Archive for the ‘noticias’ Category

Alunos de creche municipal desenvolvem atividades de educação no trânsito

quarta-feira, setembro 24th, 2014

Como parte da programação local da Semana Nacional do Trânsito, alunos da Creche Municipal Virgínia Marília Mello de Araújo, localizada na Comunidade Cidade do Leste, no São José, zona Leste, realizaram, na manhã desta quarta-feira, 24, atividades de educação e segurança no trânsito. As crianças do maternal 1, 2 e 3 encenaram uma peça na qual simularam um acidente e mostraram as formas corretas, segundo a legislação, de como se comportar no trânsito.

Como contribuição para um trânsito mais seguro, as professoras da creche estão desenvolvendo, durante a semana, outras atividades lúdicas para que as crianças comecem a trabalhar a tolerância, responsabilidade e paciência. Por meio de vídeos, apresentações musicais e teatrais, as educadoras acreditam que os alunos possam ser multiplicadores do que aprendem sobre a valorização da vida no trânsito.

“Nós acreditamos que educando as crianças, elas irão educar os pais.Eles entendem, cada uma da sua maneira, que devemos atravessar a rua na faixa, que os motoristas não podem ultrapassar o sinal vermelho, que elas não podem andar em motocicletas e que os pais precisam usar capacete. Isso é muito importante porque elas acabam transmitindo os ensinamentos para a família”, comentou a professora do maternal 1, Rute Hozana.

Nesta manhã, um teatro de fantoche, simulações de como atravessar a rua e o uso correto do capacete foram destaques na cidade cenográfica montada com sucatas pelas próprias professoras. A aluna do maternal 3, Maria Clara, 4, já aprendeu como se faz. “Tem que pedir para parar, esperar e só depois atravessar”.

Aluna do maternal 2, Isabelly Gomes, de 2 anos, aprendeu que para andar no carro dos pais é preciso usar alguns acessórios de segurança. “Tem que usar cadeirinha e cinto”.

Passeata de Conscientização

Com o tema “Trânsito Consciente – Valorizando a Vida”, as crianças acompanhadas dos pais, professores e demais servidores da creche, realizarão uma passeata, nesta quinta-feira, 25, para alertar a comunidade sobre os acidentes de trânsito. A saída está marcada para às 7h, na mesma creche, localizada na Rua das Carapanaúbas, Cidade do Leste.

Texto: Luana Carvalho

Fotos: Lton Santos 

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054

Alunos de 40 escolas apresentam projetos em competição de Feira de Ciências

quarta-feira, setembro 24th, 2014

Quarenta escolas da rede municipal de educação participaram, na manhã desta quarta-feira, 24, da 2ª Feira de Ciências, Tecnologia e Meio Ambiente. São instituições de ensino pertencentes à Divisão Distrital Zonal Centro-Sul (DDZ4), que reuniram seus trabalhos na Escola Municipal Raimundo Teodoro Botinelly, no Riacho Doce 3, Cidade Nova.

A Feira de Ciências é uma competição dividida em três etapas que irá premiar os melhores projetos desenvolvidos pelos alunos da rede municipal. A primeira etapa ocorreu entre os meses de maio e agosto nas escolas. Agora, serão escolhidos os melhores projetos que representarão as DDZs e a divisão Centro-Sul é a quarta a realizar a seletiva para a última etapa, em outubro.

A ideia é que por meio da feira seja fortalecido o debate nas escolas sobre a compreensão do mundo e suas modificações, reconhecendo o homem como parte do universo e o principal interventor das transformações do meio em que vive.
Com um total de 120 alunos, cada escola municipal apresentou seu projeto. As unidades concorrem nas modalidades de ensino em Educação Infantil, 1º ao 5º ano, 6º ao 9º ano, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e há ainda a participação especial da Creche Municipal Eliana de Freitas Moraes.

“É uma oportunidade de os alunos colocarem em prática a ciência e até a pesquisa, desde as séries iniciais, como faz, por exemplo, a Creche Eliana de Freitas. O trabalho é desenvolvido em equipe com a DDZ, os professores, alunos e diretores das escolas”, disse a chefe da DDZ Centro-Sul, Meire Braga.

Um dos projetos de destaque da feira é “Robótica e automação a serviço do aprendizado”, da Escola Municipal Maria Sonia da Silva. O projeto ficou em 4º lugar no First Lego League (FLL), realizado no Sesi, ano passado. Com a colocação, a escola participou da etapa Nacional, em Brasília, ficando em 44º lugar, dentre vários projetos pelo país. Para a aluna do 9º ano, Emily Santos Souza, 16, que está desde o início no projeto, o trabalho realizado na unidade de ensino tem surtido efeito.

“Aprendemos mais sobre a matemática e a física, além de outros conhecimentos que só teríamos no ensino médio. Quando chegarmos nesta etapa, estaremos mais preparados, por causa do projeto da robótica. Na escola temos uma sala, onde duas vezes por semana nós aprendemos a programar e a trabalhar em equipe. Todo o aprendizado é positivo”, disse.

Outro projeto apresentado foi o “Reutilizar para preservar”, desenvolvido na Escola Municipal Ulisses Guimarães, no Mutirão, para combater a evasão escolar. O projeto tem como base a produção do sabão ecológico com óleo de cozinha visando à preservação da água e do solo. Segundo uma de suas idealizadoras, professora Edilene Gomes, o programa é fruto do PCE e tem alcançado bons resultados.

“Pensamos em algo sustentável, que pudesse resgatar nossos alunos do turno noturno, por causa da evasão. Muitos deles precisam deixar de estudar para trabalhar e o projeto vem justamente como uma alternativa para a geração de renda. Nossos estudantes não precisam mais evadir da escola. Eles podem trabalhar na fabricação do sabão ecológico, ter uma renda por meio disso e manter os estudos”, explicou.

TEXTO: Paulo Rogério Veiga

FOTOS: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054

Campanha conscientiza alunos sobre o uso adequado do transporte público

quarta-feira, setembro 24th, 2014

A Prefeitura de Manaus, por meio da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) e da Secretaria Municipal de Educação (Semed), iniciou na tarde desta terça-feira, 23, no Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Professor Caio Carlos Frota De Medeiros, localizado no Conjunto Viver Melhor, bairro Santa Etelvina, zona Norte, uma campanha educativa voltada para os direitos e deveres dos usuários na utilização dos serviços de transporte.

 

A campanha, que faz parte do Programa Transporte Cidadão, coordenado pela SMTU, tem como objetivo transformar os alunos em multiplicadores da educação para o transporte na sua família e comunidade. As ações desenvolvidas nas escolas foram elaboradas em parceria com a Semed.

 

Cerca de 150 alunos, com idade entre 4 e 5 anos, receberam de forma lúdica orientações quanto ao respeito à utilização dos assentos reservados aos usuários especiais, formas de como preservar os ônibus, promoção da cordialidade e respeito entre as pessoas.

 

Para atrair a atenção das crianças, as informações são transmitidas por meio de apresentações musicais e teatrais feitas por servidores da SMTU. A abertura da campanha contou com uma animada apresentação dos Garis da Alegria, grupo teatral da Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp).

 

A campanha, como informou a gestora da unidade de ensino, Geise Roque, serve para conscientizar os alunos sobre respeitar e valorizar as outras pessoas desde cedo. “Conscientizar desde pequeno sobre a importância de valorizar o idoso, o deficiente, a grávida, principalmente dentro do transporte coletivo. Serve, também, sobre os assentos preferenciais, ter respeito com cobrador, motorista, com as pessoas em geral. A campanha ainda conta com parcerias que são importantes para o cidadão e principalmente para as crianças”, relatou.

 

Na apresentação teatral cada personagem representava um tipo de usuário: grávida, idoso e deficiente físico. O enfoque era o respeito ao direito desses usuários aos assentos reservados. Dicas de segurança, como não colocar o braço para fora enquanto o ônibus estiver em movimento, também foram abordadas. Além de orientações sobre não pinchar ou jogar lixo no interior dos coletivos.

 

“Eu aprendi que não pode sujar o ônibus, não pode colocar chiclete debaixo da cadeira, a cabeça para fora da janela e aprendi também que deve-se levantar quando entrar uma pessoa mais velha ou uma mulher grávida no ônibus”, disse o aluno Gustavo Pereira, 5, do 1º período.

Pai do aluno Joelson José, 5, do 1º período, o aposentado Kelson José Barreto informou que aprova a iniciativa, que valoriza o aprendizado do aluno. “É um incentivo a mais para os alunos, ter que cuidar do meio de transporte deles, não sujar, não quebrar, além de ensinar o respeito aos que têm direito às cadeiras preferenciais”, informou.

 

O presidente da Associação dos Deficientes Físicos do Amazonas (Adefa), Isaque Benayon, classificou a iniciativa como positiva. “É por meio desses momentos aqui com essa criançada que vamos criar uma consciência coletiva para que possamos promover uma harmonia na convivência entre as pessoas, principalmente com os idosos e pessoas com deficiência”, destacou.

 

O evento também teve a participação do presidente do Conselho Estadual do Idoso, Jorge Wagner, que aprovou a realização da campanha. Ao falar com as crianças Wagner fez um lembrete aos jovens ouvintes. “Todos nós vamos envelhecer um dia. Por isso, vamos tratar nossos idosos da mesma maneira que vamos querer ser tratados no futuro”, aconselhou.

 

O superintendente da SMTU, Pedro Carvalho, afirma que o trabalho educativo será contínuo. “Começamos hoje aqui no Cmei, mas vamos trabalhar também com alunos do ensino fundamental. Estamos trabalhando com crianças porque observamos que muitos dos que ocupam os assentos reservados são jovens. Já iniciamos uma capacitação no mês passado com os motoristas e cobradores e agora estamos nas escolas. O respeito tem que ser mútuo”, afirmou.

 

TEXTO: Klicia Moreira e João Pedro Figueiredo

FOTOS: Lton Santos

Secretaria Municipal de Educação (SEmed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Gestores da DDZ Oeste da Semed participam de encontro mensal

terça-feira, setembro 23rd, 2014

Gestores das escolas da Divisão Distrital Oeste (DDZ 2) estiveram reunidos na tarde desta terça- feira, 23, com representantes da Secretaria Municipal de Educação (Semed) para tratar de assuntos relacionados a rotina de trabalho das unidades escolares. A reunião aconteceu no auditório da DDZ 2 e aproximadamente 80 gestores participaram.

Na reunião foram discutidos assuntos voltados à infraestrutura, administração e pedagógico. Programas como Aceleração da Aprendizagem e Sistema Aprende Brasil da Editora Positivo foram abordados no encontro.

A chefa da DDZ 2, Regina Ortiz, destacou os avanços conquistados com as reuniões mensais. “Estas reuniões têm oportunizado diversos benefícios nas escolas da divisão. Quanto à infraestrutura, avançamos com a troca de vários aparelhos condicionadores de ar e reparos na rede elétrica, hidráulica e outros. Na questão pedagógica, basta constatarmos o reflexo do Ideb em nossa divisão, todas as nossas escolas avançaram ao menos um ponto. A Escola Municipal Aristide Barreto obteve a nota maior do 6º ao 9º de toda rede municipal ensino. Se colocarmos nossas melhorias percentual podemos afirmar que com essas reuniões conseguimos resolver 80% da demanda que nos chega”, declarou Regina.

“A chefa destacou ainda importância da presença secretário Humberto Michiles nas reuniões. Com a presença do secretario na reunião houve mais apoio, mais integração entre nossos gestores e a Semed e, consequentemente, mais soluções. É logico que ainda falta avança um pouco mais, mais estamos no caminho”, explicou Ortiz.

A gestora do Centro Municipal de Educação Infantil Professora Nilza dos Santos Alencar, falou o quanto o encontro é relevante. “Este encontro é o momento em que nós temos a oportunidade de tirar nossas dúvidas, de buscar orientações, de lançar propostas e de obter um retorno rápido e eficaz. Com essas reuniões temos acesso direito a setores da Semed, o que facilita nossas atividades, além de solucionar alguns problemas de nossas escolas. Então vejo esse momento como um marco desta administração e como meio de viabilizar possíveis soluções”.

TEXTO: Emerson Felipe

FOTOS: Cleomir Santos

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Educação (Semed) 92 3632-2054

Mais de 60 educadores participam de abertura da Semana da Pessoa Surda

terça-feira, setembro 23rd, 2014

Sessenta e cinco educadores da rede municipal participaram, na manhã desta terça-feira, 23, da abertura da Semana Nacional da Pessoa Surda, no auditório da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), localizada na Rua Maceió, zona Centro-Sul de Manaus. A programação vai até sexta-feira, 26, data em que se comemora o dia da pessoa surda.

A semana é uma das ações da coordenação do Curso de Libras da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizada com  professores de 54 escolas municipais de todas as zonas geográfica da cidade, que possuem cerca 130 alunos inclusos com surdez.

Na abertura, os participantes assistiram as palestras “O interprete educacional”, com a professora Mestre e coordenadora do Centro de Capacitação de Profissionais de Educação e de Atendimento a Pessoa com Surdez (CAS), Maria Estelita Ferreira, e “A atuação do intérprete de Libras”, com a especialista e coordenadora da Central de Interprete de Libras do Amazonas (CilLam), Fabiana Ferreira.

A coordenadora do Curso de Libras do Complexo Municipal de Educação Especial da Semed e organizadora do evento, Mariana Santos, ressalta a importância do trabalho realizado pela secretaria, que atende alunos com surdez.

“Como o surdo é usuário de outra língua, o professor aprende libras para ensinar o aluno. É importante que os educadores conheçam quem é o intérprete, sua função, qual seu papel na educação da criança, assim como o intérprete de forma geral, que acompanha o surdo ao banco e ao médico, por exemplo, para fazer a tradução da língua de sinais para a portuguesa ou vice versa. Tudo isso é para que o surdo possa estar inserido na sociedade exercendo sua cidadania”, completou.

Segundo a  palestrante da abertura, Maria Estelita Ferreira, coordenadora do CAS, o importante é trabalhar a função do tradutor intérprete dentro de sala de aula para que faça a mediação da comunicação entre o professor ouvinte e o aluno surdo.

“O intérprete vai mediar os conteúdos que são falados pelo professor em línguas de sinas para o surdo. Esse profissional, que está surgindo no cenário educacional, precisa ser visto pela sociedade com mais valor. Às vezes, pensa-se que o intérprete vai substituir o professor, mas em nenhum momento substitui, mas sim vai mediar a comunicação”, concluiu.

Com dois alunos inclusos do 2º ano do Ensino Fundamental, a professora Edinalva Barros, da Escola Municipal Olga Figueiredo, bairro Alfredo Nascimento, zona Norte, é uma das educadoras participantes do curso. Para ela, a Semana da Pessoa Surda é importante para que todos possam aprender um pouco mais sobre como dar aula para esses alunos.

“Tenho duas crianças surdas, mas que convivem com outras deficiências. Essa formação me permite saber como lidar com todos eles, ou seja, entre os surdos, o intelectual e com os outros estudantes. Toda vez que participo dessa formação saio com mais certeza do que tenho feito e posso fazer ainda mais com meus alunos em sala de aula”, comentou.

Programação

Dia: 24/09/2014 quarta-feira

Local: Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo

Palestra: O desenvolvimento da linguagem em crianças surdas

Palestrante: Fga. MSc. Mariana Pedretti

Palestra: O uso de recursos educativos e tecnológicos pelos alunos com e sem deficiência auditiva na sala de aula

Palestrante: Prof. Mestranda Marizete Godinho Guimarães

Noturno – Dia: 24/09/2014

Horário: 18h30

Palestra: Libras no ensino superior

Palestrante: Profª Mestranda Debora Teixeira Arruda (UFAM)

Local: Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo

Público-alvo: pais, professores, estudantes de graduação e comunidade surda.

Investimento de cinco reais se precisar de certificado.

Dia: 25/09/2014 – quinta-feira

Horário: 14h

Local: Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo

OFICINAS

1 – O ensino e tradução de Língua Inglesa para surdos.

Responsável: Prof. Espec. Mircele Cordeiro.

2 – Atividades com crianças surdas

Responsável: Profª Especialista Sandra Ely Moraes.

3 – O trabalho com deficiente auditivo: possibilidades e desafios

Responsável: Fga. Rilana J. de Souza Nascimento

4 – Confecção de materiais didáticos de Língua Portuguesa.

Responsável: Prof. Especialista Ylen Oliveira

5 – Teatro e literatura surda

Responsável: Prof. Esp. Getúlio Filho e pedagoga Tatiane Machado

 

TEXTO: Paulo Rogério Veiga 

FOTOS: Lton Santos

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054

 

Escola da rede municipal promove ação de combate ao bullying

terça-feira, setembro 23rd, 2014

Mais de 100 alunos do 1º ao 5º ano da Escola Municipal Gelcy Sena Abrantes se reuniram na quadra da unidade de ensino, nesta terça-feira, 23, para uma manhã de combate ao bullying. O evento faz parte do plano de ação de Gestão Integrada da Escola (Gide) para erradicar qualquer tipo de discriminação entre os participantes da comunidade escolar.

O tema é debatido de forma interdisciplinar em sala de aula desde o início do ano e, nesta manhã, os alunos receberam a visita da Princesa Irina, personagem criado para ensinar as crianças a amarem e respeitarem o próximo independe das diferenças. Irina, que significa “aquela que traz paz”, foi até a escola levar a mensagem de amor e harmonia.

“Desde o início do ano a gente vem trabalhando as questões de violência e bullying na escola. Os professores trabalham de forma individualizada e interdisciplinar em sala de aula. Eles utilizam peças teatrais, fantoche, danças, tudo para atrair a atenção dos alunos para essa questão. A Princesa Irina surgiu como uma maneira lúdica de ensinar as normas e condutas da escola. Acreditamos que assim, eles entendem mais facilmente e aceitam de forma prazerosa”, explicou a professora Adriana Nery, que coordenou a atividade.

A aluna Kássia Maria Coelho, 10, do 4º ano, lembrou que alguns colegas a chamavam de coelho por conta de seu sobrenome e que a “brincadeira” incomodava. Depois de aprenderem sobre o bullying, segundo ela, os colegas pararam. “Era muito chato. Eu ficava muito irritada. Mas quando a professora explicou que temos que respeitar os colegas e que não podemos apelidar ninguém, eles pararam”, contou.

Já Thiago Henrique Pinto, confessa que bagunçava com alguns colegas, chamando-os de “gordo e baixinho”, mas que, agora, aprendeu a lição de respeitar as diferenças.

“Eu aprendi que a gente não deve xingar os colegas nem por brincadeira, que não devemos desrespeitar ninguém e aceitar as pessoas como elas são. E também aprendi que devemos respeitar os professores porque eles nos amam”, disse.

TEXTO: THIAGO BOTELHO

FOTOS: CLEOMIR SANTOS

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): 92 3632-2054

Câmara aprova Projeto de Lei que assegura direito dos professores

terça-feira, setembro 23rd, 2014

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou, na manhã desta segunda-feira, 22, o Projeto de Lei (PL) 278/2014, que trata do auxílio-alimentação dos professores da rede municipal de ensino e dispõe sobre a aplicação e alcance do parágrafo único do artigo 3º da Lei nº 1.905, de 12 de setembro de 2014.

O PL tramitava em regime de urgência a pedido do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, após mensagem encaminhada à CMM no dia 16 de setembro. A alteração põe fim às interpretações equivocadas a respeito da lei. Por meio de redes sociais, internautas alegavam que professores com carga dobrada não teriam direito a receber o auxílio-alimentação referente a cada uma delas.

O PL recebeu parecer favorável das Comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), de Finanças, Economia e Orçamento (CFEO), de Educação (Comed) e comissão de Serviço Público (Comserp) da CMM e a proposta aprovada no plenário dispõe que o parágrafo único do artigo 3º da Lei nº 1.905 não se aplica aos servidores profissionais de magistério da Secretaria Municipal de Educação (Semed), assegurando o recebimento do auxílio atualmente pago pelo Executivo.

Texto: Leonardo Fierro/Semcom

 

Secretaria Municipal de Educação (Semed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

 

DDZ Leste 2 realiza segunda etapa da Feira de Ciências

segunda-feira, setembro 22nd, 2014

Com o tema “Oportunizando a alfabetização cientifica na rede Municipal de Ensino de Manaus” a Divisão Distrital Zonal Leste 2 (DDZ 6) realizou a II etapa da sua feira de ciências.  O evento aconteceu na tarde desta sexta-feira, 19, na Escola Municipal Tarsília do Amaral, localizada no Bairro João Paulo II, zona Leste da cidade, envolvendo, alunos e educadores da Divisão e da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Atividade envolveu 8 unidades educacionais, 10 projetos e mais  de 300 alunos. Deste total de estudantes, 30 participaram diretamente da atividade, apresentando seus respectivos projetos, sob a coordenação de seus professores orientadores.

“Ação tem o objetivo de promover desafios aos estudantes da Educação Infantil, do Ensino Fundamental de 1º ao 9º ano, da Educação de Jovens e Adultos e do Ensino especial, estimulando a conhecer o mundo cientifico”, explicou a gerente de administração da DDZ 6, Graciete Camargo.

Trabalhos

Os trabalhos estavam sendo apresentado em 10 salas de aulas. Os alunos e seus professores usaram diversos recursos para atrair quem prestigiava o momento. Banners e cartazes com textos e frases objetivas foram os meios utilizados para apresentar os assuntos abordados pelos trabalhos. Os Pequenos Insetos, Utilidades das Plantas, Trabalhando os 3 Rs (reduzir, reaproveitar e reciclar), Alimentação Saudável e Trânsito – mobilidade urbana e seus desafios, foram alguns dos assuntos abordados na feira de ciências.

A Escola Municipal Maria Ferreira trabalhou com a temática “Reaproveitamento da água da chuva”. A professora responsável pela turma que apresentou o assunto, Lucimara Duque, mencionou que a escolha do assunto se deu ao grande transtorno que famílias da zona Leste sofreram em junho deste ano, quando uma  balsa colidiu com um dos pilares de sustentação e parte da viga  de uma adutora do Programa Água para Manaus (Proama), prejudicando o abastecimento de água para diversos  bairros situados na zona Leste da cidade.

“Quando decidimos que este tema seria o ideal traçamos diretrizes, metas e depois passamos a colher informações sobre mesmo por meio de pesquisas realizadas em livros, jornais, revistas e internet . O nosso objetivo, com isso, foi apresentar aos nossos alunos uma forma inteligente de reaproveitar a água em suas casas em um período de caos que eles e suas famílias estavam passando”, declarou a professora.

Já a Escola Municipal Cleonice Fernandes demonstrou como uma horta escolar pode contribuir para que alunos tenham uma alimentação saborosa e saudável e como ela pode ser útil para evitar o desperdício de alimentos nas escolas, trazendo o tema ‘Meio Ambiente: Compostagem Orgânico’. O assunto trabalhado é fruto de um projeto que já existe na escola, disse a professora da educação especial da unidade, Kátia Correa.

“Este tema, na verdade, é fruto de um trabalho que já existe na escola há algum tempo. O desenvolvemos porque percebemos que poderíamos reaproveitar restos de comida, como cascas de banana e outros alimentos como adubos e, principalmente, como alimentos que poderíamos agregar na merenda escolar da unidade, tornando as refeições de nossos alunos mais saborosas. Além disso, percebemos também que podíamos diminuir a poluição no meio ambiente, tornando restos de alimentos, que antes eram desperdiçados, em produtos reaproveitados, disse a educadora.

Aprendizado

A Escola Municpal Ednir Teles, trouxe para feira uma estratégia para diminuir o uso da água potável em residências. A temática explorada foi o aproveitamento da água dos condicionadores de ar e pluvial para fins não potáveis. A ideia da unidade escolar era demonstrar que é possível diminuir o uso da água potável reaproveitando o líquido que sai de aparelhos condicionadores de ar para lavar, calcadas, pátios, banheiros e para lavar carros, por exemplo. A aluna Letícia Vitória, do 6º ano, destacou que gestos simples são fundamentais para reduzir o consumo de água.

“Em simples gestos e conscientes como fechar torneiras ao terminar de usá-las, não deixar a torneira aberta quando lavamos louças, diminuir o tempo que levemos para tomar banho, dentre outras coisas certamente iria minimizar bastante a quantidade de água que gastamos em nosso dia a dia”, mencionou Leticia.

No fim da feira foram entregues troféus a cinco unidades que participaram da atividade e divulgados os projetos escolhidos por professores, pedagogos, especialistas e mestres avaliadores da Semed que participarão da 3ª etapa Feiras da Ciências, que será dia 14 de outubro, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), que reunirá escolas de todas as DDZs da secretaria.

TEXTO: Emerson Felipe

FOTOS: Cleomir Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (SEmed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Servidores da rede municipal de ensino participam do segundo Encontro de Educadores

segunda-feira, setembro 22nd, 2014

Mais de 250 educadores da rede municipal de ensino participaram, nesta sexta-feira,19, e sábado, 20, da segunda edição do ‘Encontro com Educadores”, promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da secretaria Municipal de Educação (Semed) para integrar os servidores. Na ocasião, gestores e professores das escolas que obtiveram melhores resultados na Avaliação de Desempenho Educacional (ADE) receberam certificados de Menção Honrosa. O encontro aconteceu no Hotel Amazônia Golf Resort, no quilômetro 64, da Rodovia AM-010.

 

Resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) também foram apresentados aos servidores. Neste ano, Manaus atingiu pela primeira vez a meta do Ministério da Educação (MEC) (4,6). As informações foram passadas durante reunião na manhã de sexta-feira. Depois do almoço, os participantes puderam participar de atividades e dinâmicas de integração.

O Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, participou do momento de descontração dos servidores e comentou sobre a política de valorização na Semed. “Vamos continuar valorizando o servidor, disponibilizando instrumentos técnicos e tecnológicos para que eles possam dar suas aulas, valorizar a estrutura das instalações físicas, que é um problema mas já estamos tendo grandes avanços. O primeiro Ideb dentro da nossa administração já melhorou muito, embora não nos padrões ideais, e o segundo Ideb vai nos colocar entre as melhores cidades do Brasil, não tenho dúvidas”, pontuou.
O secretário da Semed, Humberto Michiles, anunciou a criação de um departamento de valorização do profissional da educação na Semed. “Esta é uma das alterações de estrutura que faremos na secretaria. Este departamento vai estar permanentemente trabalhando e pensando em ações no sentido de valorizar e reconhecer o papel fundamental do professor na melhoria da qualidade de educação. É preciso que a gente consolide essa ideia de mérito”.

 

Gestão pedagógica, planejamento, infraestrutura, gestão de pessoal e avaliações de monitoramento estiveram em pauta. Os professores também mostraram-se bastante satisfeitos com a metodologia da Gestão Integrada da Educação – Avançada (Gide-Avançada), implementada nas 506 escolas da rede com o suporte do Instituto Aquila.
“A Gide-Avançada teve uma aceitação muito boa, aquilo que no início gerou uma certa resistência foi compreendida e houve uma aceitação muito grande. Os educadores estão muito satisfeitos, felizes e muito convictos de que a educação na cidade de Manaus vai avançar muito e brevemente estará sendo considerada uma das melhores do Brasil”, completou o secretário.

Valorização

 

“Há 13 anos que estou na Semed e ainda não tinha visto um reconhecimento nesse nível voltado para o servidor”, disse o gestor da Escola Municipal Hiram de Lima Caminha, Alan Richarles da Costa. “Nessa nova administração temos sido valorizados, não só os professores e gestores, mas as merendeiras e toda a equipe escolar. A Semed tem dado oportunidade e liberdade para fazermos um melhor trabalho para melhorar a educação”, completou.

 

Gestora da Escola Municipal Professor Júlio César de Moraes Passos, Giovana Silva aproveitou o momento para relaxar e aproveitar a programação. “Eu acho eventos como esses muito importantes porque nós estávamos acostumados a executar tudo aquilo que a secretaria preconiza, sem receber nenhum tipo de valorização nesse sentido. Então, é importante que momentos como esses sejam realizados, pois favorece o grupo, nos sentimos valorizados e nos estimula a continuar buscando novas metas”, comentou a professora.

 

Professor da zona rural, Sérgio Henrique da Costa, aproveitou o momento para comemorar o crescimento da Escola Municipal Professor Emanuel Rebelo da Cunha no Ideb. “Em 2009 e 2011 ficamos com a nota 2.6. Já em 2014 conseguimos o resultado de 4.5. Isso é resultado de um trabalho de uma equipe comprometida que quer avançar e está avançando. O município vai continuar avançando na medida em que continuar investindo e reconhecendo os trabalhos realizados pelos educadores. O servidor está sendo valorizado e percebemos isso em várias ações ao longo do ano”.

Neuzilane Araújo, professora das séries iniciais, aproveitou a tarde de sexta-feira para se divertir com os colegas. “Durante muitos anos o professor de sala de aula ficou esquecido, ele passou muito tempo invisível e com essa política de valorização estamos mais motivados. Estou adorando”.

 
Texto: Luana Carvalho
Fotos: Lton Santos

 

Secretaria Municipal de Educação (SEmed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054

Saúde na Escola realiza ação na Creche Municipal Maria Ferreira Bernardes

sábado, setembro 20th, 2014

Alunos, professores e funcionários da Creche Municipal Maria Ferreira Bernardes, localizada na Comunidade Fazendinha – Cidade Nova, zona Norte da cidade, foram atendidos na manhã desta sexta-feira, 19, na primeira ação do Programa Saúde na Escola (PSE) do governo federal, em parceria com a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

 Nesse sentido, foi firmada uma ação com a Unidade Básica de Saúde (UBS) Unidade 2 da Fazendinha, que pertence a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Foram disponibilizados uma dentista e um enfermeiro. Na ocasião, foi feito o cadastro do cartão do SUS das crianças, pais e funcionários da escola. Além disso, houve uma avaliação das crianças, onde foram identificados os casos mais sérios e encaminhados ao Caic da área para atendimento básico odontológico, assim como foi dada uma atenção aos professores e servidores da creche.           

O PSE visa à integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida dos educandos. Para diretora da creche, Gicelia Leal, com esse programa, todos ganham pelo cuidado e atenção as crianças e educadores.

“É de suma importância esse momento, com o enfermeiro, que atendeu e tirou o cartão do SUS das crianças. Já a odonto veio para fazer a triagem dos alunos e depois o encaminhamento dos pequenos para a odonto pediatra do Caic. A mãe do aluno com seu encaminhamento já leva no outro dia sua guia para a devida consulta da criança. O fato dos pais trabalharem o dia todo, as vezes não percebem que o filho está com alguma problema de saúde, mas a creche tem esse cuidado.”, salientou.

Enaltecendo o trabalho pela primeira vez em uma creche municipal do PSE, a dentista da UBS, Clarice Magagnini, fez questão de afirmar a importância do programa, que realiza um atendimento preventivo, mas principalmente, da ação em prol da comunidade escolar como um todo.

“É uma novidade até para o município, no caso de trabalhar com creches, porque é uma clientela diferente. O PSE já está em Manaus há alguns anos. Essas crianças tem que ter uma abordagem lúdica para chegar com até elas e querer que a mesma se responsabilize com a própria saúde. Mas temos outros parceiros, que vão se responsabilizar, que são os professores, cuidadores e a própria família. Nosso trabalho é voltado para capacitar os cuidadores e dizer que as crianças precisam de toda atenção possível.”, comentou.

 Para professora, Mona Dorothéia, o trabalho feito pela visita do programa foi algo muito importante, devido à necessidade dos educadores ter esse suporte, além de contribuir para saúde, seja do alunado e dos próprios educadores inseridos no atendimento.

“Esse trabalho chega como uma prevenção, porque a gente precisa ter esse projeto que melhore daqui pra frente em relação à prevenção dos nossos pequenos, mas também de nós como educadores. Como não temos muito tempo, como a ir ao dentista, esse serviço veio em boa hora. Acredito que vai fortalecer muito a Semed, porque precisamos dessa parceria em termos de instituição, pela preocupação dos professores com a saúde da criança.”, disse.

Atividades

Como parte do Programa Saúde na Escola, foram realizadas atividades com as crianças no pátio da Creche Municipal Maria Ferreira, como circuito com obstáculos, chutar bola, bambolê, amarelinha, correr, pular, atividades físicas, equilíbrio, rolar na grama e minhocão. A próxima ação do programa será voltado a comunidade em geral.

Programa Saúde na Escola

O Programa Saúde na Escola (PSE) visa à integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida dos educandos.

O PSE tem como objetivo contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção da saúde, de prevenção de doenças e agravos à saúde e de atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino.

O público beneficiário do PSE são os estudantes da Educação Básica, gestores e profissionais de educação e saúde, comunidade escolar e, de forma mais amplificada, estudantes da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

 

Secretaria Municipal de Educação (SEmed)

Assessoria de Comunicação

(92) 3632-2054