Archive for the ‘noticias’ Category

Semed realiza Semana de Cultura e Tradição para exaltar a história do Amazonas

quinta-feira, outubro 30th, 2014

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou nesta quinta-feira, 30, a 2ª Semana de Cultura e Tradição Local Regional para oportunizar a reflexão e o debate sobre temas relacionados à história da nossa região. O espaço foi, ainda, um momento de socializar os projetos executados na escola.

Com o tema “Visibilizando o Negro e o Indígena no Amazonas: contribuindo para resgatar sua importância”, o evento foi realizado na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM) da secretaria, com apresentações culturais e exposição de projetos alusivos à temática.

Para coordenadora da diversidade e assessora de ensino de história e religioso da Semed, Lidia Helena, a semana tem sua importância para o aprendizado dos alunos na execução dos projetos aplicados em sala de aula.

“Essa é uma forma de mantermos vivo em nosso aluno, a história do Amazonas, para que os alunos saibam, o que eles são, sobre sua identidade, sua história e sua própria importância. Esses temas continuam sendo mantidos dentro da proposta curricular. Além da história como um todo, nós temos as temáticas relacionadas a história do Amazonas sendo trabalhada e relevante no processo de construção da identidade do ensino aprendizagem em nossas escolas.”, explicou.

A Escola Municipal Rainha dos Apóstolos, localizada no Km 23, BR 174, zona Rural, apresentou a dança “Kworokngo”. A apresentação conta a história da plantação da mandioca, alimento típico da etnia Kayapo, em que os indígenas dançam toda noite até o amanhecer para o bom êxito da plantação. O professor responsável pela coreografia, Flávio Pereira dos Santos, disse que oito alunos do 7º, 8º e 9º anos, aprenderam tudo sobre a etnia e sua história.

“É uma dança muito bonita e interessante, além da questão do ensino religioso. Dentro dessa temática, eu trabalhei a questão indígena e afro-brasileira com os alunos, dentro da cultura dos indígenas. Para os alunos foi uma novidade, porque são pessoas que moram na Rural e não tem muita alternativa como atrativo. A dança retrata justamente nossa cultura regional e da região amazônica.”, explicou.

Com projeto “Socializando Saberes – a história do Amazonas através das toadas do boi bumbá”, idealizado esse ano, a Escola Municipal Ulisses Guimarães, no Amazonino Mendes, zona Norte, fez a exposição de seu trabalho no hall do DDPM da Semed.

“São cinco alunos que fazem parte do projeto, que posteriormente aplicam com outros alunos no vespertino e noturno, o que aprenderam com o projeto. Nosso foco principal é trabalhar a história do Amazonas, mas de uma maneira mais lúdica. A gente verificou em pesquisas de fazer isso, com as letras e toadas dos bois bumbás. Os alunos pesquisam as letras de toadas, que vão falar a história do estado, e a partir daí criaram aulas atrativas e dinâmicas para serem aplicadas em sala de aula.”, disse.

Programação

A programação pela manhã teve apresentação cultural da Escola Municipal Nestor Nascimento, homenagem ao patriarca da unidade, por ter sido um dos grandes representantes do movimento negro no Amazonas. Além disso, houve mesa temática: Refletindo e Diversidade Local sob diferentes óticas no espaço escolar.

No período vespertino, a programação continuou com apresentações culturais discussões temáticas, dança afroindígena, visitação à exposição dos projetos no hall do DDPM e encerramento da semana. Houve também a participação de alunos africanos de vários cursos da Ufam, que fizeram uma exposição, apresentação cultural e desfile de roupas típicas do continente africano.

O evento é considerado a segunda etapa do projeto “Escola e Diversidade”, desenvolvido pela Semed em toda rede municipal de ensino. O primeiro momento da semana foi nas escolas municipais, que realizaram diversas atividades com seus projetos sobre a temática. Na oportunidade, foi selecionada uma unidade de ensino por Divisão Distrital Zonal (DDZs) da Semed para participar do encerramento no DDPM.

TEXTO: Paulo Rogério Veiga

FOTOS: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação (92) 3632-2054

Mostra Cultural em escola incentiva a prática da leitura entre os alunos

quinta-feira, outubro 30th, 2014


O Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Escritor José Bento Monteiro Lobato, localizado no Novo Israel, zona Norte, realizou nesta quinta-feira, 30, a IX Mostra Cultural com o tema “Contos da Floresta”. A programação teve a proposta de oferecer momentos de leitura e dramatização aos 250 alunos da unidade. Além dos estudantes, que puderam conferir, entre outras atividades, a história de “O Mágico de Oz”, pais também puderam prestigiar a encenação teatral.

A pedagoga do Cmei, Márcia Tundis, explicou que todos os alunos da unidade participam direta e indiretamente da mostra. “São alunos do 1º e 2º período, todos com idade entre 4 e 5 anos, que participam e gostam do momento. Tudo isso é possível por conta do esforço das professoras e do apoio dos pais, que sempre prestigiam e estimulam os filhos a participarem dessas atividades”.

O projeto também é desenvolvido dentro das salas de aula com momentos de leituras e contação de histórias. “Momentos como esses colaboram no desenvolvimento da criança desde os primeiros anos”, complementou Márcia.

Depois da atividade no pátio da escola, os pais visitaram as salas de aula e puderam prestigiam a exposição dos clássicos da literatura infantil. As histórias de João e Maria e  Chapeuzinho Vermelho também foram apresentadas em classe.

Para José Agildo da Silva, 38, pai do aluno Raian Bruno, do 2º período, o evento é importante e incentiva as crianças à leitura. “O bom é que ao chegarem em casa, as crianças continuam interessadas pelo assunto, pedem para ler. Sempre que posso eu venho assistir meu filho e fico muito feliz com o que vejo”.

A dona de casa Daiane dos Santos, 23, também compartilha da opinião de que a iniciativa colabora para o desenvolvimento pedagógico dos alunos. “Acho muito bom e importante desenvolver, de forma lúdica, outras habilidades em nossos filhos. Com essas atividades, eles acabam despertando o interesse pela língua portuguesa e até pela matemática. Muitos alunos não são ensinados sobre a literatura em casa e a escola tem feito muito bem o seu papel”.

 

 

Texto: Luana Carvalho
Fotos: Lton Santos/Semed

 

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Professores municipais da área ribeirinha participam de formação

quinta-feira, outubro 30th, 2014

Professores da zona rural/ribeirinha, dos Rios Negro e Solimões, participaram nesta quinta-feira, 30, da Formação para Professores Alfabetizadores, realizada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic). O evento reuniu cerca de 80 professores na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), localizado na Avenida Maceió, no bairro Parque 10, zona Centro-Sul.

O objetivo da formação, como destacou a coordenadora do Pnaic em Manaus, Rejane Ramos Chagas, é trabalhar novas metodologias de alfabetização com os professores dos anos iniciais.

“Ontem e hoje (dias 29 e 30) foram apenas os professores da zona rural/ribeirinha. Normalmente, nós vamos até eles e essa formação é aplicada no sábado para não atrapalhar as aulas, mas como eles têm um calendário especial e já estão na reta final (do ano letivo), eles vieram para esses dois dias de formação aqui na DDPM. Este ano está sendo trabalhada com eles a disciplina de matemática, buscando mostrar outras maneiras e novos métodos de alfabetização para que eles melhorem a qualidade de ensino em sala de aula”, destacou.

A formação para os professores dos anos iniciais é aplicada por orientadores de formação do Pnaic, que passam por uma preparação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Patrícia Araújo é uma das formadoras e destacou o que é repassado para os educadores da rede municipal.

“Estamos trabalhando a disciplina de matemática. Nela são vistas as metodologias, além dos conceitos matemáticos, a elaboração de jogos, voltados para o 1º, 2º e 3º anos, onde há as quatro operações matemáticas. Trabalhamos, também, o planejamento, a sequencia didática e a organização da atuação do professor, sempre em consonância com a proposta curricular da Semed. Com a formação, buscamos dar subsídios para que os professores possam desenvolver seu trabalho em sala de aula da melhor maneira possível. Além disso, aqui no laboratório eles aproveitam para acessar o Portal do Ministério da Educação (MEC), para atualizar informações. Esta é uma forma que o MEC possui para realizar o monitoramento das atividades desses professores”, informou.

Professora na Escola Municipal Nossa Senhora de Nazaré, localizada na Costa do Tabocal, no Rio Amazonas, Zilma Dias, vê a formação com um auxílio para o dia a dia em sala de aula. “São coisas que a gente já sabia, mas depois da formação nós encontramos um olhar diferente para o mesmo assunto, podendo passar de outra forma para nossos alunos. É, na verdade, uma reciclagem de conteúdo”.

A professora Moacina Moreira, da Escola Municipal São Sebastião, localizada na comunidade do Livramento, no Rio Negro, tem a opinião de que a formação é essencial nas atividades em sala de aula.

“É essencial porque nos dá suporte, nos ajuda para a aplicação das atividades em classe. Podemos perceber um aumento da qualidade das aulas. Isso porque a resposta dos alunos e a própria compreensão melhoraram. Eles estão mais interessados. Já percebemos isso em algumas provas feitas com eles depois que começamos a participar das formações”, destacou.

O Pnaic é um compromisso formal assumido pelos governos federal, dos estados e municípios para assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os 8 anos de idade. Nesta sexta-feira, 31, a formação será para os professores de todas as Divisões Distritais Zonais (DDZs) da rede municipal de ensino. Serão seis pólos, além da sede no DDPM.

 

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Cleomir Santos/Semed

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Alunos da rede municipal participam de jogos para que melhorem o interesse pela matemática

quarta-feira, outubro 29th, 2014

A rede municipal de educação está promovendo competições de dominó, xadrez, dama e rummikub como estratégia para estimular o interesse dos alunos pela disciplina da matemática. Nesta quarta-feira (29), 74 estudantes de diversas escolas da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Leste 1 participaram da segunda fase da 2ª Edição do Circuito de Jogos Matemáticos. Os jogos foram disputados no Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos (Cemeja) Professor Samuel Isaac Benchimol, localizado no bairro São José, zona Leste.

Um dos coordenadores do circuito, Marcos Simas explicou que o objetivo é quebrar o estigma de que a matemática é uma disciplina difícil, problemática e muitas vezes encarada com terror pelos alunos.

“No circuito nós trabalhamos o aspecto do lúdico, trabalhamos a matemática não da forma tradicionalista, trazemos a parte da lógica. Todos os jogos têm uma fundamentação, um objetivo pedagógico. Não são apenas entretenimento para os alunos. Vale ressaltar que isso não significa a redução da matemática aos jogos. Esta é apenas uma estratégia para consolidarmos certos aspectos da disciplina e, o mais interessante, é que os alunos gostam”, informou.

Nos jogos, foram criadas 25 categorias dentro das cinco modalidades disputadas, de acordo com a faixa-etária dos alunos participantes, que vão do 1º ao 9º ano e do Cemeja.

A professora Rafaela Lopes, da Escola Municipal Professora Maria Rodrigues Tapajós, explicou que encontrou no xadrez a maneira de manter a concentração do aluno Renan Carlos, 7, que foi diagnosticado com imperatividade.

“Ele não parava quieto, sempre ativo, até que foi diagnosticado que ele era imperativo. Nós já observavamos que ele ficava mais concentrado nos intervalos quando jogava xadrez com os amigos. Agora, estamos trabalhando isso com ele”, destacou.

Renan, por sua vez, contou que aprendeu a jogar xadrez em casa com a prima e o tio. “Minha prima tem um tabuleiro e me ensinou a jogar. Jogo com ela e com meu tio em casa. Depois que fui jogar na escola com meus amigos”, contou, antes de começar a jogar.

O aluno da Escola Municipal Francisca Soares dos Santos, Joacy Ferreira, informou que se interessou por xadrez ao ganhar um tabuleiro da mãe, mas só aprendeu a jogar na escola.

“Minha mãe deu de presente, mas eu não sabia jogar. Só fui aprender as regras quando começaram as aulas e o professor nos ensinou. Os professores falaram do circuito que ia ter e eu quis participar. Passei da primeira fase e agora quero chegar a fase final”, relatou.

Competindo na dama, o aluno Claudinei Ferreira, da Escola Municipal Jorge de Resende sobrinho, relatou que aprendeu a ter mais concentração e que melhorou na disciplina de matemática depois que começou a pratica a dama.

“Jogava mais em casa e na hora do intervalo das aulas. Treinei bastante para essa competição. Depois que comecei a jogar, percebi que tenho mais concentração, mais memoria, e isso ajuda na matemática”, explicou.

A primeira fase da competição foi realizada nas escolas. Dos 74 de agora, 25 serão selecionados para a etapa final, que deve acontecer no dia 7 de novembro, na sede da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), localizada na avenida Maceió, no bairro Parque 10, zona Centro-Sul.

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Lton Santos/Semcom

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054

Escola municipal promove palestra sobre a importância da saúde bucal

quarta-feira, outubro 29th, 2014

Com objetivo de orientar alunos, pais e toda a comunidade escolar sobre a importância da saúde bucal, o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Professora Nilza dos Santos Alencar, na Compensa, zona Oeste, realizou na manhã desta quarta-feira, 29, a palestra “Sorriso na Escola”.

Em parceria com a Unidade Básica de Saúde (UBS) Leonor de Freitas, o palestrante foi o odontólogo Paulo Roberto Santos, que destacou algumas informações essenciais sobre o tema, fez a avaliação dos alunos e a aplicação do flúor. Identificado os alunos que necessitam de mais cuidados na higiene bucal, o médico fez o encaminhamento deles para tratamento e atendimento especializado.

A ação faz parte do programa Sorriso na Escola, da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Participaram da palestra os professores e cerca de 80 alunos do 1º e 2º períodos, entre 4 e 5 anos. As atividades continuam no período da tarde e até que todas as turmas da escola sejam atendidas com a palestra, orientação e aplicação de flúor.

“Há vários anos que a escola vem trabalhando com essa temática de higiene bucal, porque a gente percebe que algumas famílias não dão muita importância. Temos conscientizado os alunos, mostrando a importância da escovação”, disse a professora Marilene Reis de Araújo, que participou da palestra.

Com hábito de escovar diariamente os dentes após qualquer refeição, a aluna do 1º período matutino, Daiana Araújo Pontes, 4, ficou atenta as explicações do odontólogo e aprendeu mais sobre como cuidar de seus dentes.

“Eu escovo sempre meus dentes, em casa, na escola, quando como. Faço isso todos os dias. Aprendi com o doutor que preciso fazer isso sempre. Vou continuar com esse cuidado porque quero ter meus dentes bonitos”, disse.

Texto: Paulo Rogério Veiga

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054

Primeiro Workshop das Ocas do Conhecimento discutirá meio ambiente e sustentabilidade

terça-feira, outubro 28th, 2014

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realiza nos dias 6 e 7 de novembro o 1° Workshop Ocas do Conhecimento Ambiental. O encontro terá como tema ‘Socializando Saberes na Construção de Espaços Ambientais Sustentáveis – Meio Ambiente, Sustentabilidade e Conexão de Saberes’.

O workshop tem a parceria da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Vara Especializada do Meio Ambiente e de Questões Agrárias do Estado do Amazonas (Vemaqa) e Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

A abertura do workshop será dia 6 de novembro, às 18h30, na sede da Semed. Em seguida, haverá a conferência magna ‘Meio Ambiente e Sustentabilidade nos Espaços Não-Formais’, com a professora Dra. Edna Maria Ramos de Castro, da Universidade Federal do Pará (Ufpa). O encerramento será com o grupo musical Primas e Bordões.

No dia 7 de novembro as atividades iniciam às 8h, com atração cultural, mesa-redonda na temática do encontro, fórum de discussão e debate público, além do julgamento de pôsteres em tempo integral. Para fechar o workshop a atração será a cantora Lucinha Cabral.

São esperados pela coordenação do evento cerca de 200 pessoas, entre estudantes universitários, professores de ciências biológicas e de instituições que trabalham com o meio ambiente, como o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), as secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp).

No encontro, cada Oca do Conhecimento Ambiental da Semed divulgará as atividades realizadas neste ano, cujas ações estão voltadas à melhoria do meio ambiente e da qualidade de vida, promovendo o intercâmbio entre a escola e a comunidade.

Além disso, o 1° Workshop visa vislumbrar a necessidade de criar e fortalecer espaços de debate sobre os problemas socioambientais da comunidade e perceber como eles se relacionam com o mundo.

A entrada é gratuita e outras informações podem ser obtidas com a coordenadoria das Ocas do Conhecimento Ambiental da Semed, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), por meio do endereço eletrônico workshopocas@gmail.com ou pelos telefones (92) 3236-8820 e (92) 9118-2910.

Programação:

Dia: 06/11/2014 – Tarde

14h às 18h30 – Credenciamento e entrega de material aos participantes

19h – Sessão de abertura – mesa de autoridades

19h40 – Conferência Magna: Meio Ambiente e Sustentabilidade nos Espaços Não-Formais. Profª Dra. Edna Maria Ramos de Castro (UFPA)

20h40 – Atração Cultural: grupo musical Primas e Bordões

Dia: 07/11/2014 – Manhã

8h – Atração cultural

9h às 11h – Mesa-redonda: Ocas do Conhecimento Ambiental: socializando saberes na construção de espaços ambientais sustentáveis

Mediador: Profº Dr. Renan Rodrigues de Albuquerque

Professores:

Prof. Dr. Henrique dos Santos Pereira (Ufam)

Profª Dra. Genoveva Chagas de Azevedo (Inpa)

MM. Juiz de Direito Dr. Alberto Carim Antônio (Vemaqa)

Profª Dra. Kátia Helena Serafina Cruz Schweichardt (Semmas)

Profº Dr. Augusto Fachin Terán (UEA)

Secretário de Educação Darcy Humberto Michiles (Semed)

11h às 12h – Fórum de Discussão Debate Público

12h às 14h – Intervalo para almoço

OBSERVAÇÃO: Os Pôsteres deverão ser expostos a partir das 14h do dia 07/11/2014 e serão julgados impreterivelmente das 15h às 16h.

Dia: 07/11/2014 – Tarde

14h às 16h30 – Mesa-redonda: As práticas socioeducativas no contexto das Ocas do Conhecimento Ambiental

Mediador (a): Profª Dra. Ieda Hortência Batista (UEA)

Convidados:

Profª Ma. Gina Rego Gama (Coordenadora das Coordenadoria das Ocas do Conhecimento Ambiental – Semed)

Profº Esp. Ivan Nunes de Souza (Gestor da Oca Puraquequara – Semed)

Profº Esp. Amarildo Lopes Pereira (Gestor da Oca Norte – Semed)

Profº André Soledad (Educação Ambiental – Semed)

Bióloga Kelly Cristina de Souza (Educação Ambiental – Semmas)

Jorge Lobato (Coordenador Bosque/INPA)

Prof. Me. Paulo Ricardo Rocha Farias (Secretário – Semulsp)

15h às 16h – Julgamento dos Pôsteres

16h30 às 17h30 – Fórum de Discussão e Debate Público

17h30 às 18h – Encerramento (Premiações)

18h às 19h – Coquetel de Encerramento, com atração a cantora Lucinha Cabral

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Cleomir Santos

Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom)

(92) 3625 6908 / 3625 6921 / 3625 6844

Projovem Urbano abre inscrições para 1 mil vagas

segunda-feira, outubro 27th, 2014

Estão abertas até sexta-feira, 31, as inscrições para o Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Urbano). Ao todo, há 1 mil vagas disponíveis. As inscrições podem ser feitas na sede do Projovem, situada na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), localizado na Avenida Maceió, bairro Parque 10, zona Centro-Sul.

O Projovem Urbano é um programa do Ministério da Educação (MEC) em parceria com a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que tem como objetivo elevar a escolaridade de jovens com idade entre 18 e 29 anos que não tenham concluído o Ensino Fundamental, mas que saibam ler e escrever. A ideia é formar estes jovens para que possam ter qualificação profissional, participar de ações comunitárias coletivas de interesse público e ter acesso à inclusão digital.

Os interessados em se inscrever no programa, que tem duração de 18 meses, devem ter entre 18 e 29 anos e ir até a sede do Projovem levando original e cópia da Carteira de Identidade, CPF, comprovante de residência, uma foto 3×4 e Histórico Escolar para comprovar que tenha feito até a 4ª série do Ensino Fundamental. De acordo com a coordenadora geral municipal do Projovem na Semed, Magda Collyer, quem não tiver o histórico escolar pode ir até ao local da inscrição para realizar um teste de proficiência.

“Quem não tiver o histórico, se perdeu, se rasgou ou não tem por algum motivo, pode ir até a sede do Projovem e lá será realizado um teste de proficiência, seguindo as normas do MEC, para poder analisar e verificar se o aluno está apto para fazer parte do programa. As inscrições podem ser feita de 8h até as 18h”, relatou.

Collyer destacou, ainda, que cada aluno tem direito a uma bolsa de R$ 100 mensal. A bolsa só é recebida se o mesmo tiver 75% de frequência no mês. As aulas estão previstas para iniciar no dia 17 de novembro.

“Esses alunos terão a chance de concluir o Ensino Fundamental e já sairão qualificados profissionalmente, prontos para encararem o mercado de trabalho. Além disso, participarão de ações coletivas de interesse público e terão acesso à inclusão digital, o que também vai contribuir em suas vidas profissionais. Eles ainda recebem uma bolsa de R$ 100”, informou.

As aulas do Projovem acontecem no turno noturno. Mais informações podem ser obtidas pelos números 3642-3156 / 9962-5947 / 8842-5238.

TEXTO: João Pedro Figueiredo

Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom)

(92) 3625 6908 / 3625 6921 / 3625 6844

Alunos do Cmei Profª Elza Damasceno participam da campanha Sorriso na Escola

segunda-feira, outubro 27th, 2014

Com objetivo de incentivar e estimular os alunos para a prática da higiene bucal, o Centro Municipal de Educação Infantil (CmeiI) Professora Elza Damasceno da Silva, localizado no bairro Santo Antônio, zona Oeste, realizou entre os dias 20 a 23 de outubro a campanha ‘Sorriso na Escola’.

Participaram da campanha alunos dos turnos matutino e vespertino. Eles prestigiaram atividades de apresentações de vídeos, teatro de fantoches, exibição de painéis e pinturas. No ultimo dia do evento ainda foi realizada a escolha do Garoto e Garota Sorriso.

Ao final da campanha, que foi coordenada pela agente de saúde Maria de Lourdes de Souza, os educadores esperam que aumente o interesse dos alunos para a prática da higiene bucal e procurem manter a dentição e a boca saudáveis.

TEXTO João Pedro Figueiredo

FOTOS: Divulgação


Municipíadas contabiliza a participação de mais de 6 mil alunos e novas modalidade na 17ª edição

quinta-feira, outubro 23rd, 2014

A modalidade de basquete masculino encerrou as atividades da 17ª edição da Municipíadas. Três times, representando as escolas municipais Firme na Fé, Rodolpho Valle e Plínio Ramos Coelho, realizaram os jogos na tarde desta quinta-feira, 23, no ginásio Dom Pedro, na zona Centro-Oeste.

Foram três jogos, onde quem pontuasse mais sairia vencedor. Foi o caso da Escola Municipal Rodolpho Valle, do aluno Guilherme Carvalho Brasil, 13, que venceu dois jogos e foi a equipe campeã.

“Eu jogo basquete desde os 7 anos e nunca tinha participado de uma competição. Vim de uma escola que não era do município  e não tinham jogos organizados como foram estes. Foi uma experiência muito boa, foi muito legal poder jogar com os meus colegas”, relatou.

Professor de educação física da Escola Municipal Firme na Fé, Shane Nogueira, aprovou a realização de mais uma edição da Municipíadas.

“É um evento que vale muito a pena, é voltado para todas as escolas da rede municipal e é um projeto muito bom. Encerramos hoje com o basquete, mas tivemos outras modalidades que permitiram a integração dos alunos. E no esporte é assim, você aprende os valores positivos e aprende a conviver com a vitória e com a derrota. Eles aprenderam muito e só têm a crescer no seu dia a dia e em sala de aula”, informou o professor.

O coordenador da Municipíadas, João Carlos da Silva Filho, informou que a competição, que é promovida pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), foi bastante positiva em 2014.

“Tivemos um saldo positivo, sempre tentando ajustar para que não haja mais erros. Esse ano tiveram duas novidades nas modalidades, o Vôlei de Areia e o Jiu-Jitsu. Outra novidade foi que utilizamos espaços novos que não tínhamos utilizados em outras edições, um exemplo foi o atletismo  que foi realizado no Colégio Militar de Manaus, por conta da Vila Olímpica estar em reforma, assim como o espaço do Colégio da Polícia Militar, onde foram realizadas as modalidades do Jiu-Jitsu e do Judô e o futebol de campo foi realizado no Clube Municipal, foi bem melhor nesta edição, gostamos das estruturas”, informou.

Ainda de acordo com o coordenador, contando com os jogos seletivos que começaram em abril deste ano, seis mil alunos participaram da 17ª Municipíadas, em 2014.

“Nesta fase final, que iniciou no dia 10 de outubro, passaram em torno de 1.800 alunos, mas contando desde os jogos seletivos tivemos a participação de seis mil alunos nesta edição da Municipíadas. Devemos destacar o envolvimento dos professores, dos coordenadores, que deram um crédito muito grande à competição”, informou.

 

 

 

Texto: João Pedro Figueiredo

Fotos: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Alunos de Cmei promovem Feira Cultural em homenagem ao aniversário de Manaus

quinta-feira, outubro 23rd, 2014

Em comemoração aos 345 anos de Manaus, alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Maria de Lurdes Braga, localizada na Comunidade São Luiz, bairro Terra Nova 2, zona Norte, promoveram uma feira cultural em homenagem ao aniversário da cidade. Teatro de fantoche, painéis e maquetes que recontam a história da capital amazonense foram apresentados na tarde desta quinta-feira, 23.

Gestora da unidade, Deise Correa Ferreira, contou como surgiu a ideia de desenvolver a atividade lúdica para comemorar o aniversário da cidade. “Dentro da prática da educação infantil, proposta pela própria Secretaria Municipal de Educação (Semed), os alunos podem aprender tanto visualizando e observando através de vídeos, fotos e painéis. Através de uma feira como essa, a gente consegue enriquecer todas as informações inerentes à cidade, nada mais justo para comemorar 345 de Manaus”.

A atividade iniciou com uma apresentação teatral de fantoches. Depois, os alunos visitaram os estandes com as maquetes e painéis produzidos por eles. Histórias da origem da cidade até a urbanização, pontos turísticos, artesanatos e culinária regional foram temas da feira cultural. Depois da visitação dos alunos, a escola abriu as portas para a comunidade.

Professora do maternal, Francimara Moraes, desenvolveu com seus alunos uma maquete sobre a origem da cidade. “Pensei em como eu poderia trabalhar essa história com as crianças do maternal, então tive a ideia de montar uma maquete, onde procuramos colocar um pedaço de Manaus e contar que antes de chegar qualquer povo aqui, já existia a tribo dos Manaós. As heranças que herdamos estão sendo apresentadas hoje no pátio da nossa escola. Amanhã, Manaus fará hoje 345 anos e temos muito orgulho de termos nascido nessa terra”.

Aluna do maternal, Lohana Lima Barroso, 6, contou que a turma dela foi a responsável por criar os painéis com os pontos turísticos de Manaus. “Pintamos e colamos imagens dos pontos turísticos para comemorar o aniversário de Manaus”.
Texto: Luana Carvalho
Fotos: Rodemarques Abreu

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação (92) 3632-2054