Archive for the ‘noticias’ Category

Professores da EJA participam de formação contínua

domingo, maio 18th, 2014

Professores da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do 9º ano da Secretaria Municipal de Educação (Semed) participaram nesta sexta-feira, 16, de mais uma formação contínua. Cerca de 180 professores das Divisões Distritais Zonais (DDZ) 3 e 4 foram até as escolas municipais Sabá Raposo e Antônia Alexandrina Bentes, ambas na Zona Norte, onde assistiram a aulas especiais.

De acordo com a professora Luisiane Lopes, coordenadora da formação do ensino noturno, o principal objetivo da formação é trabalhar questões metodológicas com os professores da EJA e do 9º ano, pois eles trabalham no turno da noite com jovens e adultos, e alguns possuem certas dificuldades de aprendizagem. Segundo Lopes, a formação também tem o objetivo de fazer compreender o papel social, político e cultural da EJA no atual contexto brasileiro.

“Aqui é passado para os professores que eles têm que mudar a metodologia de ensino caso esteja percebendo alguma dificuldade na aprendizagem dos alunos e, para isso, nós damos recursos técnicos para que eles possam se orientar no momento correto. Além disso, eles têm que conhecer e analisar as políticas públicas em Manaus, definir as competências e habilidades necessárias para o ensino noturno. Tem que estar informado com as realidades do mundo fora da sala de aula para trabalhar no cotidiano do aluno”, relatou.

Para o professor de geografia da EJA, Raimundo Nonato Amorim, a formação contínua é uma oportunidade boa para que os professores busquem outros conhecimentos. “Há momentos que nós professores ficamos muito tempo presos a uma forma de dar aula, por isso a importância desta formação, para melhorar a nossa forma de trabalhar, tendo novas formas para explicar um assunto para os alunos”, disse.

A troca de ideia entre os próprios professores já é visto de uma forma positiva pela professora de Língua Portuguesa, Maria Sônia. “Eu dou aula para alunos do 9º ano, à noite. Nós sabemos que a educação não vai melhorar do dia para a noite, isso demora um pouco, mas o principal já está sendo feito, aqui na formação nós temos outro ponto de vista para conversar com alunos, partindo da conversa e troca de experiências com outros professores”, informou.

A formação contínua, como informou a coordenadora, permanece ocorrendo até o mês de novembro, seguindo calendário estabelecido pela secretaria. O encontro dos professores acontece uma vez por mês, sempre às sextas-feiras.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

92 3632-2054 / 8842-1188

Semed encerra semana de mobilização do Enfretamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil

sexta-feira, maio 16th, 2014

A semana de mobilização do Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil nas unidades da rede municipal de ensino encerrou nesta sexta-feira, 16. Pela manhã, três caminhadas marcaram a programação de combate à violência. Todas as escolas municipais participaram das atividades.

Os alunos da Escola Municipal Maria Rufina de Almeida encerraram a semana com muita arte. A pedagoga da escola, Marilene Nascimento, contou que o trabalho realizado durante a semana foi voltado ao combate e prevenção à violência sexual. “Eles trabalharam o tema dentro das salas de aula para apresentarem hoje (sexta-feira). Eles vão expor cartazes, apresentar música e danças voltadas ao tema, criada por eles”, disse.

De acordo com Marilene, a semana iniciou, no dia 12, com a preparação dos professores. “Os professores receberam informações de como eles iriam abordar esse tema dentro da sala de aula, pois é um assunto que devemos ter todo um cuidado ao abordá-lo, pois se tratam de crianças. Na terça, o estatuto da criança foi apresentado e, no restante da semana, eles trabalharam dentro da sala com vídeos, pinturas e desenhos”, contou.

Às 7h30, alunos, professores, pedagogos, pais de alunos e a comunidade em geral fizeram caminhadas em alusão à semana. No bairro Cidade Nova 5, zona norte, a Escola Municipal Miguel Alencar organizou o evento. No Alvorada, zona oeste, os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) Hermann Gmeiner e Graciliano Ramos também reuniram a comunidade para a mobilização.

Já no bairro Santo Antônio, também na zona oeste, quem organizou a passeata foram os professores e pedagogos dos CMEIs Elza Damasceno, Jean Piaget e a Escola Municipal Raimundo Nonato Pinheiro.

 

Participação dos alunos

Késsia Karine de Souza Lins, 13, estuda no 4º ano da Escola Municipal Maria Rufina e contou que as atividades realizadas durante a semana serviram para informar todos os alunos sobre violência sexual. “Nós estamos falando sobre o abuso sexual infantil, que é muito grave. Fizemos cartazes, treinamos as músicas e desenhamos. Tudo para passar informação de prevenção para nós, pois acontecem muitas situações de abuso que ninguém fica sabendo”.

 

Aluna do 5º ano, Chaiene dos Santos, 11, também participou das atividades. A turma dela criou uma paródia da música da Annita. “Tem muita violência contra crianças e jovens nesse mundo. A gente apresentou uma paródia que criamos de uma música da Annita para combater a violência. Nós estamos nos desenvolvendo e é importante saber sobre esse tema”, disse.

 
Texto: Luana Carvalho
Fotos: Rodemarques Abreu

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

92 3632-2054 / 8842-1188

Semed convoca 830 professores classificados no PSS 2013

sexta-feira, maio 16th, 2014

O Diário Oficial do Município (DOM) desta quinta-feira, 15, divulgou lista de convocação de 830 professores classificados por meio de Processo Seletivo Simplificado (PSS) realizado em 2013. Esses profissionais irão atuar em escolas da Secretaria Municipal de Educação (Semed) da área urbana e rural de Manaus. Essa é a 14ª convocação deste ano e ocorre em função do não comparecimento ou da impossibilidade de contratação de convocados em editais anteriores.

A relação dos convocados pode ser acessada no link Diário Oficial do portal da Prefeitura de Manaus (www.manaus.am.gov.br) no caderno de nº 3410. O ingresso na Semed é imediato. Os convocados devem comparecer na Comissão de Investidura/Posse, sala 9 da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) da Semed, entre 8h e 11h, no período de 19 de maio a 5 de junho. O DDPM está localizado na rua Maceió, nº 2.000, Parque Dez, zona Centro-Sul.

Os convocados precisam estar munidos das vias originais e duas cópias dos documentos exigidos no Edital do PSS, nº 001/2013. (Ver lista abaixo).

Dos convocados, 400 são para professores de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Outros 212 são para Educação Infantil, 90 são para matemática, 54 para língua inglesa, 40 para educação física, 30 para geografia e quatro para artes.

Lista de documentos exigidos:

1) Diploma da Graduação (original e duas cópias);

2) Histórico Escolar da Graduação (original e duas cópias);

3) Carteira de Inscrição no órgão de classe competente, somente para professores de educação física (original e duas cópias);

4) Comprovante de quitação anual junto ao Órgão de Classe competente, somente para professores de educação física (original e duas cópias);

5) 02 (duas) fotos 3 X 4 iguais e recentes;

6) Certidão de Nascimento, se solteiro (original e duas cópias);

7) Certidão de Casamento ou Escritura Pública de União Estável (original e duas cópias);

Obs.: Certidão de Casamento com averbação de divórcio, se divorciado (original e duas cópias); Certidão de Casamento e Certidão de óbito do cônjuge, se viúvo (original e duas cópias);

8 ) Carteira de Identidade (original e duas cópias);

9) Cadastro de Pessoas Físicas – CPF (original e duas cópias);

10) Título de Eleitor – frente e verso (original e duas cópias);

11) Comprovante de votação da última Eleição (1º e 2º turnos) ou Certidão de Quitação Eleitoral expedida através do site www.tse.jus.br ou na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (original e duas cópias);

12) PIS/PASEP (original e duas cópias);

Obs.: Quem não possui inscrição no PIS/PASEP deverá se dirigir à Secretaria Municipal de Administração – Semad, localizada na rua São Luiz, 416, Adrianópolis (esquina com a avenida Mário Ypiranga Monteiro / altos do Banco do Brasil), de 8h as 12 h, para emissão do documento;

13) Certificado Militar, para candidatos do sexo masculino (original e duas cópias);

14) Comprovante de Residência com CEP, com dados do domicílio completos e corretos (original e duas cópias);

15) Comprovante de conta corrente do Banco Bradesco (original e duas cópias);

Obs.: Quem não for correntista, deverá pegar o Encaminhamento com a Comissão;

16) Certidão de Antecedentes Criminais Negativa, expedida pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região através do site www.trf1.jus.br (original e duas cópias);

17) Certidão de Antecedentes Criminais Negativa, expedida pelo Departamento de Polícia Federal através do site www.dpf.gov.br (original e duas cópias);

18) Certidão de Antecedentes Criminais Negativa, expedida pelo Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas através do site www.tjam.jus.br – Modelo: Criminal (original e duas cópias);

19) Certidão de Nascimento dos filhos menores de 18 anos (original e duas cópias);

21) Parecer da Junta Médico-Pericial do Município atestando a aptidão para o exercício do cargo.

 

Texto: Luana Carvalho e Cleidimar Pedroso


Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed):

92 3632-2054 / 8842-1188

Prefeito anuncia proposta de reajuste de 10% para os servidores da Rede Municipal de Educação

sexta-feira, maio 16th, 2014

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, assinou nesta sexta-feira, 16, Projeto de Lei que será encaminhado à Câmara Municipal propondo reajuste salarial de 10% para todos os servidores da Rede Municipal de Educação. A mensagem foi assinada durante entrevista coletiva, realizada no Palácio Rio Branco, Centro. Além do aumento salarial pago em parcela única já durante o mês de maio, a proposta também prevê outros benefícios.

Todas as modificações foram elaboradas em cima da pauta original apresentada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam) e , segundo o prefeito, fazem parte da meta do Município para colocar Manaus entre as cidades melhores avaliadas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

“Começamos nossa mudança na educação valorizando os alunos, criando o programa Alimentar. Também investimos muito na infraestruturação das escolas e, agora, chegou a hora de valorizarmos os educadores. Nosso objetivo é tirar Manaus da posição vexatória que hoje se encontra no Ideb e colocá-la, até o final da minha gestão, entre as dez primeiras”, afirmou Arthur Neto.

Ainda de acordo com o prefeito, a capital amazonense já é quarta com o maior piso salarial entre os professores de todo país. “O que estamos fazendo é algo acima do que o Brasil fez, propondo um reajuste salarial acima da inflação, portanto acredito que será muito bem recebido pela categoria. Nós simplificamos as tabelas de remuneração e modificamos a regra do reenquadramento financeiro, ampliando o número de servidores beneficiados. Essas são medidas reais para que alcancemos um ensino público de boa qualidade”, ressaltou.

Outra importante correção, proposta pela prefeitura, se refere ao sistema de remuneração que passará a ser por vencimento, permitindo o pagamento de abono e prêmios. Além disso, será implantada a Hora de Trabalho Pedagógico (HTP) para professores do 1o ao 5o ano do Ensino Fundamental.

“Essa é uma reinvindicação antiga e permite que esses professores tenham um tempo para preparar e corrigir suas aulas. Teremos 90 dias, a partir da aprovação da Lei, para implantar a HTP. Com isso, o professor passará a ter mais tempo para se atualizar, planejar sua aula e verificar que aluno precisa de mais atenção. Sem dúvida é um ganho para a qualidade de ensino”, destacou o secretário municipal de Educação, Humberto Michiles.

Serão 14.705 servidores da Educação Municipal beneficiados, dos quais 12.466 são de professores. O impacto mensal no orçamento da Semed será de mais R$ 4 milhões, já que a folha de pagamento passará de R$41.414.129,60 para R$45.555.542,56.

A proposta de reajuste de 10% no salário dos servidores da Educação apresenta um ganho real de 3,85%, uma vez que a inflação para o período é de 6,15%. Com o aumento, o professor que leciona 40 horas semanais e que hoje ganha R$ 2.810,78 passará a ganhar R$ 3.379,75.

Principais pontos da proposta

* 10% de reajuste nos vencimentos de todos os servidores (professores e técnicos), em parcela única, a partir de maio/2014;

* Modificação do sistema de remuneração de subsídio para vencimento, o que permitirá o pagamento de abono para distribuição de eventuais sobras do Fundeb, instituição de prêmios, dentre outros;

* simplificação do plano, com a substituição de 78 tabelas financeiras de remuneração para apenas duas;

* concessão de auxílio transporte para os diretores da escola, anteriormente excluídos do benefício;

* Implantação, em 90 dias, da Hora de Trabalho Pedagógico (HTP) para professores do 1o ao 5o ano do Ensino Fundamental, garantindo aos professores 4 horas semanais para planejamento e outras atividades de cunho formativo e pedagógico;

* Modificação da regra do reenquadramento financeiro, ampliando o número de servidores beneficiados.

REPORTAGEM: Alita Falcão / FOTOS: Arlesson Sicsú (Semcom)

Semed realiza trabalho para diminuir evasão escolar

sexta-feira, maio 16th, 2014

O Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico (Cemasp) da Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou, na noite de quinta-feira, 16, atividade para alunos da Escola Municipal Professora Sônia Maria da Silva Barbosa, localizada na comunidade Monte Sião, bairro Cidade de Deus. Orientação vocacional e uma palestra sobre ‘as consequências do abandono escolar’ foram oferecidas aos alunos do turno noturno.

Desde o início do ano letivo, o ‘Cemasp Polo 2’ já atendeu 21 escolas das Divisões Regionais Distritais Norte 1 e 2. O trabalho compreende o resgate de alunos que não têm boa frequência nas aulas ou que se encontram em situação de abandono escolar, a prevenção do afastamento temporário ou definitivo do discente matriculado, melhoria do processo ensino-aprendizagem para o aluno e atividades de cunho preventivo nas escolas.

Psicóloga do Cemasp, Cíntia Silva informou que a equipe é formada por fonoaudiólogos, pedagogos, psicólogos e assistentes sociais. “Trabalhamos apoiando as escolas com alunos em situação de infrequência escolar. Fazemos palestras e oficinas como parte do nosso plano de intervenção. Os trabalhos acontecem também por meio do encaminhamento dos alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem, de fala e problemas comportamentais”.

Os alunos em vulnerabilidade social são identificados pelos próprios professores, pedagogos e diretores das escolas. “Fazemos visitas domiciliares durante o dia e acionamos o Conselho Tutelar no caso do aluno não retornar à escola. Temos parceria com universidades públicas e particulares, policlínicas e médicos especialistas. Isso abrange todo o público”, completou.

Ainda segundo a psicóloga, despertar no aluno a importância do estudo na vida e motivá-lo para reduzir os índices de abandono e evasão escolar exige um intenso trabalho da equipe da Semed. Entre os problemas identificados pelos profissionais, o mais comum são os alunos que abandonam os estudos por conta da dependência química, que são encaminhados aos Centros de Atenção Psicossociais (CAPS).

O gestor da unidade, Oswaldo Fernandes da Silva Neto, contou que o apoio do Cemasp nas escolas é de grande importância. “Nós sempre recebemos visitas da equipe e isso é essencial, pois com os alunos do turno vespertino e matutino, que são menores, nós encaminhamos direto, mas com os alunos do turno noturno o trabalho é feito direto na escola. Eles vêm e apresentam palestras, encaminhamento de emprego, entre outras coisas. Isso mostra que a nossa secretaria de educação não está só preocupada com o ensino pedagógico, mas também com o futuro dos alunos”, disse o diretor.

Quanto aos índices de evasão escolar, Oswaldo comentou que o trabalho de resgate dos alunos envolve diversas estratégias. “Fazemos um trabalho de conquista, que envolve a questão do Programa de Alimentação Escolar à diminuição dos índices de violência através da conscientização. A escola agora é um pilar na comunidade do Monte Sião, uma referência para que eles próprios entendam que só há uma maneira deles não serem vistos a margem da sociedade, que é através dos estudos”.

Sonho de uma vida melhor

A estudante Ana Érica Alves, 16, cursa o 9º ano do Ensino Fundamental. Apesar de ter passado quatro anos fora da escola, ela resolveu, no ano passado, voltar a estudar. “Eu só penso em terminar meus estudos, pois já passei muito tempo em festas e deixei de lado o principal. Botei minha cabeça no lugar e minha mãe conseguiu uma vaga na escola. Daqui só vou sair quando eu concluir os estudos”.

Ela contou que desde que se matriculou na Escola Municipal Sônia Maria, já viu muitos amigos se perderem nas drogas. “Muitos desistem. Alguns são por falta de interesse, outros porque precisam trabalhar e ficam cansados pra estudar. Mas a maioria mesmo desiste por causa de droga e brigas na escola. Uns ameaçam os outros e por isso acabam tendo que parar de estudar. No ano passado perdi um grande amigo, que ficou doente de tanto usar drogas”, lamentou a aluna, que sonha em ser engenheira civil.

Caio Encarnação, 17, ainda não pensa qual faculdade quer cursar, mas tem uma certeza, “a de conquistar uma vida melhor”. “Estou fazendo a 6º e a 7º série do EJA (Educação de Jovens e Adultos) e quero terminar pra ter uma vida melhor. Conheço muitas pessoas que desistiram porque seguiram o caminho das drogas, mas eu não quero isso pra mim”.

O alagoano Geraldo da Gama, 44, veio para Manaus para trabalhar como vendedor de bebidas em festas, mas como não sabia ler e nem escrever, sentiu a necessidade de se matricular em uma escola. “Eu morava em um sítio e não tinha escola por perto. Cheguei aqui, me deu vontade de estudar e meu cunhado disse que tinha um colégio perto de casa. Então eu e minha esposa, de 36 anos, nos matriculamos e estamos fazendo a 1º e 2º série do EJA”.

Ele contou que sonha em terminar os estudos para arrumar um emprego. “Eu penso em arrumar um trabalho bom, porque isso é uma coisa boa na vida de qualquer pessoa. Eu vou até o fim. Ainda mais agora que eu já aprendi a ler e escrever”, completou.

O Cemasp

O Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico é uma instituição de excelência no combate à evasão escolar. Tem a missão de resgatar os alunos infrequentes e evitar o abandono escolar por meio de ações pedagógicas, psicológicas, sociais e fonoaudiólogas. O trabalho é realizado em todas as escolas municipais de todas as zonas da cidade.

 

Texto: Luana Carvalho

Fotos: Rodemarques Abreu

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054 / 8842-1188

Dia de jogo da Copa, em Manaus, terá ponto facultativo

sexta-feira, maio 16th, 2014

A Prefeitura de Manaus decretou ponto facultativo nos dias 18 e 25 de junho, quando acontecem dois dos jogos pela Copa do Mundo da FIFA Brasil 214™, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima. Os outros jogos ocorrem em finais de semana. O ponto facultativo abrange a administração direta e indireta, inclusive autarquias e fundações municipais. Os serviços essenciais serão mantidos.

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) de 14 de maio de 2014, e atende ao disposto na Lei Federal 12.663, de 05 de junho de 2012, que prevê a possibilidade de os municípios decretarem o ponto facultativo nos dias de jogo.

“É uma recomendação do Governo Federal que em dias de jogos façamos isso. Não podemos decretar feriado, pois isso prejudicaria a indústria e o comércio. Então resolvemos optar por ponto facultativo nos dois dias em que os jogos caem no meio da semana”, disse Lourenço Braga.

Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom)

Prefeitura de Manaus leva teatro para jovens da zona Rural

sexta-feira, maio 16th, 2014

A Escola Municipal Joana Vieira, localizada no Km 32 da AM-010, estrada que liga Manaus a Itacoatiara, vai receber, nesta sexta-feira, 16, o projeto “Teatro nas Escolas”. A atividade será realizada pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), a partir das 9h, com a proposta de educar e conscientizar os jovens por meio da arte teatral.

O secretário da Semjel, Elvys Damasceno, explicou que o projeto consiste em levar todos os meses espetáculos gratuitos para alunos da rede pública de ensino de Manaus e das zonas rurais e ribeirinhas, com peças que abordam as temáticas de saúde, esporte e o universo jovem. “As apresentações são feitas pelo Núcleo de Teatro da Semjel, com espetáculos teatrais que educam e orientam os jovens para escolhas positivas no caminho a seguir”.

Para esta edição, os atores do projeto apresentarão a peça “A Legião dos Cinco”, escrita pela coordenadora do Núcleo, Guta Rodrigues, que aborda o universo jovem. Temas como bullying, preconceito, sexualidade, relação familiar e relação escolar serão colocados em pauta. A direção é colaborativa do elenco, contando com estagiários estudantes de Teatro da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Dinne Queiroz, Débora Ohana, Emille Nóbrega, Clayson Charles, Jonathan Antunes e Eduardo Klinsmann integram a equipe de artistas.

Inclusão e Difusão Cultural

Essa será a primeira vez que aproximadamente 100 estudantes da Escola Municipal Joana Vieira da zona Rural de Manaus terão contato com a arte teatral. Segundo o subsecretario de Juventude da Semjel, Rodrigo Guedes, por onde o projeto passa é recebido como novidade e faz a diferença na vida dos jovens. “Na última apresentação realizada na Escola Fábio Lucena, uma das estudantes disse que sofreu bullying a vida inteira e, após assistir ao espetáculo da Semjel, afirmou ter encontrado a força que precisava para lutar contra este tipo de preconceito. Isso é gratificante, pois o projeto não só aproxima os jovens da arte, como transforma suas vidas”, afirma Guedes.  

No enredo do espetáculo, cinco adolescentes de séries distintas e com personalidades completamente diferentes entre si precisam ficar ficam juntos na sala de detenção do colégio por terem condutas negativas no ambiente escolar. Como não se conhecem e precisam manter contato social, logo surgem os preconceitos e rixas. À medida que se aproximam e expõem suas histórias de vida e familiar, contando com a ajuda de uma professora, vão aprendendo a conviver com as diferenças, dando apoio moral para os problemas um dos outros, passando a encarar o mundo de forma positiva e com mais confiança.

A atriz do Núcleo, Deborah Ohana, considera que a peça foi feita para o jovem se identificar e se reconhecer nos personagens. “O público percebe que as escolhas dos personagens podem também ser as suas, contribuindo para terem mais confiança em si e respeito com a escola e a família”, considera. 

O evento será apresentado no turno da manhã, das 9h às 11h. As escolas da rede pública de ensino interessadas em receber o projeto em seu calendário escolar deverão entrar em contato com a Semjel, pelo número 3248-8706.

Assessoria de Imprensa da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel): 92 3248-8706 / 3249-2462 / 9982-3522

Prefeitura de Manaus realiza Caravana de Educação Física

quinta-feira, maio 15th, 2014

Para adequar as aulas de educação física à faixa-etária dos alunos com idade entre três e cinco anos que estudam nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realiza a Caravana de Educação Física. O projeto é realizado desde o ano passado e promove o desenvolvimento da habilidade motora, cognitiva e social dos alunos.   

Em 2014, um total de 800 alunos já foi atendido pela caravana. A expectativa é que até dezembro, esse número triplique. A Caravana de Educação Física foi idealizada pelo professor Alexandre Romano em conjunto com a Divisão de Educação Infantil (DEI) da Semed. É realizada três vezes por semana, por cinco profissionais que atuam, cada um, em uma zona geográfica da cidade.

“Além da aula em si, o profissional de educação física ensina o professor de educação infantil de que forma trabalhar o movimento em prol do desenvolvimento do aluno”, disse.

Na manhã desta quinta-feira, 15, a turma do primeiro período do CMEI Santa Isabel, no bairro de São José, zona Leste, participou da atividade. A professora Marcela Ximenes coordenou a aula que durou cerca de 40 minutos e foi dividida em quatro etapas. A primeira foi uma roda de conversa para estimular a interação dos alunos, depois o alongamento e em seguida o circuito psicomotor, no qual as crianças fazem exercícios físicos, e por fim o alongamento.

“Essas habilidades físicas e motoras ajudam bastante no aprendizado das crianças em sala de aula. Além disso, no circuito, conseguimos perceber se o aluno tem algum problema psicológico ou motor e encaminhamos a informação para a direção da escola. Para eles, é apenas uma brincadeira, mas o bom é que além da diversão, tem uma importância no desenvolvimento deles”, explicou.

No circuito, foi criada uma simulação, uma cena de incêndio. Os alunos tiveram que apagar o fogo e ajudar as pessoas a saírem do local incendiado. Samuel da Silva, de 5 anos, era um dos mais empolgados. “Eu fui o bombeiro e apaguei o incêndio. Gostei muito dessa brincadeira”, contou.

As aulas da caravana acontecem semanalmente de terça a quinta-feira. Até o final do ano letivo de 2014, a expectativa da coordenação é atender cerca de 2,5 mil alunos.

Texto: Thiago Botelho

Fotos: Marcela Ximenes/SEMED

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054 / 8842-1188

Semed promove reunião para planejar trabalhos de Educação Ambiental e Fiscal nas escolas

quinta-feira, maio 15th, 2014

A Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou nesta quarta-feira, 14, uma reunião com os assessores de educação ambiental, gerentes e coordenadores das Divisões Distritais Zonais (DDZ) sobre o planejamento para o restante do ano letivo e trabalhos de educação ambiental e fiscal a serem desenvolvidos nas escolas.

A reunião foi promovida pela Divisão de Ensino Fundamental (DEF). Educação ambiental e educação fiscal são os temas mais trabalhados pelos organizadores. Segundo o assessor de educação ambiental da Semed, André Soledade, levar ações educacionais, trabalhando o meio ambiente de forma favorável para a sociedade, assim como explicar exercícios de cidadania, direito e deveres para os alunos, são coisas fundamentais de todas as escolas.

“Todas as escolas devem trabalhar esse lado social, a preocupação com o meio ambiente, seus direitos, deveres e tributos. Por isso, fazemos essas reuniões, que costumam ser mensais, para nos atualizarmos sobre os temas que serão trabalhados com os alunos em sala de aula. Assessores de educação ambiental das DDZs participam e tem a obrigação de repassar em suas escolas”, relatou.

Ainda de acordo com Soledade, a reunião tratou da agenda ambiental escolar e já adiantou assuntos como a preparação do corpo docente para a Semana do Meio Ambiente, que será na primeira semana de junho e para a Segunda Feira Municipal de Ciências, Tecnologia e Educação Ambiental.

“Vamos ter várias programações voltadas para o meio ambiente, por isso já estamos nos preparando para que os alunos participem de maneira efetiva com trabalhos e ações sociais. A final da Segunda Feira Municipal de Ciências ocorrerá no dia 14 de outubro, mas antes disso, os trabalhos dos alunos passarão por duas seletivas, uma na própria escola e outra na DDZ responsável pela escola”, informou.

Destaque na Educação Fiscal

Alunos da Semed foram destaque nas duas primeiras edições do Prêmio Nacional de Educação Ambiental, realizado em Brasília. O prêmio homenageia os melhores projetos de educação fiscal, que trabalham a importância social do tributo e das receitas públicas, assim como a qualidade do gasto público do País. De acordo com André Soledade, nesses dois anos Manaus foi a capital que mais inscreveu projetos de escolas para concorrer ao prêmio.

Em 2013, o evento recebeu 190 inscrições de 19 Estados e do Distrito Federal. Os alunos da rede municipal de Manaus chegaram à grande final e ficaram com o terceiro lugar.

“Foi uma grande experiência. Nós apresentamos bons projetos, nossas escolas já trabalham a educação fiscal no cotidiano e o prêmio surge como consequência. Ficamos com o terceiro lugar, mas fomos o primeiro lugar no Brasil em número de inscrições. Nesse ano, nós vamos colocar nosso projeto na primeira colocação”, garantiu o assessor.

O prêmio ocorre no dia 18 de novembro e o vencedor leva a quantia de R$ 15 mil e todas as escolas da Semed que tiverem projetos voltados para o tema podem participar.

 

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Rodemarques Abreu

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

(92) 3632-2054 / 8842-1188

Gestores de escolas municipais participam de oficina do PDDE Interativo

quarta-feira, maio 14th, 2014

Gestores de 73 escolas da Secretaria Municipal de Educação (Semed) participam até esta quinta-feira, 15, da oficina do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Interativo. Trata-se de uma ferramenta de apoio à gestão escolar destinado a todas as unidades de ensino públicas do país. O encontro ocorreu na Universidade do Estado do Amazonas localizada na Leonardo Malcher, no Centro.

Implantado no ano passado, mas em funcionamento apenas este ano nas escolas municipais, o novo dispositivo digital foi desenvolvido pelo Ministério da Educação a partir da metodologia do programa PDE Escola em parceria com as secretarias estaduais e municipais de Educação.

As escolas da Semed selecionadas para participarem da oficina estão incluídas dentro de uma plataforma com 492 unidades de ensino no PDDE Interativo. A proposta é facilitar a adesão de diretores escolares aos programas do MEC, centralizando informações relativas as diferentes ações, além de fomentar a participação da comunidade escolar nas decisões sobre a destinação dos recursos do PDDE, condicionando o recebimento desses recursos à elaboração de metodologia de planejamento participativo do PDDE Interativo.

“Essa oficina tem o intuito de chamar o diretor, neste momento, para quando retornar à escola fazer a elaboração do plano estratégico do PDDE Interativo, com transparência, democracia e participação de toda a equipe escolar. O importante é que não fique tudo centralizado no diretor para construir as estratégias. Com isso, vamos alcançar um bom desempenho no Ideb”, analisou coordenadora do PDDE Interativo/ PDE Escola da Semed, Arlene Rosas”, ressaltando a expectativa de que haja um salto fundamental nos índices do Ideb.

Deixando o trabalho manual de lado, que demorava muito no processo de apuração das atividades, a diretora Nizia Feitoza Brandão Pimentel, da Escola Municipal Maria do Carmo Rebelo, bairro São José 2, zona Leste da cidade, diz que a unidade já utiliza o PDDE Interativo há dois anos. Para a educadora, o recurso é excelente para a melhoria do trabalho. “O PDDE Interativo é uma ferramenta para quem trabalha uma gestão democrática e participativa. Essa ferramenta agora é online. Hoje, nós vamos na internet e está tudo online. A medida que nós respondemos o sistema, ele aponta depois quais são os problemas nas escolas, as fraquezas, onde vamos montar nosso plano para combater nossas deficiências”, destacou.

Outro gestor que comemora o sistema digital é Antônio Humberto de Castro Andrade, da Escola Municipal Raimundo Gonçalves Nogueira, bairro Zumbi, zona Leste da capital. O diretor disse que agora o trabalho ficou mais dinâmico na solução dos problemas enfrentados pela comunidade escolar. “O sistema permite de imediato, logo após o preenchimento das perguntas, um diagnóstico das escolas. O que é acusado pela ferramenta é a situação a ser solucionada. Agora nós podemos fazer um plano de ação e, com isso, resolver esse problema que é o Ideb”, salientou.

Ao término da oficina, os gestores das escolas municipais analisarão as informações do PDDE Interativo para elaborar o plano estratégico do PDE Escola. Depois de todo esse trâmite, um Grupo de Trabalho (GT) instalado na escola poderá verificar as ações para resolver as problemáticas da unidade de ensino.

Com o plano estratégico do PDE Escola em mãos, os gestores das 73 escolas municipais o encaminharão para Semed, via online, pelo PDDE Interativo. Após esse procedimento, o Comitê de Análise e Aprovação da Semed o analisa para a aprovação. Na sequência, o plano é encaminhado ao MEC, que repassa ao FNDE para liberação dos recursos necessários para unidade de ensino.

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Lton Santos

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054