussão

terça-feira, abril 5th, 2016

CAM00525A experiência musical e conhecimento de percussão foi passada na manhã desta terça feira, 05, pelo músico profissional, Neto Antunes, para alunos e comunitários do Centro Municipal de Arte Educação (Cmae) Aníbal Beça, localizado na rua J, bairro São José 3, zona Leste. O palestrante atua há 16 anos no meio musical e atualmente está em uma banda sertaneja de Manaus.

De acordo com o diretor do Cmae, Jorge Farrache, a oficina além de promover conhecimento sobre percussão, permite um momento de integração entre profissionais da área e os alunos da unidade, que trabalha com cursos livres na área da musica, dança e artes. “Além do aprimoramento e conhecimento da percussão, queremos propor aos nossos alunos um momento de integração e de interação”, destacou.

A oficina contou com a participação de aproximadamente 70 alunos. A estudante do curso de percussão Diná Cardoso foi umas das participantes do curso. Para ela, o momento serviu  para aperfeiçoar o conhecimento no instrumento que estuda e também para aguçar a curiosidade em ritmos tipicamente brasileiros. “Achei a oficina muito interessante. Com ela passei a conhecer e saber mais um pouco sobre algumas técnicas de percussão. Além disso, gostei muito na parte que o palestrante falou sobre a importância da percussão no ritmo do samba”, relembrou.

Ciclo de Oficinas

20160405_091817Segundo Farrache, no decorrer deste ano, o Centro Municipal de Arte e Educação promoverá mais oficinas, em datas e horários a definir, com profissionais da área da música e arte. “Hoje, esta acontecendo a primeira oficina o ano de 2016 e a ideia foi fazer um ciclo de oficinas, reunindo profissionais de diferentes áreas da arte”, enfatizou.

Seguindo a programação, na próxima quinta-feira, 07, às 16h, o Cmae realizará a palestra “Escultura – da Pré-História aos dias atuais”, ministrada pela artista plástica e presidente da Academia Amazonense de Artes, Ciências e Letras, Tiana Sampaio. Na oportunidade, a palestrante vai compartilhar um pouco da sua experiência a partir de suas obras e exposições em Portugal, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Alemanha, Itália e Brasil.

No dia 15 e 16 de abril, às 18h, acontecerá no auditório do  Cmae a apresentação de duas peças teatrais feitas pela Companhia de teatro de Manaus “Arrankiri“ . No dia 15, será encenada a peça “Mitologia ticuna” já no dia 16 será apresentado o espetáculo teatral “Retratos de  corpo santo”. São convidados os alunos, comunitários, pais e demais interessados.

Os cursos são gratuitos e adolescentes a partir de 12 anos poderão participar. Os interessados deverão comparecer ao local no horário das oficinas e assinar uma lista de presença. Para mais informações, os interessados devem entrar em contato com o Cmae Aníbal Beça pelo número 3644-5295.

 

Texto: Emerson Felipe

Foto: Divulgação

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

 

Alunos do Cmei Elza Damasceno realizam atividades alusivas ao Dia da Água

terça-feira, abril 5th, 2016

Apresentações de cartazes, danças e encenação de uma peça teatral, nesta segunda-feira, 4, encerraram as atividades dos alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Professora Elza Damasceno da Silva alusivas ao Dia Mundial da Água, comemorado no dia 22 de março.

De acordo com a gestora Delle Karen, o objetivo das atividades foi sensibilizar os alunos para cuidar melhor da água. “Os estudos relativos a essa temática são fundamentais nesta faixa etária, pois os alunos da educação infantil absorvem as informações e levam consigo para a fase adulta, tornando-se cidadãos mais responsáveis e conscientes”, afirmou.

Os 116 alunos de cada turno aprenderam em sala de aula sobre os cuidados necessários com a água, as utilidades, as formas de contaminação e como se desenvolve o ciclo do liquido. As crianças realizaram atividades de pintura, desenho, colagens, dobraduras e confecções de cartazes.

Segundo a professora Rose Silva, quando mais cedo a criança aprende, mais chance se tem de ter um futuro melhor.  “Quando se aprende desde cedo a cuidar do meio ambiente, de dosar o uso da água, de que também pode fazer a diferença na qualidade de vida do nosso planeta, então teremos a certeza de estar construindo um futuro melhor”, contou.

Apresentação Teatral 

A encenação teatral contou com a participação do Super-Água e do temível Capitão Porcaria, que chegando na escola tomou um grande susto com a limpeza do ambiente e decidiu então sujar tudo, espalhando lixo por toda parte, inclusive deixando recipientes que acumulam água parada, o que acabou proliferando o grande Mosquito Aedes aegypti representado pela agente de saúde Lourdes Souza durante a peça.

Com a chegada do Super-Água, o Capitão Porcaria se desesperou e teve que limpar tudo e prometer fugir para sempre do planeta terra. Quanto ao mosquito, o mesmo morreu após levar muitas borrifadas do Super-Água. As crianças se divertiram acompanhando a encenação e cantando em grande coro a música do Super-herói que ama a natureza e a sua riqueza.

 

Texto: João Pedro Figueiredo

Foto: Divulgação

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

144 escolas do município participarão das Olimpíadas de Matemática

terça-feira, abril 5th, 2016

05-04-16-Olimpíadas de Matemática.foto.Cleomir Santos (2)Cento e quarenta e quatro escolas da rede municipal de ensino e aproximadamente 50 mil alunos garantiram suas inscrições para participarem da 12ª Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), uma adesão histórica registrada no município. As inscrições terminaram na última sexta-feira, 1, e foram realizadas pelo gestor de cada unidade escolar no portal da Obmep. 

A Obmep é uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e promovida com recursos dos Ministérios da Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC). 

Os 50 mil alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) garantiram sua participação nas olímpiadas. A primeira fase das provas ocorrerá no dia 7 de junho, com alunos do nível 1 (6º e 7º anos) e nível 2 (8º e 9º ano). Os classificados da primeira etapa disputarão a segunda fase de testes, no dia 10 de setembro. 

Para o coordenador municipal da Obmep, Francinaldo Mendes Nogueira, a participação total das escolas municipais neste evento mostra a preocupação dos professores e, consequentemente, dos alunos com o processo de ensino e aprendizagem. Para ele, quem ganha nesse contexto são as escolas do município. 

“A adesão significa a melhoria na qualidade de ensino. Nossos alunos mesmo que não consigam ser um medalhista, mas vão adquirir um conhecimento para vida. O fruto de 100% da adesão das escolas é o resultado de um trabalho em equipe, em que nós da divisão de Ensino Fundamental da Secretaria, comparecemos em todas as reuniões com diretores e fizemos essa mobilização”, comentou. 

Parceria 

05-04-16-Olimpíadas de Matemática.foto.Cleomir Santos (1)De acordo com coordenador, a Secretaria Municipal de Ensino (Semed) firmará uma parceria com professores da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e Universidade Federal do Amazonas (Ufam) para treinar os alunos para as provas da Obmep, em via online e depois presencial. 

Essa preparação deverá iniciar no mês de maio. Para massificar os estudos dos alunos, a secretaria entregou as sete Divisões Distritais Zonais (DDZs) de Manaus um CD contendo os bancos de questões da Obmep e provas anteriores no período de 2006 a 2016. 

Língua Portuguesa 

Atualmente, 50 escolas municipais se inscreveram para participar da Olímpiada de Língua Portuguesa “Escrevendo o Futuro”. As inscrições seguirão até o final deste mês e poderá ser feita pelos professores do 5º ao 9º ano do Ensino Fundamental, por meio do portal da Semed http://semed.manaus.am.gov.br/ (clicando o último link à direitahttps://www.escrevendoofuturo.org.br/concurso). 

A coordenadora municipal da Olímpiada de Língua Portuguesa, Madalena Moleiro, aproveitou para alertar os educadores para realizarem suas inscrições, pois a participação dos alunos é importante para medir o nível de aprendizado na disciplina. “Os professores têm de visualizar que eles estão trabalhando a proposta curricular da Semed, ou seja, os dois eixos: leitura e produção textual. Além disso, o educador tem uma formação no próprio site ‘Escrevendo para o Futuro’”, salientou. 

Madalena lembrou que as inscrições podem ser realizadas também nas salas dos Telecentros das escolas ou nas secretarias das escolas municipais. Para se inscrever, o educador precisa do número do Inep da escola e CPF do diretor. 

A Olimpíada de Língua Portuguesa é um concurso de produção de textos para alunos de escolas públicas de todo o país, do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. A iniciativa é do MEC e da Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Cenpec, que este ano promove sua 5ª edição.

 

Texto: Paulo Rogério

Fotos: Cleomir Santos / Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Jogos reúne alunos da rede municipal pelo esporte e meio ambiente

terça-feira, abril 5th, 2016

05-04-16-Esporte e meio ambiente.Foto-Lton Santos (2)Com vista privilegiada para o encontro das águas, aproximadamente 500 alunos de 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Ana Maria de Souza, Mauazinho, zona Leste,  participaram da 1ª Edição dos Jogos Desportivos do Meio Ambiente da escola, onde foram realizadas competições em seis modalidades esportivas e o palco foi a Prainha do Mauazinho, local que fica a cinco minutos de barco da última rua do bairro.

A atividade foi proporcionada por meio da parceria entre a escola e o Projeto Transforma, do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos do Rio 2016, que visa fomentar a prática de esportes olímpicos nas escolas públicas do Brasil.

05-04-16-Esporte e meio ambiente.Foto-Lton Santos (5)O gestor da escola, José Raimundo Castilho, afirmou que organizar o evento foi uma atitude ousada, que uniu dois pilares importantes: a educação e a preservação do meio ambiente.

“Como nossa escola está situada praticamente dentro do rio é de fundamental importância que essa visão de preservação seja passada para os nossos alunos. Nós temos as atividades esportivas e a coleta de lixo aqui do local e antes foi feito um trabalho pedagógico na escola”, explicou.

Atividades esportivas 05-04-16-Esporte e meio ambiente.Foto-Lton Santos (7)

Ao invés da piscina com boias de plástico, a competição dos 100m livres da natação foi realizada no rio. Uma canoa substituiu a marcação indicativa dos 50m. Divididos por idade, as provas, além de divertir os participantes, serviu para amenizar o forte calor.

No naipe masculino do 9º ano, enquanto os atletas se aqueciam, Chaley da Silva, 17, prometeu concluir, ao menos entre os três primeiros e cumpriu, ficando na terceira colocação.

“Foi difícil. Eu cansei. O banzeiro atrapalhou bastante. Eu achei a atividade muito legal. Aqui, as crianças se divertem e estão fazendo exercício físico”, destacou o estudante.

05-04-16-Esporte e meio ambiente.Foto-Lton Santos (9)Além da natação, foram realizadas provas de futebol, lançamento de dardo, vôlei de praia e queimada.

Acostumada a brincar de queimada na escola, a aluna Letícia Gabriely de Lima, 14, do 9º ano, se aventurou no arremesso de dardo. Após ouvir as instruções e conhecer as regras do jogo ela arriscou lançar o objeto. Ainda sem muita perícia, o dardo não passou de 5m, mas a diversão, segundo ela, é o que valeu a pena. “Foi uma atividade muito boa e ao ar livre. Eu gostei”, afirmou.

Já a estudante Cassiane Oliveira, 14, que se dividiu entre o futebol, vôlei e queimada, disse que trocar a sala de aula pela atividade esportiva na prainha foi muito divertida. “Foi muito interessante porque nós nos divertimos muito aqui. Foi legal que saímos da sala e praticamos alguns esportes”, disse.

 

Texto: Thiago Botelho

Fotos: Lton Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

 

Microempreendedores das galerias populares voltam aos estudos

terça-feira, abril 5th, 2016

Aula Inaugural do PROMEAPI - Fotos Rodemarques abreu (30)A primeira turma do Programa Municipal de Escolarização do Adulto e da Pessoa Idosa (Promeapi) voltada para os microempreendedores das galerias populares teve sua primeira aula na segunda-feira, 4. São 25 alunos que, após passarem pelos programas de treinamento voltadas às atividades diárias, voltam às salas de aula para concluir o ensino fundamental.

Essa turma voltada para microempreendedores das galerias populares do Centro é resultado de um trabalho de parceria entre a Semed, a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi) e a Subsecretaria Municipal do Centro Histórico (Subsemch).

O procurador Geral do Município (PGM) e prefeito em exercício, Marcos Cavalcante, destacou que que o trabalho pretende reforçar ainda mais a dignidade dos trabalhadores das galerias. “Essas pessoas saíram da condição de vendedores de rua para microempresários e hoje recebem essa oportunidade de concluir os estudos. Isso é algo histórico”.

Aula Inaugural do PROMEAPI - Fotos Rodemarques abreu (17)As aulas serão ministradas pelo professor da rede pública de ensino, José dos Ramos Carmanhan, que possui ampla experiência na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA). De acordo com a secretária da Semed, Kátia Schweickardt, a criação da turma é a continuidade de um trabalho de empoderamento dos antigos camelôs, pensado e proposto pelo prefeito Arthur Neto desde o início do seu mandato, além de fazer parte das atribuições da secretaria.

“Essa é uma obrigação nossa. A Semed tem como obrigação trabalhar com a educação fundamental e atender esses alunos que não puderam concluir os estudos dentro da época certa. Essa é uma das nossas metas”, disse.

A Prefeitura de Manaus também vem realizando uma série de ações de qualificação dos trabalhadores das galerias populares, por meio da Espi. Os trabalhadores já passaram, anteriormente, por cursos de formação específica de empreendedorismo e etapas para a formalização de seus negócios.

Aula Inaugural do PROMEAPI - Fotos Rodemarques abreu (51)Atualmente, estão sendo oferecidos cursos de idiomas, como espanhol. A diretora da escola, Luíza Bessa, afirmou que os trabalhadores devem aproveitar todas as oportunidades para continuar se qualificando e alcançando melhorias tanto nos seus negócios, quando em suas vidas.

Uma das alunas da nova turma, a microempresária Deusiane Oliveira, ressalta que esta será a oportunidade de concluir uma parte dos estudos que precisaram ser interrompidos pela necessidade de trabalhar. “Como nós somos pais de família, optamos por trabalhar e tivemos que deixar os estudos para depois. Então, essa oportunidade oferecida pela prefeitura é aquela que não tivemos antes. Vai ser cansativo, mas será um esforço que vai valer a pena”, concluiu.

O QUE É O PROMEAPI

O Promeapi é um programa da Gerência de Educação de Jovens e Adultos (Geja), da Secretária Municipal de Educação (Semed), para idosos e adultos a partir de 30 anos, que não conseguiram cursar os Anos Iniciais do Ensino Fundamental (1° ao 5° ano), na idade certa.

Em 2016, a Semed já possui 555 alunos matriculados no Promeapi. Com mais essa turma de microempreendedores das galerias populares serão 580 matriculados, divididos em 26 turmas, que funcionam em 22 instituições parceiras. Em 17 anos de funcionamento, o Promeapi já alfabetizou 9.358 adultos e idosos e, em 2010, recebeu o prêmio Paulo Freire de Educação.

Texto: Martha Bernardo

Fotos: Rodemarques Abreu

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

 

CMAE Aníbal Beça oferece oficina e palestra gratuitas nesta terça e na quinta-feira

segunda-feira, abril 4th, 2016

Oficina de percussão e palestra sobre a história da escultura serão oferecidas gratuitamente nesta terça-feira, 5, e quinta-feira, 7, no Centro Municipal de Arte Educação (CMAE) Aníbal Beça, localizado na rua J, bairro São José 3, zona Leste.

O público alvo dos cursos são alunos, pais e comunitários, que tenham interesse em aprender sobre técnicas de percussão com o músico profissional Neto Antunes. Com 16 anos de profissão, o músico, que é baterista de um grupo sertanejo, vai ministrar a oficina às 8h desta terça, 5, no auditório do CMAE Aníbal Beça.

Na quinta-feira, 7, às 16h, o CMAE receberá a artista plástica e presidente da Academia Amazonense de Artes, Ciências e Letras, Tiana Sampaio. Ela vai ministrar a palestra “Escultura – da Pré-História aos dias atuais”. Com obras e exposições em Portugal, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Alemanha, Itália e Brasil, Tiana vai compartilhar um pouco da sua experiência com os participantes.

Os cursos são gratuitos e adolescentes a partir de 12 anos poderão participar. Os interessados deverão comparecer ao local no horário das oficinas e assinar uma lista de presença. Para mais informações, os interessados devem entrar em contato com o CMAE Aníbal Beça pelo número 3644-5295.

 

Texto: João Pedro Figueiredo

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Abertura da Semana da Literatura homenageia escritores locais

segunda-feira, abril 4th, 2016

Semana da Literatura Amazonense. EM. Elizabeth Beltrão. Fotos Cleomir (17)Os escritores Ana Peixoto e o Celdo Braga foram os homenageados na abertura da Semana da Literatura Amazonense na Escola Municipal Elizabeth Beltrão, localizada no bairro Santa Etelvina, zona Norte. Apresentações teatrais de parlendas (versos com temáticas infantis) e contos de escritores locais foram destaques do evento que envolveu todos os 632 alunos do 1º ao 5º anos dos turnos matutino e vespertino, além de 100 alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), que realizaram atividades internas.

De acordo com a gestora Deise Corrêa, trabalhar a literatura amazonense com os alunos é valorizar os talentos regionais. “Fizemos homenagens à alguns escritores como forma de valorizar a cultura da terra. Essa regionalidade que todos eles abordam em suas obras, como a homenageada do turno matutino, a escritores Ana Peixoto”, relatou.

Semana da Literatura Amazonense. EM. Elizabeth Beltrão. Fotos Cleomir (31)Para a escritora Ana Peixoto, que teve suas obras pesquisadas, analisadas e interpretadas pelos alunos, a homenagem se abrange para todos os que trabalham com o conhecimento amazônico.

“O bom é saber que está sendo semeado o gosto pela boa leitura com os alunos e que os professores estão tratando os escritores amazonenses com o carinho que devem ser tratados. Estão levando nossos conhecimentos de leitores da Amazônia para os alunos. Então, essa homenagem não é só pra mim, é para todos os escritores”, informou.

Semana da Literatura Amazonense. EM. Elizabeth Beltrão. Fotos Cleomir (19)Motivação 

Com o envolvimento no trabalho de pesquisa, a bibliotecária Cristyanne Uhlmann destacou que os alunos se motivam e acreditam que podem se tornar um escritor futuramente. “Trabalhar com os talentos amazonenses aproxima os alunos que podem sonhar no futuro em se tornar um escritor, a ter um gosto pela cultura amazonense”, destacou.

O interesse foi ressaltado pelo aluno Dis Jesus Vitor, 7, do 2º ano, que participou das apresentações e aprendeu de forma lúdica a importância dos frutos amazônicos. “Eu aprendi que devemos dar valor para as frutas e que elas fazem bem. Não podemos desperdiçar a comida”, contou.

 

Texto: João Pedro Figueiredo

Fotos: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Escolas Sabá Raposo realiza Semana da Literatura Amazonense

segunda-feira, abril 4th, 2016

 

Abertura da Semana Literatura Esc.Mul. Jornalista Sabá Raposo - Fotos Rodemarques abreu (3)Mais de mil alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Sabá Raposo, no bairro Manôa, zona Norte, iniciaram a Semana da Literatura Amazonense, nesta segunda-feira, 4. O encontro foi realizado no auditório da unidade e até a próxima sexta-feira, 8, as crianças estarão envolvidas em atividades com obras dos escritores Thiago de Melo, Ana Peixoto, Tenório Teles, Celdo Braga e Márcio Souza.

O objetivo desta semana é incentivar os alunos de superar as dificuldades na leitura e oportunizar momentos de manifestações artísticas e culturais para a valorização dos autores amazonenses.

Abertura da Semana Literatura Esc.Mul. Jornalista Sabá Raposo - Fotos Rodemarques abreu (16)De acordo com a diretora da escola, Fanny Kley, o aluno já vem trabalhado com a temática em sala de aula. Para a educadora, a semana só vem para massificar ainda mais as atividades de leitura e escrita.

“Essa semana, na realidade, será a finalização dos trabalhos da semana anterior, ou seja, será a prática visual dos alunos de assimilar as atividades e do projeto Viajando na Leitura, que é feito da biblioteca. Vamos passar um trabalho mais prático, em que as crianças vão conhecer os autores por meio de mímica, apresentados pelos professores”, destacou ao frisar que o mais importante será a parte prática para o aprendizado dos alunos da escola.

Abertura da Semana Literatura Esc.Mul. Jornalista Sabá Raposo - Fotos Rodemarques abreu (20)A professora do 1º ano Leila Negreiros disse que são desenvolvidas várias atividades, como por exemplo, a roda de leitura, em que todos os participantes conversam e depois são distribuídos os livros para as atividades.

“Tudo que é voltado para o ensinamento, nós utilizamos a literatura infantil para as crianças, ou seja, toda historinha que nós passamos trazem para vida a disciplina, bom comportamento, melhoria com cidadão e até aceitação dentro da sociedade. A literatura vai trazer essa mudança de atitude e comportamental”, afirmou.

Abertura da Semana Literatura Esc.Mul. Jornalista Sabá Raposo - Fotos Rodemarques abreu (13)A aluna do 4º ano, Ana Beatriz, 9, é declarada amante da leitura nas horas vagas, principalmente, em sua casa. Para ela, a Semana da Literatura só vai reforçar seus conhecimentos de leitura e escrita.

“Gosto de ler muito, principalmente à noite. Adoro livros, porque entro no mundo da imaginação e me vejo como estivesse lá dentro. Com a leitura, quero ser uma médica ou advogada, ainda não escolhi, mas vou estudar para isso”, disse.

No encerramento da Semana da Literatura amazonense, na sexta-feira, 8, acontecerá a inauguração da biblioteca da escola, em homenagem a professora aposentada de língua portuguesa, Zilma Ramos da Silva.

 

Texto: Paulo Rogério

Foto: Rodemarques Abreu

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

 

Olimpíada inspira jogos interclasse em escola municipal da zona Norte

segunda-feira, abril 4th, 2016

04-04-16- Abertura jogos interclasse.Foto-Lton Santos (2)Os  Jogos Olímpicos, que serão realizados no Rio de Janeiro em agosto deste ano, com jogos confirmados para Manaus, serviram de inspiração para a primeira competição interclasse da Escola Municipal Dr. João Queiroz, Cidade Nova, zona Norte. Serão cinco dias de jogos e mais de 300 alunos de 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental participando nas modalidades de tênis de mesa, queimada e futsal, divididos nos naipes masculino e feminino. A abertura foi nesta segunda-feira, 04 e o jogos serão realizados até o próximo sábado, 9.

Na abertura do evento os times foram apresentados, com direito a hino nacional, desfile das delegações e juramento. Segundo o diretor da unidade de ensino, Gilmar Barbosa, o esporte é um instrumento auxiliador do processo pedagógico.

04-04-16- Abertura jogos interclasse.Foto-Lton Santos (3)“O objetivo é o desenvolvimento harmônico das faculdades tanto física quanto mental e espiritual dos nossos alunos. A ideia é que o aluno possa ter uma conexão mais clara com o ensino e aprendizado. Eles estão bastante entusiasmados. Até capricharam mais na entrega de trabalhos porque eu falei que só iam participar aqueles alunos que produzissem no pedagógico”, disse.

A aluna Vitória Assunção, 14, do 9º ano, vai competir na modalidade queimada. Ela foi a oradora da competição e em seu último ano na escola disse que os jogos serão uma oportunidade de ter um momento de diversão com os colegas.

04-04-16- Abertura jogos interclasse.Foto-Lton Santos (1)“A expectativa é boa. Eu espero que aconteçam outros jogos nos próximos anos. Uma pena é que esse é meu último ano na escola. Será um momento muito divertido para competir e aprender a ganhar e perder. É um momento para todos muito tenso, mas estamos todos empolgados”, afirmou.

Municipíadas

A competição interna da Escola Dr João Queiroz além do ganho pedagógico vai servir, de acordo com a professora de Educação Física, Karla Steffane da Silva, como uma espécie de laboratório para observação de possíveis talentos. A unidade de ensino tem experiência nas Municipíadas, sendo a atual campeão no tênis de mesa masculino.

“Nós já estamos com foco nas Municipíadas, treinando. Temos times de futsal, queimada e tênis de mesa, que somos campeões. Já é uma preparação”, observou.

 

Texto: Thiago Botelho

Fotos: Lton Santos

 

 Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054

Cmei Rita Mourão e Escola Antônia Alexandrina promovem celebração de páscoa para recordar festa cristã

segunda-feira, abril 4th, 2016

20160331_090622Com objetivo de recordar o verdadeiro sentido da Páscoa , que marca a morte e ressurreição de Jesus Cristo, a Escola Municipal Antônia Alexandrina, localizada no bairro Cidade Nova II,  e o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Rita Mourão, localizado no Conjunto Manôa, ambos na zona Norte, realizaram, respectivamente, na última quinta-feira, 31, e sexta-feira, 1º, uma celebração da Páscoa, reunindo familiares e alunos.

No Cmei Rita Mourão, a celebração foi realizada no turno matutino e vespertino. O momento reuniu aproximadamente 165 pais e responsáveis e cerca 450 alunos, sendo 210 no turno matutino e  240 no turno vespertino. No decorrer da programação, houve interação, expressão oral e corporal, além de musical, apresentação  de coral, danças e coreografias.

?

?

Na oportunidade, a gestora Sarah salientou a importância da atividade. “A celebração é um meio de reunir as famílias e nossos alunos para celebrarmos juntos o verdadeiro sentido da páscoa. E vale a pena porque as famílias ficam encantadas e emocionadas com as apresentações e com toda a programação”, disse.

Já a pedagoda da unidade Ana Martins destacou que a atividade faz parte do calendário da unidade e ressaltou ainda o objetivo do momento. “Todos os anos realizamos a atividade com a participação e apoio das famílias, alunos e professores. Realizamos para vivenciar, juntamente, com a comunidade escolar o verdadeiro sentido desta data”, disse.

Riliane Alves Nobre, mãe da aluna do 2º Período,  Rillary Nobre, destacou o que lhe chamou atenção durante as apresentações. “Eu adorei a celebração. Fiquei muito emocionada com a apresentação da Santa Ceia e com a coreografia do grupo de dança”, relembrou. 

Escola Antônia Alexandrina 

IMG-20160402-WA0027Na Escola Municipal Antônia Alexandrina, o evento reuniu cerca de 350 pais e familiares, além de  158 alunos do 1º ao 5º ano. Durante o momento, foi retratado alguns milagres de Jesus, além de sua crucificação e ressurreição.

De acordo com a gestora Karen Dinelly, a celebração faz parte das ações que são realizadas durante todo o ano na escola. “Esse evento faz parte um conjunto de ações que são realizadas durante todo o ano e visa o fortalecimento da gestão participativa”, explicou.

Karen ainda destacou a importância do envolvimento das famílias no evento. “Promove o fortalecimento e a certeza de valorização de nosso trabalho que é realizado de forma intensa”, salientou a gestora acrescentando que a emoção tomou conta dos alunos, professores e pais que puderam interagir com a encenação.

Cmei Madre Elísia

?

?

Os alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Madre Elísia relembraram a paixão e morte de Jesus Cristo nos dias 21 e 22 de março. A unidade, que está localizada no bairro São Raimundo, zona Oeste, realizou o projeto chamado Valores para Vida, onde foi trabalhado com a crianças valores importantes como o  amor, paciência, bondade, o respeito e a amizade.

Na ocasião, foi realizado contação de histórias explorando o real significado da Páscoa, com encenações onde os próprios alunos dramatizaram os passos de Jesus Cristo até sua ressurreição.  No dia 21/03, foi feito a peça mostrando o momento em que Jesus lavava os pés de seus discípulos e, em seguida, compartilhou com eles a última ceia.  No dia 22/03, foi realizada a tradicional via sacra, apresentando todas as vias dolorosas passada por Jesus até sua crucificação.

“Tudo foi realizado com empenho dos nossos professores e nossas crianças. Mas como esse período é para comemorar a vida de Jesus, no dia 01/04 finalizamos as dramatizações com o momento em que Maria encontra o sepulcro vazio e o Cristo que venceu a morte”, relatou a gestora Wanderluce Almeida ao destacar que a semana foi encerrada com a apresentação de coral com a participação dos alunos do Cmei.

 

 

Texto: Emerson Felipe 

Fotos: Divulgação 

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)
Assessoria de Comunicação
(92) 3632-2054